História Monsters - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Jason Grace, Nico di Angelo, Percy Jackson, Piper Mclean, Thalia Grace
Tags Adolescentes, Annabeth, Monsters, Nico, Percy, Percy Jackson, Romace, Sobrenatural, Supernatural, Thalia, Thalico
Exibições 101
Palavras 4.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey cerejinhas
Espero que gostem
Boa leitura!

Capítulo 16 - Festa dos Stoll's


- Eu não quero usar isso. – Piper disse enquanto sua irmã a obrigava a vestir um vestido muito decotado na opinião da morena.

- Você está linda Piper. – Annabeth disse analisando o vestido.

- Cadê a Thalia? – Clarisse que estava no canto observando sua amiga arrumar as duas meninas questionou, afinal ela conhecia o trio.

- Ela disse que encontraria com a gente lá, acho que ela vai com o Nico. – Annabeth respondeu ajeitando o cabelo.

- Que pena! – Silena comentou pegando um batom na caixa de maquiagem e passando em si. – Vamos?

- Sim. – As meninas falaram em uníssono e desceram, quando o telefone da loira começou a tocar.

- Alô. – Annabeth atendeu.

- Oi Anne, é o Percy, tem como vocês passarem na casa da Thalia? – O moreno perguntou e ela deu de ombros.

- Acho que sim, vou ver com as meninas. – Annabeth disse e falou com as garotas e todas concordaram. – Estaremos aí em cinco minutos.

- Tudo bem, valeu.- O moreno desligou depois de agradecer.

Como prometido cinco minutos depois as meninas estavam na frente da casa da vampira, aonde viram Thalia em pé gesticulando exageradamente enquanto falava algo com Nico, Percy, Bianca e um garoto que nenhuma delas conheciam, mas estava abraçado com a loba logo elas supuseram que era o namorado da morena.

- Não cara, nada a ver. – Percy disse rindo e Thalia começou a rir também.

- Tudo a ver querido. – Thalia disse e ela sorriu. – A Rachel vai chegar em você com um quilo de batom na boca e vai ficar esfregando o cu até você ir comer ela no banheiro.

- Bem provável. – Bianca concordou com a vampira.

- Ih, as duas concordaram, é cara é isso que ela vai fazer. – Nico disse sabendo que Bianca nunca concordaria com a Thalia se não fosse verdade.

- Que nem a Meredith. – Thalia disse e a loba riu.

- Nossa, essa aí dá na festa mesmo, nem precisa ir pro banheiro, só levantar a saia. – A garota falou desviando de um beijo do garoto que estava abraçado a ela.

- Verdade. – Thalia disse rindo enquanto Percy revirava os olhos.

- Vocês são más. – O dragão disse rindo também e se levantando notando a presença das meninas.

- Vamos? – Thalia perguntou entrando no carro.

Acabou que todos se espremeram no carro da Silena e foram para a festa. Assim que viraram na rua da festa a música começou a se tornar entendível. O local por fora se consistia em uma escada de madeira que levava a um portão que tinham dois seguranças que ficava logo embaixo de um arco dourado com várias flores e trepadeiras presas a ele. Alguns adolescentes conversavam rindo e brincavam uns com os outros enquanto caminhavam para dentro da festa.

O local não parecia grande coisa por fora, mas pessoas que já tinham frequentado o local afirmaram que era bem melhor por dentro, como Nico e Silena, já que Clarisse estava digitando com uma cara nada boa no celular e não prestava atenção nos colegas.

Nico tomou a frente e foi em direção ao portão entregando o ingresso ao segurança que lhe deu uma pulseira para caso ele saísse da festa pudessem voltar. Todos fizeram o mesmo se deparando com a festa típica que sempre arrasava dos Stolls.

Uma mesa mais elevada tinha um DJ e já na pista de dança várias pessoas pulavam ao som de uma eletrônica qualquer, alguns casais já se pegavam como se não houvesse amanhã, algumas garotas avaliavam os homens, enquanto estes muitas vezes rodavam de um lado para o outro a procura de uma garota para ficar.

A parte de dentro da festa tinha uma pequena área aonde ficava o bar e esta era tampada, mas o resto era a céu aberto, com uma escada de madeira que levava a praia aonde mesmo a distância e sem luz alguma era possível ver algumas pessoas curtindo.

Silena e Clarisse marcaram de procurar as garotas quando elas fossem embora e foram ao seu grupo de amigos típicos. Silena abraçando o namorado por trás o fazendo rir assim como os amigos dela já que a morena era muito pequena em comparação ao garoto.

- Vamos dançar. – Thalia disse segurando a mão da Piper e da Annabeth largando o resto para trás.

Leo e Bianca foram conversando e trocando algumas caricias até o grupo de lobisomens que dançavam mais perto da mesa do DJ. Nico logo viu sua namorada conversando com as duas amigas de sempre e sorriu caminhando até a garota a abraçando pela cintura e começando a beijar o pescoço da loira.

Percy por sua vez foi direto ao bar afinal ele tinha a intenção de ficar muito louco aquela noite.

Thalia começou a dançar na pista de dança de um jeito engraçado para ver suas amigas se distraírem, já que nenhuma das duas parecia muito confortável. A vampira riu alto e começou a mexer o corpo ao som da música fechando os olhos e deixando que seu corpo relaxasse.

Annabeth viu o garoto que tinha lhe dado os convites e foi para o lado oposto que o viu, ela não queria acabar envolvida com alguém que era irmão da Lilith, mesmo que fosse errado ela o julgar por quem a irmã mais nova é, ela não conseguia evitar.

Entrou no bar e logo viu o moreno bebendo e mexendo no celular, a loira se apoiou no balcão ao lado dele e sorriu.

- Veio para ficar no celular, foi? – A fada perguntou e ele riu.

- Não queria, mas meu pai tá me enchendo o saco com um treco da transferência e ele decidiu que quer conversar sobre isso logo agora. – Percy disse e ela assentiu, sabia muito bem como era isso. – Mas então, não ia dançar com as meninas?

- Ia, mas to fugindo de uma pessoa. – Anne admitiu depois de checar que ele não estava por perto.

- Um boy? Conte-me tudo? – Percy fez uma voz afeminada arrancando a risada da loira.

- Sim, ele que me deu os ingressos, não quero ficar com ele e sei que se ele me ver vai querer. – Disse e ele assentiu. – Afinal ele me deu o convite para isso.

- Então você queria e não quer mais, ai tá ai fugindo que nem uma boba. – Ele concluiu e ela riu dando um tapa leve no braço do moreno.

- Idiota. – Ela disse e olhou novamente ao redor vendo o loiro entrar com um garoto desconhecido no bar. – Merda, me vou. – Ela disse e ele olhou vendo que ele tinha visto a menina.

- Me agradeça depois. – O moreno disse e puxou a garota para um beijo quase a fazendo sentar no colo dele.

É claro que Percy já tinha notado o quão a loira era bonita e claro que ele estava juntando o útil ao agradável, afinal ela era bem bonita, divertida e não queria ficar com o garoto, ele tinha a visto e iria tentar, mas se ela tivesse ficando com alguém isso não aconteceria, pelo menos não com o moreno ali e claro tinha o fato dele não querer ficar com a Rachel nem com a Meredith.

Annabeth ficou surpresa no primeiro momento, mas entendeu a ideia do moreno e se ajeitou levando suas mãos ao moreno e se posicionando entre as pernas dele, saindo um pouco de cima do garoto já que ele a puxaram com tanta vontade que ela quase tinha saído do chão. O moreno passava a mão pela garota, mas sem tocar em nada desrespeitoso, afinal tecnicamente ele apenas estava ajudando a loira. Os dois se separaram e a loira riu vendo que seu batom tinha sujado o garoto e ela imaginou que deveria estar igual uma palhaça.

- Te sujei toda. – Ela disse pegando um guardanapo e limpando o garoto que riu.

- Você não tá melhor não. – Ele disse mantendo a loira ali abraçando-a pela cintura.

Depois que ela acabou de limpar a boca do garoto de batom pegou outro papel limpando a sua própria.

- Oi Annabeth. – Michel chegou com o outro garoto que não parecia muito confortável com a ideia, mas estava ali mesmo assim.

- Oi. – Ela disse simplesmente e sorrindo se apoiando no moreno que bebeu mais um gole de sua bebida já que seu copo tinha sido cheio novamente. – Deixa eu te apresentar o Percy...

- Namorado dela. – Percy a cortou e ela sorriu vendo o dragão esticando a mão para o demônio que sorriu.

- Prazer Michel e esse é o Mike. – O loiro apresentou apertando a mão do garoto. – Namoram a quanto tempo?

- Eu pedi oficialmente ontem, decidimos começar a sair do relacionamento aberto. – Percy explicou sabendo que o garoto queria arranjar uma treta entre os dois já que ele já tinha ficado com a loira e não fazia muito tempo.

- Parabéns. – Mike se pronunciou e puxou o amigo pelo braço. – Vamos logo.

Michel assentiu e saiu com o garoto. Annabeth sorriu para o dragão e deu um beijo em sua bochecha.

- Obrigada. – Ela disse e ele assentiu.

- Ué somos namorados é isso que namorados fazem. – O garoto disse sorrindo e puxando a menina para fora caminhando até a pista de dança.

Thalia virou o segundo copo em dois segundos e respirou fundo caminhando até o garoto que chamou sua atenção do outro lado da festa. Ela não acreditava nela mesma por estar indo fazer isso.

Ela se interrompeu e virou para a Piper que estava a olhando mais afastada.

- Eu não consigo. – A garota falou sem som e devagar para a distância a morena entender.

- Vai logo. – Piper repetiu o ato da morena, mas também gesticulou para que a garota seguisse em frente.

Ela respirou fundo e olhou o garoto que estava conversando com dois amigos. Ele tinha uma pele branca, olhos azuis e cabelos castanhos escuros, o corpo era definido e ele parecia divertido já que ele brincava com os dois garotos que riam do que ele falava.

A morena engoliu seco e por algum motivo do inferno o menino olhou para ela também e sorriu fazendo a menina sorrir de volta. Como ele não fez nada a vampira revirou os olhos e caminhou até a unicórnio.

- Você não foi lá. – A menina disse indignada.

- Podemos fazer um acordo. – Ela disse e a garota franziu o cenho.

- Que acordo?

- Meu irmão ainda não tá com nenhuma garota. – A vampira apontou discretamente para onde o Jason estava rindo falando com um vampiro que ele as vezes andava.

- Não. – Ela disse e Thalia riu.

- Qual é? Você gosta dele. – Thalia disse e a morena revirou os olhos.

- O que foi? – Annabeth chegou passando o braço pelo ombro da unicórnio a assustando.

- Estava falando que chego naquele garoto se ela chegar no Jason. – Thalia explicou e Annabeth assentiu.

- Acho válido. – A loira concordou vendo Piper negar.

- Acha válido porque não é com você. – Piper disse e Annabeth sorriu tendo uma ideia.

- Então me diz alguém para eu ficar que eu vou. – A loira disse e Piper assentiu.

- Percy. – A morena disse, como a loira esperava e ela deu de ombros.

- Se eu ficar com ele vai ficar com o Jason. – Annabeth deixou claro e a garota assentiu.

Annabeth deu de ombros e caminhou até aonde o moreno disse que estaria que não era longe dali e tirou o celular da mão do garoto o beijando. Thalia e Piper arregalaram os olhos ao ver atitude da loira, que nunca foi dessas. Percy grudou a garota mais a ele retribuindo o beijo sem problemas.

Thalia sorriu para Piper que levou a mão ao rosto suspirando. Jason estava agora sozinho já olhando a festa claramente escolhendo uma garota para tentar algo, ele olhou o celular começando a digitar.

A vampira deu um pequeno empurrão na amiga e indicou que ela fosse. Piper engoliu em seco e caminhou para um banco que tinha ao lado de onde o loiro estava em pé, se sentando ali.

Thalia riu e voltou a dançar, mas quase sempre desviando o olhar para a menina para ver se ela estava cumprindo sua parte. Piper pegou o celular, mas ela não tinha com quem tentar falar, então apenas abriu em suas fotos começando a apagar algumas, já que tinha várias.

Jason olhou a morena ao lado dele e logo a reconheceu e por algum milagre de acordo com si próprio ele lembrou o nome da morena.

- As meninas te abandonaram? – Jason perguntou e ela levantou a cabeça torcendo que a música estivesse alta demais para ele ouvir o coração nervoso dela.

- Mais o menos. – Ela disse e apontou para Thalia que dançava com uma garrafa em mãos e depois para a Annabeth que ria abraçada ao Percy.

- Entendo. – Ele deu de ombros e se sentou ao lado da unicórnio.

- Está nervosa de novo e já conversamos antes, não sou um estranho. – Ele disse vendo a morena sorrir nervosa, era divertido vê-la assim.

- É só estranho, não vivemos no mesmo mundo. – Ela disse e ele riu.

- Que eu saiba você mora apenas algumas ruas de distância da minha casa, não sabia que eram mundos assim tão diferentes. – Ele brincou e ela revirou os olhos.

- Você entendeu. – Ela disse sorrindo e ele deu de ombros.

- Vivemos em “mundos diferentes” porque você é tímida demais. – Ele disse e ela revirou os olhos.

- Claro, como se fosse o único motivo. – Ela disse olhando o celular que em questões de segundos foi tomado de suas mãos.

- Tem belas fotos aqui. – O loiro disse virando de costas para a garota que tentava pegar o celular de volta.

- Me devolve isso. – Ela disse quase subindo em cima do loiro para pegar o celular.

O garoto ria dela e analisava as fotos quase profissionais da garota.

- Quem tira essas fotos? – Ele perguntou a prendendo pelo ombro meio que a abraçando e deixando o celular longe da morena.

- Meu padrasto, ele é fotografo e a minha mãe é modelo então ela me obriga a tirar as fotos. – Ela disse tentando miseravelmente pegar o eletrônico.

- São boas. – Ele disse novamente vendo como a garota era bonita e principalmente como ela parecia à vontade na frente da câmera do que ali pessoalmente.

- Obrigada agora me devolve Jason. – Ela disse frustrada e ele riu.

- Porque não é tão confiante assim pessoalmente? – O loiro questionou a olhando vendo ela ficar tensa, principalmente pela proximidade dos dois.

- Porque infelizmente as coisas não são do jeito que eu quero e eu tenho que aceita-las. – Piper disse olhando suas mãos que agora estavam apoiadas na perna do garoto já que ele a matinha tão presa a ele que não tinha a possibilidade dela ficar direito.

- Quem disse? – Jason perguntou irritado ele via a irmã sofrer do mesmo complexos e isso sempre o deixou muito frustrado. – Faz o que quiser e se tentarem dizer que não mande eles se fuderem pelo menos você tentou.

O loiro disse sorrindo para a garota que sorriu também. E antes que pudesse mudar de ideia a unicórnio beijou o loiro que retribuiu automaticamente ajeitando a morena afinal do jeito que os dois estavam não era nada confortável para se beijar.

Thalia comemorou discretamente vendo o irmão beijar a amiga e girou batendo contra o menino de mais cedo. Ele a segurou pela cintura impedindo que a vampira caísse.

- Eu notei que você estava me observando. – Ele comentou no ouvido da garota que deu de ombros.

- Talvez. – Ela disse e ele sorriu e foi para beijar a morena.  

A garota se afastou e recebeu um olhar confuso do garoto que sorriu de leve levando a mão com cautela a cintura da garota.

- Não era isso que queria? – O menino perguntou e ela riu leve.

- É bem autoconfiante não acha? – Perguntou Thalia levantando a sobrancelha.

Agora de perto ela conseguia ver melhor o garoto, seus olhos azuis eram sem vida, sua pele pálida repleta de veias roxas disfarçadas com uma maquiagem malfeita.

- E isso que você quer ou não? – Ele perguntou parecendo irritado o que fez a menina revirar os olhos e tirar as mãos do garoto do seu corpo.

Ele assentiu e saiu de perto da vampira que começou a ir em direção à praia. Descendo a escada logo viu Nico se comendo com a namorada. A loira estava com as pernas envolta da cintura do menino que tinha as mãos dentro do vestido da Lilith.

Thalia sentiu ânsia ao ouvir o gemido da loira, mesmo distante a morena conseguia ouvir e ver coisas que não deveria, como o fato do seio da menina estar exposto e ela infiltrando a mão dentro da roupa do garoto.

A vampira revirou os olhos e caminhou na direção oposta antes que vomitasse, sentou-se finalmente quando não ouvia mais o barulho dos dois transando, pegou o celular e começou a mexer nele se concentrando na música da festa que ainda conseguia ouvir até que se assustou com alguém sentando ao seu lado.

- Te ouvi descer. – Nico comentou e ela riu.

- Interrompi? – A morena perguntou olhando o garoto rir.

- Não, não íamos muito mais longe daquilo aqui. – Ele disse e ela riu alto.

- Aonde ela foi? – A vampira perguntou olhando para trás a procura do demônio.

- Se arrumar com a Jessie. – Ele disse pegando o celular do bolço.

- Sabe que ela basicamente colocou uma coleira em você, não é? – A vampira recostou no ombro do menino vendo que já era a namorada do garoto mandando mensagem.

- Péssima piada. – Ele disse já que tinha intendido a referência de lobo/cachorro/coleira.

- Não foi uma piada. – A vampira disse e soltou uma risada. – Tá talvez tenha sido, mas é verdade ela te controla.

- Que seja! – Ele deu de ombros e guardou o celular. – Ficou com alguém?

- Quase, mas o garoto era um babaca. – Ela disse olhando o mar a sua frente.

- Entendo. – Ele deu de ombros.

- Nico! – Uma voz irritante rompeu o ar e a conversa dos dois.

Lilith estava de pé de braço cruzados na escadaria.

- Já volto! – O lobo disse e a vampira riu alto.

- Coleira caro amigo, coleira. – Ela disse e ele deu o dedo do meio para a garota a fazendo rir mais e deitar na areia olhando o céu estrelado que na humilde opinião da morena estava lindo.

- Oi? – Ele disse se aproximando da loira.

- Vamos para a festa. – Ela pediu pegando a mão do garoto.

- Não to afim não, depois eu vou. – Ele disse soltando a demônio que olhou ele irritada.

- Fica um pouco comigo. – Ela pediu e ele suspirou.

- Eu to com você desde que cheguei, depois eu vou lá, vai se divertir com suas amigas, vou ficar aqui um pouco. – Nico disse calmo, tentando evitar uma briga com a namorada afinal ainda pretendia terminar o que eles tinham começado ali.

- Tudo bem! – A loira disse irritada e deu as costas ao garoto subindo novamente para a festa.

Lilith se sentou em um banco vendo suas duas amigas se sentarem ao seu lado.

- Aproveitando que o Nico não está aqui, que roupa é essa Meredith? – A loira perguntou analisando a roupa da zombie que estava no celular.

- O que tem? – A morena perguntou analisando sua própria peça.

- Comprou em um brechó ou você que fez? – Jessie perguntou rindo junto com a demônio da amiga.

- Não vejo nada de errado na minha roupa. – A Meredith disse nada surpresa sabia como era a personalidade das amigas.

- É claro que não, você costuma se vestir mal então não tem como... – Lilith foi interrompida por Connor Stoll parando ao lado da zombie.

- Quer dançar um pouco Meredith? – O trickster perguntou e ela sorriu.

- Claro. – A morena se levantou segurando a mão do garoto que a puxou devagar para a pista de dança.

- Você está linda a propósito. – Ele disse analisando a garota que sorriu e agradeceu por não poder corar, levaria um esporo se fosse vista corando.

- Obrigada. – Ela disse começando a se mexer ao som da música e o espirito travesso sorriu e levou a mão na cintura da garota se mexendo com ela.

 Lilith revirou os olhos azuis e o passou rapidamente pela festa e quase engasgou ao ver o capitão do time de basquete, um dos garotos mais populares da escola, Jason Grace, ficando com a amiguinha esquisita da irmã dele. 

- Eu não acredito. – A loira disse fazendo a ruiva seguir seu olhar e ficar boquiaberta com a cena.

- A Danielle vai amar saber disso. – Jessie disse pegando o celular e fazendo a loira rir vendo a menina gravar um vídeo dos dois se pegando.

O celular foi roubado da mão da garota e a loba o quebrou em menos de um segundo deixando que as peças caíssem no chão.

- Sua vadia, o que pensa que está fazendo? – Jessie gritou com a garota que riu.

- Você tem dinheiro para comprar outro, não tem? – Bianca perguntou rindo levando a mão na cintura.

- Eu vou acabar com você. – Jessie disse se levantando e indo para cima da morena.

Bianca riu e segurou a garota pelo pescoço chamando a atenção de algumas pessoas em volta das meninas.

- Vou dizer apenas uma vez, não me ameasse e não quero que você se meta na vida dessas meninas. – Bianca disse e Jessie riu com dificuldade.

- Quem você acha que é? – A ruiva deixou os olhos assumirem a tonalidade purpura e a garota riu.

- A garota que vai acabar com você caso tente. – Bianca disse jogando a ruiva no chão e saindo.

A morena voltou a dirigir-se ao banheiro começando a prender o cabelo em um coque alto quando sentiu uma mão a segurar com certa delicadeza, mas mesmo assim firmeza. Os olhos azuis elétricos do loiro a encararam.

- Obrigado. – Ele disse sério e ela revirou os olhos.

- Não fiz por você. – A loba disse vendo o loiro a soltar.

- Mesmo assim obrigado. – Ele disse se virando e pegando a mão da unicórnio e a levando para longe.

Bianca deu de ombros e seguiu seu caminho.

- Então estão namorando? – Um dos lobos perguntou ao Leo aproveitando que a filha do alfa tinha saído.

- Não. – Leo disse olhando em direção aonde a morena tinha ido.

- Qual é, vocês estão sempre juntos. – A ruiva, Gina, disse olhando para o garoto.

- O que tem? – Leo perguntou sorrindo.

- Bom, tirando que ou você é muito corajoso para transar com a filha do alfa sem querer nada com ela, ou vocês estão namorando e só estão fingindo que não estão juntos na falha tentativa de esconder isso de Hades. – Derek disse sorrindo passando os braços em volta do ombro da namorada.

- Verdade. – Gina disse olhando o namorado.

- Não estamos namorando. – O menino disse pegando o celular que começou a vibrar.

O lobo se levantou em um movimentou rápido e começou a descer em direção a escada mandando uma mensagem a Bianca, dizendo para fazer o mesmo. Assim que chegou na praia conseguiu ver Nico segurando o cabelo da vampira que estava de quatro na areia tossindo.

- O que está acontecendo? – Perguntei vendo o sangue sair da boca da morena.

- Não sei, ela começou a tossir do nada. – Nico disse sem saber o que fazer. – Cadê a Bianca?

- Já deve estar vindo. – Leo disse vendo que a garota começava a soar mesmo com o vento gélido da praia.

O garoto de cabelos cacheados abriu o casaco da morena o tirando e o jogando em qualquer lugar vendo que Nico estava sem saber o que fazer, apenas olhava a vampira com a expressão preocupada.

- O que houve? – Bianca chegou correndo com um menino e Piper logo atrás.

Jason deixou a morena com o corpo reto a apoiando sobre o seu próprio corpo e tirando o curativo do braço dela. A costura na pele morta da vampira se rompia e fazia com que o sangue saísse da pele da menina.

O loiro pegou a irmã no colo se levantando vendo ela desmaiar.

- Temos que a levar para casa. –Jason disse e Nico assentiu.

- Posso pegar o carro da Lilith. – O lobo disse e Jason assentiu.

- Te encontro lá fora em cinco minutos. – O vampiro disse vendo o lobo começar a correr em direção a festa.

Não demorou muito a achar sua namorada indignada, Bianca seguiu o menino enquanto Leo e Piper iam à procura dos outros.

- Lilith me empresta seu carro. – Nico mais ordenou do que pediu a loira.

- O que? Porque? – A demônio perguntou encarando a irmã do namorado.

- Não dá para explicar agora, me empresta é importante. – Ele disse colocando a mão aonde ela guardava a chave.

- Nico! – A loira indagou indignada vendo o menino sair correndo gritando um obrigado.

O moreno destravou o carro e viu o loiro entrar atrás com a menina enquanto entrava no banco da frente e dava a partida.

- Ela está perdendo muito sangue. – Jason disse vendo que a morena começará a sangrar pelo nariz e ouvido também.

- O que pretende fazer? – Nico perguntou virando a esquina com certa brutalidade e quase atropelando duas senhoras que voaram no último segundo e o xingaram.

- Tentar colocar sangue no corpo dela. – Jason disse sabendo que provavelmente não daria certo, mas era o melhor que podia fazer.

- Espero que isso dê certo. – Nico disse tentando se concentrar em dirigir e não sem se sentir culpado.

 

 

 


Notas Finais


- Fic movida a comentários.
- O que acharam?
- O que querem que aconteça?
Beijos e até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...