História Monsters and Demons - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Drama, Magia, Terror
Exibições 88
Palavras 949
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 56 - Extermínio


Fanfic / Fanfiction Monsters and Demons - Capítulo 56 - Extermínio

Irwin – Olá? – falei e escutei minha voz ecoa –

 

– Chegue mais perto, minha criança. – uma voz sombria se manifestou –

 

Dei uma passo para frente para poder ver o que me chamava.

 

Irwin – Quem está ai? – falei quando percebi que não havia ninguém –

 

– Hahaha! – uma risada macabra surgiu junto com uma sombra do nada –

 

Irwin – S-Satan!? – me afastei rapidamente – Pensei que estive-se morto… –

 

– Não a como matar o que é imortal, porém… – ele me olhou irritado – Pode no aprisionar, o mesmo que o Armin fez com minha alma. –

 

Irwin – Onde eu entro nisso? – perguntei friamente –

 

– É doloroso ficar aqui preso, então… – ele me olhou malignamente – Você ira me tirar daqui. –

 

Irwin – Me recuso. – me afastei mais –

 

– Você tá enganada, isso não foi uma opção. – ele segurou meu pulso –

 

Irwin – Não! – tentei me soltar – ME SOLTA! –

 

Corri pelo corredor escuro. Quanto mais eu corria seu fim parecia longe. As paredes escorriam sangue e no chão havia água como se o chão estivesse chorando.

 

Irwin – Não! – coloquei a mão nos meus ouvidos correndo sem olhar para trás –

 

“Irwin”

 

“Irwin”

 

“Irwin”

 

Irwin – Não... não! Se afastem de mim! –

 

~~ PV Armin On ~~

 

Armin – … – (O que é isso que eu sinto?) –

 

Rossy – Maldito… –

 

Castiel – Eu vou arrancar a sua cabeça, dragão inútil! – começaram a cair do céu raios e trovões –

 

Armin – (É uma sensação tão perturbadora…) –

 

Rossy – Armin! – o dragão cuspiu fogo em nós –

 

No momento em que eu caí no chão eu pude escutar o seu choro.

 

Armin – Irwin… – havia um zumbido em meu ouvido –

 

Rossy – ARMIN! – alguém me gritava – ARMIN… BEM? –

 

Castiel – CUIDA… – não conseguia ouvi-los –

 

Armin – IRWIN! – eu corri para dentro do portal sem saber para onde poderia ir –

 

Castiel – ARMIN! –

 

Irwin – VOCÊ NÃO PODE ENTRAR LÁ! – gritou me segurando –

 

Armin – ME LARGA! –

 

Castiel – QUAL O SEU PROBLEMA SEU MALUCO? –

 

Armin – ME SOLTA! EU TENHO… EU TENHO QUE IR! – acabei a socando –

 

Irwin – A-Ai! – ela caiu no chão –

 

Armin – E-Eu sinto muito… – dei dois passos para trás –

 

Rossy – O que está acontecendo Armin? – veio correndo mas o dragão a jogou para longe –

 

Castiel – ROSSY! – ele foi em alta velocidade a pegar –

 

Armin – E-Eu… –

 

Ela estava caída no chão sem falar nada, nem ao menos respirava.

 

Irwin – Por que está fazendo isso? Você quer mesmo que o mundo acabe? – sua expressão era de puro terror – Acha divertido ver o mundo ser destruído? –

 

Armin – Quem… é você? –

 

Irwin – Eu… sou a criança nascida do meu próprio mau! – seus olhos sangravam –

 

Armin – Você não é ela… – dei dois passos para trás –

 

Irwin – … – ela sorriu – O que a, Armin? Não gosta mais de mim? –

 

~~ PV Irwin do presente On ~~

 

Eu não conseguia mais correr então só me encostei na parede me deixando afogar no sangue misturado água.

 

Irwin – Se o destino desse mundo é ser destruído, não por que mudar, não é? –

 

Irwin – Devo me entregar a escuridão de uma vez, né? –

 

– Exatamente minha criança. Esse sempre foi o seu destino! –

 

~~ PV Armin On ~~

 

Armin – AAAAAH! –

 

Eu estava preso em uma espécie de prisão de energia. A Irwin do futuro ou seja lá o que ela for estava flutuando no ar na minha frente. Dos céus estavam caindo raios vermelhos e o chão faziam barulho de rachaduras.

 

Irwin – Falta pouco! Só mais um pouco e eu vou mudar esse mundo! – ela ria insanamente – Todos… todos eles… –

 

Armin – Do que está falando? –

 

Irwin – Urh – ela me olhou de lado – Ainda está vivo?

 

Ela veio até mim me encarando. Aqueles olhos vermelhos mostrava todo ódio que circulava em suas veias.

 

Irwin – Impressionante. Isso deveria sugar seus poderes até você apodrecer… – ela sorriu ironicamente –

 

Armin – Argh… – ela colocou o dedo na minha testa –

 

Irwin – Dentro da sua mente… controlo o que você sente… – ela começou a sorrir e eu fiquei sonolento –

 

~~ PV Castiel On ~~

 

Castiel – Rossy! – tentei a acorda – Argh… –

 

Rossy – Cof! Cof! Cast… – ela abriu olhos lentamente – O que… aconteceu? –

 

Castiel – Eu não sei… eu estava te procurando. –

 

Rossy – E o portal? A cidade? As pessoas! –

 

Castiel – Calma! Você tem que descansar… –

 

Rossy – NÃO! Temos que ajudá-los… se alguém morrer… eu nunca me perdoarei. – seus olhos estavam cheios de lágrimas –

 

Castiel – Não me olhe assim! – desviei o olhar – T-Tudo vai ficar bem. –

 

Rossy – Será mesmo? Parece que esse é realmente o fim do mundo! –

 

Castiel – Não fale bobagens! –

 

Rossy – Castiel… –

 

Castiel – O que foi? –

 

Rossy – O que que é aquilo…? –

 

Uma enorme energia se formava nos céus saindo do portal. Ela era tão maligna que toda minha esperança desaparecia no ar.

 

~~ PV Armin On ~~

 

Armin – A-A-Ah… – era impossível – E-Esse poder…! –

 

Irwin – Finalmente… está feito! Hã… –

 

O portal estava se partindo em pedaços, os corpos dos demônios estavam se decompondo, os raios dos céus caiam com mais ferocidade, o universo todo estremeceu.

 

Os corpos dos demônios estavam sendo estraçalhados brutalmente por algo invisível e sua energia vital se juntava junto com a energia maligna que subia pros céus.

 

O portal já estava virando pó quando algo com os olhos vermelhos saiu de lá emanando energia do seu corpo que sumiu em um segundo.

 

Irwin do futuro – … – ela estava com medo –

 

Castiel – Tem a mesma aparência da Irwin… – falou paralisado –

 

Rossy – Onii-chan… –

 

Armin – O que aconteceu com ela… – ela me encarou e meu corpo arrepiou –

 

Irwin – … – ela fechou os olhos e logo então abriu com um sorriso irônico em seu rosto –

 

Irwin do futuro – Quem é você. – ela a olhou –

 

Eu podia sentir toda a galáxia tremer quando ela deu um passo a frente para encará-la.

 

Irwin do futuro – RESPONDA! –

 

Irwin – … – ela inclinou a cabeça lentamente para o lado e então –

 

KYAAAAAH!

 

Uma energia saiu do seu dedo atravessando o peito da sua “eu” do futuro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...