História Missão L3ddy (ShortFic) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Visualizações 147
Palavras 540
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo NOVOOOOO saindo do forno!

Espero que gostem ♥

Capítulo 15 - Fifteen


Fanfic / Fanfiction Missão L3ddy (ShortFic) - Capítulo 15 - Fifteen

Luba - 13:30 ~ São Paulo

Sabe oque é se odiar eternamente por ter acordado tarde sendo que sua irmã tinha que ir na casa do próprio ficante. Eu literalmente estou fudido!

Me a levanto da cama rapidamente e desço sem ao menos me lavar. Estava tudo em silêncio apenas um bilhete em cima do balcão.

"Obrigada por não ter me levado na casa do Júlio,enfim,estou indo com a minha amiga,beijos"

Parabéns Luba.

Mesmo ela sendo a mais nova,a maturidade dela ultrapassava da minha,ela era seria em momentos sérios e eu já era infantil em momentos sérios e sério em momentos infantis. Elisabeth sempre me controlava para não fazer merda,mas eu nunca seguia os conselhos dela e no final o Luba aqui se fodia de mais.

Suspiro pesado e vou até o banheiro e me lavo,logo volto para o andar de baixo. Eu estou afim de comer sorvete e seria uma boa ideia ir lá na sorveteria né?

Pego meu celular e vou andando para a sorveteria,era perto de casa e eu precisava andar. Chegando lá me sento numa mesa distanciada das pessoas e espero a garçonete vir até mim.

- Oque vai querer? - Garçonete

- Um MilkShake de Chocolate,por favor - digo educado e ela anota e sai.

Vejo Wellinton entrando na sorveteria,e logo ele me vê e sorri,sabe quando tu sente que uma merda vai acontecer,mas ao mesmo tempo é o melhor dia da sua vida?

- Sabia que iríamos nos ver por aí - Wellinton

Ele se senta em minha frente e ri com a frase que ele acabou de falar,a risada dele era contagiante e me fazia rir,mesmo sendo a piada mais sem graça e idiota do mundo.

[...]

Estávamos andando pela praça,nos sentamos em um banco de madeira pintado de branco,estava bem desgastada a cor,mas ele era bem bonito.

Estávamos conversando e nos conhecendo mais,ele era educado e me fazia rir.

Após eu ter falado algo,ficou um silêncio...até nossos olhares se encontrarem,fomos nos aproximando...logo ele me puxa e oque era pra ser um selinho,virou um beijo.

T3ddy - 15:12 ~ São Paulo

Eu estava andando pela praça sozinho mesmo, Luba não atendia minhas ligações então decidi vir aqui sozinho.

Vejo dois homens se beijando e vou até lá pra ver quem era,se eu sou curioso?sim.

Mas a curiosidade matou o gato,e a curiosidade matou meu coração. Era o Luba beijando um homem moreno,baixinho!

Saio de lá fazendo barulho mesmo,eu já estava com o rosto quente e a visão embasada por causa das lágrimas

- T3DDY - Luba

O mesmo grita mas eu não dou atenção e continuo meu percurso até algum lugar. Logo todos vão embora da praça,estava começando a chover.

Os pingos de água caiam em meu rosto fazendo aquilo parecer filme de romance.

Eu estava pessimo,eu já estava todo molhado,eu estou pessimo,meu coração está péssimo...tudo está péssimo!

Meu celular começa a tocar e eu nem bola dou. Logo ele toca novamente,me dou por vencido e atendo.

- Alô? - digo tentando não demonstrar que estou chorando

- Aonde você está? - era o Cocielo - porque não me atendeu antes cara?

- Desculpa - digo fungando,agora eu me entreguei

- Tu tá chorando? - ele pergunta - vem pra minha casa agora,que o Chris e o Mauro estão aqui

- Ok - digo e ele sussurra um tchau e eu desligo

A casa do Cocielo era perto da aonde eu estava,então continuei andando.


Notas Finais


Desculpa...não me batem KKKKK

🌼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...