História Monster - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Youngjae
Exibições 19
Palavras 654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá... Eu andei sumida, por problemas pessoais... Mas isso não vem ao caso.
Esse capitulo é mais uma lembrança citada no capítulo 1

Capítulo 3 - Lembrança


Flashback -sonho

YoungJae brincava com seu cachorro  no chão da sala, estava esperando seu pai chegar, queria mostrar uma surpresa para o mesmo. O garoto ouve a porta destravar  a maçaneta girar e a porta abrir, dando a visão de um homem bêbado, completamente alterado e com marcas de beijos.
- onde esteve pai ?- o garoto pergunta se levantando para ir para perto do seu genitor.- você bebeu? Que cheiro é esse? Vc está traindo minha mãe ?
- cale a boca! Você não sabe de nada garoto- o homem gritou dando um gole na garrafa em sua mão
YoungJae suspirou e seguiu para pegar a garrafa da mão de seu genitor- me dê essa garrafa, agora. - tentou inutilmente pegar a garrafa
- saia! Seu moleque insolente,como ousa?- falou o homem se afastando, e mais uma vez YoungJae fora tentar pegar a garrafa, mas dessa vez o homem lhe deu um tapa em sua face.
-  você me bateu?- YoungJae pergunta surpreso
- você mereceu, isso foi para você aprender- disse o homem cambaleando
-Você é nojento! Minha mãe te dá tudo, amor,casa,comida e você retribui assim, que tipo de pessoa você virou, você mudou da água para o vinho, não é mais o meu pai, ele nunca me bateria, seu bêbado.
- Que gritaria é essa?- a mulher aparece, na sala, vendo um clima tenso entre seu marido e seu filho- você bebeu ?- a mulher pergunta desviando o olhar de seu filho e pousando - o em seu marido- onde esteve até essa hora?
- não é da sua conta, cuida da casa e não da minha vida. Porque da minha vida cuido eu. Alias, era pra vc estar dormindo agora, anda, volta para aquele quarto e dorme- ordenou o homem tentando se manter em pé
- não, a senhora não vai- YoungJae disse à mulher e depois olhou para o homem- você não é ninguém além de um bêbado sujo, você não manda na minha mãe
- garoto, você não sabe com quem está mexendo - alertou o homem
- se eu não soubesse não estaria mexendo.
  O homem foi para cima de YoungJae, quando menos espera a mãe do garoto impede o homem de concluir tal ato, segurando a garrafa
- no meu filho você não encosta, fica longe dele, se não a polícia vai entrar nessa história.- o homem apenas se soltou do aperto dos braços da mulher e, saiu porta a fora.
A mulher foi na direção de YoungJae e afagou seus cabelos em um ato de tentar acalma-lo, e logo o abraçando, YoungJae corresponde ao abraço rapidamente. E assim ficaram...

YoungJae acordou assustado, estava suado e sua franja grudava em sua testa. O garoto se sentou na cama e abraçou suas pernas, e ficou ali parado esperando sua respiração se normalizar. Depois saiu do quarto e foi para a cozinha beber água, lá encontrando sua mãe sentada à mesa tomando um café. Olhou- a e disse:
- mãe? O que faz acordada há essa hora?- YoungJae pergunta indo para junto da mulher
pq a mulher pareceu pensar- só... Perdi o sono.
- sabe que horas são?
A mulher olhou para o relógio pregado na parede- três horas e dez minutos da madrugada- disse a mulher e deu um gole em seu café, YoungJae apenas a observava, sabia bem o motivo dela estar acordada, esperava por seu marido, o pai de YoungJae.
- meu filho, vá dormir, você tem aula a manhã- falou a mulher se levantando- vamos, eu te deixo no seu quarto.
- Okay... Quem sabe eu não durmo um pouco- disse YoungJae acompanhando sua mãe.
- a manha me conte o porquê de você ter acordado essa hora
-Okay, mas a manhã, por hora vou tentar dormir, e vc deveria fazer o mesmo, dona Minhee- YoungJae disse acariciando o rosto da mulher e em seguida sorrindo
-boa noite mãe.
-boa noite meu bem.


Notas Finais


Obrigada por ler
Criticas construtivas são bem vindas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...