História Missão KaiSoo - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Exo Colegial, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Missão, Sulay, Xiuchen
Visualizações 91
Palavras 678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ois

Capítulo 16 - Tenho chances...



Sehun On

Aquele medinho básico e aquela vergonhinha básica de conhecer os familiares do seu amigo (que eu queria que fosse mais que amigos, cof cof) era o que eu estava sentido naquele momento.

LuHan queria me levar pra casa dele, pela primeira vez, já que ele sempre reclama que só ele vai na minha casa e eu nunca vou na dele.

Tá nessa reclamação a mais de um mês, desde que o Kai e o Kyung se assumiram. Sim, já faz um mês disso. Eles, não contaram pra escola pra evitar, falação, preconceito e etc. Kyung tava com um medo do caralho de dizer pros pais dele, sobre o namoro, mas ele contou e parece, parece, que aceitaram bem. Se quiserem saber mais só perguntando pra ele.

Mas, voltando aqui. Eu - finalmente - aceitei ir na casa do Hannie, não tinha nada a perder mesmo. Já aproveitava e conhecia os sogros, risos. Ele queria que eu fosse almoçar lá depois da aula. A aula tinha passado - chata como sempre - com JongIn e (S/n) falando na minha linda cabeça. Mas finalmente acabou e agora eu estava caminhando ao lado de Xiao.

- Você vai gostar deles. - Murmurou, do nada, me acordando dos meus pensamentos.

- Quê? - Perdido? Que nada...

- Meus pais, você vai gostar deles.

- Ah sim, mas eu espero que eles gostem de mim, né? Magina eles me odiando? - Rindo de nervoso.

- Tenho certeza que eles vão gostar!



(...)



Depois de alguns minutos andando, chegamos a casa do Lu, não era longe da minha (ele já tinha falado isso, mas eu nunca tinha visto a distância "pessoalmente") então quer dizer que se os pais deles realmente gostarem de mim - já que a minha mãe ama o senhor Luhan, se duvidar ela gosta mais dele do que de mim. - eu posso vir aqui sempre. Olha que beleza.

- Entra. - Luhan disse abrindo a porta.

- Oi filho! - Disse uma mulher, não muito velha, assim que entramos na casa, devia ser a minha sogra, ops, quer dizer, mãe do Luhan.

- Oi mãe.

- Esse é o seu novo amiguinho?

- Oi. - Cumprimentei ainda meio incerto e com um pouco de vergonha. Sim, sou vergonhoso, me deixem.

- Não é novo mãe. É o Sehun. - Respondeu Luhan me ignorando perfeitamente. Obrigado, viu?

- Ah, é aquele que você não parou de falar desde o primeiro dia seu de aula? - Hmm, então Luhan sempre falava de mim? Bom saber, já amei esse mulher.

- M-mãe - Aí, Luhan com vergonha é tão fofo, quero morder.

- Ah que isso filho. Seja bem-vindo Sehun. - Até que enfim lembraram de mim. - podem ir pro quarto do Luhan enquanto eu termino o almoço... E, ah, Luhan! Seus tios Yifan e Tao vão vir hoje pra cá.

- Sério? - perguntou animado, me ignorando de novo, af. Não esperou a mãe dele responder e já foi na direção do, que eu acho, quarto dele me puxando, pelo pulso, junto dele. - Os tios Kris e Tao são legais. - Comentou assim que chegamos no seu quarto.

Eu já fui jogando minha mochila no chão e deitando no colchão, Luhan fez cara feia pra mim. O que não adiantou nada.

- Quem é Kris. - Perguntei já que eu não tinha ouvido nenhum 'Kris' no meio da conversa.

- É o apelido do tio Yifan.

- Ah, eles são irmãos da sua mãe? - Curioso? Nem um pouco.

- Não, eles são nomorados da minha mãe só o tio Tao é irmão da minha mãe. - Respondeu se deitando do meu lado. E sim, essa surpreendeu.

- A-ah, vocês não tem preconceito, né? - perguntei só pra ter certeza.

- Meus pais não, e como eu vou ter preconceito com algo que eu sou? - Perguntou olhando pra mim e sorrindo, levantando pra ligar o videogame.

Tá, essa sim me pegou de surpresa. Então quer dizer que Luhan é gay?

Como ter um ataque de felicidade querer sair berrando mas sem ninguém perceber?, Google perquisar.

Então, sim! Eu posso muito bem ter uma chance com o senhor Luhan.



A A A A A A A A A A A



Notas Finais


Vai ter continuação amanhã, tô como sono pra terminar tudo hj.
Desculpem...


Sem revisar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...