História Mizpá - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Suga
Tags Bts Yaoi, Hopemin, Jihope, Minhope, Minseok, Seokmin, Yoonmin
Visualizações 481
Palavras 934
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uma ideia louca que eu tive ontem e agora to aqui de madrugada tentando postar. /minha net está uma merda aaaaa
É curtinha, espero que alguém leia e goste.

Capítulo 1 - Vínculo


Fanfic / Fanfiction Mizpá - Capítulo 1 - Vínculo

 

Hoseok gosta de assistir enquanto Jimin pratica sua dança.

Ele gosta de como os olhos do baixinho se fecham durante um passo, e observa cada movimento que o corpo faz em sincronia perfeita com a música.

E ele sempre sorri de cantinho quando chega na parte em que entre um movimento e outro, ele embrenha os dedos pelos fios do cabelo, a camiseta grudada pelo suor se tornando ainda mais estreita pela forma que ele afasta os cotovelos em direções opostas. O quadril se impondo para frente em oposto ao movimento das mãos deslizando pelos fios, indo em encontro ao pescoço.

Jimin morde os lábios, e Hoseok pode jurar que a aquela distância consegue ver as pálpebras cerradas tremerem de levinho.

Ele acha que o outro tem uma ligação para além de profissional com a música, com a dança. Sua paixão pela dança pode ser vista - e quase palpada tamanha sua intensidade - em momentos como aqueles, momento em nada especial onde a obrigação do menor é apenas checar como anda seu treino.

Não há plateia, e mesmo assim Jimin não erra nenhum dos movimentos previamente memorizados. Ele não checa se pode fazer sem cometer maiores falhas, ele apenas prova que seu talento permanece intacto.

E mesmo sem fãs para torcerem e lustrarem seu ego ao final de tudo, ele se entrega todo. Ele cerra os olhos e dança, sua mente não lhe diz a memorização dos passos, a música é quem o guia diretamente, entrando por seus ouvidos e levando a cada parte de seu corpo a informação do que deve ser feito.

Jimin sente a música, se excita.

E Hoseok, sua única platéia, sabe que ele é incrível e que sua ligação com a música é tão forte que ninguém deve tentar explicar, estragariam tudo ao tentar.

Jimin não dança para mostrar que sabe, ele sabe porque a música se mostra de forma especial para si.

E por isso Hoseok o acompanha fielmente em toda tarde de prática e se senta encostado ao espelho, repetindo para si mesmo que ninguém é tão sortudo quanto ele. Nem as fãs que veem o loirinho fazer o melhor que pode sobre o palco, e muito menos os outros companheiros do grupo de Jimin, que mesmo tendo a benção que é a presença como a dele, nunca se interessam por vê-lo praticar sua dança clássica.

Porém, quando o corpo levemente amorenado já está coberto em sua fina camada de suor e o menino resolve descansar no gelado chão da sala de prática, a porta sempre se abre.

E por ela Yoongi sempre entra com uma garrafa de água gelada em mãos e sem dizer uma palavra para pedir permissão para entrar ali, se junta a Jimin e entrega a ele, logo tratando de puxar algum assunto trivial.

Hoseok não gosta de ver o sorriso lindo que adorna os lindos lábios de Jimin.

Ele não gosta nem um pouco do modo que Jimin repousa a cabeça sobre a perna do hyung de cabelos negros, e muito menos de como eles dois sempre se encaram.

E quando ele ergue a mão em direção ao rosto do outro e seus dedinhos pequenos - esses quais Hoseok adora observar também - passeiam pela tez branca dele, ele sente aquela sensação.

Aquela, que o faz se ajoelhar e levar as mãos em frente ao próprio tórax, apertando, empurrando o próprio corpo como se precisasse se juntar.

Porque olhar para os dois e vê-los tão próximos o faz sentir como se estivesse se partindo.

E Hoseok sabe que ele é incapaz de se partir, assim como também deveria ser incapaz de sentir o que sente por Jimin e o que sente ao vê-lo daquela forma com Yoongi.

Um dia ele também foi assim para ele.

Houve aquela época em que quando o menor dançava e ele se punha a observá-lo, recebia olhares. Os olhinhos rasgados sempre se dirigiam a face de Hoseok em busca de aprovação, então ele sorria e dizia-lhe que Jimin era o melhor.

Porém agora Jimin não o olha mais.

Naquela época, quando estava cansado era pelo corpo dele que Jimin procurava para descansar, deitava a cabeça em seu ombro e envolvia-lhe entre os braços, dizendo o quanto gostava de ter Hoseok ali vendo-o dançar.

Agora Jimin nem encosta mais nele.

Jimin também costumava acariciar a face de Hoseok, para então dizer que o amava e beijá-lo nos lábios. Ele ainda se lembra da sensação morna que os lábios dele causavam.

Agora é Yoongi quem sente aquele calor.

E mesmo sabendo que não faz sentido sentir, Hoseok se parte em mil pedaços quando vê os lábios deles se unirem. Ele grita, pede para que parem, diz a Jimin que não é certo e pergunta o porquê dele estar fazendo aquilo consigo. O loirinho não pode ouvi-lo, mas mesmo assim ergue a face e tomado por uma sensação desconfortável, olha na direção onde Hoseok desliza até estar de joelhos no chão.

Yoongi nota que o pequeno está tenso, e o abraça de forma mais protetora, então ele deita em seu ombro e corresponde ao abraço, ouvindo que está tudo bem.

Então Hoseok se lembra de meses atrás.

Ele sabe que se lembra daquilo todo dia para então esquecer e voltar a lembrar apenas quando vê Jimin sendo novamente amparado por Yoongi.

Porque o baixinho não foi quem o deixou.

Hoseok é quem foi embora naquela noite em que um aneurisma estourou em sua cabeça.

Hoseok odeia observar enquanto Yoongi consola Jimin há vários meses, porque ele sabe que no momento em que ele conseguir amar o hyung, ele desaparecerá.

 

 


Notas Finais


Pra quem deve estar se perguntando "Mas que diabos quer dizer o nome da fic?" aqui está, não podia contar antes pra não manjarem a fic antes de ler tudo:
Significado de mizpá = "Vínculo emocional entre pessoas que estão separadas fisicamente ou pela morte" http://2.bp.blogspot.com/-0hUk9XhvD74/U15BaG1FGrI/AAAAAAAAAyQ/he-vnLhEENs/s1600/mixpa500.jpg

Então é isso, Hoseok morreu por causa de um aneurisma, ele e Jimin namoravam e o que restou foi o Yoongi para impedir o pequeno de desistir de sua careira e vida; mas a alma do Seok tá presa na sala de prática porque o Jimin ainda o ama, e ele também ama demais o Jimin :c

Primeira fanbase brasileira TaeGi que eu criei no facebook: https://www.facebook.com/TaeGiBrasil/
Meu twitter: @bts_ypf
Insta: @y8gun


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...