História MITW - Você Me Pertence - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Personagens Personagens Originais
Tags Mike, Mikhael Linnyker, Mitw, Pac, Pactw, Tarik Pacanhan
Exibições 557
Palavras 1.738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom pessoal não é do jeito que vcs esperavam, eu acho, mass.. tem um porém, é pq o lemom lemom msm esta por vim ainda, e eu quero fazer uma coisa muito mais que isso aqui! Entendem?

Bom é isso e boa leitura <3

Capítulo 14 - 14 Cap - Encosto!


Ninguém se torna experiente sem

que ao menos experimente a primeira vez,

e que siga experimentando

até que torne rotina.

Tarik -

Desperto vagarosamente por conta da luz que entrava pela ampla janela, me mexo um pouco nos tecidos finos, escuros e macios a procura de uma certa pessoa que foi comprovado que o mesmo não estaria ali..

**

Após deixa a mãe de Pac em casa, o casal chegou em seu devido destino, a casa de Linnyker. Pac entra na frente retirando seu colete e o colocando sobre o encosto do sofá, sente braços o envolver pela cintura e lábios quentes em seu pescoço sentindo junto uma respiração quente e o leve cheiro de vinho. O menor solta uma lufada de ar com esse contato, sentindo sua coluna vertebral receber uma corrente elétrica por sua extensão, o mesmo leva as mãos pequenas de dedos gordinhos até a nuca do rapaz acariciando o local com pouco cabelos por ser raspados nas laterais assim aprofundando mais o contato. O menor já tinha a segurança e a confiança ao bastante para saber que o moreno não tentaria nada contra ele ou alguma coisa que ele não queira.

-Você achou legal  me provocar daquele jeito -dizia entre os beijos- lá na sua casa?! -o moreno indagou e o menor apenas sorriu contra seus lábios..

**

Após lembrar daquele beijo levei minhas mãos até meus lábios me recordando a aquele toque, que sugava meus lábios com voracidade e habilidade para dentro de sua boca, me levantei e constatando que estava sem roupas. Me enrolei em um dos lenções escuros e me dirigi até o banheiro adentrando logo no box..

Mikhael - 

Me levantei antes mesmo do sol, dava pra ver seus primeiros raios saindo de trás dos gigantes prédios de NY. Me banhei rápido, havia uma reunião com sócios japoneses, queria de qualquer maneira ficar na cama até mais tarde com meu pequeno, mas nem tudo são rosas. Liguei o o registro, e logo a água gelada escorreu por minhas costas me causando constantes arrepios, mas que eram bons para acalmar o corpo e relaxa os músculos antes de uma longa reunião.

**

-Foi maravilhoso vê -disse mordendo o lábio inferior do maior puxando-o para si- você todo exitado por mim..

-Cade aquele garoto todo tímido e delicado que eu conhecia a pouco tempo? -o moreno disse enquanto beija o pescoço do mesmo até onde a gola de sua camiseta permitia..

-Esse garoto esta crescendo.. -disse enlaçando as pernas na cintura do moreno enquanto o mesmo o impulsionava para sina para o coloca-ló em seu colo.

-Pois quero ele de volta.. -disse colocando o mesmo sobre o balcão que dividia a ampla cozia da grande sala de jantar e logo retirando sua camiseta verde escuro..

-Sinto muito mais ele não esta no momento.. -indagou o menor atacando os lábios alheios, nunca havia de ter feito aquilo, não daquele modo mas estava gostando e com certeza teria de repetir isso..muitas vezes..

**

Desligo o registro me lembrando da nossa noite, pego a toalha felpuda me secando e a enrolando em minha cintura enquanto com a menor secava meus cabelos. Chego em frente ao amplo espelho e me olho passando a mão sobre a pequena marca rocha feita na noite passada. saio do banheiro apenas com uma box preta e me direciono até o closet, mas paro pra olhar um ser pequeno de pele pálida dormindo calmo enquanto seu peito subia e descia por conta da respiração vagarosa. me visto adequadamente para o ambiente onde trabalho e antes de sair deixo um beijo casto na testa do meu pequeno e vejo-o sorrir fraco com contato de meus lábios..

Tarik - 

Desligo o registro após um banho quente, sentindo um leve incomodo no meu quadril mas nada que me impossibilite a fazer algo, me lembrando constantemente da noite anterior..

**

Abro sua camisa de botões sem ao menos me importa de abri-lós um por um, fazendo todos saltarem de suas costuras rolando um para cada lado. Retiro a mesma de seu corpo moreno levemente bronzeado, já me encontrava sem minhas roupas apenas minha box branca que marcada minha bunda e agora uma ereção nada discreta. Mike passa a mão na parte posterior da minha cocha e a levanta até a altura da sua cintura e a segurando ali chocando sua ereção contra minha entrada, ambos estavam protegidas pelos tecidos. meu corpo clamava para telo logo dentro de mim.. Ele me puxa mas uma vez fazendo algumas coisa em cima do balcão caírem no chão, não tínhamos tempo para verificar oque se espatifou no chão mas sabíamos que era vidro.

-Mike.. -soltei um ronronar baixo enquanto o mesmo beijava meu pescoço, isso deixaria marca visíveis- eu não aguento mais..

-Oque você não aguenta baby? -indagou querendo ouvir o menor pedir..

-Num fode Linnyker, você sabe muito bem oque.. -o menor da uma arfada-..eu quero...Hummmm..

-Quero ouvir você pedir pequeno.. -disse no ouvido do menor mordendo o lóbulo do mesmo o fazendo soltar uma lufada de ar pesada..

-Você..dentro de mim...e logo. -nisso o moreno o colocou em seu colo, sem perde o contato com os lábios do menor subindo as escadas e fechando a porta do quarto com o pé.

**

Saio do banheiro secando meus cabelos e me deparo em cima da cama um bandeja com torradas, suco creio de laranja, frutas em cubos, ovos mexidos com bacon e uma maça bem vermelha. Pego a mesma e desço as escadas comendo a mesma..

Mikhael - 

A reunião já havia acabado a algumas horas atrás, eu havia de ficar na empresa ainda por conta de ter alguns papeis pra assinar a mais algumas coisas a resolver. Estava perdido no meio de tantas folhas e assinaturas, quando minha mente foi levada até momentos da noite anterior..

**

-Mike por favor..hummm.. anda lo-go com isso. -disse enquanto o moreno roçava seus lábios do peito até o cos da box branca de Pac..

-Calma meu amor, logo logo passara. -disse retirando a mesma do corpo do menor que gemeu de alivio por tirar seu membro daquele aperto.

O moreno subiu até o ouvido do menor, mas deixando beijos por todo caminho percorrido ali sussurrando um pedido de permissão para continuar sem o menor recuar ou exitar parar no meio do caminho. O mesmo assentiu após pensar rapidamente para não causar um clima pesado ali..

-Posso continua pequeno? -disse e o menor assentiu..

Mike colocará somente a grande de seu membro de dote extremamente grande na entrada rosada do menor que arqueou as costas jogando a cabeça para trás enquanto apertava os dedos nós lenções até as juntas dos dedos ficarem brancas. O moreno coloca uma das pernas do mesmo em seu ombro aumentando o espaço para adentra mais no menor com seu membro quase todo dentro do mesmo, mas esperando até o mesmo se acostumar com o volume e não sentir dor. mas logo recebeu um sinal que poderia começar quando o pequeno remexeu o quadril, e assim ele pode começar com movimentos lentos, Tarik mordia o próprio lábio inferior retirando pequenas gotículas de sangue dali..

-Mais..rápi-do..humm-humm.. ele suplica e seu desejo é concedido com o moreno acertando sua próstata em cheio o fazendo ter os primeiros sinais de orgasmo e espasmos percorrendo seu corpo..

-Quer mais -o moreno solta um gemido rouco fechando os olhos e a boca entreaberta. Deixa um beijo casto na testa suada de Pac, o mesmo começava a investir contra o quadril do moreno no mesmo ritmo da suas estocadas fazendo ambos virem juntos. Mike sentiu sem abdome ser sujado por algo quente, já Pac sentiu o membro de Mike pulsar dentro de si, aumentando de tamanho e lhe preencher com jatos quentes e perolado em seu interior..

Mike se joga derrotado ao lado de Pac que ofegava tentando normalizar a respiração descompassada, do mesmo modo que Pac estava Mike também se encontrava, suado com os cabelos pregados na testa que antes era um topete. Mike puxa o menor para o seu peito, o aconchegando em seus braços até sentir o menor se acalmar e amolecer em seus braços constatando que havia dormido e do mesmo jeito ele também se entregou-se ao sono não antes de deixa um beijo no topo dos cabelos negros do menor..

**

Sai de meus devaneios com meu relógio apitando marcando seis da tarde, hora de ir embora, não necessidade de ficar na empresa até mais tarde. sai da sala encontrando Valquiria, sua secretaria ainda na empresa..

-Boa Noite Valquiria e até amanhã.. -a mulher estranha mais uma vez, o rapaz nunca foi de se despedir de funcionários mas não protestou..

-Até!.. -alguns funcionários ainda presentes no local de trabalho como os que trabalhavam no RH, Linnyker tinha de passar lá pra pegar uma papelado que o supervisor daquele andar o pediu para que desce uma olhada. mas rezando pra não encontrar Luke, um de seus funcionários que sempre que o via dava em cima mas sempre era menosprezado e ignorado por Mikhael! Aliás agora seu coração tinha nome e sobre nome "Tarik Alvares Pacanhan"!!

-Sr Linnyker, oque veio fazer aqui? -disse o encosto vulgo chamado Luke interrompendo sua passagem..

-Luke..é sera que da pra me dar licencia. Eu preciso chegar em casa cedo -disse olhando as horas- e tem "alguém" me esperando lá.. -deu enfase em alguém para deixa bem claro do que se tratava..

-Claro, por que parece que esse alguém fez um ótimo trabalho não? -disse abaixando a gola da camisa de Linnyker onde escondia a marca do chupão..- mas isso é só um contra tempo não? Me livro desse ai fácil fácil..

-Olha aqui seu merda, ousa encosta no que é meu que te ponho daqui pra fora em dois tempo, ainda acabo com sua vida lá fora. Qual é a sua, vai querer jogar? -disse e o mesmo levanta as mãos em sinal de rendição- Passar bem seu encosto de porta! 

Ao chegar em casa, Mike entra deixando a maleta em sima da mesa de entrada. Ao escuta aporta sendo aberta Pac olha por cima do encosto do sofá e encontra Linnyker, corre de encontro ao mesmo e afrouxa a gravata para o mesmo o puxando para o sofá, Tarik já tinha tomado banho e só se encontrava de moletom, cujo era de Mike.. 

-Tava co saudades.. -disse deitado sobre o mesmo..

-Também estava com saudades pequeno.. -disse enquanto afagava as costa do menor..


Notas Finais


Deixem suas opiniões, comentem É SERIO COMENTEM '-' e digam o que tão achando da fiC.. Bjss do Gii e Fuii! *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...