História Monster College - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colégio, Fantasia, Lilycollins, Lobisomem, Monstercollege, Taylorlautner
Visualizações 3
Palavras 4.879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - 10. Noite de fuga


Jake.

Ja faz três semanas desde que Hailey e eu ficamos pela última vez, ela agora tem andando mais com a gente e o pessoal pareceu aceitar bem os irmãos dela também.

Os mistérios ainda rondam a fenda do lago, mas infelizmente nós não sabemos ainda como podemos ajudar a Lilás a encontrar a irmã dela, então por hora, resolvemos focar apenas nos estudos.

E claro, na amiga sereia do Jimmy e em como ela pode começar a andar com a gente também.

Sim, andar.

Literalmente.

— você tem certeza que vai dar certo Laila? E se ela ficar...sei lá, defeituosa..- Jimmy hesita.

— é por isso que nós vamos fazer testes. Essa poção é pra ser temporária, mas com ajuda das algas enfeitiçadas que estavam na fenda, talvez o efeito dure um pouco mais. Anda bebe e se transforma.- ela pede.

Eu fiquei de canto só observando tudo, enquanto Denny vigiava a porta e Kirstem ajudava ela a mexer o caldeirão.

Jimmy pegou o copo da mão dela e respirou fundo antes de tomar um gole, depois olhou pra ela esperando e deu de ombros.

— e agora?

— agora você se transforma em alguma coisa, e nós marcamos o tempo de transformação.- ela fala.

Ele se concentrou e então tomou a forma dela, Laila bateu a mão na testa e praguejou.

— não eu né!

Jimmy ficou igualzinho a ela, mas usando as roupas dele.

Ele olhou pra gente sem saber oque dizer e não tive como controlar, Kirstem e eu nos olhamos e começamos a rir.

Denny olhou por cima do ombro e quando viu as duas Lailas ficou intrigado.

Kirstem e eu quase caímos no chão de tanto rir.

— oque houve aqui.- Denny se aproxima.

E de repente Carlos entra com a Hailey e olha para as duas de queixo caído.

Ele balbucia apontando para os dois, e a Laila verdadeira ergue a mão.

— sou eu..

Carlos corou e engoliu seco, Hailey olhou pra mim com uma sobrancelha erguida e perguntou.

— eu preciso mesmo saber?

— nem queira..- Kirstem responde.

Me recompus e peguei minha mochila.

— valeu pelas risadas gente. Mas eu tenho que ir..prometi ao treinador que não iria me atrasar.- jogo a mochila nas costas e vou para a porta.

— eu também vou indo, tenho treino também.- Carlos me segue.

— me espera..- Denny da um selinho na Kirstem e sai com a gente.

Hailey e Laila ficaram lá com o Jimmy, mas logo se apressaram para sair também.

— acho que eu vou ver o treino de vocês, não achei nada na biblioteca que ajudasse no caso da Lilás.- Kirstem diz.

Paramos na porta esperando o Jimmy e ele disse.

— eu vou depois que isso passar..

— jaja acaba. Eu usei só um pouco da alga.- Laila responde.

Nós todos saímos e seguimos para o vestiário, lá o treinador Finnegan passou algumas coordenadas, como também quem ja tinha entrado para o time.

— Meysner...Belmon...Adrian...e Carlos!- ele finaliza a lista.

Carlos se levantou comemorando por estar no time finalmente e berrou no nosso ouvido.

— AAAEEEEHHHH!! ATE QUE ENFIM!!

Nós rimos dele e nos preparamos para entrar em campo.

— porque o treinador nunca te chama pelo sobrenome?- Denny pergunta.

— verdade, eu te conheço a uns 8 anos e nunca vi ninguém dizer seu sobrenome..- comentei.

— acredite, esse é um favor que ele me faz.- Carlos assegura.

Troian chegou de repente e se intrometeu na conversa.

— porque? O nome dele é tão estranho assim?

— nem tanto..mas admito que ja pensei em pegar o sobrenome da Laila quando a gente se casar..- Carlos ri.

— pra isso você tem que ficar com ela né.- Denny cutuca.

— pra isso ela tem que saber que ele quer ficar com ela né..- cutuco também.

— bom..eu sei que meu sobrenome ficaria lindo mesclado ao da Hailey.. Ahh mal posso esperar pra ela se tornar uma Bernard Salazar.- Troian suspira.

Revirei os olhos e fingi não ouvir, ele tem feito muito isso ultimamente.

Se intrometendo nas nossas conversas, ou na nossa roda e sempre pra falar da Hailey ou o quanto ele esta bem perto de ficar com ela.

Coitado, mal sabe ele que não tem nem chance.

Nós concordamos em ser amigos, mas eu sei que bem lá no fundo se eu quiser ficar com ela, ela vai preferir a mim e não ele.

Terminamos de nos trocar e fomos para o campo, quando chegamos lá as garotas ja acenavam das arquibancadas, e como sempre ao vê-la sorrir pra mim, meu coração acelerou.

E Troian como sempre, achou que fosse pra ele.

Balancei a cabeça indo para a minha posição e ri dele.

Otário, ela ta sorrindo pra mim.

_________________________________

Hailey.

Ser amiga do Jake era uma coisa nova, mas até que nós estávamos indo bem.

Agora eu e Arth andávamos com os amigos dele, e ate Seven que costuma ser bem recluso, se acostumou com a ideia de me dividir.

No meio da terceira semana, nós decidimos ajudar o Jimmy com uma poção para a namorada dele.

Eu ainda não entendia tudo direito, mas se era para um bom motivo, então valia a pena ajudar.

O único problema é que a poção não estava saindo perfeitamente e Laila queria algo que fosse durar, ou de fato a sereia não ficaria por muito tempo fora da água.

Depois de deixa-lo na sala de química esperando o efeito acabar, segui com as meninas para o campo e ficamos nas arquibancadas esperando os meninos entrarem.

E como era óbvio, elas continuaram com as perguntas diárias.

— mas eaí, você e o Jake...não rola nada?- Kirstem sonda.

Olhei para o campo pensativa e suspirei.

— nãããoo... Ele não faz meu tipo.

Okay, essa foi provavelmente a mentira mais ridícula que ja dei, mas ainda sim necessária. Eu não tinha certeza do que ele sentia por mim, e embora o Arth dissesse sempre pra eu investir, eu ainda acho que devo esperar.

Pelo menos por algum sinal ou iniciativa da parte dele.

— sei, aposto que estão se encontrando escondido todos os dias.- ela cutuca.

Revirei os olhos e não respondi, Laila se juntou a nós e perguntou.

— sobre oque estão falando?

— nada demais..- dei de ombros.

— nada demais como o fato de você e o Jake estarem se dando bem? Ou nada demais como e fato de que você não para de pensar nele?- Laila retruca.

Olhei pra ela por cima do ombro e reclamei.

— você tem que parar de ler minha mente Laila, é sério. Ja não basta meu irmão.

Ela riu.

— okay, desculpa..foi no automático.

— porque não fala logo com o Carlos?- revidei.

— porque não fala com o Jake?- ela cerra os olhos pra mim.

Revirei os olhos e não respondi.

Ambas iam viver alfinetando uma a outra esperando que os meninos tomassem uma decisão, quando nós claramente tínhamos o controle de tudo.

Kirstem gritou e assoviou para os meninos, e Denny soprou um beijo na direção dela.

— eu estou pensando em sair hoje a noite.. Vocês topam?- ela propõe.

— sair? Tipo, sair da escola?- indaguei.

— é, Denny e eu queremos dar uma volta. Eu soube que tem um parque novo no centro, e uma pista de patinação no gelo.- ela responde.

Laila e eu nos olhamos e demos de ombros.

— se ninguém nos pegar eu topo.- falei.

— quem mais vai?- Laila pergunta.

— Denny, eu, Jake, Carlos, Ji...

— eu topo!- ela a interrompe.

Eu ri e Kirstem também.

— vamos falar com os meninos no final do jogo.- ela sugere.

Então nós prestamos atenção na partida ate ela terminar, e depois fomos direto para a saída do campo esperar os meninos.

Eu nunca tinha saído com amigos para programa algum, essa seria a minha primeira vez e também era uma aventura por ser proibido sair da escola.

Ja dava pra imaginar o quanto eu estava ansiosa.

_______________________________

Jimmy.

Esperar era uma droga, ainda mais sabendo que todos estavam se divertindo sem mim.

Fiquei dentro da sala de química ate perder a noção do tempo, e quando pareceu que estava anoitecendo, resolvi sair e ir para o alojamento.

Pelo menos eu ficaria seguro lá sem que ninguém me pegasse nesse estado, de todas as pessoas da sala eu tinha mesmo que mutar e ficar igual a Laila.

Eu sou mesmo uma anta.

Saí da sala e andei de fininho pelos corredores ate que de repente esbarrei no Cezar, congelei de medo e engoli seco.

Afinal de contas, ele poderia sentir meu cheiro e descobrir tudo.

— Laila? Oque faz aqui?- ele pergunta.

Droga, esqueci que esse é o corredor dos meninos.

— ahmmm..- tossi e tentei afinar a voz ainda mais, mesmo sabendo que ja estava com a mesma voz que ela.- eu..eu só estou procurando um dos meninos.

— hm. Minha mãe não gosta de visitas depois do toque de recolher. Você sabe.- ele cruza os braços.

— só vai levar um minuto..- tentei sorrir.

— okay. Mas não diga que não avisei..- ele passa por mim e vai embora.

Soltei o ar e respirei aliviado, mas quando ele estava virando a esquina olhou pra trás e indagou.

— Laila.. porque está com essa roupa?

Parei no mesmo lugar e engoli seco me virando pra ele.

— é por isso que eu estou aqui..aconteceu um acidente na aula e eu tive que pegar umas roupas dos meninos..agora vim aqui pra devolver.

— mas vestido com a roupa ainda?- questionou.

— eu...eu...ahm...- fiquei sem saber oque responder e por sorte alguém apareceu e chamou por ele.

Assim que Cezar virou para falar com ele, aproveitei para correr e entrar logo no quarto.

Sentei na cama e exalei, esperei por duas horas ate que alguém aparecesse ou no mínimo que o efeito da poção acabasse.

Mas como estou sem sorte, nenhum dos dois aconteceu.

Deitei e quase adormeci esperando pelo pessoal.

_______________________________

Jake.

— ih, ja vi que as meninas estão aprontando.. Conheço aquela cara..- Denny comenta.

Olhei para a saída de campo e vi Hailey, Laila e Kirstem esperando por nós.

Andei ate elas e Kirstem pulou na nossa frente contando a novidade.

— vamos fugir?

— fugir?- Denny arregala os olhos.

— sair da escola depois do toque de recolher. Anda, vai ser legal.. As meninas querem ir também.- propôs.

— sair pra onde?- perguntei.

— um parque de diversões abriu no centro, eu soube que tem uma pista de patinação no gelo.- ela fala animada.

— hm..pode ser.- dou de ombros e passo por eles.

Denny e as meninas ficaram pra trás e eu fui andando na frente com o Carlos, olhei para trás pra ver se eles estavam nos seguindo e vi Troian de papinho com a Hailey novamente.

Cerrei os punhos e respirei fundo virando para a frente de novo, Carlos percebeu e perguntou.

— porque não diz logo que esta afim de ficar com ela?

— porque que não diz logo que esta afim de ficar com ela?- olhei para Laila e retruquei.

Ele parou de andar e me encarou incrédulo, voltei para dentro da escola, mas logo fui alcançado pela Hailey que apareceu do meu lado toda animada.

— oi, você vai com eles mesmo?- puxou assunto.

Dei de ombros e não respondi, ela pareceu incomodada, então eu mudei de assunto.

— porque o Bernard esta sempre atrás de você?

Ela revirou os olhos e respondeu.

— o Troian é insistente, mas não faz meu tipo.

— tem certeza?- olho pra ela.

Ela devolveu o olhar com um sorriso de lado e respondeu.

— absoluta.

— okay, então presumo que não tenha chamado ele para o passeio...

— quem teve a ideia foi a Kirstem, então acho que se for pra convidar, ela ja teria o chamado.

Paramos perto do corredor dela, e eu resolvi leva-la ate a sua porta.

Quando chegamos lá, ela parou na entrada e virou pra mim mordendo o lábio.

— você não disse se vai..

Cheguei um pouco mais perto, o suficiente sentir o hálito dela e respondi olhando nos seus olhos.

— se você for, eu vou.- pisco pra ela e me viro para ir.

Essa fuga nem começou, e ja esta me deixando com os nervos a flor da pele.

_____________________________

Hailey.

Os meninos saíram do campo e vieram na nossa direção, eu estava animada com a ideia da fuga, mas confesso que gostaria mais ainda se Jake dissesse que também vai.

Assim que ele se aproximou com os rapazes tentei falar com ele, mas Troian logo tirou minha atenção dali e me chamou de canto.

— oi, posso falar com você um minuto?- ele pede.

Olhei para o Jake de longe e assenti, fui para o canto com ele e respondi.

— oque foi?

— nada..é que eu queria saber se você esta afim de estudar no meu quarto depois..- ele coça a cabeça sem jeito.

— hmm, não sei. Esta ficando um pouco tarde..- digo sem tirar os olhos do Jake.

Jake saiu da roda e foi andando de volta para a escola, Troian tentou insistir um pouco mais, mas eu o interrompi e falei.

— desculpa hoje não dá. Depois a gente se fala..- sai andando e corri para alcançar o Jake.

Ele ja estava perto dos corredores, mas eu consegui alcança-lo e acho que também o fiz mudar de ideia quanto a sair com o pessoal.

Depois dele me deixar na porta do meu quarto, foi para o dele e eu fiquei sozinha suspirando e ansiando pelo nosso passeio.

_______________________________

Carlos.

— você vai com a gente?- Laila para do meu lado.

— ah...não sei...você vai?

— acho que sim, parece divertido...e além do mais, nós não saímos faz tempo.- deu de ombros.

— nesse caso, então não tenho como negar..- sorri olhando pra ela.

Ela sorriu de volta e meu coração se acelerou.

Mas é claro que eu vou!

E onde mais eu iria poder ficar pertinho dela sem precisar de uma desculpa idiota?- pensei.

— nos vemos mais tarde então..- ela pisca pra mim e sai andando.

Meu coração deu um pulo no peito só com a piscada, então imagina com um beijo dela?

Balancei a cabeça voltando a mim e continuei meu caminho ate o quarto, quando entrei Jake estava tomando banho e Jimmy pelo visto ainda estava com a cara da Laila.

— você ainda esta assim?- indaguei.

— pelo visto o efeito vai durar um pouco mais dessa vez..- ele suspira.

Esfreguei as mãos no rosto e pensei em uma solução rápida, mas nada vinha a minha mente.

De repente Jake aparece de toalha e questiona.

— como vamos sair com ele assim?

— simples, não vamos! Não dá pra ele sair com essa cara e usando essas roupas.- contestei.

— vocês vão sair?- Jimmy pergunta.

— nós sim, você não.- respondi.

— mas espera...nós também não podemos deixar ele aqui. Se o Cezar o pegar aqui no quarto, pode pensar merda e aí nós estamos ferrados.- Jake argumenta.

Pensei um pouco e falei.

— nós temos que falar com a Laila.

_______________________________

Jimmy.

Depois do toque de recolher, Jake e Carlos me acompanharam pelos corredores ate chegar no quarto das meninas, depois de entrar sozinho, eu fui recebido por elas e Laila ficou de me ajudar com um desfarce ja que a poção não tem reversão a menos que acabe.

Enquanto isso, Jake, Carlos e Denny ficaram nos esperando no ginásio das piscinas para que de lá nós saissemos todos juntos da escola.

— tem certeza que ninguém vai reparar? E se eu ficar estranho..- pergunto enquanto me visto.

— deixa de bobagem Jimmy, essa roupa fica linda em mim. - Laila responde.

— sai logo daí pra gente ver..- Kirstem manda.

— espera..- reclamei.

Saí depois de mais alguns minutos e elas me olharam com uma cara de aprovação.

Abri os braços e fiz cara de tédio.

— ta legal?

— você ficou lindo nesse vestido...mas espera, ainda falta o suéter.- Laila corre para o closet.

Revirei os olhos e bufei.

Kirstem me olhava querendo rir e perguntou.

— porque demorou tanto pra se vestir?

Desviei o olhar dela sem graça e respondi.

— porque eu estava de olhos fechados..não... não quis olhar, quer dizer..é o corpo da Laila né.

Ela riu e fez um olhar de piedade.

— awnn Jimmy. As vezes eu ate me esqueço o quanto você é fofo..

Laila voltou com um casaco cinza e me entregou.

— pronto, agora esta linda.- ela pisca pra mim.

Revirei os olhos de novo e peguei o casaco da mão dela.

— vamos logo, os meninos ja estão esperando faz tempo.- Kirstem lembra.

Elas saíram na frente, e eu fiquei esperando mais um minuto para o caso de alguém me ver junto da Laila.

Depois de uns 5 minutos saí do quarto, mas dei de cara com o Troian.

Soltei um grito de susto na hora, que saiu fino e o fez rir.

— caramba, você me assustou.- ponho a mão no coração.

— desculpa, eu queria falar com a Lilás, mas ja que você esta aqui.. Quero que dê um recado para a Hailey.

— oque você quer com ela?- cruzo os braços.

— só diz pra ela que se mudar de ideia eu vou estar no meu quarto, e quanto ao Belfort..

Apontei um dedo na cara dele e o interrompi.

— não se meta entre a Hailey e o Jake entendeu? Ou eu transformo você em um hamister!- saí andando e deixei ele para trás.

Troian ficou parado me olhando confuso e eu acelerei o passo para me encontrar com o pessoal no ginásio.

Quanto mais eu tento me manter fora de problemas, mas encrencado eu fico a cada dia.

_______________________________

Denny.

Jake e Carlos foram levar o Jimmy para o quarto das meninas, e enquanto isso eu aproveitei para buscar Hailey e segui para o ginásio.

Ela ficou de nos encontrar no final do corredor, e quando cheguei, ela ja me esperava.

— oi. Vamos?

— vamos.

Nós nos esgueiramos pelos corredores, e por pouco quase não demos de cara com o Cezar.

Espiei por um corredor e quando vi que a barra estava limpa, fiz sinal para ela me seguir.

Hailey também andava nas pontas dos pés, e quando chegamos na porta do ginásio ficamos esperando o resto do pessoal.

— ótimo, eles estão vindo.- suspiro aliviado.

— ainda bem, eu ja estava morrendo de medo de sermos pegos.- ela ri.

Kirstem veio correndo para o meu lado e jogou os braços envolta do meu pescoço me roubando um beijo.

Rodopiei ela no ar e logo Jake começou a reclamar.

— ta legal, ja chega. Vamos logo antes que alguém apareça.

— espera, ainda falta o Jimmy.- Laila lembra.

Nós esperamos ate ver ele sair pela entrada dos fundos e vir na nossa direção correndo nas pontas dos pés.

— agora sim podemos ir.- falei e segui na frente.

________________________________

Jake.

A trilha para fora do colégio começava na mata e terminava numa estrada que dava para o centro da cidade.

Nós seguimos apé sem chamar atenção, e conseguimos chegar no parque a tempo de se divertir bastante antes de amanhecer.

Hailey andava do meu lado o tempo todo, e embora Denny e Kirstem fossem os únicos a darem as mãos, eu ficava preocupado se devia tentar me aproximar dela ou não.

Por fim, preferi não exagerar.

Assim que chegamos no parque, Denny e Kirstem saíram para namorar, e nós cinco ficamos juntos para que ninguém se perdesse.

— ei..posso falar com você?- Carlos cochicha.

Me aproximei um pouco para ouvir e disfarcei enquanto as meninas e o Jimmy olhavam algumas barracas premiadas.

— que foi?

— ahm...eu to querendo um tempo a sós com a Laila, então ....será que você pode dar uma volta com o Jimmy e Hailey, sei lá..- pediu.

Olhei para o céu estrelado e respirei fundo pensando, voltei a olhar pra ele e assenti.

— ta, mas fica me devendo uma. E se você não beijar a Laila...- apontei um dedo na cara dele.

Ele sorriu e ergueu as mãos em retirada.

Chamei Jimmy e Hailey para dar mais uma volta, e eles ficaram a sós curtindo um pouco a noite.

Nós três andamos juntos por alguns minutos, mas logo eu quis sumir com o Jimmy também.

— então... Jimmy, porque não vai comprar uma pipoca, vai lá.. Toma, ate te dou o dinheiro.- botei uma nota de cinco na mão dele e o empurrei para a multidão.

Hailey e eu ficamos sozinhos e ela desviou o olhar de mim sem graça.

Me aproximei dela coçando a cabeça e pigarreei.

— ta afim de ir na roda gigante?- perguntei.

Ela olhou pra cima vendo o brinquedo enorme e estremeceu.

— não sei...eu tenho medo de altura..

— eu seguro sua mão...- peguei a mão dela e a arrastei comigo.

Nós pagamos para entrar e sentamos no primeiro assento vago que surgiu, Hailey se remexeu por trás das travas mesmo antes de ligarem o brinquedo, mas assim que segurei sua mão e entrelacei na minha, ela baixou o olhar para nossos dedos e sorriu sem dizer nada.

______________________________

Denny.

— anda amor, é fácil!- Kirstem me chama de novo.

— eu to tentando..eu to tentando..- estico os braços pra frente e vou deslizando ate ela.

Ela riu e me segurou pela cintura tentando me ajudar, mas foi impossivel me ensinar patinação, eu só caía e ainda derrubava ela.

Depois de desistir da pista de gelo, nós demos mais uma volta e logo ela se encantou com outra coisa.

— olha, uma cabine fotográfica!- ela me arrasta com ela.

Entrei e sorri com ela para todas as fotos.

— awnnn ficaram lindas, vou guardar pra sempre.- ela me da um selinho.

Olhei pra ela sorrindo e assenti.

Tudo ao lado dela se tornava mágico e inesquecível.

________________________________

Carlos.

Tudo oque ela fazia era lindo, tudo oque ela tocava se tornava especial, tudo nela era perfeito.

Então porque diabos eu não consigo me declarar pra ela?

Laila me olhava de canto o tempo todo, as vezes sorria e as vezes balançava a cabeça como se discordasse de algo que eu dizia. Mesmo sem eu ter dito nada.

Depois de andar um pouco, decidi parar em uma dessas barracas de prêmios e ganhar alguma coisa pra ela.

— quer um bicho de pelúcia?

Os olhos dela brilharam e ela sorriu assentindo.

— okay, então vamos ver como eu faço isso aqui..- pedi ajuda ao atendente e ele me explicou.

Eu tinha que acertar um alvo e se conseguisse acertar bem no centro com uma pontuação alta, levava o prêmio que escolhesse.

Tive que fazer DOZE tentativas, mas finalmente consegui um bichinho de pelúcia pra ela.

Era isso, ou entregar minha dignidade ao vendedor da barraca junto da arminha de pressão.

Laila ficou super contente com o presente, oque automaticamente fez meu ego crescer e quase explodir.

Nós continuamos andando mais um pouco, ate que eu crio coragem finalmente e falo com ela.

— Laila...

Ela parou de andar e virou pra mim com uma expressão ansiosa, engoli seco olhando ela nos olhos e fiz o máximo que pude para não gaguejar.

— eu...queria muito saber se....

— seee...?- ela sorria esperando o resto da frase.

E imperceptivelmente começamos a nos aproximar devagar, quase se tocando.

A ponta do meu nariz ja roçava no dela, eu não tinha nem terminado a frase e ambos ja fechavamos os olhos ansiosos para oque estava por vir, quando de repente fomos interrompidos por um grito numa voz familiar.

Laila e eu nos olhamos assustados e ela falou.

— JIMMY!

Ela correu na direção do grito, e eu fiquei parado com um biquinho esperando para beijar o ar e completamente frustrado.

Bufei alto e praguejei indo atrás dela.

Eu vou matar o Jimmy!

______________________________

Jimmy.

Jake me dispensou para ficar a sós com a Hailey, e como eu sabia que de fato estava sobrando, resolvi andar sozinho e procurar algo legal para fazer.

O único problema, é que eu era uma garota e estava sozinha num parque de  diversões.

Ou seja, um prato cheio para os babacas de plantão.

Andei por algumas barracas e parei em uma que media a força, pedi ao atendente para me dar o martelo e ele piscou pra mim.

— aqui esta boneca.

Revirei os olhos e fui para a marcação, alguns caras na fila começaram a mexer comigo, e foi aí que eu soube que teria que mostrar com quem estavam lidando.

Ergui o martelo pesado acima da cabeça e então desci com toda força sobre o ponto marcado, o sinalizador marcou 100% e todos da fila aplaudiram pra mim impressionados.

Fui ate a barraca pegar meu prêmio e um idiota apareceu do meu lado, pegou no meu cabelo e começou a se aproximar.

Muito!

E inconvenientemente!

— da licença..- empurro ele com o cotovelo.

— oque foi boneca? Não gosta de um carinho?- ele passa a mão no meu rosto.

Dei um tapa na mão dele e o olhei feio, peguei meu prêmio na barraca e saí andando com a minha pelúcia gigante.

O babaca veio atrás de mim e dessa vez não estava sozinho, quando percebi que estava sendo seguido, olhei para trás e cerrei os punhos.

Parei de andar e um deles brotou na minha frente.

Era o da barraca.

— que foi boneca? Seu namorado te largou?

Revirei os olhos e bufei.

— sai da minha frente..- pedi.

— eu te vi jogar... Você é bem forte sabia..- ele da um passo a frente e eu um para trás recuando.

— cara, é melhor você ir embora..- avisei.

Ele ri olhando em volta e da mais um passo na minha direção.

— porque? Vai me bater? Tsc tsc tsc..sabia que eu adoro as duronas..elas são bem mais interessantes na hora de domar.- ele se aproxima ainda mais.

— ja disse pra sair da minha frente!- exigi.

— ou oque?

Ele da mais um passo me obrigando a recurar e eu esbarro em outro cara que estava atrás de mim, me virei e vi que eles eram três.

Larguei o urso no chão e ergui os punhos pronto pra briga, mas me esqueci de um pequeno detalhe, eu ainda estou com o corpo da Laila.

— podem vir..garanto que acabo com os três!- ameacei.

Os três se olharam e começaram a rir, depois me olharam como se encarassem uma presa e então vieram pra cima de mim.

Não me lembro do que aconteceu, só sei que quando voltei a mim, Carlos estava me retirando de cima de um deles.

______________________________

Carlos.

Quando encontramos o Jimmy, ele estava prendendo um cara com uma chave de coxa, enquanto torcia o braço dele e outros dois semi desmaiados tentavam se por de pé.

Fui ate lá tirar ele de cima do cara, e quando se viu livre, o brutamontes olhou para Laila confuso e indagou.

— vocês são duas?

Laila olhou pra mim e depois para o Jimmy, que na mesma hora começou a voltar a sua forma original.

O rosto dele começou a mudar de forma na frente de todos, então eu tive que tomar medidas drásticas e agir rapidamente.

Tomei um balde de pipoca de um casal que estava passando e enfiei na cabeça dele o arrastando para fora dali.

— hora de ir embora Laila..- berro e arrasto Jimmy para fora do parque.

Ela ficou para trás e tentou se desculpar por qualquer inconveniência da sua suposta irmã gêmea.

— desculpa a minha irmã, ela tem uns problemas de controlar a raiva..- sorriu sem graça e correu para me alcançar.

Enquanto eu arrastava Jimmy debaixo do balde, ele reclamava e mudava a sua forma de antes.

— me solta....eu não estou vendo nada com esse balde!- ele termina a frase com a voz dele.

Nós ja estávamos longe o suficiente, então o soltei e tirei o balde da cabeça dele.

Jimmy tinha voltado a ser ele mesmo, mas agora estava com as roupas da Laila.

Ela chegou logo depois de nós e Denny e Kirstem estavam com ela, ambos os três se surpreenderam com o Jimmy e riram.

— é eu sei...a poção acabou.- ele resmunga.

— se serve de consolo..você ainda fica lindo com essa roupa.- Kirstem alfineta.

Ele revirou os olhos e nós ficamos na entrada da trilha esperando Jake e Hailey resolverem aparecer.

_________________________________

Jake.

Hailey se distraiu com a vista e começou a ficar mais relaxada, eu ainda segurava a mão dela e toda vez que olhava pra ela sentia vontade de beija-la.

Quando a roda gigante estava na segunda volta, tomei coragem e decidi falar sobre oque a gente sempre evitava.

Nós.

— ahm...- limpo a garganta antes de continuar- oque esta pensando?- pergunto como quem não quer nada.

Ela olhou pra mim finamente e seus olhos traziam um brilho que eu não tinha visto antes.

— em como isso aqui é lindo visto de cima..- sorriu.

— é mesmo..- disse sem tirar os olhos dela.

Ela desviou o olhar corada e voltou a olhar para baixo, tentei me aproximar um pouco mais e ja que ela não tinha pra onde ir e nós também não tínhamos mais espaço ali, não teria como fugir.

Passei uma mecha de cabelo dela para trás da orelha e ela ergueu o olhar pra mim.

Nós nos olhamos nos olhos e eu senti que ela estava se aproximando também, então fechei os olhos e investi o resto do espaço e quando senti meus lábios roçarem os dela, passei uma mão para a sua nuca.

Mas infelizmente, antes que ela chegasse a abrir os lábios para que o beijo se consumisse, alguém gritou e nos atrapalhou.

Nós nos afastamos e nos olhamos assustados, Hailey olhou para baixo e enxergou Jimmy no meio de uma briga lá no meio da multidão.

— é o Jimmy!- exclamou.

— droga. Temos que ajudar ele!

Esperamos a roda gigante parar e assim que saímos do brinquedo, fomos direto para a saída do parque.

Não encontramos Jimmy ou qualquer um deles, então para não ser pegos fora da escola, voltamos apé sozinhos.

Durante o caminho nós ficamos em silêncio, ate porque eu nem sabia oque falar.

Tinha pensado em tantas coisas para dizer na roda gigante, mas parece que sempre que estou com ela, as palavras somem.

Quando chegamos na trilha comecei a sentir o cheiro do pessoal.

— eles ja passaram por aqui, acho melhor seguirmos logo..ou vamos ser pegos pelo Cezar depois.- aconselhei.

Ela assentiu e antes que entrassemos na mata, segurou minha mão firme e me seguiu sem dizer nada.

— será que tem alguém acordado ainda?- ela pergunta ao avistar a escola.

— provavelmente não.. Ja são quase 3:30.

— hm.

— porque?- viro pra ela curioso.

— porque eu queria fazer uma coisa..- confessou.

— tipo?

Ela mordeu o lábio hesitando e então me arrastou para o ginásio das piscinas.

Nós entramos sem fazer barulho, e assim que chegamos lá, Hailey tirou os sapatos e disse.

— você vem?- ela para na ponta da piscina.

Sorri olhando pra ela e corri ate lá para derruba-la.

Agarrei ela pela cintura e a joguei dentro da água, nós afundamos juntos e quando estávamos no fundo da piscina, ela me puxou e me beijou..

Nós nadamos ate o dia amanhecer, e esse com certeza foi o melhor jeito de terminar uma noite em fuga.

_______________________


Notas Finais


Awnnn. Sera que rola um namoro depois desse beijo ai?
Eu torço para que sim, e vcs?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...