História Missão impossível ~ Imagine Suga BTS - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Romance
Exibições 160
Palavras 540
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 21 - Tretaaaa


Fanfic / Fanfiction Missão impossível ~ Imagine Suga BTS - Capítulo 21 - Tretaaaa

Acordei a tarde com um barulho. Desci as escadas com um cabo de vassoura na mão. E quando eu vi era Jung. 

-O que tá fazendo com esse cabo de vassoura? : diz ele tentando não rir. 

-Eu achei que fosse um ladrão: digo coçando a cabeça. 

-Venha Senta aqui :diz ele sentando no sofá e me chamando. 

Sentei ao lado dele e ele me abraçou. Nós ficamos quietos por um momento. Ele começou a me olhar.

-O que foi? : digo o encarando. 

-Eu acho que gosto de você... : diz ele se aproximando dos meus lábios. 

Sentia sua respiração, era como se ele tivesse dentro de mim. Deixei que ele se aproximasse mais, e isso foi o meu maior erro. Jung me beijou, dei passagem para sua língua, ele pegava em minha nuca, e eu me arrepiava toda, até me dei conta que eu estava o beijando, me separei rapidamente dele e colocou as mãos na boca com um sinal de susto. 

-Jung, me desculpa eu não deveria fazer isso : subi correndo para o meu quarto. 

-Espera: diz ele correndo atrás de mim. 

Fechei a porta, e fiquei lá encostada na porta, eu queria chorar, mas eu não nego que foi bom. 

-__________Abra, por favor! O que eu fiz de errado? Me desculpe... : diz ele tentando entrar. 

Fiquei em silêncio. 

-Jung por favor vá embora... :digo com voz de choro. 

-Não eu não vou, Esse tempo todo que passei com você, foi os melhores da minha vida, e eu estou apaixonado por você... 

-Jung, nós não podemos... Isso não podia acontecer, eu não contei quando cheguei, mais meu coração sempre foi de outra pessoa, você sempre foi como um irmão mais velho pra mim. Me perdoa. 

Ele ficou em silêncio, eu tranquei a porta e decidi me deitar, queria me isolar naquele momento, tia Sook estava demorando tanto de chegar, é uma situação constrangedora ficar brigada com Jung. 

Me Deitei e ouvi meu celular tocar.

-Alô? 

-Oi amor... 

-Oi Suga, porque não me atendeu? 

-Eu estava terminando uns trabalhos,  me desculpe, Perdi a noção do tempo. 

- Não importa agora mais.... Você está bem? 

-Sim, você não parece estar... Já começou com a sua ignorância. 

-Eu tô bem sim, só estou cansada, desculpa. Ainda tá fazendo o trabalho com a Monique? 

-Sim... Eu estou com saudades, quando vai voltar? 

-Eu espero voltar o mais rápido possível, minha tia está com o meu tio Han no hospital, ela vem aqui de vez em quando... 

-Mas já que sua tia está no hospital quem fica com você? 

Fiquei em silêncio por um momento... 

-Amor? 

-Ow me Desculpe, estava viajando... É... O filho do meu tio... 

-Filho do seu tio? Ele é seu primo? 

-Por consideração... 

-Hum, mas o que vocês fazem? 

-Ele me ajuda em algumas coisas. 

-ele dorme aí?

-Sim. 

-Aish! Eu espero que você... 

-Suga, fica tranquilo, ele é como um Oppa, E por favor toma cuidado com a Tiriça da Monique. 

-Mas eu não gosto que nenhum cara fique assim tão perto de você... Eu tomo sim, Eu amo você, vou desligar... Tchau. 

-Também te amo, Tchau... 

Fiquei com uma consciência tão pesada pelo acontecido, não consegui contar a Suga nada do que houve. Preciso ir embora daqui. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...