História Miss Perfect - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Pattie Mallette
Exibições 141
Palavras 1.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bem, último capítulo e o próximo já é o epílogo.
Sobre os extras que seriam postados regularmente... foram cancelados, eu não tive feed back então acho que a maioria não gostou da ideia, mas como duas pessoas aprovaram e comentaram eu vou fazer dois extras em homenagem a elas.
É isso.

Capítulo 31 - The end


Fanfic / Fanfiction Miss Perfect - Capítulo 31 - The end


—Hora de acordar casal!- escuto a voz irritante da Nat e logo uma luz no meu rosto. A viada abriu a cortina.
—Puta que pariu Natália.- Justin resmunga cobrindo a cara com a coberta.
—Eu ia tirar essa coberta, mas não sei o que me esperava por baixo dela.- ela diz e Justin bufa.
—O que você quer aqui Nat?- pergunto me ajeitando na cama.
—O que eu quero?- pergunta. —Como assim o que eu quero? Você se esqueceu que dia é hoje?! Hoje é o dia do baile meu amor.- ela diz.
—Ah verdade.- respondo sem muito ânimo, não estava tão afim de ir.
—Nem venha com essa animação não.- ela fala. —Ah, só para avisar vamos passar o dia fora. Alimente o seu filho.- ela diz.
—Nat, eu não posso deixá-lo sozinho.- digo.
—Ué, o pai serve para que?- ela pergunta.
—Estou ouvindo.- Justin diz ainda coberto.
—Era para você ouvir mesmo.- ela diz. —Vamos amiga, é o nosso baile de formatura.
—Ok.- ela me convence. —Mas não vamos demorar.- digo. Eu não precisava de muita coisa, já tinha o vestido. Era só cabelo e maquiagem.
..


—Você está linda!- Nat diz. Olho-me no espelho e sorrio satisfeita com o resultado.
—Você também.- falo e ela sorri para mim agradecendo.
—É tão estranho dizer adeus para escola. Saber que não tem um ''ano que vem''- ela diz e nós rimos.
—Realmente.- rimos. —Mas da uma sensação de dever cumprido.- falo e ela concorda.
—Fico feliz por ter te conhecido.- diz.
—Eu também. Mas vamos parar porque acabamos de fazer a maquiagem e estamos prestes a estragá-la.- digo nos fazendo rir.

 


—Chegamos!- digo enquanto entro em casa.
—Ah mais vocês estão lindas!- Naná fala.
—Obrigada.- Nat diz fazendo uma pose.
—Cadê o Justin?- pergunto?
—Dormiu junto com o Ben.- Naná da de ombros.
—Mas esse seu namorado só dorme hein.- Nat fala.
—Shiu.- digo para ela. —Ele tem que se arrumar.- digo. —Vou acordá-lo.- aviso.
—E eu preciso ir para casa. Até mais tarde.- Nat fala. Dou um beijo na sua bochecha me despidindo.
—Jus.. Justin.. acorda amor.- digo beijando seu rosto.
—Hmm.- ele resmunga mas não abre os olhos.
—Você precisa se arrumar para o baile de formatura.- digo. Ele suspira e abre os olhos. Justin sorri me olhando.
—Você está linda.- fala com uma voz arrastada e completamente rouca me arrepiando. Beijo seus lábios.
—Obrigada.- falo. —Agora você precisa tomar banho Jus.- falo e ele levanta.
—Ok.- diz indo ao banheiro.
—Oi meu amor.- falo olhando para Benjamin que me olhava curioso com seus olhos azuis. Ele levanta os bracinhos para mim sorrindo. —Vem com a mamãe bebê.- falo pegando-o. Beijo sua bochecha. —Amo você.- digo e ele sorri.
—Dada nana.- ele diz algumas palavras indecifráveis.
—É meu amor.- aperto ele nos meus braços. —Você deve estar com fome né. Vamos ver o que tem para papá.- desço com ele para a cozinha.



—Emma!- Naná fala com um tom repreensor. —Vai se trocar que eu termino de dar comida para o Ben.- ela diz.
—Ok.- falo.


....


Olho-me no espelho encarando o longo vestido preto no meu corpo. Eu me sentia bonita, ele definia muito bem minha cintura e meu cabelo preso só completava o visual.
—Posso entrar?- meu pai fala após bater na porta.
—Claro.- respondo.
—Você está linda!- ele diz e eu sorrio em agradecimento —Eu tenho algo para você.
—O que é?- pergunto curiosa. Ele pega uma caixinha de joia e a abre me mostrando um lindo colar de pingente azul.
—É lindo!- digo extasiada.
—Era da sua mãe. O seu preferido.- ele da um sorriso cheio de saudade. —Tenho certeza que era isso que ela estaria fazendo nesse dia.- ele diz e eu sorrio triste. —Com certeza ela está muito orgulhosa.
—Obrigada pai.- digo embargada abraçando-o. 
—Amo você querida.- ele diz.
—Eu também te amo.- falo.
—Coloque-o.- ele diz me ajudando a colocar e eu viro para ele sorrindo.
—Ficou ainda mais linda!
—Obrigada.


..


—Meu Deus! - Justin diz e eu viro para ele já pronta. —Acho que nunca alguém vai conseguir ser tão bonita quanto você! Você está....perfeita.- ele diz de uma vez só e eu sorrio para ele.
—Obrigada.- aproximo-me analisando-o. Ele estava bonito, muito bonito. —Você está incrível.- digo.
—Eu tento né.- ele sorri convencido.
—Te amo.- digo beijando seu queixo.
—Te amo mais.


—Agora a foto do casal- Naná diz enquanto eu sorrio abraçada pelo Justin. —Ficou ótima.- ela diz.
—Vamos?- Justin pergunta e eu concordo.
—Se precisar de alguma coisa, me liga.- digo para Naná um pouco preocupada.
—O Ben vai ficar bem.- ela diz. —Divirtam-se.
..

 


—Olha só para vocês!- Nat  diz e sorrimos para ela.
—Cade o pessoal?- perguntou Justin.
—Chris, Sam e Chaz estão em uma mesa.- Ryan avisa.
—Chaz veio sozinho?- pergunto e Nat concorda.
—Ele e a Anne ainda não assumiram.- ela diz.
—Vamos lá.- Justin.
—E aí galera?- Chaz fala assim que chegamos à mesa.
—Oi oi.- nós cumprimentamos todos.
—Vamos dançar.- Nat nos chama.
—Vem.- puxo Justin. Coloco meus braços no seu pescoço e ele rodeia minha cintura puxando-me para mais perto.
—Amo essa música.- falo e ele  ri roucamente no meu ouvido me arrepiando.


I walked across an empty land
I knew the pathway like the back of my hand
I felt the earth beneath my feet
Sat by the river and it made me complete
Oh! Simple thing where have you gone?
I'm getting tired and I need someone to rely on


Ele beija meus lábios e acaricia minha cintura. Justin encara meu rosto me deixando envergonhada.


—O que?- pergunto.
—Nada, só que... você e o Ben foram as melhores coisas que aconteceram na minha vida.- ele diz acelerando meu coração.
—Eu te amo.- digo.


And if you have a minute why don't we go
Talk about it somewhere only we know?
Cause this could be the end of everything
So why don't we go
Somewhere only we know?
Somewhere only we know


—Um minuto de atenção.- a diretora fala. —Hora de anunciar os reis do baile.- todos ficam em silêncio. —E o rei do baile é... Scott Harris.- escutamos palmas e logo ele sobe no palco. —E a nossa rainha é.. Jenny Willians.
—Poderia ser vocês.- Nat diz e nós damos de ombros. Viro para Justin.
—No começo do ano todos tinham certeza que o rei seria você.- falo.
—Mas o acontecimento do meio muda o rumo da historia.- ele diz. —E bem, no começo do ano eu ficaria animado com a coroa, mas agora.. isso é completamente sem importância.-fala. —Nós não somos mais dois adolescentes. Temos responsabilidades e preocupações.
—Você se arrepende?- pergunto.
—Nunca, eu amo vocês mais do que tudo.- ele diz e eu o abraço.
—Acho que deu a nossa hora.- digo.
—Ufa, não via a hora de você falar isso.- ele diz e eu rio.
—Vamos para casa amor.

 


—Chegaram cedo- Nana fala.
—É..- Emma diz. —Vem aqui amor.- estico meus braços para o Ben.
—Ele não queria dormir sem vocês.- Naná diz.
—Vamos para a cama.- Justin beija a testa de Benjamin. Com nós três ali deitados na cama eu percebi que isso era o certo. Eles eram a minha felicidade.

 


Meses depois...


—Está tudo pronto?- Nana pergunta.
—Acho que sim, estou nervosa.- digo.
—Ah querida não precisa... Você está linda.- ela diz e eu sorrio. —Sua mãe estaria muito orgulhosa.- ela diz.
—Obrigada.- falo.
—Amor..- Justin entra no meu quarto. —Os convidados estão chegando.- ele diz.
—Benjamin está pronto?- pergunto.
—Está sim.- ele diz rindo. —Olhe você.
—Mama.- ele entra com seus passinhos meio desengonçados ainda. Pego ele antes que caia.
—Oi meu bebê.- beijo sua bochecha. —Quem é o aniversariante do dia?- digo e ele ri. —Quantos anininhos?- ele faz um com o dedinho. —Que lindo, amo você.
—Vamos descer.- Justin fala e eu concordo.
—Ai, meu afilhado está fazendo um aninho.- Nat o pega do meu colo.
—Nosso.- Ryan corrige a namorada. —Padrinho comprou um presentão para você.
—A tia Sam e o tio Chris também.- Sam diz beijando a bochecha do meu filho.
—Oi garotão, parabéns.- Chris diz.
—Oi galera.- Chaz chega com Anne atrás. —Cade o meu aniversariante?- ele pergunta e Ben ergue os bracinhos.
—Parabéns Ben.- Anne diz beijando sua bochecha.
—Coloquem os presentes aqui por favor.- peço.
—Cheguei. Cade o meu príncipe?- Hillary chega com a sua namorada. —Ai como você está lindo, cada vez mais parecido com a mãe.- ela pisca para mim e sua namorada pigarreia. —E com o pai lógico.
—Vão sentar gente.- digo e eles concordam. A campainha toca e vou atender.
—Oi querida. -era Pattie e Jeremy.
—Oi, como estava Londres?- ele haviam viajado para lá.
—Gelada.- Jeremy ri e eu o acompanho.
—É linda.- Pattie diz. —E o meu neto?- pergunta.
—No jardim.- digo e eles vão até lá.


—Eu sei estou atrasado.- meu pai entra rápido em casa e eu rio.
—O importante é que você veio.- digo e ele sorri.
—Não perderia isso por nada.- ele fala.
..


—Vamos cantar parabéns!- digo pegando Ben e indo até a mesa com o bolo.
—Happy birthday to you, happy birthday to you, happybirthdat to Ben, happy birthday to you!
—Assopra.- falo para Ben. Eu ,ele e Justin nos abaixamos e sopramos as velinhas. Olho para Justin e sorrio. Nós dois beijamos a bochecha do nosso filho e sinto os flashes sendo disparados.
—Eu amo vocês.- digo.
—Eu amo vocês.- Justin responde.
Há um ano e alguns meses atrás  eu não me imaginaria aqui, não me imaginaria grávida e ainda mais de Justin. Não imaginaria ter feito as pazes com o meu irmão e nem com o meu pai. Não imaginaria ter vários amigos e nem um namorado. Mas como dizem, Deus escreve certo com linhas tortas. E no final eu estava mais feliz do que qualquer coisa, minha família e amigos estavam reunidos, meu filho completara um ano e o amor da minha vida estava ao meu lado sorrindo para mim. Eu não precisava de mais nada.
 


Notas Finais


É isso até o epílogo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...