História Missão impossível ~ Imagine Suga BTS - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Romance
Exibições 274
Palavras 665
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 15 - Nova vida


Fanfic / Fanfiction Missão impossível ~ Imagine Suga BTS - Capítulo 15 - Nova vida

Meu coração despara...Respiro fundo e entro naquele avião, o lugar onde eu não queria estar. Uma lágrima desce em meu rosto, aceno para a minha mãe, e entro no avião, sento em uma poltrona do lado da janela. Coloco meus fones e tento dormir. 

Abro meus olhos e vejo alguns passageiros saindo do avião, me Levanto e pego minha bolsa e desço. Vejo que já tinha chegado, pego as minhas malas e vou para dentro do aeroporto, desço as escadas rolantes e vejo algumas pessoas com as plaquinhas, vejo um moço alto e bonito com uma plaquinha com o meu nome. 

-Olá? Você é parente da Tia Sook? :digo apertando sua mão. 

- Sim, eu sou o filho do Tio Han, meu nome é Jungson, Han está doente e a Sr. Sook está em casa com ele não pode vir: diz ele pegando minhas malas - Você deve ser a_________ a sobrinha dela né? : completou ele. 

- Sim, eu vim passar um tempo com ela, Você é filho só do tio Han?

-Sim, minha mãe morreu, e eu fiquei um tempo com ele, agora já tenho meu apartamento, vou visitar ele sempre que posso : diz ele colocando as malas dentro do seu carro. 

-Sinto muito: digo entrando no carro. 

Ele era muito bonito, realmente ele me levou até a casa da tia Sook, e eu estava muito timida. Chegamos lá ele pegou as malas e levou pra dentro da casa da tia Sook, a casa era enorme, praticamente uma mansão, fiquei olhando a casa por um tempo e entrei, Por dentro era mais linda ainda, chegando lá, Jungson pediu para que o mordomo Levasse as malas para o meu quarto, que seria no andar de cima, Tia Sook estava me esperando na sala. 

-_______! Como está linda : diz tia Sook me abraçando. 

-Quanto tempo tia Sook : digo abraçando tia Sook. 

-Sim, você está linda, esbelta, como cresceu! Será um prazer passar esse tempo com você : diz ela sentando no sofá e me puxando. 

-Sim, com certeza eu estou muito feliz : digo sentando no sofá com um sorriso falso. 

-Então vou explicar como vai funcionar, Você vai estudar de manhã em uma escola particular, Jungson vai estar aqui para me ajudar, ele vai buscar você na escola, seu tio Han ele vai ser internado até terminar a quimio então vou acompanhar ele, Jungson é um ótimo rapaz, ele vai sempre te ajudar, suas aulas começam semana que vem, aproveite esse final de semana, aqui em Hong Kong tem muitos lugares para visitar, se precisar de mim é só me chamar : diz ela subindo as escadas. 

-Obrigada tia Sook. 

Respiro fundo, e penso em Suga, em como ele deve estar agora. Até ser interrompida pelo mordomo. 

-Sra? Deseja algo? : diz ele me cutucando. 

-Ow não obrigada: digo com um sorriso - - aliás onde fica meu quarto? 

-No andar de cima no 3°quarto. 

-Obrigada. 

Subo as escadas e procuro meu quarto até que o acho, entro e fico de boca aberta. Parecia um quarto de princesa, rapidamente tiro meu tênis e começo a pular em cima da cama. 

-Até que não foi uma má ideia vir pra cá! :digo pulando em cima da cama. 

Até que ouço alguém abrindo a porta fazendo com que eu caisse da cama. 

- Oow meu Deus você está bem? : diz Jungson me levantando. 

-Sim eu estou, só me animei : digo com risos. 

Jung me levanta e eu me sento na cama, ele fica me olhando por um tempo. 

- o que foi? : digo curiosa o encarando também. 

-você é diferente, gostei de você : diz ele saindo e fechando a porta. 

Nesse momento eu estranho um pouco a reação dele, mais depois que ele saiu eu fui espiar mais  coisas, abro o meu guarda roupa e vejo sapatos, roupas, acessórios, minha boca vai no chão, coloco um blusão e uma meia perto do joelho e começo a pular na cama novamente. 


Notas Finais


Espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...