História Money, Power, Glory. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Letícia, Lynn, Lysandre, Rosalya
Exibições 22
Palavras 1.454
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Meet.


Castiel P.O.V 


Eu literalmente cai da cama quando meu despertador tocou. Nunca fui a pessoa mais organizada do mundo, mas o que havia acontecido na noite passada me dava completa permissão para essa confusão. 

Eu fotografei o desfile mais cobiçado do ano, e dormi com a própria rainha do inferno em um curto espaço de tempo.

Que diabos havia acontecido afinal? 

Tomei um banho extremamente rápido, olhando às marcas que aquela mulher havia deixado por todo meu corpo. Eu não sabia quem o marido dela, e muito menos queria saber, já que eu não a veria novamente, mas era de se imaginar o tamanho do chifre que esse cara tinha.    
 
Juntei rapidamente as fotos reveladas da noite passada, junto com meu cartão de memória que estavam todas. Eu obviamente já tinha enviado tudo para Russell, mas não queria correr o risco de que algo acontecesse. 


{...} 

— Sua foto está na capa de hoje. — Meu amigo Liam disse jogando a revista da manhã na minha direção com um sorriso animado. — Ganhou mais pontos com o Russell. 

Sorri sem querer esconder a felicidade que estava sentindo naquele momento. Minha vida profissional estava finalmente alavancando. 

— Eita, cara... —Liam apontou o dedo para o chupão em meu pescoço, me fazendo colocar a palma da mão no local. — Se divertiu mesmo noite passada viu. 

Algumas gargalhadas e comentários dele depois, recebi a notificação de que Jasmine queria falar comigo. Andei até a sua direção e ela imediatamente retirou um cartão do bolso. 

— Devido aos sucessos da foto, e também de você ter sido o responsável pela melhor foto da modelo tropeçando. — Ela mordeu a boca tentando abafar a risada. — Você tem um encontro com os donos da VS em meia hora. 

—Um encontro? O que eles dirão? —Perguntei curioso com o convite. 

—A secretaria não me deu muitos detalhes, mas eles com certeza se impressionaram com seu trabalho. 

Aquilo era incrível! 

— Obrigado! Posso ir agora ou o Russell quer falar comigo? —Perguntei desviando meu olhar para sua porta fechada.

— Ele não vai voltar tão cedo. —Jasmine disse desanimada. —Mas continue o cobrindo bem, ele vai se lembrar disso.  
 
Pisquei para a moça mostrando que havia entendido e sai rapidamente do prédio. Os donos da VS queriam me ver, isso não é pouca coisa. 


{...} 


Se eu achava que o prédio onde eu trabalhava já era absurdamente moderno e gigante, era porque eu não havia pisado na sede da Victoria Secrets antes. Aquilo parecia realmente uma cidade, em cada canto, em cada lugar, havia a foto de uma modelo com uma lingerie da marca. A correria absurda, os telefones que nunca paravam, mostravam bem o que era Nova Iorque, mas dentro de um único prédio. 

Peguei as informações necessárias com a secretaria particular do dono, que descobri naquele momento se chamar Lysandre. Era uma pessoa reservada ao extremo pelo o que eu havia entendido. 

— Castiel. — A secretaria com voz angelical chamou minha atenção em sua direção. —Senhor e senhora Windsor querem vê-lo agora. 

Engoli em seco e assenti rapidamente, caminhando em direção a gigante porta a minha frente. 

Como seria a aparência deles dois? Eles seriam boas pessoas? Criticariam minhas fotos? Ou apenas me subornariam para apagar a foto perfeita do momento em que a modelo tropeçou no palco? 

As perguntas se exalavam cada vez mais em minha mente. A secretária deu um último sorriso simpático antes de me abrir a porta, e me dar a visão do casal de costas lado a lado enquanto observavam juntos algo em sua mesa. 

Porra, eu conhecia os cabelos daquela mulher atenciosa ao lado do marido. 

Ah não... 

— Castiel, obrigada por ter vindo de forma tão rápido. — Lysandre disse sorrindo espontaneamente, dando alguns passos em minha direção e apertando minha mão em seguida. A mulher que na noite passada havia me levado ao paraíso estava parada cinicamente assistindo a cena com um sorriso discreto nos lábios. Completamente diferente da tamanha selvageria que eu havia assistido sobre seu comportamento antes. 

— É um prazer, senhor Windsor! —Apertei sua mão com força, tentando não demostrar a tensão unicamente minha e de Lynn que começava a se espalhar.

—Essa é a minha esposa, Lynn. —O marido orgulhoso estendeu a mão para ela, que a segurou com um sorriso simpático, jogando seus cabelos apenas de um lado de forma sensual e proposital, deixando a pele deliciosa de seu pescoço a mostra. 

Filha da puta! 

Lynn era simplesmente esposa do dono da VS! Ela comandava tudo aquilo junto com ele. A mulher tinha um império mãos!

— Nós nos conhecemos no desfile ontem. Fiquei encantada por suas fotos. —Lynn disse claramente fingindo alguma admiração. Ela era boa na arte de ser cínica, e chegava a dar pena de como seu marido parecia cair como um patinho em suas mãos. 

—Acho difícil uma pessoa não conhecer a famosa angel Lynn! —Respondi entrando em seu joguinho de atuação. —Se sua esposa estivesse naquela passarela, aposto que não teria tropeçado. 

—Jamais! — Ela riu de forma bem humorada. — Felizmente esse episódio do tropeço ficou para trás, vamos cuidar de Lucy. O fato é que, recomendei suas fotos para Lysandre exatamente por serem bem interessantes. 

A facilidade gigantesca com que ela conseguia mentir e se manter em pé era assustador. Lynn havia ainda me indicado para seu marido. Porra! Há dez horas atrás ela estava gemendo meu nome, e agora está se fazendo de boa esposa, mostrando que além de ser uma boa modelo, também era uma boa atriz. 

— Fico feliz, senhorita Windsor. —Apertei meus lábios em um sorriso sarcástico. Lysandre estava totalmente alheio da situação, não parecendo se importar muito com a nossa repentina conversa. 

—Temos uma boa proposta para você, Castiel. Sente-se por favor! 

Lysandre estendeu a mão para uma poltrona que ficava a frente de sua grande do escritório. Lynn se afastou um pouco de nós dois, enquanto se agachava para pegar um copo de uísque. 

A morena aproveitou a distração do marido que escolhia alguns papéis enquanto comentava algum assunto comigo que não me interessava, para passar à mão lentamente por toda sua bunda, e morder os lábios em minha direção em seguida. 

Que cena mais sexy da porra! 

Meus olhos pareciam estar enfeitiçados por ela, quando tive forças o suficiente para retomar minha consciência para Lysandre. 

—Então, o que acha? —Ele me olhou com um olhar analisador. 

—Sinto muito-o. —Cocei a garganta de forma nervosa. — Estou um pouco cansado de ontem ainda. 

— Imagino. — O empresário riu. Estava bem humorado. —Pelas manchas em seu pescoço, suponho que sua noite tenha sido boa. 

Eu gelei por meio segundo após seu comentário descontraído. Rindo de forma nervosa para continuar o papo. No entanto, Lynn não parecia ter se importado nem um pouco, e mantinha as risadas da mesma forma. 

Se ele soubesse que quem tinha deixado essa marca era a sua esposa... 


— Enfim, aceita trabalhar aqui na VS pelos próximos meses? Posso pedir que falem com Russel e... —Lysandre começou a dizer. 

—Espera. — Disse cortando sua linha de pensamento. — O senhor me quer fotografando por aqui? 

— Sim! Você seria uma boa aposta, os calendários das modelos não irão se fotografar sozinhos, e como percebemos seu talento, queremos que trabalhe aqui dentro. 

Eu mal podia acreditar. 

— Eu posso pensar? — Perguntei desnorteado. — É uma grande oportunidade, mas eu estou em fase de adaptação à Nova Iorque e a empresa de Russell me ajudou muito nisso. 

— Claro que pode. —A voz sexy de Lynn se estendeu pela sala, ficando novamente ao lado de seu marido, o qual não teve a chance de me responder antes dela. —Mas não se esqueça que é uma oportunidade única, ou você vai querer sempre ser visto como apenas um substituto? — Ela me jogou um olhar desafiador, me fazendo balançar a cabeça respondendo um Não. 

— Nos ligue assim que possível, Castiel. —Lysandre novamente estendeu sua mão para apertar a minha em tom de despedida. 

Lynn fez o mesmo com suas delicadas mãos. A lembrança que elas me trouxeram da noite passada passaram como um choque em meu corpo. 

— Use uma camisa que esconda esse roxo em seu pescoço. Sabe, as vezes as pessoas só sabem fazer comentários péssimos sobre isso. — Ela riu cinicamente, fazendo Lysandre soltar um sorriso natural. 

Essa mulher era louca. E o pior, completamente boa na arte da manipulação. 

— Pode deixar, senhor e senhora Windsor. —Sorri para ambos antes de me levantar. — Tenham um bom dia. 

— Igualmente. — Ela me respondeu docemente. Focando novamente nos papéis em sua mesa. 

Sai da sala rapidamente, apenas acenando rapidamente para gentil secretária que havia falado comigo antes. 

Eu precisava escolher outra opção para minha vida profissional. Me tornar um fotógrafo oficial da VS. Mas para isso, eu precisaria me livrar da tentação que é ter Lynn Windsor como dona de tudo aquilo. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...