História Monstar - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 9
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Voltei só agora porque tava sem net :(

Capítulo 3 - Conversar.


Acordei tarde naquele dia. Obviamente Yongguk já tinha saído de casa, e naquele dis ele só tinha me pedido pra trocar a areia dos gatos. Aliás, os gatos estavam se tornando os meus melhores amigos.

Mesmo que o maluco do Yongguk não tivesse me pedido nada de estupendo, já faziam três dias que estávamos morando naquele apartamento e ja que Yongguk não fazia nada em casa, resolvi dar uma limpada com os produtos que Yongguk tinha no apartamento mesmo. A solidão havia me pego de tal forma que pela primeira vez na minha vida eu estava morando sozinho, entediado, e torcendo pra faculdade começar logo, já que só começaria na semana seguinte.

Fiquei indeciso se limparia ou não o quarto de Yongguk mas como eu era (e sou) uma pessoa muito boa, limpei só por coma mesmo querendo espancar Yongguk. Era engraçado como, em algum momento da minha vida, eu estava dovidindo um apartamento com um estranho o qual eu só sabia o primeiro nome. Boa, Shihyun.

Naquele dia, também, fui visitar meu amigo - que agora eu sabia que se chamava Hyunbin - e trocamos nossos números de celular, além de conversarmos um pouco. Hyunbin era gentil e eu agradeci muito por ter um “amigo” com quem eu poderia contar na grande Seul.

 

 

No penúltimo diaa ntes da faculdade começar, eu e Hyunbin fomos sair um pouco. Foi bom, porque, em parte, eu estava muito sufocado por ter que cuidar do apartamento do Yongguk todo sozinho mais dos gatos dele e ainda não conseguir sequer me comunicar com ele.

- Hum, acho que é isso. - eu disse assim que paramos na frente do meu prédio. - Nos vemos amanhã?

- Acho que sim. - Hyunbin sorriu. Acontece que quando ele sorriu, caiu uma gosta de água na sua cabeça. E depois começaram a cair muitas outras e quando vi já estava chovendo forte. Convidei ele pra entra no meu apartamento enquanto a chuva não parava porque ele simplesmente morava no iutro extremo da cidade e provavelmente Yongguk não chegaria naquela hora.

- Hum, fica a vontade. - Eu disse assim que entramos no apartamento e ele ficou todo alegre quando viu os gatos. - Eu divido esse apartamento com um cara mas ele nunca está aqui então...é.

- Entendo. Tem uma vista muito bonita daqui. - Ele disse se aproximando da janela grande da sala de estar.


 

A  chuva não parou tão cedo e enquanto isso eu e Hyunbin ficamos matando tempo conversando. Descobri que ele era meu Hyung.

Estávamos conversando sobre os gatos de Yongguk quando eu ouvi o barulho da porta sendo destrancada. Hyunbin prontamente se ajeitou no sofá e arregalou os olhos ao ver quem entrava pela porta. Me virei pra ver quem era, e era simplesmente Yongguk. Com mais olheiras e usando um boné.

- Oi, eu...não sabia que você chegaria agora. - Eu disse por mais que estivesse morrendo de vontade de socar Yongguk, apenas mantive a classe na frente de Hyunbin. - Espero que não se importe. - Eu disse me referindo a Hyunbin.

- Eu já vou indo. - Hyunbin disse e antes que eu pudesse me despedir.

- Cara, ele evaporou. - Eu disse olhando pro corredor do prédio tentando achar Hyunbin.

Yongguk se sentou no sofá e passou a mão pelo rosto. Parecia chocado, cansado, eu sei lá.

- O que conversamos sobre trazer estranhos aqui? - Yongguk perguntou e parecia sério. Formei minha expressão mais debochada pra ele antes de continuar.

- Cara, a gente não conversou sobre nada. - Eu disse dando ênfase no “nada”. - Eu só sei o seu primeiro nome e em três dias me tornei seu empregado particular. Não sei de onde você é, no que trabalha ou onde estuda, não sei nada da sua vida além de que você é um porre de um mal educado.

Yongguk suspirou.

- Hyunbin. Ele...é meu ex-namorado. - O moreno disse fechando os olhos e recostando sua cabeça no sofá. Arregalei os olhos. Havia acabado de xingar até a última geração da família dele sendo que havia trazido seu ex pra nossa casa.

- Eu...não sabia.

- É, você não sabia. - Ele suspirou. - Vou dormir.

- Yongguk-ssi eu...- Eu iria terminar mas ouvi a porta do quarto de Yongguk se fechar e ele automaticamente se fechou pro mundo, tal como ele era. 
 


Notas Finais


hum rsrsr oq sera que vai acontecer?
divulguem a fic com os amigos pra eu ter mais vontade de atualizar <3
obrigada pra quem ta lendo
beijinhos e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...