História Moment of Pleasure - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bottom!jungkook, Jikook, Top!jimin, Traição
Exibições 269
Palavras 1.400
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


TAN TAN TAN, olha eu aki, cheguei! e cheguei com uma fic jikook bem dlç pra vcs...
Espero que gostem e... aproveitem

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

20:34

 

Horário que eu já devia estar em casa, de banho tomado, e saboreando um belo jantar com minha esposa, mas nem tudo são mar de rosas. Meu casamento não anda lá essas coisas ultimamente, brigas constantes fazem parte do nosso relacionamento e isso está me estressando cada vez mais, por isso estou até agora na minha empresa. Mas tudo que acontece de ruim tem um lado bom e esse lado bom eu conheci a alguns meses atrás. Depois de mais uma briga, eu tinha saído de casa já tarde da noite para esfriar um pouco a cabeça e acabei entrando em um barzinho agitado do centro de Seul. Após vários shots de tequila foi que avistei ele, sim um homem, Jeon Jungkook, o qual tinha olhos instigantes, uma boca tentadora e um corpo que... Deus! ele não podia ser real. Mais tarde, depois de mais bebidas e muita conversa, acabamos em uma cama de um hotel qualquer, ato que se repetiu muitas vezes.

Sou tirado de meus pensamentos pelo toque do meu celular, que ao ver quem me ligava xinguei mentalmente todos os palavrões possíveis. Era minha mulher. Resolvi atender  já prevendo outra discussão.

 

EU: Alô!

Yang mi: ONDE VOCÊ ESTÁ?

Eu: Será que da pra você falar mais baixo.

Yang mi: NÃO, NÃO DA, SERÁ QUE DA PRA RESPONDER A MINHA PERGUNTA?

Eu: Eu to no trabalho tá bom! – falo já perdendo a paciência.

Yang mi: SEI, VOCÊ DEVE TA COM ALGUMA VADI...

 

Não aguentando mais essa discussão, desligo na cara dela. – Que inferno! – passo as mãos pelo rosto, completamente frustrado. Pego meu celular novamente e procuro dentre os contatos um em especial. Penso bastante se devo ligar ou não e acabo tacando o foda-se pra tudo e faço a ligação, sendo atendida no terceiro toque.

Jungkook: Alô?

Eu: To te atrapalhando? – ouço uma risada nasalada tendo a resposta logo em seguida.

Jungkook: Você nunca atrapalha.

Eu: Eu to precisando de você, tem como a gente se encontrar?

Jungkook: Hmm, está tão necessitado assim Chim? – fala o apelido que o mesmo me deu de forma manhosa.

Eu: Você sabe que sim, eu fico excitado só em conversar com você. – falo segurando um gemido ao massagear meu membro por cima da calça.

Jungkook: Bom saber disso, aguente mais um pouco eu já to subindo. – fala e desliga o celular. Mas como ele chegou tão rápido?

 

Poucos minutos depois, a porta da minha sala é aberta revelando um Jungkook meio suado e com uma ereção marcando o shorts que o mesmo usava. Depois de fechar a porta ele se encaminhou até uma cadeira disposta a frente da minha mesa e se sentou. Ficamos nos encarando descaradamente até eu quebrar o silêncio.

 

- Como chegou aqui tão rápido?

- Estava fazendo uma caminhada aqui perto quando você me ligou. A propósito, porque me chamou aqui? – fala com uma falsa inocência.

- Não se faça de desentendido. Vem cá. – falo dando leves palmadas na minha coxa, rapidamente tendo um Jungkook sentado bem por cima da minha ereção.

- Nossa Chim, você está mesmo necessitado. – fala rebolando despudoradamente em meu colo.

Não aguentando mais suas provocações, começo um beijo excitante onde nossas bocas se encaixavam perfeitamente e nossas línguas travavam uma briga sem vencedor. Quando o ar se fez presente, desci os beijos para o pescoço alvo de Jungkook, começando a marca-lo com mordidas e chupões enquanto massageio seu membro. As mãos de Jungkook que antes agarravam meus cabelos, desceram para minha gravata logo a tirando e em seguida desabotoando minha camisa e a jogando em um lugar qualquer. Jungkook desceu do meu colo ficando de joelhos a minha frente desabotoando minha calça a tirando juntamente a cueca. Um gemido alto e rouco escapou da minha garganta assim que Jungkook agarrou meu membro em seguida dando uma lambida da base até a glande, chupando a ultima citada fazendo um som erótico ecoar pela sala.

- Tão grande Chim e tudo pra mim? - fala encarando meu membro passando a língua pelos lábios.

- Vai logo com isso Jungkook. – Após isso pude sentir meu membro ser praticamente engolido pela boca quentinha de Jungkook.

- Caralho! Que boca maravilhosa. – joguei minha cabeça pra traz enquanto agarrava os cabelos de Jungkook ditando os movimentos. Depois de um tempo tendo um Jungkook fazendo um puta de um boquete maravilhoso, me levantei fazendo ele fazer o mesmo, logo arrancando sua camisa, em seguida seu shorts e cueca.

- Agora eu quero você apoiado nessa mesa levantando essa bundinha gostosa pra mim. – falo no seu ouvido deixando um tapa estalado na bunda de Jungkook.

Mordo meu lábio inferior quando tenho a bela visão de um Jungkook totalmente exposto e empinado prontinho pra me receber. Chupo três de meus dedos logo introduzindo dois deles na entradinha rosada a minha frente. Ouço os gemidos de Jungkook quando introduzo  o terceiro e o vejo rebolar contra minha mão. Após prepara-lo bem, retiro meus dedos pegando meu membro e começo a dar pinceladas na entrada de Jungkook.

- Chim... para de provocar.

- Desculpa eu não entendi. – continuo com as provocações penetrando só um pouco, retirando logo em seguida.

- P-Por favor Chim.

- Continuo sem entender.

- Ahh... me f-fode logo Jiminie, como só você sabe fazer.

- E como você quer, assim? – o penetro e começo a dar estocadas lentas e torturantes.

- N-Não, eu quero rápido e forte.

- Bom garoto. – começo a dar estocadas rápidas e fundas fazendo o corpo de Jungkook dar solavancos sobre a mesa, fazendo os objetos que estavam nela cair no chão. Depois de algum tempo na mesma posição, levei Jungkook para um sofá que havia no canto da minha sala o jogando nele e me pondo por cima voltando às estocadas incessantes, a qual nos fazia soltar gemidos que ecoavam por aquela sala. Agarrei o membro de Jungkook fazendo movimentos na mesma velocidade das estocadas. Os gemidos de Jungkook ficavam cada vez mais altos e pude deduzir que seu ápice estava próximo. Aumentei a velocidade das estocadas tendo o resultado de ambos chegando a um ápice intenso e prazeroso. Me retirei de Jungkook tendo a bela visão do mesmo suado e ofegante tendo espasmos do orgasmo recente.

- Eu tive muita sorte de ter conhecido você. Além de ser uma pessoa incrível, você é gostoso pra caralho. – falo no seu ouvido, apertando sua cintura.

- Posso dizer o mesmo de você, senhor Park Jimin. Ah, posso te fazer uma pergunta?

- Claro!

- O que a gente tem?

- Como assim?

- É que a gente sempre se encontra... o que você sente quando tá comigo?

- Ah... nós temos... apenas uma atração. Por quê? – falo querendo fugir daquele assunto.

- Foi o que eu pensei, eu sou muito idiota mesmo! – fala se levantando com uma expressão triste no rosto começando a se vestir. Eu comecei a sentir sim um sentimento por Jungkook, mas tinha medo de assumir. Me visto apenas com a parte de baixo pronto para argumentar com Jungkook.

- Espera... droga! Eu não posso esconder isso mais, eu... – sou interrompido pela porta da minha sala sendo escancarada e passar por ela a pessoa que eu menos esperava ver nesse momento. Minha mulher.

- QUE MERDA TA ACONTECENDO AQUI? ESPERA, NÃO, NÃO PODE SER O QUE EU TO PENSANDO, VOCÊ TA ME TRAINDO COM UM HOMEM? EU PODIA ESPERAR TUDO MENOS SER...

- CHEGA!!! – interrompo aquela gritaria fazendo Yang mi calar no mesmo momento. – Eu cansei de você ficar me controlando, cansei das nossas discussões, e sim, eu estou te traindo com um homem e quer saber de uma coisa? – desviei meu olhar de Yang mi e foquei em Jungkook que estava com os olhos levemente saltados. – Eu amo ele, sentimento que pensei ter por você, mas eu estava completamente ernganado. Agora por favor, saia da minha sala. Amanhã a gente resolve tudo direito.

Ela tenta pronunciar algo, mas sai rapidamente da sala com uma pose superior, do jeito que eu a conheço ela não se abalaria nem com a pior notícia possível. Depois de fechar a porta me voltei pra Jungkook, ia me explicar direito, mas ao ter Jungkook me beijando da melhor forma possível, percebi que não precisaria me explicar.

Assumir aquele sentimento foi como libertar um peso de minhas costas e depois de beijos, carícias e muitas palavras trocadas, pude perceber que nossos momentos de prazer, se tornarão contínuos.


Notas Finais


Bom... é isso. Espero que gostem!!!
Bjss e desculpe os erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...