História Momentos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Haikyuu!!
Personagens Hajime Iwaizumi, Tooru Oikawa
Tags Comedia, Haikyuu, Iwaizumi Hajime, Iwaoi, Oiiwa, Oikawa Tooru
Exibições 59
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Primeiramente, sorry pela "pequena" demora
E agora vamos aos pequenos aviso
1- quero que saibam que esse cap não é um cap de fato, é apenas uma quebra de tempo, uma ação que mais pra frente vai ser importante. Por isso eu avisei pra que prestassem atenção nas datas e tudo mais U.U
2- como eu disse esse não é um cap e muito menos um extra, certo? Por jsso ele é bem bobinho. É apenas uma "situação" que terá o seu momento de importância e tudo mais U.U
3- repararam? Mudei a sinopse e a classificação, e por que? Porque provavelmente no próximo cap e adiante teremos lemon e certo momentinhos "hot"
4- desculpe pelos erros U.U
5- Muito obrigada pelos favoritos e pelos comentários, 'Kaay?

Enfim, boa leitura!

Capítulo 7 - Bêbado


Bêbado



Iwaizumi odiava beber. Odiava o álcool e os seus derivados e, acima de tudo, odiava bêbados. Ah, e como odiava.

- Nee, Iwaizumi - Hanamaki chamou - Tem certeza de que não quer ajuda? - perguntou pela vigéssima vez.

- Não se preucupe. - suspirou - Não é como se fosse tão dificíl cuidar daquele idiota. - disse apontando para o namorado que ria de algo enquanto se pendurava em Matsukawa.

Na verdade, lá no fundo, Iwaizumi sabia sim que seria dificíl mas como o bom amigo que era, não queria que os outros dois tivessem o trabalho de ter que cuidar de Oikawa.

Aquela tinha tudo para ser uma noite de sábado como qualquer outra. Entretanto, por iniciativa do levantador foi decidido que se encontrariam para se 'divertir'. Tal diversão se resumia em beber, assistir séries e pedir pizza até que ficassem sem dinheiro.

E é claro que isso tudo acabaria sendo feito na casa do moreno, não que ele concordasse com isso. Afinal, apenas soube que fariam isso na sua casa quando de repente os viu na sua porta.

Como o planejado, compraram bebidas, filmes e pizzas. Mas como tudo o que é bom dura pouco, Oikawa decidiu fazer uma pequena competição para ver quem bebia mais, o que resultou, horas depois, em um idiota completamente bêbado - para o desgosto de Iwaizumi que se limitara apenas em comer -.

- Certo. - Hanamakki concordou derrotado - Então nós já vamos, qualquer coisa pode me chamar. - avisou vendo o outro menear - Vamos Matsukawa? - chamou.

- Hahaha, vamos. - riu ao ver o levantador cair do sofá em que estava deitado.

E ambos os amigos saíram, deixando o moreno Iwaizumi sozinho com um levantador completamente bêbado e que ria sozinho. "Certo, pense positivamente, positivamente Hajime. Não vai ser tão..."

E então Oikawa começou a se contorcer, levando um das mãos à boca e sem poder evitar, vômitou no chão da sala.

"... Dificíl. "

- I-Iwaa-chaan~~ - chamou com a voz meio embolada - Posso te darr umaa can-hic-tada? -


[...]


- Vamos Oikawa! Você tem que-

- Nãão~~ - o outro resmungou enquanto voltava a se segurar na porta, fazendo com que o moreno bufasse.

- Olha aqui, você vômitou na sala, na minha cama, na cozinha e me vômitou - enumerou - E agora diz que não quer banhar?! POUPE-ME SEU MISERÁVEL! - exclamou puto da vida.

Puxou o levantador pelo braço e o jogou dentro do banheiro, entrando em seguida e fechando a porta para que ele não fugisse de novo. Nem ferrando que dormiria com um babaca todo vomitado.

- Vamos lá... - murmurou enquanto se aproximava do namorado que soltava palavras desconexas.

"Chuveiro ou banheira?" Se perguntou. Bem, nunca ficara bêbado e aquela estava sendo a sua primeira experiência cuidadando de um então, à julgar pela situação, o choveiro era melhor.

- Iwaa-chann~~

- O que é?

- Voxê teem um maa-hic-pa? - Iwaizumi arqueou a sobrancelha e o olhou desconfiado - É quee eu-hic- me perrdi no brilho do sseu olhaarr~ - disse e riu de forma escândalosa.

Certo, pessoas bêbadas não eram nem um pouco fáceis de lidar. Suspirando, Iwaizumi se aproximou do namorado e começou a tirar a camisa do outro.

- Hahahah Iwa-chaan é um perrvetidoo~~ - falou enquanto via o outro tirar as suas roupas.

- Será que dá pra calar a merda da boca, Lixokawa? - disse irritado con todo o falatório de Oikawa, enquanto o puxava para dentro do box Céus, o que tinha feito de tão errado pra merecer isso?

Com um pouco de esforço e muita má vontade, finalmente o fez ficar parado - mesmo que por pouco tempo - dentro do box e ligou o registro, pondo a água gélada em contato com o corpo de Oikawa, o vendo reclamar.

Observou o outro por alguns instantes e supirou cansado.

- Você fica aí, entendeu? - mandou - Não se atreva à sair. Eu já volto.

Dito isso o moreno saiu do banheiro, deixando o outro pra trás. Se dirigiu até o seu guarda roupa e procurou por uma toalha e roupas limpas, "ainda bem que a minha mãe não está em casa", pensou. Se ela estivesse já até previa o que teria acontecido.

- Aaii!

O grito de Oikawa soou pelo quarto e rapidamanente Iwaizumi correu até lá, segurando nos braços as roupas e a toalha. Quando abriu a porta se deparou com idiota largado no chão, "provavelmente deve ter tentado fugr", pensou sentindo um tique se apoderar da sua sobrancelha esquerda, "e eu tinha dito pra ficar quieto", pensou irritado.

- O que você tá fazendo idiota? - perguntou.

- Hahaha-hic-haha - ria descontrolado - Iwaa-chaan m-me dá um bei-hic-joo?

- Quê?


[...]


"Finalmente", arfou ao ver que conseguira fazer o outro dormir. Um Oikawa álcoolizado era bem mais dificíl de se lidar com um Oikawa sóbrio.

Ah, ele dormindo parecia até um anjo, todo limpo e esparramado em cima da sua cama. Mas tudo bem, poderia dormir no outro colchão. Pôs uma mão na cintura e a outra foi levada para os fios que, dessa vez, estavam bem mais desalinhados.

Oikawa tentara tirar as suas roupas para terem, hunm... um contato 'mais profundo' por assim dizer. Óbvio que Iwaizumi não permitiu que isso acontecesse, afinal, não transaria com alguém todo sujo e fedendo à álcool.

Se sentou na cama e acariciou as madeixas castanhas, sentindo os fios macios se entraçarem entre os seus dedos, vendo o namorado respirar de forma pesada m Mesmo que não admitisse abertamente, jamais negaria que cuidar de um Oikawa bêbado fora divertido. Cansativo mais bem divertido.

Ouviu o celular vibrou em cima do criado mudo e rapidamente o moreno atendeu, sem nem ao menos ver quem ligava.

- Oe, Iwaizumi - era Hanamakki - Esqueci de avisar que você ainda tem que pagar as bebidas na lojinha da esquina.

- Quê!? - exclamou.

- Ora, a festa era na sua casa e o seu namorado quem fez o convite. O que queria? - retorquiu rindo do outro lado.

- Foda-se! EU não convidei ninguém! - disse irritado.

- Enfim! Até amanhã. Ah, e não se esqueça de pagar. - provocou vendo o outro bufar irritado

- Eu não- - teve a fala cortada ao escutar leves 'bipes'. Afastou o celular do ouvido e viu que o amigo desligara na sua cara.

Perfeito, aquela estava sendo uma ótima maneira de acabar o seu dia.

Notas Finais


E aí, o que acharam? Bem bobinho neh?
Nos vemos no próximo cap!
Bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...