História Moeda - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Policia, Seattle, Washington
Visualizações 9
Palavras 1.424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capítulo de hoje, espero que gostem da ação que está começando.

Capítulo 5 - Unicorn Parte II


Fanfic / Fanfiction Moeda - Capítulo 5 - Unicorn Parte II

Juan Pablo: Você é de mais Jeny, e uma linda mulher.

Jeny: Obrigada Pablo.

Juan Pablo: Me chame de Juan. Então Eric que feitiço você fez para conseguir trazer uma moça linda como essa aqui hoje?

Eric: Nenhum, eu a convidei como amiga.

Juan Pablo: E não tens nenhum interesse na moça? Se não tens, muita gente aqui tem.

Pablo riu.

Eric: Eu já percebi.

Jeny: O que percebeu?

Eric: A mulher de vestido vermelho não para de te olhar desde que chegamos.

Jeny: Que loucura.

Jeny riu.

Eric: Muita loucura, está me fazendo desconfortável.

Jeny: Bem, foi você quem disse que me chamou como sua amiga não é Juan?

Juan Pablo: Sim, você disse – piscou para Jeny – Posso lhes pagar uma bebida?

Jeny: Claro, contanto que beba conosco.

Pablo chamou o garçom, pediu mais três drinks e continuou a conversa com ambos, a mesa estava descontraída, até que a mulher de vermelho se levantou e dirigiu até eles.

Janet: Com licença, senhor Juan Pablo, senhores. Meu nome é Janet Grace, quero parabenizar você Juan Pablo pelo show, você realmente tem um dom.

Juan Pablo: Obrigada Janet, é um prazer conhecê-la, este é meu amigo Eric Johnson e sua amiga Jeny Backhart, oficiais do Seattle Police Department.

Janet: Senhores espero não ter incomodado, com licença.

Jeny: Não incomodou, a vontade.

Janet saiu e se sentou novamente na mesa com seus companheiros.

Janet: São tiras.

Judyt: Pela cara parecem mesmo, vamos ir embora?

Claid: Relaxa gente, não estamos com nada aqui.

Zack: Claid tem razão, mas eu não ligaria de ter umas rapidinhas com a tira, ela é gostosa.

Janet: Você já está bêbado Zack, cala a boca.

Zack: Está interessada na policial é?

Judyt: Ela está sim, não parou de olhar a noite inteira, mana ela esta acompanhada e o tira é um homenzarrão.

Claid: Ainda estou aqui Judyt.

Janet: Não estou interessada na detetive.

Judyt: Ela é detetive?

Janet: Sim, detetive Backhart do Seattle Police Department.

Claid: Ela é ameaça. Deve estar investigando o crime.

Janet: Não comentaremos disso aqui.

Zack se levanta e saca sua arma.

Zack: Não podemos correr este risco.

Ele caminha até a mesa onde Jeny e os outros estão. Janet se levanta também e grita: Não faz isso seu idiota. Jeny consegue perceber a movimentação e rapidamente pega sua arma da bolsa apontando para Zack.

Janet: Me desculpe pessoa, ele está bêbado. Zack larga isso. ZACK.

Jeny: Policia de Seattle, largue sua arma e deite-se no chão.

Eric se levanta ficando ao lado de Jeny, ele também saca sua arma. Juan Pablo fica em pé atrás de ambos, Claid e Judyt se levantam também para tentar parar Zack.

Claid: Eu pensei que havia dito para esse idiota não trazer arma – cochichou a Judyt –

Janet: Zack. Me dá essa arma.

Zack destrava a arma e coloca o dedo no gatilho. Jeny também.

Jeny: Não faça isso Zack, escute seus amigos, eu não quero matar você.

Zack: Vocês são ameaça. Eu não vou deixar. Não vou deixar vocês pegarem o que é meu. Eu vou... Janet bate com uma garrafa na cabeça de Zack, a mesma se quebra, antes de cair a arma é disparada mas acerta a bateria que estava no palco.

Janet olha assustada. Eric algema Zack que está caído com um corte na cabeça.

Jeny: O amigo de vocês vai ir para o Seattle Police Department, e vocês estão convidados a virem prestar depoimento. – Pega o distintivo na bolsa – Sou a Detetive Backhart, e não quero ter que arrumar um mandato para vocês três.

Janet: Detetive me perdoe eu sinto muito, nós não sabíamos que eles estava armado, nós iremos depor sim, estamos hospedados em um hotel a alguns metros daqui, esses são Judyt e Claid, ela é minha Irmã e ele meu cunhado. Nós vamos apenas nos trocar e iremos.

Jeny: Estaremos aguardando. Qual o nome do hotel?

Janet: Silver Cloud Hotel.

Jeny: Ok, aqui está meu cartão, podem me ligar caso se percam.

Minutos depois uma viatura aparece para recolher Zack que agora está acordado, todos do local vão embora e o dono do bar anuncia sua fechada mais cedo, os policiais fazem algumas perguntas para as testemunhas e depois se retiram rumo ao Seattle Police Department. Eric e Jeny entram no carro de Eric para irem seguindo a viatura.

Eric: Pensei que fosse a noite sem armas. Eric riu.

Jeny: Eu nunca saio sem minha arma.

Jeny disse enquanto a colocava de volta na bolsa.

Jeny: Pensei que seria um dia tranqüilo. Eric: Eu também.

 

- Silver Cloud Hotel, First Hill, Seattle – WA

00:11

 

Janet: Aquele idiota, eu quero matar ele. Eu vou matar aquele imbecil – andava no quarto de um lado para o outro – Agora temos que ir ao covil dos lobos que nos caçam para depor, ele quase falou, ele quase – desarrumou o cabelo – Vamos depor, e vamos logo antes que aquele detetive resolva vir nos procurar aqui.

Judyt: E qual é a história?

Claid: Precisamos combinar uma.

Janet: Nossos pais ainda tem aquela casa em Portland, Judyt e eu morávamos lá até que saímos viajando pelo mundo, nossos pais acham que estamos viajando, então isso continua. Nós viemos para Seattle para conhecer o Unicorn, o Claid também veio porque vocês dois não se desgrudam, são namorados a mais de um ano, e Zack, bom ele se irritou porque viu que eu não ia transar com ele no fim da noite.

Claid: De onde Zack é?

Janet: Isso ele vai falar.

Janet: Ele veio com a gente para conhecer o bar, era um amigo seu que você queria me apresentar mas não sabia sobre minha opção sexual então ele ficou chupando dedo no fim da noite. Pronto, ótima história, agora vamos.

 

- Seattle Police Department, Seattle – WA

00:54

Jeny: Muito bem senhor, Zack Jhay, 31 anos, Asiático, veio para os Estados Unidos a alguns anos, residência em East Portland na cidade de Portland em Oregon. Arma não registrada, está limpo, não está ligado a nenhum caso, acompanhado dos amigos Janet, Judyt e Claid no Silver Cloud Hotel, fez reserva hoje as 16 horas, bebeu em um bar e ameaçou atirar em um oficial da polícia de Seattle com uma arma não registrada. O que tem a dizer a seu favor.

Zack: Eu estava bêbado detetive, não estava pensando direito, meus amigos não tem nada haver com isso, a arma eu comprei em Portland de um cara só para me defender. Eric entra na sala de interrogatório e chama Jeny.

Jeny: Vamos ver o que seus amigos tem a dizer. Eles chegaram. Jeny se dirige até eles, agora ela veste o colete da polícia por cima de seu vestido. Janet ainda está olhando para Jeny.

Janet: Detetive.

Jeny: Quem quer ser o primeiro?

Janet: Eu vou, afinal fui eu quem nocauteei o Zack, alias como ele está?

Jeny: Ele passa bem, fisicamente, mas judicialmente. Vamos queira me acompanhar. Jeny e Janet entraram na sala de interrogatório.

Jeny: Sente-se, deseja uma água? Um café?

Janet: Estou bem obrigada. Vamos começar detetive.

Jeny: Tudo bem, primeiro me diga nome completo, cidade onde mora, o que estava fazendo em Seattle, essas coisas básicas.

Janet: Meu nome é Janet Grace, tenho 25 anos, sou solteira – olhou para Jeny – morava com meus pais em Portland no bairro Irvington com minha irmã também Judyt Grace, nós saímos de casa parar viajar a seis meses, estamos viajando por ai, chegamos em Seattle faz mais ou menos duas semanas, ficamos na casa de um amigo no Industrial District por alguns dias e viemos para o Hotel Silver Cloud ontem, chegamos por volta de 15:30 estávamos ansiosos pelo show no bar Unicorn, minha Irma e o namorado queriam ir e eu gosto muito de blues.

Jeny: Nunca pensei que tivéssemos tanto em comum Janet, mas quero saber do Zack, por que ele me atacou, por que ele tem uma arma ilegal.

Janet: Bom, quanto a arma eu nem sabia que ele tinha uma, mas Zack e eu nos conhecemos por causa do Claid, eles são amigos e Claid é meu cunhado, Claid queria apresentar ele para mim, ele não sabia que eu não gostava de homens até ontem, quando Zack viu que  eu não iria para cama com ele naquela noite começou a beber e perdeu o controle.

Jeny: Ele disse “não vou pegar o que é meu” algo a dizer sobre isso?

Janet: Bem, - olhou para o decote de Jeny – Ele disse isso porque percebeu que eu não tirei meus olhos de você nem por um segundo.

Janet sorriu maliciosa.


Notas Finais


Até sábado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...