História Mon Chevalier - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Tikki
Tags Ladynoir, Miraculous, Mistério
Exibições 158
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oiiiiii! Espero que gostem!

Capítulo 7 - Eu te amo... Mesmo por trás da máscara


Fanfic / Fanfiction Mon Chevalier - Capítulo 7 - Eu te amo... Mesmo por trás da máscara

                Se passara a tarde e Ladybug parecia quieta demais, Chat que ficava na poltrona fazendo companhia a estranhava. Ele sentou ao seu lado e falou colocando sua mão sobre a dela chamando a atenção da mesma.  Ela o encarou e ele perguntou:

- Algum problema my lady?- Ela desviou o olhar e falou:

- Eu estou incomodando... Eu sei que provavelmente você tem que ficar me escondendo...

- My lady...

- Sério Chat... Não precisa... Vamos logo no mestre...- Chat a cortou com um beijo e ela aceitou com êxito. Adrien se apagara de sua memória e se perguntara por que não dera uma chance a Chat desde o inicio. Levou suas mão ao encontro de seus fios loiros. Ele surpreendido com o ato separou sem querer . Ela abaixou a cabeça, na tentativa de esconder as bochechas rubras.

- Não era para eu fazer isso... Desculpa...- Ele sorriu com a encabulação da azulada, ele mudou sua expressão para dúvida e perguntou:

- Você disse que não lembrava de certas coisas...- Ele deu uma pausa-... Você se lembra de meus sentimentos por você?- Ela fez uma cara pensativa e falou:

- Chat Noir sempre teve uma quedinha por mim... Mas nada muito relevante...- Chat já sabia que seria essa resposta... Ele se ajoelhou e falou:

- My lady... Eu te amo... Você pode achar que você só seria uma aventura para mim... Mas não! Eu vou te amar... Mesmo que você me odeie... Eu consigo te amar, mesmo sem saber quem é você por trás da mascara. Mesmo que sua personalidade seja totalmente diferente... Por que... Eu também sou assim... Chat Noir é minha verdadeira identidade... Sem essa mascara estúpida, sou só um bicho acorrentado em deveres...- Chat já começara a lacrimejar... Era duro saber que estava nesse tipo de situação... Nem sua lady sabia sobre seus verdadeiros sentimentos... Ninguém se importava com o gato estúpido... A sombra da Ladybug e o garoto propaganda de seu pai... No fundo ele só era um objeto usado e ofuscado.

Ladybug o abraçou e o mesmo, que até então mantinha os olhos fechados, abriu os mesmos exaltado... Ela começou a acariciar suas costas e falou baixo com um tom extremamente sereno:

- Eu não te odeio gatinho...- Ela o abraçou mais forte e ele se aconchegou. Ele começou a empurrá-la até ela alcançara cama, ele ficou por cima, selando os lábios...

- My lady... Eu te amo...

- Eu também gatinho...- Ele se deitou ao ado da azulda e começaram uma sessão de beijos... Chat queria ir mais longe... Ele abaixou uma alça da camisola da azulada que parou o beijo.-Chat...

- Desculpa... Eu...- Ele corou e ela riu, beijou o nariz dele e o mesmo deu um sorriso fofo. Ela se colou ao peito de Chat, o mesmo a empurrou deixando-a confusa.Ele se sentou na cama e tirou a jaqueta de couro e a camiseta, ela desviou o olhar corada, ele se deitou e a puxou, fazendo-a se chocar contra o peito do gatuno. Seu rosto ficou quente... Logo ele começou a fazer carinho nas costas de Ladybug. Ela dormiu e o anel de Chat apitou. Ele saiu com muita má vontade e destransformou assim que saiu do quarto. Não tardara muito e o alerta de akuma apitou. Ladybug ouviu a explosão  e começou a tentar sair dali para tentar lutar com o akuma. A roupa que usara se transformou em seu colãn.

  Uma explosão, derrubou uma parede do quarto onde ela estava. Ema enorme mão feita de borboletas negras a encurralou, ela tentou driblar de todos os jeitos, acabou com ela sendo presa, os akumas liberaram um odor que a fez desmaiar. Chat chegou no quarto e olhou desacreditado.

" Falhei duas vezes como parceiro... Como posso proteger Paris... Se falhei tantas vezes com my lady?"

Ele bateu o bastão no chão e gritou,lagrimas encharcavam a mascara... Chat levantou o rosto e falou com um ódio:

- Hawk Morth... Eu vou te encontrar... E nenhuma borboleta vai sair viva. 


Notas Finais


VISH TRETA, VISH! Espero que tenham gostado... Desculpa estar demorando para postar. É as provas finais e trabalhos que não param de cair... Um beijo e um queijo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...