História Monsters - Martin Garrix and Dua Lipa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dua Lipa, Dylan O'Brien, Holland Roden, Martin Garrix, Shelley Hennig, Tyler Hoechlin, Tyler Posey
Personagens Dua Lipa, Dylan O'Brien, Holland Roden, Martin Garrix, Personagens Originais, Shelley Hennig, Tyler Posey
Tags Mystery, Vampires, Werewolves, Witches
Visualizações 33
Palavras 1.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Doesn't make sense!!


Martin chegou na escola e andou procurando por seus amigos, a única coisa que estava em sua mente era ela, seu corpo batendo no carro, seu rosto extremamente aterrorizado, a mão dela com muito sangue que manchou o vidro do carro. 

Ele Ainda tentava entender o que tinha acontecido noite passada, ele ficava passando os fatos na cabeça todo segundo: 

Primeiro - o flash 

Segundo - a batida 

Terceiro - ela desapareceu 

 

Alguma coisa estava errada e ele sabia disso, mas como chegar e perguntar pra ela " hey, então por que você bateu no meu carro e sujou com seu sangue ?" Sério é impossível, ele nem sabe o que ela é direto, talvez era outra pessoa. 

 

- STILES ? - Martin gritou atraindo sua atenção. 

- Hey, beleza ? 

- Eu preciso falar com você, mas só com você! - encarando o mesmo 

- Uou, okay então no almoço? 

- Não, você precisa vir pra minha casa. 

- Okay, eu preciso ir, até depois.

 

Depois de algumas aulas Martin encontrou com Dua e eles começaram a falar um monte de coisas aleatórias como música e os professores. 

Dua estava se sentindo observada o tempo todo desde que chegou na escola como se tivessem pessoas que ficassem observando cada movimento seu, ela tinha um hematoma em sua testa e toda hora tentava cobrir com o cabelo, afinal não queria atrair atenção e receber perguntas sobre o por que daquilo. Era difícil ser a garota nova, ela até conheceu os amigos de Martin mas não fala muito com eles porque eles parecem não gostar muito dela. 

 

- Martin eu preciso ir - ela disse levantando da cadeira 

- Por que ? 

- Eu...eu preciso atender meu celular. 

- Espera Dua!! - mas seu celular não tava tocando, martin disse abaixando seu tom mas ela já tinha ido de novo. 

 

Quando as aulas acabaram Martin estava esperando Stiles no estacionamento da escola, Ainda tinha alguns traços de sangue no vidro porque ele não consegui tirar tudo. Finalmente depois de longos 20 minutos Stiles decide aparecer e entra no carro. 

 

- Mano onde você tava ? Eu te esperei por 20 minutos caralho! 

- Mals Mano eu precisei fazer uma coisa antes. 

- Okay, vamos. 

- PERA! 

- Que ? 

No estacionamento do tinham alguns carros pois a maioria já tinha ido embora, tudo estava calmo até Stiles ver uma sombra entre 2 carros e falar : 

- Abaixa !! - Stiles disse puxando Martin pra baixo 

- Que merda é essa ? 

- Mano eu acho que tem alguém entre os dois carros na minha direita. 

- E ? A gente tá na porra do estacionamento é óbvio que vai ter gente no carro. 

- Mas eu acho que ela está se escondendo. 

- O que você quer dizer com " se escondendo " ? 

- Você é burro ? Ela tá procurando por alguma coisa ou alguém e não quer ser pega. 

- Pera, você disse " ela "? 

- Sim Martin eu disse " Ela ". 

 

Martin ergueu sua cabeça para tentar ver e só conseguiu ver uma jaqueta, mas ele conhecia aquela jaqueta! Flashes começaram a passar em sua mente relembrando a noite passada e ele sussurrou: 

Primeiro - o flash 

Segundo - a batida 

Terceiro - ela desapareceu 

 

- Meu o que você tá falando ? - Stiles perguntou confuso

- Ela desapareceu. 

- Que ? 

- A sombra, ela desapareceu - Martin disse se recompondo 

- Oh, você tá bem martin ? 

- Nem fodendo.

 

Quando finalmente eles chegaram na casa de Martin ele começou a falar para seu amigo o que tinha acontecido noite passada, Stiles estava prestando atenção em casa palavra dita. 

- Noite passada foi lua cheia talvez você tava confuso?! - definitivamente não foi uma afirmação 

- Eu sei o que eu vi e sei que era Alexia! 

- Mas Alexia é humana como ela deixou o carro tão rápido ? 

- Eu não sei mas quando eu vi sua jaqueta no estacionamento eu soube. 

- Como era essa jaqueta ? 

- Sabe era vermelha de couro. 

- Okay, então você vai procurar pela Alexia e se ela tiver hematomas ou cortes e eu vou fazer minhas pesquisas. 

- Por que ? Nos sabemos que era a Alexia! 

- Sim, mas nos não sabemos quem tirou ela de lá e se era tão rápido não era humano. E mais uma coisa, você disse que era Alexia no estacionamento, certo ? 

- Sim, por que ? 

- O que ela tava procurando ? 

- Nos temos um novo mistério cara e agora nos precisamos falar com o pessoal. 

- Sim, nos precisamos descobrir tudo.

Depois de Stiles ir embora, Martin decide procurar por Alexia para fazer algumas perguntas e olhar seu corpo pra ver se tinham hematomas. Chegando lá ele vir várias viaturas de policia e uma ambulância, não conseguia entender o que estava acontecendo. 

Ele estacionou na outra rua e foi andando até onde os carros se encontravam chegando mais perto para ver melhor e viu a ambulância com uma garota loira sentada na porta, ela estava de costas então martin decide perguntar para um policial : 

 

- Senhor, o que aconteceu aqui ?

- Esse garota foi atacada por alguma coisa e que provavelmente foi um lobo. 

- Um lobo ? - Martin pergunta surpreso 

- Sim, sabe os lobos sempre estão migrando. 

- Martin voltou para perto da ambulância e disse seu nome : 

- Alexia ? - ele disse engolindo seco

 

Ela virou seu corpo e quando ele viu seu rosto os flashes começaram de novo em sua mente, agora ela estava muito pior, tinham muitos hematomas e cortes espalhadas pelo seu corpo e rosto, sangue na sua blusa e seu shorts e parecia que seu cabelo estava meio cortado ou arrancado, estava tudo calmo até que ela viu Martin começou a gritar :

- VOCÊ!! -- começou a gritar 

- SAI DE PERTO DE MIM!! -

- Que ? Alexia calma. 

- SAI DE PERTO DE MIM AGORA!! - ela gritava e começava a tremer e a chorar incontrolavelmente 

- EU JÁ DISSE PRA VOCÊ SAIR!! 

- Olha eu acho melhor você ir embora agora - um policial disse 

E Martin saiu dali não conseguindo entender o que tinha acontecido e por que ela estava gritando ao ver ele sendo que a única coisa que ele fez foi tentar ajudar, e não fazia sentido a causa de alguém ter atacado ela, NÃO FAZ SENTIDO!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...