História Mix - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Monstros, Yuri Hentai
Visualizações 4
Palavras 1.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Cap- 0


INTRODUÇÃO.

Narrador.

Em um mundo que costumava reprimir os monstros por serem diferentes e assustadores aos olhos dos humanos, uma pessoa que acreditava na coexistência de ambas as raças chegou ao poder, colocando um as batalhas e brigas. Juntou-se ao líder dos monstros e acabou com a barreira que dividia os dois mundos o tornando um só. Mostrando ao mundo que todos éramos tão diferentes quanto éramos iguais.

[...]

Ser um monstro tem suas vantagens, mas também tinha muitas desvantagens Atena às contava todos os dias. Tendo o nome de uma deusa grega, pois sua mãe acreditava que assim que colocasse o nome da deusa da sabedoria, sua pequena viria com a mesma virtude da grande deusa. Não errou seu palpite, pois a menina veio sim com as mesmas virtudes mais ninguém as enxergava, e, assim como seu irmão que não se tornando diferente chamando-se Apollo pelos mesmos motivos de sua irmã mais nova esperava que um dia pudesse sair daquela casa da qual foram obrigados a ficar sem sair por motivos bem complicados.

Tudo começa quando uma hibrid-cat chamada Cora se apaixona por um vampiro original chamado James, a humilde gatinha havia se apaixonado pelo monstro mais cobiçado da cidade e também membro da família de monstros mais fortes de toda cidade. Você deve estar se perguntando o que é um vampiro original certo? Existe uma categoria de monstros chamado de Original que é nada mais nada menos que os monstros que tem a mais antiga e forte das linhagens correndo nas veias. São além de mais fortes, mais ricos mais habilidosos mais tudo que qualquer outro simples monstro, e que quase sempre se relacionavam entre si para manter a linhagem intacta.

Em umas das escapadas do jovem James acabou por conhecer Cora, que com toda sua marra e coragem ajudou o jovem quando havia bebido por demais e se metido numa briga com três ciclopes enormes. Quando James acordou e encontrou a pequena gata adormecida ao seu lado após passar a noite em claro cuidando do vampiro e após de ter sido mordida pelo menos umas dois vezes, logo se perdeu na imensidão dos fios alaranjados da moça, assim cativando um amor proibido, porque como eu havia dito, originais só se relacionavam com originais e nada faria isso mudar.

Após acabar engravidando a pobre hibrid. Viram-se em um poço sem fundo sendo obrigados a fugir para que pudessem continuar juntos. E assim veio Apollo que assim que nasceu já demonstrou características de um forte vampiro, mas o problema todo começou dois anos depois quando Cora deu a luz a uma menina que havia sido batizada como Atena que nasceu com lindas orelhinhas e uma calda felpuda, mas que conforme crescia demonstrava as caraterísticas de seu pai. Quando dois monstros de raças diferentes acabam por terem filhos apenas um gene prevalece, ou o do pai ou o da mãe tornando muito raros os casos em que os dois genes se misturam, muito raro mesmo. E como quase toda coisa diferente era visto com maus olhos pelo resto das pessoas, principalmente uma menina que viera com a beleza digna de um hibrido e com a força de um vampiro de linhagem original. Isso fez com que a família precisasse esconder e preservar a pequena, pois muitos que se aproximavam tentavam levar ou simplesmente desprezavam a mistura que era Atena, e para encontrar um pouco de paz, seus pais conseguiram uma casa literalmente no meio do nada com apenas um vizinho e uma grande floresta os rodeando.


Mas essa história não se limita a apenas uma família.

Quando um lobo quer alguma coisa ele simplesmente a consegue, foi o que aconteceu com a elfo que praticamente fora escolhida por Carlos, um lobo, e de família original. Ele passava horas escondido na mata em sua forma animal apenas para observar a mulher de longas madeixas loiras e olhos em um azul tão profundo como o mar, traços que o fizeram se apaixonar na primeira vez em que colocou seus olhos nela. Mas a situação não mudava na parte da moça, ela também reparava no grande lobo negro de olhos esverdeados que a seguia todas as noites quando ela se colocava a colher as plantas que só brotavam a noite, o lobo se via na necessidade de proteger a mulher, o que fora útil em uma noite em que quase fora levada por um monstro de raça distinta que tentou leva-la, mas que foi surpreendida pelo lobo que arrancou em uma única mordida a cabeça do homem fora, mas que também fora acertado por um tiro efetuado no susto em que o homem viu o lobo que parou em seu ombro esquerdo. A elfa logo tratou de ajudar o homem que já assumira a forma humana, se perdendo mais ainda nos orbes esverdeadas do homem de cabelos negros. Três dias foram o bastante para a elfa que possuía muitas habilidades tratar por completo de todo o ferimento, e também para que ambos se apaixonassem perdidamente um pelo outro. o lobo não queria saber de sua família apenas se pôs a fugir com a dona dos olhos mais azuis que ele já vira na vida. Desse amor veio os gêmeos Cameron e Crystal, Cameron veio loiro de olhos distintos, o esquerdo era azul e o direito verde, Crystal veio branca como a neve de cabelos extremamente negros e que curiosamente veio com seu olho esquerdo verde e o direito azul. Conforme cresciam demonstravam suas habilidades, Cameron logo se pôs a mostrar as orelhas pontudas e os dotes mágicos que herdara de sua mãe, já Crystal toda vez que se irritava se transformava por completo em um lobinho de pelo extremamente branco ao contrario de suas madeixas negras em um corte Chanel que dizia ela era bem mais fácil de pentear. Cameron era inteligente, habilidoso em quase tudo, mas era frágil e fraco fisicamente se limitando a grande biblioteca que tinha em casa, já Crystal era corajosa, forte e briguenta quase sempre se metia em briga com outros monstros, tinha um controle absoluto em sua forma animal era um belo animal odiava as paredes de sua casa e quase sempre fugia para a mata que existia em torno de sua casa, voltando com seus pelos que hora era branco todo marrom por conta da terra, vivia brigando com seu irmão por serem um o oposto do outro e sua mãe quase sempre apartando as brigas que quase sempre acabavam com os dois seres machucados e uma mãe mais machucada ainda por estar no meio do fogo cruzado. Um filho lança feitiço enquanto a outra voa em cima do mais velho em forma animal quebrando tudo a sua frente deixando seu irmão com enorme marca de garras e ela com o pelo todo queimado que quando voltava à forma humana mostrava as enormes queimaduras espalhadas pelo corpo.

Voltando a primeira família, os irmãos eram muito parecidos, Apollo tinha os cabelos em um tom vermelho rubro, os de Atena se mantinham no mesmo tom, era forte tinha um autocontrole formidável! Só se alimentava de sangue animal e em poucas quantidades diferente de Atena que necessitava do sangue da mãe para se manter saudável, Apollo tinha olhos em um tom amarelo, diferentemente de Atena que não tinha uma cor exata seus olhos mudavam de constantemente conforme suas trocas de humor, resumindo a cor dos olhos dela trocavam quando ela mudava seu temperamento indo do negro ao vermelho em segundos. Apollo gostava da mata, cuidava de qualquer bicho que via machucado se pesando muito quando necessitava de sangue de algum deles quase sempre topando com um lobo branco que sempre estava a correr por ali. Atena se mantinha dentro da grande casa, por medo de tudo que residia fora daquele lugar havia nutrido um medo de sair de casa por conta dos longos anos que vivera presa ali, achando que se saísse alguma coisa apareceria para te atacar, apesar de ser forte e viver quebrando as maçanetas das portas ela era uma pessoa totalmente medrosa, tirando o fato de sua segunda personalidade, seus lindos cabelos vermelhos se tornavam um negro quase azul, e perdia totalmente o controle de suas ações. Os dois nunca brigavam muito pelo contrario eram unidos de uma forma muito bonita.

O que não sabiam eram que o seus encontros seriam por meio de alguma intriga.


Notas Finais


Espero que gostem!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...