História Modest Girl - Capítulo 32


Escrita por: ~ e ~GeorgiaRose_1D

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Modest
Exibições 55
Palavras 2.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Loving can heal, loving can mend your soul

Capítulo 32 - Capítulo 29


September, 15, 2014 – Milnrow – Rochdale – 04:40PM

Segunda-feira, já se passaram 5 dias desde que os meninos estão na América, combinei de ir para lá na sexta, para no sábado comemorar o aniversário do Niall, porém, houve imprevistos e acabei embarcando na madrugada e chegando lá na hora da festa. Foi eu saindo do aeroporto e indo direto para o local da festa que acabou no amanhecer do domingo, ou seja, fui ao hotel, dormi por cerca de 4 a 5 horas então já tinha de embarcar novamente chegando no horário de saída para o colégio. Consegui assisti as aulas da manhã, mas após o almoço meu corpo estava pedindo um tempo para ele mesmo, então na aula de história comecei a passar mal, Waly pediu para me levar a enfermaria, mas assim que chegamos no meio do caminho eu vomitei.
Acabei acordando na enfermaria, deitada em uma maca com a enfermeira aferindo minha pressão. Fui obrigada a comer um bolinho, já que de acordo com a Srta. Silvan, minha glicose estava baixíssima – não me perguntem como ela sabe. Ela me fez uma série de perguntas, e uma delas era se eu era virgem. Waly me encarou com os olhos assustados, eu respondi a verdade então recebi um encaminhamento para fazer exames de sangue.

Pegamos o carro do Caleb e seguimos para o hospital mais próximo. O caminho todo a Waly perguntava como eu estava, se estava melhorando, se queria alguma coisa, eu respondia um pouco pensativa enquanto lia os papéis. Descobri que um dos exames era de gravidez, um medo se apossou do meu corpo me fazendo ter medo de descobrir, eu sabia que a Malik também estava nervosa, ela sabia do exame, ela tinha medo, pois sabia quem poderia ser o pai.
Assim que chegamos segui para o laboratório, Waly teve que ir para buscar o Caleb, então recebi o resultado sozinha, mas fiquei com muito medo de abrir, então após receber alguns medicamentos para enjoo, vomito e dores de estomago eu segui para casa de táxi.

- Oi amor! – Atendi a ligação do Harry assim que coloquei o pé para dentro de casa. – Largou agora?

- Não, na verdade, estou em casa. Acabei saindo mais cedo. – Joguei o material no sofá e sentei ao lado do mesmo.

- Aconteceu algo?

- Talvez...

- Esse talvez me assusta. – Senti um tremor.

- Passei mal na escola, fui para o hospital e fiz alguns exames.

- Quais foram os resultados? – Sua voz demonstrava sua preocupação de sempre.

- Eu ainda não abri, mas sei que não estou morrendo porque me liberaram com alguns comprimidos. – Ouvi sua boca estalar.

- E porque não abriu?

- Porque um deles é de gravidez... – O Harry ficou em silêncio pelo que parecia ser uma eternidade.

- Você acha que pode estar?

- Eu não sei! - Respirei fundo indo até a cozinha. – Acho que o motivo pelo qual passei mal foi essa correria, sabe?! América, Europa, aula... Tudo sem dormir direito. Acho que meu corpo está pedindo socorro, para eu dar um tempo, descansar... Mas sei que gravidez pode ser um dos motivos, mas eu não quero, não quero estar grávida do Zayn!

- Calma! Respira fundo, eu to aqui com você. – Eu me sentia mais calma só por ouvir sua voz.

- Queria que você estivesse aqui. – Choraminguei. – Queria não está grávida também.

- Olha, independente do resultado, eu ainda vou te amar e ainda ficarei com você. Nem que eu assuma em meu nome, mas eu ficarei e lhe apoiarei. Saiba disso! – Minhas lágrimas escorreram, porque eu não percebi esse amor mais cedo?

- Obrigada, Harry! Me sinto melhor! – Então voltei a sala com um copo com água e sentei ao lado do grande envelope branco. – Vou abrir, se caso eu não falar mais nada após isso, liga pra emergência vir me buscar.

- Okay, vou preparar o telefone aqui. – Ouvi sua risadinha.

- Lá vamos nós! – Dentro haviam inúmeros papéis, tentei ler todos, mas se quando eu fazia no Brasil já não entendia nada, imagina em inglês. Li e reli até chegar em uma folha com as siglas BETA HCG e reconheci. Era ele! Após algumas frases e palavras desconhecidas lá embaixo tinha em negrito e caixa alta. – NEGATIVO!

Ouvi o Harry comemorar do outro lado, derrubei sem querer toda a água com meus pulos de alegria. Eu só estaria mais feliz se estivesse com o Harry ao lado. Ele falava de como estava feliz com o resultado e que sabia que ficaria tudo bem. Após mais alguns minutos, tivemos de nos despedir para o mesmo ir gravar e eu iria enxugar o carpete e me arrumar para começar a lição. Apesar de ter ganho uma tarde livre, tenho páginas de exercício para resolver.

September, 15, 2014 – Milnrow – Rochdale – 10:02PM

Quando acabei a última parte do meu trabalho de biologia, resolvi ver se alguns dos meninos estavam online no Skype, Harry era o único, provavelmente me esperando como todas as noites possíveis. Liguei para o mesmo, chamou algumas vezes e ele desligou. Liguei novamente, talvez tenha bugado o seu celular ou notebook e novamente ele desligou. Então peguei o telefone fixo e liguei diretamente para o seu celular, quando ele atendeu não me deixou falar.

- Ju, não to podendo falar agora. – Ouvi algo quebrar do outro lado.

- O que está acontecendo aí? – Tentava entender os gritos que vinham e a voz. – Isso é o Zayn?

- Depois eu te li... – Harry foi cortado então afastei o aparelho do ouvido quando o mesmo quase estourou com um grito.

-EU JÁ SEI SOBRE VOCÊS SUA VADIA! NÃO PRECISA FICAR DE TEATRINHO!

- Zayn, você tá louco? Você bebeu? – Minhas mãos tremiam como minhas pernas.

- NÃO SEI PARA QUE ESCONDER? NÃO É ISSO QUE A MODEST QUER? – Ouvia a voz do Harry do outro lado, ele também gritava, mas eu não entendia.

- Não sei do que você está falando, Malik. – Meus olhos já estavam marejados, mas as lágrimas escorreram ao ouvi a voz de nojo do Zayn.

- Eu sei do seu namoro com o Harry, eu sabia que você me colocava chifres! – Tentei responder, mas o Zayn continuou. – Eu sabia que você era uma vadia e das piores! – Assim que sua frase terminou eu pude ouvir um baque seguido de um gemido.

Harry vociferava algumas frases com raiva, Zayn rebatia e eu só conseguia ouvir alguns baques e batidas. Desliguei a ligação e liguei rapidamente para o Liam dizendo que o Harry estava brigando com o Zayn e eles estavam se matando, Liam desligou sem nem responder, então liguei para o Louis e pedi ajuda, o mesmo disse que iria procurar pelos dois, para eu não sair da ligação.

- Que palhaçada é essa, aqui? – A voz do Louis soou mais alta que os gritos.

- Esse filho da puta veio me bater.

- Não fala da minha mãe! – Ouvi o grito de Harry junto com gemidos. Alguém o segurava e ele tentava se soltar.

- Ou o que? Vai me bater? Então vem!

- Zayn, cala a boca porque quem vai ai bater em você sou eu! – Liam respondeu.

- Você não está com muita razão pra ficar falando besteira. – Foi a vez do Louis falar. – Não se preocupa Juno, chegamos a tempo, não tem nenhum morto.

- Quero falar com o Harry, por favor! – Eu não me importava se ele iria zoar ou não, eu só queria ouvir a voz do Harry dizendo que estava tudo bem mesmo.

- Bem, ele não está com muitas condições de falar, mas eu prometo que assim que ele se acalmar vai te retornar. – Louis cochichou

- Me deixa falar com ela! – Harry implorava.

- Deixa Louis, deixa o Harry falar com a namoradinha. Vocês sabiam que eles estão namorando? E não é apenas um contrato! – Nojo resumia a voz Zayn.

- Vai tomar no cu! – Harry gritou, provavelmente tentando se soltar.

- Se eles namoram ou não o problema não é seu, Mate. Aliás, foi você que acabou com ela, então aceite que a Juno seguiu em frente e está bem melhor que você. – A resposta do Liam não poderia ser melhor.

-Então vocês já sabiam? – Eu chorava, não queria que fosse assim. – O corno realmente é o último a saber!

- VOCÊ QUE ACABOU COMIGO, SEU IDIOTA! VOCÊ ACABOU COMIGO, VOCÊ ME HUMILHOU, ME DESGRAÇOU E AINDA QUER SER A VÍTIMA? – Eu gritei para ver se ele ouvia, mas pelo visto o celular estava no viva voz.

- O que você disse? – A voz do Liam estava mais próxima. – O que ele fez, Juno?

- Liam, fica calma cara! O rosto do Zayn já está bem ferido, não precisa mais! – Louis tentava amenizar as coisas. – Ele vai ter tudo que merece, mas não suja suas mãos com isso, continua segurando o Harry.

- Que sejam felizes, pombinhos! Vocês se merecem! – Após a frase cuspida se ouviu uma porta bater forte.

- Ju, depois eu te ligo! – Louis não me deixou responder e desligou.

Me abracei com o aparelho tentando me acalmar! Eu não acredito que agora todo mundo sabe... Se chegar na boca do Jimmy estamos completamente fodidos, aliás, uma das linhas do contrato tinha escrito “Não se apaixonar”. Como diabos eu iria saber que não conseguiria simplesmente não senti nada pelo Harry? É o Harry Styles, impossível não ter um abismo por ele, não importa seu sexo, é impossível!

September, 16, 2014 – Milnrow – Rochdale – 02:13AM

Eu queria dormir, mas após a confusão eu ainda não havia falado com o Harry. Fiquei de todas as maneiras tentando achar uma posição, porém nada parecia servir. O celular estava no modo mais alto e vibrando, qualquer pequena notificação eu iria ouvir, o que eu mais queria era ouvir o Skype tocando e ser ele me ligando, dizendo estar tudo bem, mas até agora não tive nenhuma resposta. Nada!
 

Peguei o notebook e procurei alguma coisa na internet, mas não havia notícia nem mesmo publicação de nenhum dos meninos, conversei um pouco com minhas amigas que estavam online no momento, contei sobre a viagem para a América, contei sobre a festa e sobre o Harry. Apesar do afastamento nossas conversas continuavam empolgantes toda vez que ocorria, elas ficavam felizes com minha atual vida e me contavam todos os babados do Brasil, como por exemplo o Gabriel ter feito uma cena porque alguém no colégio disse que eu era mais uma vadia da mídia. Maia contava todos os detalhes e cada vez mais eu me sentia estranha, aliás, eu não estava sentindo nada quando ouvia sobre o Gabriel, nem mesmo uma felicidade por o mesmo ter me defendido.

- Maia, preciso desligar, o Harry está me chamando para uma conversa. – Falei com o coração agora realmente indo a mil, ela se despediu me mandando mil beijos e desligou. – COMO VOCÊ ESTÁ?

- Calma! Está tudo bem. – O olho dele parecia um pouco inchado, mas além disso o seu rosto estava perfeitamente intacto.

- Eu fiquei preocupada!

- Eu entendo! – Harry parecia ter um pequeno sorriso em seus lábios.

- Não consegui falar com você depois daquilo. Não consigo dormir, Harry! Eu precisava dormir bem, pra descansar, mas não consigo fechar o olho direito porque não falei com você, porque eu não havia te visto pra saber se estava tudo bem.

- Meu amor, não precisava se preocupar, está tudo bem. – Seu sorriso aumentava.

- Queria ver se fosse você no meu lugar.

- Eu já estive e minha situação era pior... - Respirou fundo. – Como você está?

- Com sono. – Fiz bico me aconchegando na cama. – Bastante sono por sinal.

- Então vá dormir, okay? Estou bem, pode dormir despreocupada.

- Falar é fácil. – Fechei os olhos ao bocejar.

- Dorme princesa, amanhã nos falamos.

- Tudo bem. – Coloquei o notebook ao meu lado, como se ele fosse uma pessoa.

- Quando for para a escola pode me ligar, não importa que horas sejam aqui.

- Ligo sim. – Outro bocejo veio, me fazendo continuar de olhos fechados.

- Boa noite e durma bem.

- Você também.

- Eu te amo! – Um sorriso se formou e sem nem perceber respondi no automático.

- Eu também te amo...
 


Notas Finais


Finalmente meu pai pôs internet!!! Então podem cobrar e me ameaçar, porque agora não teno desculpas para não escrever.
PS: Nao me responsabilizo por qualquer ataque cardíaco por causa do exame de gravidez, nem por causa das brigas dos meninos e muito menos pelo eu te amo. Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...