História Money, Power, Glory. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Letícia, Lynn, Lysandre, Rosalya
Exibições 25
Palavras 1.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - A rainha.


Fanfic / Fanfiction Money, Power, Glory. - Capítulo 1 - A rainha.


Garotas boas vão pro céu,
Garotas más vão pra qualquer lugar...

 

 


           

       Meu celular tocava com fúria, fazendo com que minha mão escorregasse pelos lençóis macios da cama em sua procura. 
             

 — Está aqui... 

A voz masculina sonolenta ecoou pelo quarto com o aparelho em suas mãos. Espremi meus olhos por um instante na esperança de lembrar o nome daquele homem.

Hector? Heliort? Hugo? Pouco me importava.

Cobri meu peito nú com uma parte do tecido de seda e peguei meu celular em seguida, fazendo um leve sinal na direção do bonito monumento  com quem eu havia passado a noite para que ele me desse um segundo de privacidade. E assim ele fez.
Esperei que o moreno entrasse no banheiro do quarto do hotel e atendi. 

— Lynn? Te acordei, amor? 

A voz de Lysandre não parecia estar sonolenta. Provavelmente nem havia dormido pela preocupação do desfile dessa noite. E eu não podia culpá-lo, de certa forma, eu também estava tensa. Sabia que o sucesso da marca dependia inteiramente daquele desfile. 

—Estou bem, querido. — Respondi bocejando. — Já estava de pé faz alguns minutos, passei a noite em um hotel no centro de Nova Iorque depois de resolver alguns ajustes para o desfile, vou voltar para lá novamente daqui a pouco. 

— Nos encontramos lá! Essa noite será maravilhosa, estou sentindo! 

— Com certeza! Todo ano fazemos um desfile impecável, Lys, esse não será diferente. 

Ouvi a respiração de Lysandre se soltar de uma vez só pelo telefone, parecendo se lembrar de algo.

— Espero que a nova Angel se saia bem... Desde que nos casamos, e você saiu das passarelas, deixando de ser a Angel principal, sofremos muito para colocarmos outra a sua altura, você sabe disso... 

Mordi meus lábios me lembrando de toda aquela situação. 

— Sei. Mas Candice fez um bom trabalho nesses anos em que me substituiu, amor. E vimos a Lucy, nunca colocaríamos uma incompetente com a lingerie principal. Confio no nosso taco!

— É por isso que te amo! — Lysandre disse, e pude saber perfeitamente que ele estava sorrindo. Era incrivelmente fácil decifrá-lo.

— Eu também te amo. Nos vemos logo!

Eu desliguei o telefone em seguida, jogando-o na cama novamente e prendendo meus cabelos em um coque mal feito, enquanto terminava de enrolar o lençol em meu corpo. 

— Lynn, você quer uma carona? — O moreno disse saindo do banheiro já com a roupa trocada.

—Não. — O olhei de forma afiada. — De qualquer forma, esqueça o que fizemos aqui. E não me chame pelo meu primeiro nome, estamos entendidos? 

Ele me olhou inicialmente com confusão, mas balançou a cabeça positivamente de forma nervosa em seguida. Assim como todos fazem. É impressionante o quanto um homem tem medo de uma mulher poderosa. E eu amava isso. 
 

Entrei no banheiro seguida, ouvindo o barulho da porta do quarto de hotel bater, anunciando que meu convidado havia saído. 
      Enquanto passava delicadamente o sabonete pelo meu corpo, me lembrei vagamente dos meus momentos na passarela da victoria secrets, popularmente conhecida apenas como VS.

Havia me casado com Lysandre há cinco anos, bem no auge da minha carreira. Eu estava no topo do mundo, capas de revistas se rendiam aos meus pés me declarando como uma das modelos mais influentes do século, como a mais bem paga, como o rosto mais cobiçado para um desfile. Mas eu queria mais. E Lysandre poderia me dar mais. 

Quando nos conhecemos, ele estava a um passo de assumir todo o império que seus avós haviam construído e deixado para seu pai, e como mandava a tradição, seria dele em breve. Depois do que seria meu último desfile como uma Angel da marca, eu sabia que o queria. Queria ser dona de tudo aquilo, e não apenas a principal, eu queria comandar, havia nascido para isso. 

Era como um jogo de xadrez, e eu era a rainha.
 

— Fácil...— Mordi os lábios enquanto sorria. — Muito, muito fácil. 

 

{...} 

 

— FOQUEM NAS LUZES! 

— CHEQUEM SE AS CÂMERAS ESTÃO FUNCIONANDO! 

— A LINGERIE DE ASSAS ESTÁ PRONTA? AS MEDIDAS DE LUCY CONTINUAM AS MESMAS??

Gritos e mais gritos do local agitavam o que mais tarde, estaria repleto de estilistas, fotográfos, celebridades, emprésarios, modelos. Tudo para cobrir o maior evento de moda do ano. O Victoria Secrets Fashion Show. 

— Se sente em casa? — Lysandre sussurrou com sua voz calma e suave no meu ouvido enquanto pousava seu braço em minha cintura. 

— Esse lugar sempre vai ser ...— Sussurrei novamente para ele, depositando um beijo em seus lábios. — Me lembro da pressão que sofri no meu primeiro desfile como angel, estava com medo de vomitar naquele palco.

Ele riu levemente, fechando seus olhos com a bela heterocromia. 

— Você nunca vomitaria, foi a melhor angel. Ninguém superará você. 

Lysandre passou o nariz em meu ouvido, me fazendo sorrir. 

— Lucy pode me superar... — Comentei fingindo decepção. Mas sabia que não superaria, passaram-se anos, e todas as revistas de moda ainda faziam comparações da atual modelo principal, com o que eu havia sido um dia em cima daquela passarela: Impecável.

— Nunca. — Ele segurou meu rosto levemente, me fazendo encarar seu sorriso. — Nunca vão fazer o que você fazia naquela passarela. 

Sorri para ele antes de sermos interrompidos por algum organizador do evento. 

— Senhor e senhora Windsor? — Um dos organizadores disse em som sonoro com alguns papéis nas mãos.

— Pode dizer. — Lysandre se recompôs para encara-ló, assim como eu fiz logo em seguida. 

— Tudo sairá como planejado, entretanto...

— Entretanto? — Arqueei uma sobrancelha. 

— Russell James teve um imprevisto e não poderá tirar as fotos do desfile hoje. 

Olhei rapidamente para Lysandre que tinha o olhar preocupado. Russell era realmente um dos melhores fotográfos daquele evento, mas não era o único.

— Qual imprevisto? — Lysandre perguntou.

— A mãe dele faleceu, ele avisou há pouco tempo que não virá. — O organizador respondeu parecendo tão preocupado quanto meu marido.

— Ligue novamente para ele, e peça para que mande algum substituto. O melhor que ele tiver naquela agência. Rápido! O quero aqui a noite e tirando fotos até do lustre! 

— Sim, senhora! — Ele assentiu saindo rapidamente já chamando algumas pessoas ao seu redor.

— Espero que o substituto saiba o que fazer... — Lysandre murmurou com uma mistura de irritação com preocupação. 

— Eu também espero. — Completei por final, assistindo a cada detalhe de toda a correria para deixar o evento pronto até a noite. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...