História Monster After High: Um Mundo de Segredos - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Academia de Vampiros (Vampire Academy), Ever After High, Monster High
Personagens Apple White, Ashlynn Ella, Baba Yaga, Blondie Lockes, Briar Beauty, C.A. Cupid, Christian Ozera, Clawd Wolf, Clawdeen Wolf, Cleo de Nile, Deuce Gorgon, Dimitri Belikov, Draculaura, Frankie Stein, Nefera de Nile, Raven Queen, Rosemarie "Rose" Hathaway, Tasha Ozera, Vasilisa "Lissa" Dragomir
Tags After High, Aventura, Conto De Fadas, Fantasia, Ficção, Monster High, Vampire Academy
Exibições 9
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - O SUPREMO (part.I)


*Narradora*

Lala deixou todas as garotas que foram com ela até a cabana de Baba Yaga, a maioria morava na mesma rua, na de baixo ou na de cima. Ela e Raven vão para casa, ainda em silencio pensando do que a feiticeira disse há duas horas atrás.

Elas sobem as escadas da garagem, Lala vai pra cozinha, Raven vai arrumar seu novo quarto. Na cozinha estava tio Vlad e Elizabeth, estão na cozinha:

- Resolveu o que tinha que resolver! – Indaga tio Vlad

- Nem tanto, só me trouxe mais dúvidas. – responde Lala, abrindo a geladeira e pegando uma garrafa de coca

- Pois bem mocinha, agora você também não sai mais. De castigo por 1 mês! – Diz tio Vlad.

- Meu Deus, porque? Só porque eu sai ontem? Você sabe muito bem que eu posso matar alguém em um piscar de olhos! – Debate Draculaura colocando a coca cola no copo

- Não é por isso, bem, não só por isso! – Continua tio Vlad, pegando um copo para acompanha—la

- Oxi, porque então? – Pergunta Draculaura.

- Chegou uma intimação pra você, do conselho SUPERIOR! – Completa Vlad

- Porque? – Pergunta Lala indignada

- Querem te tirar da fila do trono por você ter participado da Revolução I.R.A.D.O, viajaremos hoje a noite para o seu, como posso dizer? Julgamento. – Responde o tio.

- Eu trouxe liberdade a todos os I.R.A.D.O.S, trouxe liberdade ao meu povo, ao nosso povo! – Exclama Lala ainda mais indignada.

- Eu sei querida, mas guarde seu discurso para o Supremo! – Tio Vlad fala e sai da cozinha.

Draculaura continua lá, sentada na mesa redonda que havia para os cafés da manhã, olhando Elizabeth cozinhar mas com a mente em outro lugar. Ela começa a bater as unhas na laca branca da mesa.

“TEC     TEC     TEC     TEC     TEC”

- O que você acha disso, Lizzy? – Indaga Lala á Elizabeth

- Eles estão loucos, só pode! Nossa vida melhorou mais do que poderia melhorar em vinte mil anos, e quem nos proporcionou isso foram você e suas amigas! – diz Elizabeth – E mais, eles estão fazendo isso pra sua prima, Vasilisa, subir ao trono e comandar o clã dos Dragomir, já que ela é manipulável e você não!

- Hoje eu fui em uma bruxa, feiticeira, sei lá o que ela era! Ela disse que muitas coisas vão acontecer de alguém ascender o trono, mas que eu tenho o dobro de chance que os outros. – Conta Lala.

- Sem falar, que você pode liderar dois clãs, o que te dá muito poder já que eles fazem parte dos 10 clãs reais, e dos 5 mais poderosos! – Continua Lizzy

- Obrigada Lizzy, estou mais confiante! – Diz Lala abraçando Elizabeth e saindo da cozinha em seguida.

Draculaura sobe as escadas e vai para seu quarto arrumar as malas para sua mini-viagem á Romênia, mais precisamente em Cluj-Napoca na Trânsilvania, sede da cora e do Supremo, também lar dos seus avós tanto por parte de mãe quanto por parte de pai. Ela está empolgada, não pelo fato de estar sendo julgada pelo SUPREMO (o SUPREMO faz parte da elite e do maior escalão da nobreza vampira, cada família real tem direito a três vagas no conselho primordial e uma no SUPREMO. O SUPREMO julga os crimes mais altos da sociedade vampira, e a única autoridade maior que eles é a Rainha), mas sim pelo fato de poder mostrar o quanto é madura para a nobreza vampira, e principalmente para sua família.

- Jaz aqui a delinquente mais perigosa do mundo vampiro! – Disse Luck em tom de ironia, entrando no quarto de Lala.

- HAHAHA engraçadinho! – Fala Lala revirando os olhos.

- Pensa que tem um lado bom, é a primeira vez que vamos ver mamãe e papai juntos em 800 anos! – Observa Luck.

- Vamos ter a família toda reunida para ver a minha desgraça, uhul – Responde Lala colocando os braços pra cima e sacudindo a mão – O lado bom pra mim é que eu vou poder usar essas minhas capas M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A-S!

- Pode de fingir que não se importa, que é durona, mas eu to ligado que é a coisa que você mais se importa! – Diz Luck – Até daqui a pouco bobona! – Luck sai e fecha a porta.

Draculaura termina de arrumar sua mala, e desse com elas para a garagem e coloca no porta malas de sua Discovery, ela sobe as escadas novamente, coloca um vestido lápis preto, um escarpam cinza aveludado e uma longa capa preta. Ela recelhe seu macbook e o carregador dele, e seu iphone também com carregador e já guarda no carro.

23:00 PM

Raven e Evlyn já estão prontas, as coisas delas estão em uma BMW X1, carro que elas vão até o aeroporto para embarcarem na viagem. Tio Vlad, Beatrice e Luck estão em outra Land Rover Discovery e Amélia em uma Escalade.

A garage se abre e os carro vão saindo enfileirados na sequencia tio Vlad, Lala, Amélia e Evlyn. O Conde já está em Cluj-Napoca, e o resto da família ira encontra-lo lá.

No carro de Lala está tocando no último volume Closer dos Chainmonkers feat. Halsey, mas sua mãe liga e a música para de tocar, Lala atende pelo o comando do volante:

- Oi mãe, pode falar!

- Eu terei que me atrasar 10 minutos, porque Bruce ainda está colocando as coisas no carro, peça para que me esperem! – Diz Carmélia

- O Bruce vai? – Indaga Lala.

- Por que não iria?

- Tchau mãe, tenho que desligar!

Após uma hora e meia o clã chega até o aeroporto onde encontrava-se o avião particular deles.

- Tio, minha mãe vai se atrasar dez minutos, porque o Bruce se atrasou, ou algo do tipo – Avisa Lala á tio Vlad

- O Bruce vai? – Diz tio Vlad surpreso.

- “Por que não?”, foi o que ela disse quando eu perguntei! – Responde Lala.

Carmélia chega ao aeroporto e o Clã entra no jatinho. Evlyn e Carmélia estão frente a frente pela primeira vez.

- Então foi com isso que seu pai resolveu se casar? – Provoca Carmélia, todos arregalam os olhos.

 

 

[To be continued...] 


Notas Finais


Bom gente, o capítulo ficou curto mas eu na queria ficar sem postar hoje!
obrigada por lerem! XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...