História Mon Petit amour - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Chat Noir, Ladybug, Romance
Exibições 67
Palavras 903
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá amorecos! Quanto tempo. Confesso que esse capitulo era pra ter saído antes, mas eu estou muito entretida em escrever outras fics <3 Que acabei deixando essa de lado e tendo um pouco de bloqueio de criatividade ;-; Agora boa leitura!

Capítulo 19 - Um fim? Um Spin Off da história


—Mari, você quer dizer que está... -Adrien pergunta a Marinette, colocando as mãos sob a barriga da mulher.

—Grávida Adrien! Vamos ter mais um bebê. -Ela compartilha um sorriso com o marido, a emoção de estar gerando uma vida dentro de sua barriga, era muita para Marinette.

—Mamãe? -Emma entra no quarto dos pais- O que eu ouvi é verdade? Vou ter um irmãozinho?

Aquilo poderia ficar melhor? Bom, na cabeça da família não. A vida estava perfeita. O mundo até que enfim conspirava a favor de um momento bom.

—Sim, querida. Agora você será uma “Big Sister”.

Emma comemorava. Fazia sua dancinha de um lado ao outro, pulava e rodopiava. “Serei irmã mais velha. Serei irmã mais velha” ela dizia contente.

Os meses se passaram. E o novo membro, um menininho lindo, que recebeu o nome de Hugo, nasceu. Ele era igual ao Adrien, mas com os olhos e a doçura da mãe. Estava na cara que aquela genética de família era deslumbrante.

Como o relógio andava rápido demais, os anos se passaram também. Emma já estava com seus quinze anos, e Hugo quase dez. E para dar um “END” à história, um pouquinho da vida da nossa querida filha dos nossos queridos heróis, não vai fazer mal a ninguém, não é?

 

Emma

Acordar cedo, hunf! Tem coisa mais chata? Ah, sim. O filho da tia Chloe. Não me leve a mal, a tia Chloe é muito legal, mas o filho é uma verdadeiro mimado que só quer me magoar. Mas, voltando o assunto, eu tive que acordar muito cedo! Meus olhos estavam quase se fechando sozinhos. Mas tudo bem, o que eu poderia fazer? Nada, pois era o primeiro dia de aula no primeiro ano do ensino médio!

Tomei um rápido café da manhã, me despedi dos meus pais e do Hugo e fui correndo para a escola. Fui a pé mesmo. Minha mãe costuma brincar comigo, que eu sou parecida com ela, porque ela sempre chegava atrasada na escola quando mais nova.

—Menina, onde você estava? -A Nina me perguntava. -Não é que pelo fato de você ser mais velha, que tem que fazer eu te esperar todo esse tempo! -A Nina era muito esperta, assim como os pais dela, o tio Nino e a tia Alya, e por isso ela pulou dois anos acadêmicos!

—Desculpa? Eu acordei atrasada.

O sinal tocou e entramos juntas na sala. Mas quando eu entrei me deparei com uma cena desagradável. Era uma menina loira, que estava colando um chiclete na minha cadeira. Mal amada isso sim!

—O que você tá fazendo na minha cadeira? -Perguntei brava.

—M-me desculpe senhorita, é que eu estava tentando tirar o chiclete da sua...- Ela se explicava, mas eu fingia não ouvir. Tinha certeza que ela estava envolvida com o filho da tia Chloe, o John.

A professora chegou e eu agradeci em não precisar mais ouvir aquelas palavras bobas daquela menina.

Quando a aula acabou, fui em direção a minha casa e no meio do caminho um senhor quase foi atropelado. Por sorte eu estava perto e consegui o ajudar. Ele então me entregou uma caixinha e me disse para cuidar muito bem, pois um vilão estava por vim. Sim. Ele deve estar com problemas, por causa da idade. Um vilão... Parece que ele conviveu com meus pais, que costumavam me contar essa história de miraculous e tudo mais.

Eu iria continuar criando várias sugestões na minha cabeça sobre o que aquele senhor me disse. Mas, eu ouvi um estrondo e era realmente um vilão. Sem pensar duas vezes abri a caixinha, vai que era um tipo de serzinho que iria me ajudar. Mas quando eu abri a caixa, a única coisa que eu consegui ver era um anel. Pfff, o que eu vou fazer com isso?

Achei-o bonitinho e coloquei no meu dedo. Neste momento um bicho esquisito saiu de dentro. Nesse dia eu conheci o Plagg, que virou um grande amigo. Ele me explicou tudo, e eu me transformei em Chat Noir. Lutei contra o vilão junto com uma menina muito linda, ela me disse que era a Ladybug. Quando cheguei em casa, o papi veio falar comigo e o Plagg saiu de minha blusa e abraçou o papai. Então pelo visto, aquele papo de herói era verdade. Aproveitei o momento e abracei meu pai e o Plagg junto.

A semana toda correu bem, exceto por algo. Aquela tal de Lottie, que eu cismava em não gostar.

No fim da aula, chovia muito. Eu não tinha trazido meu guarda-chuva e fiquei esperando a chuva acabar. Mas, a Lottie chegou próxima de mim e começou a conversar comigo.

—Eu só queria que soubesse que eu não tive culpa. Eu só estava tirando o chiclete que o John havia colocado. -Olhando de um modo, ela era até que linda! Ela me estendeu um guarda chuva, sorriu e depois foi em direção a um carro que a esperava.

Sorri novamente.

—O-obrigado. Guarda chuva. Eu, quer dizer... -O que havia acontecido ali? Eu havia gaguejado?

 

Mestre FU

­—Mestre tem certeza da escolha? - O Wayzz dizia para mim, enquanto voava perto de mim.

—Tenho. Eu não errei com os pais de Emma. No fim, tudo deu certo e veja: até uma filha linda eles tiverem e até derrotaram o Hawk Moth. Essas duas serão uma boa dupla, vão vencer muito e quem sabe algo a mais. Eu acredito. 


Notas Finais


Enfim, essa fic acaba aqui :( Mas, outras estão por vir... Prometo! Alias, vocês gostam de Minha vida fora de série? Estou fazendo a minha versão do 4°, devo postar? Um beijo e um cheiro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...