História Modern age? [Imagine Kim Taehyung] - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Bts, Imagine V, Kim Taehyung
Exibições 50
Palavras 1.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaaaaaaaa! Loe mais uma vez. Acho que esse cap foi grande. Sla. Foi mal por não mandar na hora. Eu estava sem net. Boa leitura!

Capítulo 8 - Working


Fanfic / Fanfiction Modern age? [Imagine Kim Taehyung] - Capítulo 8 - Working

             POVs S/N

-S/A, acorda... acorda!- Won me acorda.

-An... o que? Que horas são?

-São 12:45, seu celular tocou mais de 100 vezes.

-Ah... uhum, o que ele dizia...?

-Hum... tocava uma música bem agitada e falava "trabalho". Acho que só isso.

-Ah ok... PERAI O QUE?! Eu estou atrasada para o trabalho!

Me levanto rapidamente, não iria dar tempo de tomar banho, então vesti qualquer coisa que vi pela frente. Logo em seguida arrumei meu cabelo e peguei minha bolsa.

Quando olhei para a Won ela estava arrumada com um uniforme.

Botei Lyra e Olympus para fora de casa.

-Onde você vai assim?- Ela pergunta.

-Vou trabalhar. Já viu a galeria de artes aqui perto?

-Anyo, ontem ela estava sendo vendida quando passamos correndo.

-Mas o que?!

-Talvez o produtor se mudou para outro emprego.

-Ah não! Vamos!- A puxei para fora de casa e fomos correndo até a galeria.

-Viu, eu falei.- Ela diz assim que chegamos.

-Ah não cara...

Vejo uma caixa perto da porta e vou até ela. Tinha um pequeno bilhete.

"S/N é o Jungkook, me desculpa por fazer isso, mas nos mudamos para outro lugar. Não estou te demitindo, só irá trabalhar em outro emprego. Vista essa roupa que eu deixei ai e venha para o endereço que também deixei ai. Annyeong"

Abro a caixa e vejo um lindo uniforme que estava com um crachá vermelho escrito o meu nome.

Vou até um lugar reservado e o visto. Logo me deparo que era idêntico ao da Won, só mudava os nomes.

-Parece que trabalhamos no mesmo estabelecimento.- Então gritamos e nos abraçamos como se fosse um reencontro.- Vamos, eu sei onde é.- Ela me puxa.

Saímos correndo até que chegamos.

Era uma restaurante gigante.

Jungkook estava na porta.

-Bom dia.- Falamos nos curvando.

-Bom dia. S/N?

-Eu, aqui.- Levanto o braço.

-Jung Seo Won?

-Aqui.

-Ótimo, irei chamar o chefe para mostrar o que irão fazer.

-O chefe?- Eu me espanto.

-Ne. Eu não sou o chefe, apenas um trabalhador daqui. Igual na galeria de artes.

-Ah...

-Senhor Jung Hoseok!- Ele grita.

Logo um homem muito bonito de cabelos meio marrom entra na sala. Nos olha sorrindo e faz um sinal para o acompanharmos. Jungkook nos apresenta e então seguimos ele.

-Jung Seo Won, você vai ficar no caixa, ok?

-Sim senhor.

-E S/N, você será a garçonete. Tem algum incômodo?

-Anyo! Claro que não. Hihi.

-Ok. Então vai lá.

Logo Hoseok sai de perto da gente e nós duas vamos para os nosso respectivos lugares.

Um casal com duas crianças entram.

-Annyeonghaseyo!

-Annyeonghaseyo.- O homem responde.

-O que desejam?

-Bom, eu e minha mulher queremos um Sashimi e um Soju, já as crianças, traga um prato de Stuffed Mushrooms.

-Ne. Alguma bebida para elas?

-Suco de limão.

-Só um momentinho ok?

-Certo.

Vou até a Won e entrego a cartela onde eu anotei o pedido, ela calcula e me entrega de volta com o preço, logo a dou para um moço que estava na parte das comidas.

-Kamsahamnida. Jin, e você?

-S/N.- Aperto a mão dele. -Você que é o cozinheiro famoso que falam por ai? Um tal de Kim Seokjin?

-Ne.- Ele ri.- Muito prazer.

-O prazer é meu, senhor.

Fico conversando um pouco com a Won, até que o Jin termina de fazer a comida e bate no sino.

Pego a bandeja com as comidas e vou até os clientes.

-Aqui está, seu Sashimi, Soju, Stuffed Mushrooms e o suco de limão.

-Kamsahamnida!- A mulher diz.

-Kwenchana.

-Quanto custou?

-Bom... custou 4.000 wons.

Ela me entregou o dinheiro e eu um cartão de "Volte sempre".

Logo que eles saíram eu limpei a mesa e sentei nas poltronas.

-Ah! Quase nada aconteceu e eu já estou cansada?!

-S/A?

-Oi Won.

-Está cansada? Você não fez quase nada!

-Ta. Você mesma só paga as contas. Ah...

-S/N?- Jung Hoseok chega.

-Sim senhor?- Rapidamente me levanto.

-Como é seu primeiro dia de trabalho, irei deixar você sair cedo.

-Ah é?

-E eu?!- Won grita.- Não posso?

-Ela é nova aqui, coisa fofa.- Ele aperta a bochecha da Won.

Eu ri.

-Opa!- Escutamos alguém falar.- Sai de perto dela Hoseok.

Quando olho vejo o Suga na porta.

-S/N!

-O-o-oi Suga...- Eu gaguejei.

-Oi amor.- Won fala.

Amor?!

-Oi meu anjo.- Suga se aproxima dela e a beija.

-Vocês...?

-Somos casados S/A, desculpa por não te falar.

-Então era dela que você estava falando Suga?- Indago.

-Sim. Ela sim.

-Vocês se conhecem?- Won pergunta.- Não me diga que foi uma de suas...

-Escravas.- Falo.- Mas ele não me fez nada.

-Suga!- Ela bate nele.- Que coisa! Porque sequestrou minha melhor amiga?

Espera! Melhor amiga?! Eu nunca tive uma.

-Eu já vou indo então...- Falo saindo de fininho.

-Annyeong, S/N.- Suga e Hoseok falam.

-Annyeong, S/A. Depois eu te ligo.- Won diz sendo agarrada pelo Suga.

Eu saio correndo me lembrando do incêndio de ontem e rapidamente me vem na cabeça: "Kim Taehyung"

Dou meia volta e corro, mas alguém segura meu braço.

Olho rapidamente.

-Oi S/N.

-Tae? Você não estava no hospital?

-Estava sim, mas eu já voltei para casa.

-Ah. Entendi.- Olho para sua cabeça que estava enfaixada.- Já melhorou?

-Ah, isso?- Ele toca.- Ainda está cicatrizando.

-Ah. Vamos para o bairro então.

Vamos caminhando até em casa.

-Me desculpa por te empurrar ta Tae?

-Ne. Você já falou isso mais de mil vezes.

-Mentira foram só 2, contando com essa.

-Ah. Você entendeu.

-Como me achou?

-Achando. Dã. Eu estava voltando do hospital. Porque está com essa roupa?

-Eu arranjei um trabalho. Não lembra?

-Ah é mesmo! Mas eu passei pela galeria e...

-Eu estou trabalhando em um restaurante agora. Eles se mudaram.

-Hum. Que legal.

Quando chegamos no bairro, ele foi para sua casa e eu fui pegar as chaves de casa.

Quando acho, sinto ele me abraçar por trás.

-Sabia que eu estava com saudades? Não foram quase nem um dia.

Eu coro.

-Ah Tae.- Eu viro e seguro sua mão.- Eu não estava, só lembrei de você agora quando estava saindo.

-Ah...- Ele olha para baixo.

-Estou brincando fofinho.- Eu o abraço e ele retribui.- Você ficou na minha cabeça o tempo inteiro.

-Pôr que está sendo boa comigo? Você sempre é fria...

-A partir de agora vou ser diferente. Agora que tenho o que necessito, e eu também estava com saudades, não tem como não ser boa.- Eu sorri.

-Oww! Você é tão fofa!- Ele aperta minha bochecha.

-Vou entrar agora, talvez depois nos vemos. Estou exausta. 

"Eu nem trabalhei muito mas ok."

-Ne.

-Saranghae!- Eu grito entrando em casa.

-Saranghae!- Ele grita também e sorri de canto.

Entro em casa, jogo minha bolsa para longe e caio na cama.



























Notas Finais


MSQ!? A WON É ESPOSA DO SUGA?! COMASSIM?
(Pôr que eu To falando isso se fui eu que fiz? Eu em...)

Até logo amores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...