História Mon Petit Cherie - 2 Temporada - Capítulo 8


Escrita por: ~

Exibições 71
Palavras 1.342
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Saga
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii minhas goxxxtosas!
Aqui estou eu, liberando um capítulo nesse finzinho de domingo.
Espero que vocês gostem!

Capítulo 8 - Chapter 8


POV NIALL

O vôo está demorando mais do que eu esperava e a cada momento que eu passo perto de Diana é como se eu pudesse ser atacado por uma cobra sem avisos prévios.
Eu ainda não sei como pude ser tão cego a ponto de só ver o lado meigo e angelical dela, sem perceber a psicopata que se escondia atrás de toda máscara de bondade.
Ela dorme profundamente no assento do meu lado, porém eu não me movo com medo de acorda-la e ter que descobrir qual o humor dela no momento.
Olho pela janela do avião e a noite está tremendamente escura e o nevoeiro é grande, mal consigo ver as luzes da cidade la embaixo. Me consola saber que não sou só eu que estou mergulhado em pura escuridão.
Passo o restante da viagem olhando pela pequena janela e planejando meus próximos passos. Eu sei exatamente o que devo fazer assim que a aeromoça anuncia o pouso.

Ja são quase seis da manhã quando chegamos à mansão dos Horan e Diana não falou durante todo o trajeto, e não sei se isso é bom ou ruim.
Abro a porta da casa e espero qur ninguém esteja acordado, mas me deparo com Leon sentado na sala de estar, em frente a lareira crepitante. Ele ergue o olhar ate nós e vejo a pergunta que ele está prestes a fazer.

-Mudança de planos. - respondo dando de ombros e largando as malas no chão.

Leon não parece muito satisfeito com a resposta e eu luto com a vontade de ignora-lo, mas sei que ele merece saber dos planos que eu tenho em mente, mais do que ninguém.

-Vai subindo e dorme Diana. A viagem foi cansativa.

Ela da de ombros e larga o restante das malas no chão, obviamente esperando que Cora as leve para cima.
Leon ainda me olha com mil perguntas à espreita e ele merece saber as respostas de cada uma.
Me sento ao lado de Leon e ele serve um copo do mesmo vinho que ele estava tomando. Me sinto mal ao saber que um homem como ele, tão especial, estava bebendo as seis da manhã.
Sempre gostei de Leon. Ele era um tio maravilhoso e sempre fazia minhas vontades. Através dele eu conseguia tudo o que queria. Éramos como cúmplices.

-Preciso que você saiba de uma coisa que eu vou fazer.

Ele toma um gole do vinho e depois me encara.

-Não te peço explicações filho, só faça o possível para ser feliz e trazê-la de volta.

-Tio, eu... tem mais coisas nessa história toda que vão além da compreensão da sociedade e eu preciso avisar que vai acabar com a reputação dessa família. E muito além disso, vai acabar com essa família inteira!

-Um divórcio não é tão ruim assim Niall. - ele da um risinho.

Não acredito no que estou prestes a fazer, mas é o único meio de consertar as coisas.

-Não é sobre divórcio que eu estou falando. - ele me olha e eu suspiro - Cherie veio aqui há alguns dias atrás e pediu que eu lhe dissesse que ela o ama.

Leon coloca a taça na mesa de centro e seca uma lágrima que desce por sua bochecha.

-Ela disse também que a verdade sempre aparece. E eu acho que a hora chegou.

Leon levanta o olhar até a mim, confuso e triste.

-Eu preciso da sua ajuda. Mas pra tudo ocorrer da forma certa eu preciso que você me deixa agir do meu jeito. Que não faça nada precipitado.

-Filho, você está me preocupando. Muito. O que está havendo?

-Só me prometa que vai agir da maneira que eu falar. E em troca eu prometo que trago Cherie de volta.

Ele se levanta e começa a andar de um lado a outro da sala.

-Estou esperando... comece a falar.

Eu pego meu vinho e seco o copo num gole só.

-Eu e Cherie somos irmãos. - digo de uma vez só.

Alguns segundos se passam sem nenhuma reação, até que uma gargalhada sai da garganta de Leon.

-Isso é impossível. - ele pondera.

-Não, não é. Você sabe o tipo de esposa que tem. Ela me contou. Teresa é minha mãe. 
-Não brinque com uma coisa dessas garoto.

Vejo o ódio reverberando pelo corpo de Leon e ele está prestes a explodir.

Espero um segundo ate ele se acalmar e o primeiro choque passar e então conto toda a história que ouvi da boca de Teresa. Tudo, nos mínimos detalhes e Leon chora.
Não sei exatamente por qual motivo. Vejo raiva, tristeza, culpa, traição. Tudo em seu choro.
Ele está sentado no chão passando a mão pelos cabelos desesperadamente.

-Meu próprio irmão... - ele sussurra. - Eu esperaria algo assim de Teresa, mas Bobby?

-Eu não tenho como defender o meu pai Leon. Mas sei que ele se arrepende. Eu sei disso.

-Teresa sempre foi tão tão linda e maravilhosa, eu sempre soube que um homem como eu nao conseguiria manter uma mulher como ela por muito tempo, mas ela foi longe demais...

-Leon...

Eu quero dizer alguma coisa, consolar o homem a minha frente, mas não sei o que falar.

-Cherie achou que se afastar seria o melhor a fazer. Por algum motivo ela se culpa por nós dois...

Começo a chorar e a falta de Cherie me invade com toda força. Os soluços percorrem meu corpo até que eu sinto uma mão em meu joelho.
Ergo a cabeça e vejo Leon com os olhos vermelhos, mas cheios de compreensão.

-Eu a amo Leon! Amo tanto! Eu a amo desde que ela nasceu, desde que eu a vi pela primeira vez! Eu vi todos os primeiros passos da sua vida e amei cada um deles. Eu vi Cherie desabrochar e ser desejada e eu morri cada vez que um garoto estúpido chegava perto dela. Eu vi a jóia que ela se tornou. E eu a amo até mesmo hoje, mesmo depois dela ter me deixado tantas vezes! Ela se culpa, e eu entendo o porquê. Mas nós dois não temos culpa do que Teresa e Bobby fizeram!

Eu não consigo parar de falar e chorar. Minhas palavras saem desconectadas, mas sei que Leon me entende.

-Eu nao tenho culpa se ela é minha irmã, tio! E eu não me importo de amar a minha irmã!

Caio num choro estarrecedor e Leon me abraça forte, dando tapinhas no meu ombro. Me pego em sua blusa como se amassando o tecido toda dor fosse ir embora.

-Calma filho. Vocês não tem culpa de nada. Ela tem sorte de ser amada por você. - ele diz calmamente. - Mas caralho, como eu quero acabar com Teresa e Bobby! Olha o que eles fizeram a vocês!

Sinto o tremor passando pelo corpo de Leon e me afasto para encara-lo.

-Você não pode fazer nada agora! Eu preciso fazer as coisas do meu jeito. Tudo precisa dar certo.

-Niall.. eu não sei se eu...

-Eu vou me divorciar da Diana e vou deixar um bom dinheiro com ela, assim ela não começa a falar merda por aí. Ela só quer isso. Dinheiro. Depois eu vou falar com Cherie e traze-la de volta. E ai, voce pode fazer o que quiser. Mas até lá eu preciso que você seja forte e aja como se não soubesse de nada!

-Eu não consigo Niall!

-Pela sua filha Leon! - eu o sacudo pelos ombros. - Você consegue sim!

Ele soluça e então me olha com uma determinação que eu nunca vou esquecer.

-Quero ver minha filha.

-Eu dou um jeito nisso.

-Niall, eu estou apostando todas as minhas fichas em você.

Me levanto do sofá.

-Você vai ter o que espera. E depois... você é quem sabe.

Saio da sala e subo as escadas. Abro a porta do quarto de Cherie e me jogo na cama da minha garota.
Pego no sono com o cheiro floral dela tomando conta de mim e durmo bem. Muito bem.

Continua...


Notas Finais


E então? O que estão achando? Por favor. Não deixem de comentar para eu saber a opinião de vocês!

Quero aproveitar para indicar a fanfic MARAVILHOSA que a minha Parabatai ~L3tty escreveu. É a primeira fanfic publicada dela e meu Deus! É maravilhosa!! Estou louca para uma continuação! Estou muito muito orgulhosa da minha lindinha!
É uma história JiKook e sério, é perfeita! Não deixem de passar lá!
LINK: https://spiritfanfics.com/historia/wings-jikook-6715179

Por hoje é isso amores. Espero que tenham gostado! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...