História Mommy - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Ageplay Não-sexual, Infantilismo, Regressão Idade Mental, Trauma
Visualizações 701
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 65 - 65


Fanfic / Fanfiction Mommy - Capítulo 65 - 65

Emma assustou com os risos e começou a  choramingar.

- Shhh a mommy ta aqui. Falei ninando minha menina.

- Cadê aquela chupeta hein? Ruby falou procurando para todo lado.

- Não precisa Ruby. Vamos tirar um cochilo agora não é meu amor. Disse me levantando da cama e ajeitando Emma nos braços. 

- Acho que faremos isso também. Zel falou e os olhos de Ruby brilharam. 

- Aaaaadoro amass...quer dizer cochilos. Ruby falou com a cara mais sem vergonha desse mundo.

- Me poupem. Sorri e as deixei sozinhas.

Coloquei Emma na cama e meu bebê reclamou da perda do calor do meu corpo.

- Calma meu bichinho nervoso. Falei deitsndo na cama e puxei uma manta pra cima de nós. Retirei a blusa e o soutien e deixei os seios livres. Se Emma quisesse mamar seria mais fácil assim. Fechei os olhos puxando minha bebê para mais perto do meu corpo.

- Hahaha. Ri baixinho ao sentir a boquinha de Emma se pren der ao bico de meu seio.

- Meu bezerrinho. Beijei a testa dela e me entregou ao sono sentindo meu corpo relaxado ao amamentar minha filha.

...

Duas horas depois acordamos e Emma estava agitada. O sono fez bem ao humor dela. Sorria de tudo e falava muito e com todos.

- Passeiá mommy. Vamu. Emma falou me puxando pelas mãos.

- Vai lá chamar a tia Ruby e a tia Zel então. Falei para ganhar tempo e Emma saiu correndo em direção ao corredor.

- Tia Uuuuuby? Titia? Tia Uuuuuby? Titiiiiia? Tia Uuuuby? Titia? Tia Uuuuuby? Emma chamava e batia a mãozinha na porta. 

- Ei patinho. Quer derrubar essa porta aqui?  Bem essa? Ruby perguntou apontando para a porta.

- Nãoooo. Falou e correu para dentro do quarto. 

- Patinho! Se cobre Zel. Ruby gritou e foi atrás de Emma. Encontrou a pequena deitada sobre Zel - que estava coberta somente por um fno lençol - e falando sem parar.

- ...e mommy falou pá chama titia e tia uby. Finalizou deitando a cabeça sobre o ombro de Zel.

- Cansou? Zel falou sorrindo da confusão fofa que Emma era quando estava animada.

- Uhum. Levantou a cabeça e deitou novamente.

- Vamu titia! Emma falou de repente levantando e pulando no colchão.

- Calma. Assim você cai e machuca. Zel falou e olhou para Ruby.

- Fala pra sua mommy que a gente já vai. Ruby disse colocando Emma no chão.

- Táaaaaaa. Saiu correndo novamente.

Sorrriram e foram se arrumar para passear pelo rancho.

.....

- Como faz aquele? Ruby perguntou apontando para as vacas no pasto.

- Muuuuuu. Emma imitou correndo para a cerca. 

- Eeeei vaquinha! Emma deu tchau e correu no frente.

- Ooooi. Falou a August assim que chegou perto o suficiente.

- Olá August. O saudei e as meninas também.

- Tê isso? Emma perguntou ao ver o que ele carregava.

Curiosa.

- Boa tarde senhoritas. E isso pequena, é para as galinhas.

- Oooh. Papa das galineas? Emma perguntou.

- Isso mesmo. Quer me ajudar a alimenta-las? Ele perguntou ao meu bebê.

- Pooode mommy?  Pooode? Emma me perguntou pulando no lugar de tanta ansiedade.

-  Pode sim. Cuidado com ela August. Falei e ele assentiu.

Galinhas não eram perigosas afinal. Ou eram? 

Ruby, Zel e eu sentamos sob a cerca em frente ao cercado das galinhas para observar a pequena curisosa.

- Faz assim pequena. August disse e jogou um pouco de ração no chão em frente a Emma. 

- Agora você. August deu um pouco na mão dela e ela fez o mesmo.

- Aaaah. Emma bateu as mãozinhas quando as galinhas correram para comer a ração que ela tinha jogado. Ele então colocou a ração nos comedouros e todas se reuniram lá para comer enquanto Emma estava com a mão coçando para pasaar a mãozinha nos bichinhos. Eu sabia pois ela abria e fechava as mãozinhas a todo momento e August viu aquilo.

- Aqui. Colocou um pintinho na mão da criança.

- Ooooh galineazinha. Emma falou fazendo carinho na cabeça do bichinho. Eu sorri. 

- Hahahaha. Pintinho. August falou a ela.

- Pintinho? Emma questionou. 

- É. Ele respondeu.

- Olha mommy. Pintinho! Falou  me mostrando o filhote. E eu sorri acenando que tinha entendido.

- Quer pegar os ovos comigo?  Ele perguntou a Emma e lógico que ela  não negaria.

- Uhum. Então ele entregou uma cesta a menina e foi até os ninhos.

- Vamos lá. Pegue todos aqueles ovos. Ele mostrou pegando um e colocando na cesta.

Minha menina sorriu e foi até lá. Pegou um por um delicadamente até a cesta ficar cheia. 

Adorável.

- Ati. Falou ela entregando a cesta a ele.

- Obrigado ajudante. Ele disse e foi deixar a cesta do lado de fora.

Emma viu as galinhas andando perto dela e não se conteve. Pegou uma grande nos braços e fez carinho na cabeça do bichinho que só fechou os olhos e ficou parada - quietinha.

- Olha mommy. Me chamou mostrando o bichinho em seus braços.

- Pintão. Ela esclareceu. 

Hahahaha a lógica dela era incrível.

Ruby caiu da cerca de tanto rir. E Zel e eu rimos da inocência da menina. August só soltou um "ouch".

Após retirar a menina com muito custo de dentro do galinheiro seguimos August até os porcos. Segundo ele Emma iria adorar ver os filhotes.

- Auau? Emma questionou ao ficar cara a cara com um porquinho rosa do tamanho de um cachorro, com somente a cerca os separando.

- Não meu amor. É um porquinho. Falei e ela balançou a cabeça mas ficou intrigada com o bichinho. Aposto quenela nunca tinha visto um.

- Vou pegar o pequenino pra ela ver. August disse se retirando.

- Aqui é muito lindo Regina. Ruby falou.

- É sim passei muitas férias escolares aqui andando a cavalo e nadando no lago. Falei fechando os olhos. 

- Tem lago aqui? Zel perguntou e eu confirmei.

- Vamos amanhã? Ruby perguntou animada parecendo uma criançona.

- Claro. Podemos fazer um piquenique lá. Falei e pensei no tanto que Emma iria gostar.

- Eeeeca. Ruby soltou fazendo careta e Zel e eu olhamos para ver o que era.

- Não bebê. PuxeiEmma para perto de mim ao vê-la dando um "beijo" no porquinho rosa que não saiu de perto da cerca observando a pequena.

- Não pode baby. Zel disse indo até uma torneira e me chamando ao ligar a mesma.

- Ele tá mandando beijinho mommy. Emma falou levantando as mãozinhas.

- Não meu amor. É o barulho que ele faz. Esclareci, chegando em Zel.

- Nada de beijinho em bichinhos. Ok. Eu falei para ela entender e já fiz uma lista de remédios e um vermifugo para dar a ela. Eca! 

- Kay. Emma falou e teve sua boca lavada com sabão ype e muita água.




Notas Finais


Comentem !

Esse foi bem light hein hahaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...