História Monghater - O Mundo Secreto - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Floresta, Magia, Portal
Visualizações 11
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieee
Volteii
Depois de muiiiitoooooo tempooo
Boa leitura ♡

Capítulo 18 - "Será que eles se acertaram?"


POV VALENTINE


Eu, Sarah, Oliver e Grace, estávamos andando calmamente pela floresta perto do campo em que estávamos ensinando o resto do grupo a andar a cavalo. A paisagem era agradável, com tulipas, grama e folhas verdes, e árvores altas que deixavam a iluminação fraca como nos bosques dos filmes.

Valentine: Isso é lindo - falei sorrindo observando o lugar - por que não tem lugares assim na nossa cidade?

Sarah: Deve ser porque vivemos em uma cidade grande e cheia de pessoas chatas - ela diz e eu rio - eu queria fazer um acampamento num local assim!

Valentine: Acho que vamos fazer acampamentos enquanto estamos aqui, tentando derrotar esse monstro, morte, seja lá o que for.

Sarah: Nem me lembra que a gente tem que lutar, dá preguiça só de pensar - ela diz bocejando - além do mais, teria que ficar sempre alguém vigiando. Não teria graça nenhuma um acampamento assim.

Valentine: É, verdade - digo dando uma risada fraca - mas talvez, depois que derrotarmos essa criatura, fazemos um acampamento. 

Sarah: Bom, dá última vez que fizemos um acampamento, eu fiquei bêbada, todo mundo pegou geral, e descobrimos um outro mundo.

Valentine: Sem falar que você  deu a ideia do jogo e não jogou!

Sarah: Vai me dizer que não gostou de beijar os 3 meninos? 

Valentine: Eu sei lá, foi bom, mas eu me senti mais a vontade com o Bryan mesmo.

Sarah: Huuumm shippo!

Valentine: Ei, a gente só se pegou algumas vezes, e no jogo, nada de mais.

Sarah: Vocês já se pegaram ANTES do jogo?! - ela pergunta eufórica - como não me contou isso antes?!

Valentine: Não achei que tivesse necessidade, afinal, eu e ele sempre nos pegamos por nada, tédio mesmo.

Sarah: Vocês são uns sem-vergonhas sabia?

Oliver: Tem alguma ideia do que elas tão falando - ele pergunta pra Grace.

Grace: Nenhuma - ela diz com uma risada fraca.

Sarah: SHIPPO - ela diz rindo.

Grace e Oliver: Ahn?

Valentine: Ela quer vocês tipo, basicamente, acasalando para um todo sempre e se apaixonando - digo com naturalidade.

Sarah: Exatamente - diz orgulhosa. 

Grace: Acho uma boa ideia a gente voltar para o estábulo, vocês não acham? - fala já dando a volta.

Sarah: Tá com vergonha! - ela diz com as mãos juntas perto do rosto com uma voz fina - Oliver, aprende comigo e chega nas pessoas!

Oliver: Mas ela não é uma pessoa!

Sarah: Foda-se! Vai nela e chama para acasalar!

Valentine: Grace - chamo e ela vira a cabeça para me olhar - vamos voltar, eu não quero participar da discussão dos dois não. 

Grace: Não precisa nem pedir - ela fala e ambas rimos.

Oliver e Sarah: Vamos junto!

Voltamos ao estábulo em uma conversa divertida, sobre as diferenças do mundo dos cavalos para o nosso. A Sarah e o Oliver eram os mais extrovertidos na conversa, e discutiam entre si, fazendo com que eu e a Grace acabassemos rindo grande parte do trajeto. Assim que chegamos, encontramos o Bryan e o Nigel com a Crystal e o River.


POV BRYAN


Assim que a Sarah e a Valentine chegaram, começamos a conversar sobre assuntos aleatórios, enquanto olhávamos o Max e a Angel conversando entre si sobre algum assunto, enquanto cavalgavam.

Nigell: Eles bem que podiam se juntar a nós, e não se isolarem por aí - disse com a cara fechada.

Valentine: Dá um desconto pra eles, os dois estavam em pé de guerra e agora estão felizes - ela disse sorrindo - além do mais, prefiro eles amigos e conversando longe, do que eles inimigos naquele climão perto da gente.

River: Como assim climão? - ele perguntou pra mim.

Sarah: Sabe quando tem um tornado vindo, que vai destruir a sua vida e acabar com tudo? - ela questiona   e o River assente - Já que ninguém pode fazer nada, todo mundo fica num jeito tenso e chatooo pra caralho, então fica um climão,  um clima de más...

Crystal: Expectativas?

Sarah: Isso aí mesmo!

River: Vocês são estranhos, brigam por qualquer coisinha - ele reclama e eu rio.

Bryan: Você ainda não viu nada - digo e ele balança a cabeça, como se revirasse os olhos.

Nigell: Nós nem brigamos tanto - ele diz sorrindo - só aqueles dois que brigaram. 

Valentine: Eu ainda tenho uma marca de mordida - ela diz fuzilando a Sarah com os olhos.

Sarah: Ninguém mandou pegar o meu pedaço de pizza - ela diz dando de ombros.

Oliver: Pizza?

Bryan: Vocês não tem pizza aqui?

Grace: A gente nem sabe o que é isso.

Nigell: Dá próxima vez a gente traz uma pizza pra vocês. 

Sarah: Mas pizza não faz mal para os cavalos?

Valentine: Vocês podem comer o que? - ela pergunta para os quatro cavalos.

Oliver: Tudo!

Grace: Somos animais falantes - ela diz rindo - podemos comer qualquer coisa, nosso estômago é tipo, mágico. 

Sarah: Feito então - ela diz sorrindo - mas são duas pizzas, uma grande pra vocês e uma família pra mim!

Bryan: O seu estômago também é mágico - digo - pode comer o quanto quiser, mas o estômago nunca fica cheio.

Todos riram, inclusive a própria Sarah. Ficamos mais algum tempo falando sobre assuntos paralelos, até tocarmos em um assunto delicado.

Nigell: Como é essa tal criatura do mal que nunca vimos? - ele pergunta aos cavalos.

Oliver: Também nunca vimos - ele fala - só sabemos que faz o mal por aí. 

Bryan: Bom, nem sei como esperam que a derrotemos - falo com sinceridade - afinal, somos apenas seis adolescentes que não sabem nem o que querem das próprias vidas.

River: Vocês foram escolhidos para derrotar essa criatura? 

Valentine: Infelizmente sim - ela diz com um sorriso de canto - o lado bom de termos vindo para cá, foi conhecer vocês. 

Quando a mesma diz isso, a Grace dá uma cutucada com o focinho no braço da Valentine, fazendo a mesma levantar o braço e colocá-lo em volta do pescoço da Grace.

Sarah: Ahhh parem - ela diz limpando algumas lágrimas isoladas no rosto.

Valentine: Sarinha, tá chorando por que - ela pergunta indo abraçá-la.

Sarah: Não tô chorando! -ela diz emburrada.

Todos: Tá sim!

Sarah: Afe, é só que eu não quero me despedir deles! - ela diz com algumas novas lágrimas surgindo em seu rosto.

Bryan: Abraço coletivo! - grito, fazendo todos irem até a Sarah abraçá-la.

Assim que saímos do abraço completamente desajeitado, todos nós dirigimos a vista para a Angel e o Max, que vinham até nós com a Jasmin e o Emir.

Valentine: Será que eles se acertaram? - fala preocupada.

Nigell: Eu realmente espero que sim - diz, sorrindo e pondo a mão no ombro da Valentine. 

Acho que teremos a maior guerra que esse grupo já viu. E a Angel será o centro dela.


Notas Finais


Até o próximo capítulo ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...