História Missão impossível ~ Imagine Suga BTS - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Romance
Exibições 331
Palavras 614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 9 - Acho que é amor


Fanfic / Fanfiction Missão impossível ~ Imagine Suga BTS - Capítulo 9 - Acho que é amor

Sim, nós nos beijamos, paralisei novamente, Ficamos ali parados trocando beijos... Me despedi dele, morrendo de vergonha, e fui pra casa. Com um sorriso nas orelhas. 

- Aí meu Deus, fui beijada novamente : sussurrei com um sorriso. 

Entrei no meu quarto, e fiquei lá pensando em Suga, minha mãe mal bateu na porta e já foi entrando, não prestei muita atenção. 

- Filha? Eu e seu pai vamos ter que viajar essa noite, Aconteceu uma coisa séria na casa da sua tia e ela precisa muito do nosso apoio, ligamos pra você quando chegarmos, vou pedir pra Kim dormir aqui com você tudo bem? Vamos sair daqui umas 2 horas : diz ela com um papel na mão. 

- Arram... : digo desatenciosa. 

- Está tudo bem? : diz ela preocupada. 

- Tá mãe... : digo viajando. 

- bom esse papel aqui é uma lista do que você deve comprar para mim essa tarde, vou deixar o dinheiro da compra e um dinheiro pra você comprar algo pra você comer, só não coma besteiras por favor. Vou indo beijos : diz ela beijando minha testa. -  Volto assim que abaixar a poeira por lá : completou ela. 

- tudo bem mãe, boa viajem. : digo pegando o papel. 

Meus pais saíram, e eu fiquei lá em casa, não falei com Kim ainda, Acho que nem vou chamá-la. Até que sinto meu celular vibrar. 

~Oi...Sera que podemos nos ver hoje? : 14:24 - Suga 

~Sim, vou dar uma saída, assim que chegar mando mensagem para você. Será que pode vir aqui hoje? : 14:25 - Eu

~Posso, mas e seus pais? : 14:26-Suga 

~ não vão estar aqui, eles vão viajar, só para me fazer companhia : 14:27-Eu

~Tudo bem as 20:00 estarei aí Bjs : 14:28- Suga 

~OK Bjs : 14:29 - Eu 

Suga virá hoje, arrumei a casa inteira, dei uma faxina e fui ao mercado comprei umas coisas para comer e o que a minha mãe pediu. Voltei tomei um banho, vesti um shorts e uma regata, e coloquei uma pantufa, sentei no sofá e esperei Suga chegar. Ouvi um barulho da companhia. 

- Já vai! : grito da sala. 

Abro a porta, E finalmente Suga chegou, com um sorriso maravilhoso no rosto. 

- Entra, fica a vontade : digo dando passagem para ele. 

- obrigado: diz ele entrando. 

Ele se Senta, e vejo que está meio tímido. 

- que foi? : digo em pé encostada na parede. 

- Nada, eu senti sua falta: diz ele se levantando e vindo em minha direção. 

Naquele momento eu gelei, o frio na barriga chegou na hora, Suga veio devagar em minha direção, e pegou nos meus cabelos. 

- Você me deixa maluco : diz ele sorrindo. 

- Deixo? : digo chegando mais perto dele. 

- Sim: diz ele afirmando com a cabeça e chegando perto de mim também. 

Ele me puxa, nossos corpos ficam colados, ele começa a beijar meu pescoço. 

- S-Suga : dou um leve gemido e reviro meus olhos. 

Suga me pega no colo, colando minhas pernas em volta da sua cintura, ele me leva para o sofá e fica por cima de mim, coloco minhas pernas em volta da sua cintura e sinto seu membro já duro. Ele me beija devagar, e vai beijando meu pescoço, não aguento e tiro sua blusa, ele logo em seguida tira a minha, me deixando só de sutiã. Ele tira sua calça ficando totalmente nu, e finalmente aquele dia chegou para mim, Minha primeira vez com a pessoa que eu amava. 

- Já que é a nossa primeira vez, vamos devagar : diz ele sorrindo. 

- tudo bem... : digo apertando seu braço já nervosa. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...