História Montanhas de Argila.- Imagine Jungkook - Capítulo 51


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Erotismo, Festa, Jungkook Bts, Romance
Visualizações 461
Palavras 857
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O capítulo está pequeninho mas eu prometo compensar com um grandão e com notícias do Kook<3333
Não me matem<3
BOA LEITURA BOLINHOS.<33333

Capítulo 51 - Cafeteria


Fanfic / Fanfiction Montanhas de Argila.- Imagine Jungkook - Capítulo 51 - Cafeteria

Seu nome ON

Acordo com uma dor horrível entre as pernas e em minha barriga. Estava em uma sala branca em uma maca. Havia aparelhos em volta e uma poltrona. Eu estava em um hospital? Alguém abre  a porta me assustando.

Enfermeira: “Já acordou?”

Seu nome: “O que...”

Enfermeira: “Seus amigos querem te ver. Posso mandar eles virem?”

Seu nome: “Pode, mas...por que estou aqui?”

Enfermeira: “Eu vou chamar seus amigos...” Ela me deixa sozinha. Eu sei o que aconteceu. Está tudo gravado em minha memória. Sei que era Daniel, e sei o que ele fez.

Nathalie: “Cat?” Ela, Tae, Suga e J-Hope entram no quarto. Seus rostos estavam inchados e vermelhos.

Seu nome: “Oi...” Ela corre para me abraçar, me apertando forte.

Nathalie: “Você está bem?!”

Seu nome: “Eu não sei...”

J-Hope: “Eu fiquei tão preocupado, (Seu nome)”

Seu nome: “Não chore, Hobi.” Ele me abraça, e depois Suga e Tae fazem o mesmo.

Seu nome: “Onde...Jungkook está? Ele está bem?”

Suga: “Ãn...não sabemos.”

Seu nome: “C-como assim?”

Tae: “Ele...saiu correndo quando te viu...naquele estado.”

Seu nome: “Vocês não sabem onde ele está?!” Sei que deveria estar preocupada com meu bem estar, afinal acabei de ser estuprada por meu ex namorado. Não estava surpresa. Ele sempre foi um ser humano imundo, mas provou isso só agora. Meu interior doía e sentia a angustia em minha garganta, mas Jungkook sumiu. Seu Jungkook eu não tenho nada.

Nathalie: “Ele só deve ter ido descansar a cabeça Cat...não se preocupe com ele.”

Seu nome: “Alguma coisa pode ter acontecido! Ele deveria estar aqui com vocês! Comigo!” Minhas lágrimas começam a preencher meu rosto.

Nathalie: “Tudo bem, vamos encontra-lo.”

Tae: “Você sabe quem foi?”

Seu nome: “E v-vocês não? Acho que você já tem em mente, não é?” Digo para Nathalie.

Nathalie: “Tem certeza que era ele?”

Seu nome: “Eu queria que não fosse...”

Tae: “Do que vocês estão falando?”

Suga: “Daniel.”

Tae: “O ex dela?”

J-Hope: “Como assim?”

Nathalie: “O ex da Cat fez isso com ela.”

J-Hope: “E vocês acham que ele...pegou o Jungkook?”

Suga: “Não está na cara?”

J-Hope: “Eu não pensei que ele faria algo assim...Cat sempre falou bem dele para mim.”

Tae: “Você nunca viu uma foto do Daniel?”

J-Hope: “Não...”

Suga: “Hoseok...como é o nome do cara que trabalha com você?”

J-Hope: “Quem ? O Daniel?”

Nathalie: “Você trabalha com alguém que chama Daniel e não disse nada?!”

J-Hope: “Eu não acho que seja o mesmo...”

Seu nome: “Como...ele é?”

J-Hope: “Ele é alto...cabelo loiro. Eu nunca reparei.” Solto um suspiro. Daniel era exatamente assim.

Seu nome: “Ele tem...uma pinta pequena no queixo?”

J-Hope: “Tem...”

Nathalie: “É ele.”

Suga: “Você sabe onde ele mora?”

J-Hope: “Não, mas deve ter no registro dos funcionários.”

Tae: “Vamos até lá.” A porta se abre novamente.

Namjoon: “Como você está!?”

Seu nome: “O-o que vocês estão fazendo aqui?”

Jin: “Yoongi nos avisou. O que aconteceu?!”

Seu nome: “Nada...estou bem.”

Nathalie: “Vamos, temos que ir até o café.”

Tae: “Nath...eu acho melhor você ficar.”

Nathalie: “Por que?”

Tae: “Não quero que nada aconteça com você.”

Namjoon: “Espera, onde vocês vão?”

Nathalie: “Eu vou com você!”

Tae: “Por favor, Nath. Fica aqui com a Cat.” Ela me olha e sorri fraco.

Nathalie: “Tudo bem...me liga de 5 em 5 minutos!” Ele sorri fraco.

Tae: “Obrigada” Eles dão um selinho e Nathalie vem até mim enquanto os outros deixavam o quarto.

Seu nome: “Obrigada por ficar comigo.”

Nathalie: “Sempre” Ela aperta minha mão.

Nathalie: “Como você está se sentindo?”

Seu nome: “Não sei...é ruim...ninguém devia passar por isso.”

Nathalie: “Claro que não...Como está sua barriga? O que ele fez com você.”

Seu nome: “Ele...chutou onde minha cicatriz estava.” Ela aperta minha mão de novo, e só então percebo que ela está chorando.

Nathalie: “D-doeu muito?”

Seu nome: “Na segunda vez...eu não sentia mais n-nada. Mas eu estou bem agora.”

Nathalie: “I-isso é horrível, eu sinto muito.”

Seu nome: “Está tudo bem, Nath. Não chore.” Puxo ela devagar para deitar a cabeça em meu peito. “Está tudo bem...” Sussurro.

                   

Suga ON

Jin: “Do que vocês estão falando?”

Tae: “Explica pra eles.”

Suga: “O ex da Cat, Daniel, estuprou ela...” Era difícil de dizer. “E foi quem...matou meus pais.” Engulo em seco.

J-Hope: “O que?”

Suga: “Está tudo bem, Hobi. Deixa pra lá.”

Jin: “E por que vocês vão na cafeteria agora?”

Suga: “Por que Jungkook sumiu, e achamos que Daniel está com ele. J-Hope trabalha no mesmo lugar que ele, então vamos ver se achamos algo.”

Namjoon: “A quanto tempo ele sumiu?”

Tae: “Umas duas horas eu acho.”

Namjoon: “O que nós podemos fazer?”

J-Hope: “Venham com a gente.”

Jin: “Tudo bem.”

Suga: “Vamos.” Saímos do hospital e fomos até os carros. Tae e J-Hope estavam comigo. Hoseok me guiou até o café.

Suga: “Você não acha que vai estar trancado?”

J-Hope: “A chave fica escondida em baixo do tapete para os funcionários que abrem o café.”

Suga: “Ótimo.”

Estaciono e Jin faz a mesma coisa atrás de mim.

Descemos e fomos para a frente do café. J-Hope se abaixou e ergueu o tapete, tirando a chave de baixo.

J-Hope: “Aqui está!”


Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpem os erros. Boa tarde, noite ou dia, bolinhos<3333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...