História Mitologias-Interativa♣ - Capítulo 44


Escrita por: ~

Visualizações 10
Palavras 1.772
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


A imagem mostra a aparência conceitual de Hades em sua forma verdadeira.

Capítulo 44 - Léon vs Hades, a história de Hefesto.


Fanfic / Fanfiction Mitologias-Interativa♣ - Capítulo 44 - Léon vs Hades, a história de Hefesto.

P.OV~Autor

Após Léon derrotar os dois cães guardiões de Hades, ele dispara uma flecha flamejante mágica nos arbustos infernais que cobriam o portão do Palácio do deus do submundo. Então ele abre o portão e entra no Palácio, sendo recebido por uma mulher, a qual diz, de forma sedutora:

??????: olá, Espartano. Há muito tempo não o vejo.- Diz, enquanto caminhava até ele.

Léon: eu não vim aqui pra conversar, Perséfone. Eu preciso encontrar seu marido. Sabe onde ele está?- diz, enquanto abria outro portão.

Perséfone: você procura o Hades. Hummm, terá que me satisfazer se quiser saber.- Diz, enquanto mordia o lábio inferior.

Léon: eu não quero ter que te matar, mulher. Mas se não me der a localização exata de onde ele está, eu terei que te torturar.- Diz, sacando a lâmina do olimpo.

Perséfone: acha que pode me vencer?- Diz, ficando com uma armadura completa de guerreira amazona.

Léon: na última vez que nos encontramos eu destruí sua forma de poder. Você perdeu toda a sua força, agora apenas conserva a resistência e energia de uma deusa. Acha mesmo que com essa força vai me derrotar?- diz, encravando a lâmina no chão.

Perséfone: é claro que posso.- diz, correndo até ele, dando um corte nele com sua espada.

Então Léon usa uma de suas mãos para pegar a lâmina da espada e quebrá-la com força bruta. Após isso a deusa retrocede alguns metros e arremessa uma esfera de fogo verde nele, mas o Espartano esquiva e pega a Lâmina do olimpo, perfurando a armadura e o abdômen da deusa.

Léon: Eu disse para você sair do meu caminho.- diz, sacando a lâmina do abdômen dela.

Perséfone: *tosse sangue*.....H...Hades está dentro do átrio de batalha dele. Entrando naquela estátua de bronze celestial....*aponta o dedo para a estátua*.....Você verá um pátio escuro, ali está Hades.- Diz, enquanto dava um último suspiro e morria.

Então o Espartano pega o corpo da deusa e caminha sobre umas escadas até chegar em um mirante na frente do peitoral da estátua. Ao observar um pêndulo ele põe Perséfone lá dentro e, com sua força, ele acerta três golpes no peitoral da estátua, abrindo um buraco do tamanho de um minotauro. Quando Léon abre o buraco ele entra e vê o pátio escuro, enquanto escutava uma voz:

??????: Léon. Estou contente que tenha arranjado um tempo só para nós dois. Sabe que precisamos. Sinto uma animosidade entre nós, sobrinho.- Diz, enquanto o espartano olhava ao redor.

Léon: Hades.- Diz, enquanto procurava seu tio.

Hades: Oh.....Todas as minhas lembranças são muito irresistíveis. Vejamos.....Quantos pecados você cometeu contra mim? Ah, sim, você assassinou minha sobrinha, Atena. O que mais? O que mais? Ah, e você matou meu irmão Poseidon. Eu também não me esqueci de que foi você que a alguns instantes matou minha querida rainha!!!- diz, com um tom furioso.- Eu te farei sofrer como eu sofri. Sua alma É MINHA!!!!!!- diz, aparecendo atrás do espartano, arremessando suas garras de combate nele para tentar arrancar sua alma.

Então quando a alma de Léon estava alguns metros longe do corpo dele, o Espartano usa sua força total retorna ao seu corpo, se levantando imediatamente e jogando as garras do deus do submundo para ele denovo.

Léon: deixe de usar essa porcaria de elmo de invisibilidade e lute de homem pra homem!!!- Diz, sacando ambas espadas.

Hades: hahahaha, como quiser. Eu nem preciso desse elmo. Apenas o uso para.....

Léon: cobrir esse seu rosto feio.- diz, de uma forma franca.

Então Léon corre até Hades, que tenta acertar um soco no espartano, mas devido ao seu tamanho mínimo (5 metros) ele não consegue acertar Léon. Então o Espartano sobe nas costas de Hades e perfura sua cintura, arrancando um pedaço de sua carne.

Após isso Léon arremessa o pedaço de carne do Hades para longe e dá um soco nele, jogando-o em uma coluna do átrio, quebrando-a e acendendo chamas ao redor do átrio.

Então Hades se agaicha e segura o ferimento feito por Léon, ao mesmo tempo extende sua mão direita e faz o pedaço de carne se transformar em um ciclope, e Léon diz:

Léon: covarde!!- Diz, perfurando o olho do monstro antes dele se levantar do chão, matando-o e desaparecendo-o da existência.

Hades: droga!!!- Diz, ao ver o seu pedaço de carne desaparecer.

Então o Espartano corre até Hades e acerta um corte em sua canela esquerda, mas Hades usa sua velocidade verdadeira e tenta acertar milhares de golpes com suas garras em Léon, mas o Espartano esquiva todos os golpes de Hades facilmente.

Cada golpe do deus do submundo equivalia a 1 Bilhão de Galáxias explodindo, e sua velocidade era 32 000 000 de vezes mais rápido que a luz (1.2 ano luz/segundo), e ainda com essa velocidade o Espartano esquivava seus golpes com facilidade extrema.

Então Hades se enfurece e perfura o chão com suas garras, fazendo que o átrio fosse rodeado por correntes que vinham do chão até o teto. Quando Hades faz isso, Léon usa o controle elemental de Poseidon e eletrocuta as correntes do deus do submundo, jogando-o em uma parede do átrio.

Então Hades se enfurece e corre até o espartano, dando um soco com todas as forças no chão, mas Léon esquiva e pula sobre a cabeça de Hades, perfurando sua nuca várias vezes. Após isso o deus do inferno cresce de tamanho junto com suas garras e acerta um golpe na metade do átrio, fazendo uma via fluvial e permitindo que o Rio Estige cobrisse o buraco.

Então Hades e Léon engancham suas correntes, e o deus do inferno começa a puxar Léon em uma disputa de força com o espartano, mas Léon acerta vários golpes com sua outra espada no rosto de Hades, finalizando ao arremessá-la na testa dele.

Então ele vê um encaixe de pêndulo no teto e imediatamente prende as correntes lá, puxando o corpo de Hades o golpeando contra o teto várias vezes, finalizando ao quebrar o teto e derrubar Hades no Rio Estige. Ao mesmo tempo puxando as garras de Hades para si.

Então Léon guarda suas espadas e encrava as garras de Hades em suas correntes, ganhando o poder de sugar almas e invocá-las.

Após isso, Hades aparece sem seu elmo de invisibilidade e com um tamanho 3 vezes maior, chegando na casa dos 30 metros de altura, enquanto as almas do Rio eram absorvidas por ele aumentando sua força.

Seu rosto era bastante deformado, com bastantes feridas e com a carne viva aparecendo, além da ponta de sua cabeça estar com o osso visível e aberto, mostrando seu cérebro; então Hades diz:

Hades: hahahahaha, enquanto eu estiver no Rio Estige eu sou invencível!!! A cada segundo que passa minha força duplica mais e mais. A estas alturas apenas Zeus pode me vencer!!- diz, dando um soco no chão com força, tremendo o átrio.

Então o Espartano acerta um golpe com as garras, ferindo levemente o deus do inferno. Após isso ele pula para trás de Hades e o confunde, dando-lhe um golpe com ambas garras e perfurando o peitoral do deus infernal. Então ele pula pra frente e começa a puxar a alma dele, dizendo:

Léon: se não posso te derrotar na força bruta, te derrotarei na estratégia!!!- diz, enquanto usava toda a sua força para puxar a alma de Hades.

Hades: NÃÃÃÃÃÃO!!!!!!- Diz, enquanto sentia seu espírito ser puxado para o corpo de Léon.

Então Hades cai morto no chão. Após sua morte, centenas de milhares de almas saem da ponta de sua cabeça, enquanto também a barreira que separava o submundo do mundo mortal se quebrava, libertando as almas da tortura eterna.

Quando Hades morre, várias almas do Rio Estige pulam sobre ele e devoram seu corpo, destruindo até a última partícula material de Hades.

Então Léon pula no Rio Estige e começa a nadar nele sem problema nenhum, enquanto se fortalecia com o tempo ao estar ali dentro.

Por haver matado Hades, Léon havia adquirido a força dele junto com sua habilidade de domínio das almas, ao mesmo tempo em que ganhava a habilidade de se fortalecer ao nadar no Estige.

Então ele segue pela via fluvial do Estige e chega até uma cisterna, subindo umas escadas até sair para a superfície, retornando à caverna de Hefesto, que diz:

Hefesto: Léon? É isso possível? Isso quer dizer que o tio Hades não governa mais o inferno?- diz, enquanto olhava para o espartano com curiosidade.

Léon: o deus do inferno está morto.- diz, caminhando até o local onde estava a algumas horas.

Hefesto: morto? Hahaha, Hades merecia sofrer, mas eu não pensei que ele poderia morrer.- Diz, dando algumas risadas.

Léon: os Olimpianos me subestimam.- Diz, enquanto observava o deus ferreiro talhar uma pedra a transformando em engrenagem.

Hefesto: Interessante.....*olha para ele*.....Vou me lembrar disso, Espartano. Hahaha.- diz, rindo levemente.

Léon: para que serve aquele portal?- diz, observando um portal acima dos ombros de Hefesto em uma pedra.

Hefesto: você precisa da alma de um deus para passar o portal de Hipérion, Léon. Esse daí não é usado há Milênios. E certamente não funciona, senão eu teria visto minha querida Afrodite.- suspira, enquanto olhava para ele com um semblante mais triste.- Sabe. Léon. Eu nem sempre fui assim....um monstro.-  diz, enquanto olhava um reflexo de seu rosto.

Léon: o que houve para você se tornar assim?- Diz, cruzando os braços e guardando as garras.

Hefesto: terei de explicar desde o começo de minhas origens. Como você deve saber, eu já fui o artesão, ferreiro e cientista mais habilidoso e talentoso do Olimpo. Eu criei todos os metais que você conhece hoje, eu também fui quem inventou a tecnologia com meus conhecimentos. Zeus, nosso pai, ao ver minha habilidade como um ótimo criador, me deu a mão de Afrodite em casamento. Minha mãe, Hera, se gabava de meu talento. Mas no dia que você matou Ares, há 13 anos atrás, meu mundo foi arrancado de mim. Naquele dia, mais tarde, nosso pai me tornou o monstro que eu sou hoje. E o pior de tudo: ele levou minha filha, Pandora, minha razão de viver. Eu passo meu tempo aqui tentando recriá-la com minha tecnologia e meus conhecimentos, mas falho, uma e outra vez.....*mostra as esculturas de bronze celestial*......

Léon: então essas estátuas representam sua filha?- Diz, olhando as esculturas.

Hefesto: sim, eu criei ela a partir disso, mas não lembro qual mistura eu usei para dar vida a ela. Mas ela ainda vive, Espartano. Eu posso sentir isso. Você.....*olha para ele*.....Você, Léon, pode trazê-la de volta para mim.- Diz, olhando para ele com tristeza.

Léon: sua filha não é problema meu.- Diz, dando as costas para ele, voltando a caminhar até a direção da entrada do Palácio de Hades.

Hefesto: mas você certamente me entende. Você também já foi pai.- diz, enquanto olhava para ele.

Então Léon ignora o pedido de auxílio de Hefesto e caminha até a entrada do Palácio de Hades pelo mesmo corredor.


Notas Finais


Será que Léon decidirá ajudar Hefesto?

Aparência das garras de Hades (são duas, cada uma tem esta aparência):

https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSuEYJequfQQWodaS1AK_hyoj5JKmzHNvOXz-axl8jJ0nGBN0_uX3nsNSI6oQ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...