História Monstertale. Crossover - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Personagens Originais
Tags Undertale
Visualizações 3
Palavras 2.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey boy! Essa vai continuar mesmo que ninguém esteje lendo... A terceira humana caiu, MT2 na área e os hunters entram em ação...

Capítulo 7 - A garota assustada


Fanfic / Fanfiction Monstertale. Crossover - Capítulo 7 - A garota assustada

Um novo dia começa para os monstros no subterrâneo e para mim também, como já havia falado antes, eu me chamo Jack, sou um dos narradores da história que está lendo. Era um belo dia para ir à escola junto aos meus amigos, notei que tinha algo errado infenizmente não sabia o que era, no entanto era uma grande energia negativa se concentrando ao meu redor mas não dei muita bola para isso.

Em outro lado do subterrâneo...

Meu corpo dói, por sorte essa flores amortecerão a minha queda, que lugar estranho não tem ninguém mas não importa eu tenho que voltar para casa, minha mãe deve estar preocupada. Foi quando eu comecei a ouvir passos pesados vindos em minha direção, então eu encarei meus medos e virei para ver quem era.

- Quem está ai? Apareça!

- Olá querida, está perdida?

Era apenas um robô bizarro, ele estava muito quebrado e acabei ficando com muita pena dele mas mesmo faltando algumas partes... Parecia um anjo, que iluminou o meu caminho nas sombras, sei que ele era um monstro mas ele parecia ser legal.

- Você está muito quebrado... Como isso aconateceu?

- Foi uma humana que fez isso, estou juntando algumas peças mas eu não fasso idéia de onde começar... - MT2 começa a chorar.

- Hey, não, não, para por favor! Eu vou te ajudar, eu monto relógios mas acho que consigo te reconstruir.

- Humana... Qual é o seu nome?

- Grace!

- Que nome mais lindo!

Então pedi para o robô me levar até as suas peças, para já começar à reconstrói-lo, quando cheguei lá tinha uma variedade de peças de altíssima qualidade, não sei como conseguiu mas ele era bem sortudo. Comecei a concerta-ló...

De volta com Jack...


Estava andando com os meus amigos até a escola, estavamos conversando quando um monstro mais jovem nós abordou... Ele queria nos amedrontar, ele era um grande idiota, queria atacar os hanters, Marie foi em direção à ele é falou:

- Está pronto para perder, Idiota?

-Pirralha... Vai pagar por me chamar de "Idiota"!!!

Ele partiu para cima dela com todo o ódio que tinha, mas ela era incrivelmente rápida e conseguiu desviar, ela estava pensando em como tirar aquele cara da jogada mas por hora apenas desviava dos ataques. Skeleton J. prestava atenção em cada movimento do inimigo para encontrar um ponto estratégico, indefeso do oponente e pelo que era reparado, é que o inimigo era lento e mancava pois tinha um ferimento no pé. Quando notei isso falei:

- Marie!!! Ele está com um ferimento na perna esquerda... Faça piorar a dor e assim ele vai embora!!!

-Certo fofo! Deixa comigo...

Marie usa a muralha de ossos contra ele, fazendo-o tropeçar e bater a sua perna em uma pedra, fazendo ter um ferimento bem maior com isso aumentando a sua dor; mas Skeleton J. não teve piedade com ele, com o poder que tinha em controlar ossos, ele quebrou a perna direita dele em três partes foi muito doloroso...


Seguimos o nosso caminho para a escola sem nenhum prblema, mas tive pena do monstro que havíamos lutado... Deu para sentir sua dor...

Com Grace...

E acabei de concertar o robô... Não foi fácil mas tínhamos tudo para reconstrói-lo, o ajudei à levantar e ele era bem pesado... Mas estava contente por ver que havia dado tudo certo para ele, então o robô começou à andar e à mecher os braços facilmente. O robô falou:

- Muito obrigado piquena Grace... Como me ajudou, eu devo agora protege-lá... Pode me chamar de MT2.

-Ho! Bem... Obrigado MT2. Mas ainda falta uma coisa... Você gostaria de ter sentimentos como eu? Se quiser eu posso ligar esse fio que lhe consede isso...

-Eu adoraria...

Então pedi que baixa-se para conectar o fiu com o seu sistema cerebral, para obter os sentimentos como um humano comum. Quando conectei, MT2 logo abriu um sorriso e percebi que aquele era o seu primeiro sentimento depois de tudo de ruim que havia acontecido, eu estava contente por ver que tinha ajudado ele com susseso.

Mas ainda tinha que ir para casa, minha mãe precisava de mim... Então pedi para MT2 que me levasse até a saída daquele lugar, a resposta não foi muito boa de se ouvir pois não era boa...

-Desculpe... Não há como sair, você terá que viver aqui até o seu último suspiro...

Eu comecei à chorar de uma maneira descontrolada... Minha mãe... Eu nunca mais iria vê-la de novo, eu perdi tudo que tinha construido até ali e não tinha nada o que fazer a partir daqui, o meu mundo basicamente caiu junto à mim quando cheguei aqui... Enquanto lágrimas deciam de meu rosto, MT2 sentiu a minha dor, ele me acalmou com um abraço, que no momento foi como um tranquilizante, ainda tentando me acalmar disse:

-Está tudo bem, eu vou cuidar de você, como se fosse minha criança... Não tem o que temer... Vamos se anime! Temos um mundo novo e cheio de aventuras para desvabrar! Vamos

MT2 segura minha mão e me impulsiona a descobrir o mundo que de hoje em diante eu iria viver, eu fiquei contente pro estar ali com ele mas mesmo assim ainda estava infeliz, nunca mais veria a minha mãe...


MT2 estava me levando à um lugar chamado Winterhold e estava ficando mais frio, dava pra ver que tinha até neve sobre as minha botas...

Com Jack...


A escola estava um tédio total, nada de novo acontacendo, Marie estava olhando para mim e Skeleton Júnior estava dormindo como sempre, eu queria conversar com alguém... Um novo amigo, não esses outros monstros falsos e sem coração e séria mais legal se existisse um humano da minha idade, para ficarmos brincando... Mas isso é impossível, humanos tem medo de monstros...


Derrepente o alarme começou à tocar, um alerta de humanos! Eu me juntei com os outros e fomos até a entrada de Winter hold e lá estava a garota humana junta a um robo, ela tinha a minha idade. O rei Adriel chegou com as suas lâminas em punho, e estava frio como a neve e sério com o que via.

-Por que não estou surpreso...

-Rei!!! É uma honra... Vejo que se lembra de mim, a maravilhosa MT2.

-Claro! Teve upgrades?

-Graças a minha amiguinha aqui! A terceira humana do subterrâneo, Grace!

Depois da apresentação desnecessária, Shadow e Emilly chegam e ficam na linha de ataque, a humana estava assustada de mais para se mover.

-Rei, cuidamos disso!

-Emi... *Apontou as suas armas para ela* eu não vou deixar que toquem na humana! E... Temos uma divida...

-Parem!

Eu intervi no meio da discussão, antes que algo acontecesse, Marie e Skeleton J. também, eles sabiam que aquilo era o correto a se fazer...

-Crianças? Saíam da frente! Ele é o vilão.

-Não!

-Marie sabe o que fazer.

Marie usou uma de suas habilidades conhecida como teias de aranha para prender o MT2, isso fez ele ficar imóvel... Mas a humana tentava tirar ele daquelas teias, então...

-Skeleton J. prenda ela! Use as suas muralhas!

-Certo chefe!

Ele se parou a garota de MT2 e a prendeu dentro de uma caixa feita de ossos, ela começou a gritar pela ajuda dele.

-M!!!! Não! Por favor me tire daqui.

Ele começou a ficar enrritado, o seu metal começou a esquentar conseguindo assim derreter as teias e sair, ele tentou acertar nós com a sua arma à laser mas acabou errando... Clara conseguiu nos pegar antes disso.

-Crianças... Vocês estão bem?

-Sim

-Clara!! Leve as crianças e os outros monstros daqui, agora!

-Mas pai... Nós podemos lutar!

-Não! Vocês estaram bem se não lutarem contra ele!

Emilly, Shadow e Adriel estavam lutando contra MT2, enquanto Clara nós levava pra longe da luta, eu não queria deixar a batalha daquele jeito... Consegui me soltar e voltar para a luta.

-Hey M!

Eu saltei e chutei a sua cara com toda a força que tinha, isso fez ele ficar tonto tendo à nós a perfeita chance de atacar. O rei conseguiu perfurar o seu peito fazendo ele ficar imóvel bem rápido.

-Não!!! MT2!!! Não...não...

A humana comseguiu se soltar e ir até o amigo ferido, não parava de chorar e de manter ele acordado, implorava para o rei parar de atacar até que Emilly fez ela ficar mais calma com um tranquilizante. O rei tirou a espada dele, pediu para Shadow e Emilly levarem o corpo e a humana para Skeleton.

Depois de algumas horas...


Eu estava acordando... O que tinha acontecido? Meu deus, onde está MT2? Olhei para frente e notei que estava em uma jaula dentro de um laboratório e em cima da mesa estava MT2 desmontado, e perto tinha um médico esqueleto, mechendo ou concertando as pessas dele.

-Onde estou?

-Ho... Olá! Meu nome é Dr. Skeleton, está no meu laboratório.

-O que está fazendo com M...?

-Eu... Estou fazendo alguns reparos. Você que o concertou antes, não foi?

-Sim.

-Se você for boazinha e me ajudar vou te dar um ótimo jantar.

-Certo!

Comecei à reconstruir e acabei notando que o doutor estava mechendo nas memórias internas de MT2, fiquei cismada e perguntei:

-O que você está fazendo com as memórias dele?

-O rei me pediu pra tirar as memórias ruins dele... Deixar as boas memórias deste mundo.

-Hmmm. Ele vai se lembrar de mim?

-Vai, mas você ficara aqui para alguns testes... Depois terá uma vida normal!

-Hm.

Enquanto continuávamos o nosso trabalho, em um momento um daqueles esqueletos que atacaram o MT2 entrou trazendo o jantar mas ele acabou reparando que eu não estava na jaula...

-Por que diabos ela não está na jaula?

-Ela está me ajudando. Você pode trazer mais um prato para a minha acompanhante.

-Vá a merda Skeleton... Só desta vez tá, idiota.

Ele saiu da sala furioso, tanto que bateu a porta... Acho que ele é assim todo o dia, o Dr. Skeleton não ligou muito, me pergunto se eles são irmãos... Continuei o meu trabalho, eu estava tão feliz comseguimos concertar o seu tórax. Depois de um tempo, um esqueleto menor trouxe o meu jantar...

-Hey, tio aqui está... Papai está resolvendo alguns problemas.

-Hey, Skeleton Júnior quer ajudar?

-Foi mal não sou muito bom nisso. Oi humana sou Skeleton Júnior é um prazer conhecê-lo, qual o seu nome? Ou melhor... Quer mudar de nome? A minha tia humana não se lembrava do nome então ela resolveu mudar.

-Hmmmm. Eu não tenho nenhuma preferência de nome... Eu gosto de Grace.

-Tudo bem. Quando quizer é só mudar! Eu tenho que ir agora, até.

Ele saiu da sala deixando eu e Skeleton com dois pratos de comida, fiquei observando e notei que o esqueleto não tinha estomago mas quando colocava uma colher na boca a comida sumia, era estranho, depois continuamos à concertar MT2, de algumas horas de muito trabalho duro ele estava proto, enfim terminamos.

-Tudo pronto, hora de ligarmos. -Conectou os fius de alta voltagem nele e le acorda.

-MT2?

-Olá minha pequena Grace, acho que acabei dormindo...

-Oi, soi Skeleton. Você está em Winter hold.

-Ho! Muito obrigado bonitão! -Coloca a mão em seu queixo.

-Hmmm. Bem, já podemos ir certo?

-Ho! Ainda não. Preciso de uma amostra de sangue mas depois te levo até o rei, ok.

-Certo.

Depois de tirar uma amostra do meu sangue, Dr. Skeleton nós levou até o rei Adriel que estava ocupado falando com um garoto...

Estava discutindo com o meu pai quando Skeleton chegou com MT2 e a humana, Adriel me pediu para convocar todos imediatamente. Depois da chegada de todos, eu e meus amigos cuidamos da humana enquanto os adultos falavam do seu destino.

-Rei, o que devemos fazer em relação ao dois? -Disse Emilly nervosa.

-MT2 e a humana podem morar comigo! -Esclamos Skeleton.

-Acho que devemos deixar a humana ir... Para a superfície através daquele portal secreto Adri. -Disse a rainha. -Talvez ela seja a escolhida.

-Não podemos deixar ela ir sem um treinamento, se não Ele vai ficar sangado e com certeza levaria a humana ap lado das trevas...

-O QUE? ESTÁ LOUCA RAINHA?UMA GAROTA COMO ELA? -Você já sabe quem é...

-Temos que dar um chance! Mas antes... Ela tem de ser treinada. Ela vai morar temporariamente com Dr. Skeleton junto à MT2.

Paramos de ouvir a conversa depois disso. Ficamos tentando falar com a humana...

-Hey. Eu sou Jack, e está é Mari, você já conhecê o Skeleton Júnior...

-... Por que ainda estou aqui?

-Calma garotinha, aqui é MARIvilhoso... Hah.

-Hahaha... Essa foi boa...

Depois de conversar tanto com eles percebi que eles não eram maus, apenas queriam provar a sí mesmos que tinham a capacidade de fazer coisas incríveis como seus país, por exemplo: Jack queria logo ter seus chifres e a capacidade de controlar as lâminas do caos como seu pai, Mari queria viver uma aventura ao lado de seus amigos como sua mãe e Skeleton Jr. queria conhecer o mundo, alguém especial... Como seu pai. Eles apenas queriam viver uma história, serem os protagonistas.

Depois de tanta conversa fomos convocados e eles haviam decidido que depois de um longo treinamento nós iríamos viver uma jornada ao lado da humana...

-Jack, você entende a sua responsabilidade? Depois de muito treinamento terá que cuidar de seus amigos nesta aventura... -O rei fica triste. -Sentirei sua falta.

-Contamos com vocês...

-Mãe... Pai... Obrigado. Eu não vou deshonralos.

-Eu sei...

-Hey crianças, entenderam né? Uma aventura, um objetivo.

-Sim papai. -Mari e Skeleton Júnior falaram para seu pai, junto à uma abraço. -Sentiremos saudades...

-Mas... Vou treinar vocês, seram os melhores!

E então uma aventura vai começar, nós vamos ser os protagonistas, como Shadow disse: "Uma aventura, um objetivo.", agora sabia que todos eles iriam nós apoiar pela liberdade dos monstros, humanos e hunters deste subterrâneo, e está sou eu sendo um pequeno monstrinho... Heh


Notas Finais


Bom... N tenho muito o que falar. Ninguém lê... Estou triste mas ainda tenho que terminar o meu trabalho... Se vc chegar até aqui saiba que estou feliz com isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...