História Monster - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jeff The Killer
Visualizações 18
Palavras 416
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Sadomasoquismo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Eu sou bonito?”, o monstro marcava com sangue no espelho, olhando seu reflexo atordoado e não se reconhecendo. Era um jovem como qualquer outro, um dia amou sua família, e agora, não chegava nem perto de conhecer a palavra amor. Ela foi embora e simplesmente o deixou? Pouco sabia, pouco se importou.

O bullying mudou completamente seu destino. Foi alvo do ridículo e queimado vivo; respirando entre as chamas e buscando um sentido para sua existência mesmo depois do ocorrido. Sua pele se tornou uma porcelana, seus cabelos se tornaram negros como a escuridão da noite. E pela primeira vez, se sentiu completo. Sua aparência se condizia com o que sentia, e não pôde evitar; suas pálpebras veio a queimar. Pois não queria mais parar de se olhar, era tão belo, como poderia deixar de apreciar? Seu rosto não demonstrava a sua real felicidade por se descobrir um novo alguém, então com a faca veio moldar um sorriso que nunca se fechará.

A insanidade o trazia a felicidade, e essa mesma felicidade acomodou-se assim e o tirou de sua vida antiga para sempre. Substituiu o seu sofrer para que outros sofressem em seu lugar. Transformou o sangue em aquarela. Se tornou o artista de uma verdadeira chacina. Bem mais do que sua aparência mostrava, ele era o real sentido do medo.

O oculto se esconde por seus olhos jamais fechados. Por sua boca só desejava um bom sono. Pois sua função era essa; garantir que os outros dormissem, e não voltassem a acordar. O sono profundo iria realizar, e mesmo em seus pesadelos não deixaria de estar.

Com sua faca fez sua liberdade: matou um por um sem piedade. Seu conteúdo é aflição, seu desejo é homicida. Muito além do que a maioria das pessoas vêem, ele está feliz sendo o monstro que o convém. Seria injustiça não amar a ninguém?

Sua presença traz o temor absoluto, transformando a realidade em um caos profundo. A única opção era a morte, e ela Jeff haveria de trazer. Pois nada é mais belo que o fim da vida, e dela ele entendia melhor do que ninguém. Além do que outras mentes são capazes de vivenciar, esse era seu jeito de pensar: já que sua mentalidade era jogada às trevas, o brilho que o concederia seria a morte, conduzindo-o na falta de emoção humana.

A morte é o que basta para Jeff. A morte é o que mantém ele em seu próprio mundo, e dele não sairia, não mais. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...