História Moodz - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais
Tags Bangtanboys, Bts, Comedia, Ficção, Fluffy, Hentai, Hobi, Hoseok, Romance
Visualizações 4
Palavras 1.410
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - •3•


Fanfic / Fanfiction Moodz - Capítulo 4 - •3•

Passaram-se algumas semanas depois do encontro -um mês e meio, sendo mais específica- os dois estão melhores do que nunca e o dorama que estão filmando juntos os ajudou muito a avançar na relação.  Várias notícias nos tablóides comentando sobre a química que os dois tem, em como o olhar apaixonado que Hyung Sik dá vai além de atuação. Claro que não podemos negar isso, não podemos mesmo.

E hoje, especialmente hoje, vamos por isso a prova. 


-Eles vão filmar uma cena de beijo hoje! Como vamos fazer isso? Não sei se aguento, Min Joo.. 


-Ai Hoseok, relaxa. Não é como se não tivesse beijado uma menina antes.- Diz revirando os olhos. 


-Eu nunca beijei ninguém!- Ele arregala os olhos e ela emite um grunhido.


-Você não, mané. Ele. Não é a primeira vez que lidamos com isso. Na verdade, já lidamos com coisa pior.- Ela lançou um sorriso travesso para o garoto, fazendo-o arregalar os olhos e se virar no colchão, escondendo o rosto no travesseiro, grunhindo.


-Você lidava com isso, não eu.- Resmunga, sua voz abafada por sua boca estar tampada. 


-Então me deixe lidar com isso, porra.


-Mas.. você não vai agarrá-la, não é?- Ela suspira e ele se vira, olhando para ela. Como ele pode não confiar nela depois de tudo?

-Claro que não, Seok. Não confia em mim?- Ela sorri, mas logo seu sorriso se desmancha ao ver que o menino não iria responde-la. 

-Não vai fazer ela sair correndo, não é?- O olhar da garota vai aos seus pés e um sorriso afetado aparece em seus lábios. 


-Vou considerar isso como um não.- Ela murmura e o olha nos olhos, deixando nítido para o garoto que estava magoada. 


-Oh, me desculpa. Eu.. eu não quis..

-Quis sim.- Como ele não vê que, se ela quisesse fazer coisas do tipo, já teria feito?


-Min Joo..

-Temos um beijo para fazer. Vamos, Hyung Sik!


A garota tenta esconder que tinha se sentido mal com a falta de confiança por parte do garoto. O fato era que aquilo a tinha afetado e muito, mas ela não sabia o porquê. Não é da natureza dele ser desconfiado de tudo? Ser ansioso? E não era da natureza dela ser trapaceira? Então porquê ela estava esperando que ele não duvidasse dela?


                                     **

A cena acabou sendo filmada e refilmada várias vezes, até parecia que o diretor via que, para ambos os atores, naquele momento, a interpretação estava além da simples incorporação. A cena em si foi bem romântica: em uma praia, ele desenha meio coração na areia falando que estaria esperando por Doo Bong (personagem de Bo-young), ela toma a atitude de completar o desenho e enlouquecer os fãs com alguns selares.


Por trás disso, Jung Hoseok surtava em animação enquanto Min Joobeon o observava com um sorriso no rosto, quase totalmente esquecida do ocorrido a pouco. 

Depois da filmagem, Jung convenceu Joobeon a chamar a menina para sair. Ele não queria que o clima entre os dois se tornasse estranho, então sairiam juntos como um meio de descontrair e novamente ela escolheu as vestes, tendo Hoseok em seu encalço a cada escolha. 


Park Hyung sik trajava uma calça jeans escura, uma camisa branca e um moletom preto com manchas azuis por cima. Bo-young andava ao seu lado, ambos rumo ao parque. 


-Ela está tão fofa com esse moletom! Não me aguento. 


-Ai Seok, se controla. 

-Você lembra o que eu falei, certo?- Ele pergunta novamente, começando a irritá-la.

-É, é, eu lembro. Eles vão se divertir, nada de bancar o galã e só beijar se ela der a deixa.- Revira os olhos.- Agora vá em frente, seja o menininho fofo e envergonhadinho que você é; ela adora isso.- "E eu também" a garota pensa.


                                **

 -Hobi, eu sei que você quer que isso tudo de relacionamento vá com calma, porque ela é diferente e tudo mais, mas ela acabou de brotar em casa!

-Idai?- A garota passa as mãos no rosto em um sinal de irritação. Faz um tempo que Joobeon tentava explicar a Hoseok que a relação de Hyung Sik e Bo-Young estava mais do que pronta para o próximo passo, se é que vocês me entendem. E o fato de Young ter aparecido de surpresa na casa do quase namorado querendo passar um tempo com ele é a oportunidade perfeita.

Claro, a garota está deliberadamente apressada, mas o que ela tem de pressa, Hoseok tem de lerdeza, e vai ser bem difícil achar um meio termo.

-Idai, seok, que algo tem que rolar.- Min apoia seu corpo nas costas do sofá,  bem ao lado do garoto, que continuou sentado no mesmo.

-Algo? Algo tem..que..- Joobeon arqueia sua sobrancelha em um ato de total malícia e o garoto arregala os olhos.- CLARO QUE NÃO! FICOU LOUCA?

-Ah, qual é. Só um beijinho?

-Eles ja se beijam, Joobeon.- Hoseok estava emburrado e tentava se esquivar dos braços da menina, que agora lhe abraçava por trás pelo pescoço.

-Nunca do jeito que eu quero.- Ela fala com falsa manha e esconde o rosto na curva do pescoço do garoto.

-Joobeon..- Ele fala entre suspiro, fazendo-a olhá-lo desconfiada, logo após notar na tela a sua frente que Hyung Sik começara a se animar com a ideia de aproximação. 

 Seria golpe baixo provocar Jung Hoseok para conseguir o que queria? Puf, claro que não.

-O que você está fazendo?- Hoseok pergunta assim que sente o nariz da garota roçar seu pescoço, experimentando pela primeira vez a sensação de poros eriçados.-Joo.. Joobeon..

-Não sabia que tinha passado a responder positivamente aos meus toques, Jung.- Diz soltando um risinho sapeca e inspirando seu perfume sem nenhum pudor, fazendo-o arrepiar novamente.

Joobeon ficou átona por um minuto, apenas apreciando o odor com notas de cardamomo e limão que dele vinha; quente, penetrante e canforado. Por um minuto, a garota esquece de suas intenções iniciais e aproveita o calor que se espalha por seu corpo dando-lhe uma sensação gostosa. Por um minuto, ela repara na beleza natural de Hoseok: a mandíbula marcada, bochechas coradas, olhos escuros, cabelos sedosos e até seu cheiro davam-lhe prazer apenas por estarem ali.

Hoseok pigarreia, acordando Min Joobeon do transe e lembrando-a de suas intenções. Ela suspira, sentindo seu perfume novamente, deixendo o ar quente de sua respiração entrar em contato com a pele de seu amigo. 


-Seu perfume..é muito bom, seok.- Diz, logo após depositando um beijo ao pé de seu ouvido, fazendo com que ele se encolhesse e ela sorri.- Gosto de você assim- Diz observando de canto a tela, vendo Hyung Sik se aproximar esgueio de Bo-young.- A unilateralidade não é lá muito..agradável.

-Beon.- Suspira após ela depositar um beijo em sua mandíbula e direciona o seu olhar à garota. Ela, encantada com as íris negras a três centímetros das suas, acaricia-lhe a bochecha com o polegar e sorri quando ele fecha os olhos e inclina o rosto procurando mais contato.- Eu.. não sei..

-Também não..- E antes que seu sorriso se completasse em seus lábios, ambos tem os olhares atraidos à tela quando escutam um barulho um tanto quanto estranho.- ISSO!!! AEE PORRA! 


Joobeon encontrava-se aos pulinhos e com os braços para cima em comemoração, enquanto Jung Hoseok tinha a boca escancarada em um "o" e os olhos arregalados, ambos observando a cena quente a sua frente. Ela pulava em volta do sofá enquanto gritava "isso" e só depois de um tempo percebeu que o garoto continuavana mesma posição. 


-Hoseok, você está bem, certo?- Ela se ajoelha em sua frente e segura suas mãos.

-Você..você me manipulou. Você..eles..

-Ei ei, se acalma. Não foi ruim, ok? Ela correspondeu muito bem na verdade.

-Você podia ter falado comigo.- Ele murmura emburrado. 

-Ya! Eu tentei, mas você ficou com aquela ladainha toda.- Ela beija as costas de suas mãos e as acaricia com delicadeza com os polegares enquanto fala- Me desculpa, seok. Mas você nunca ia deixar, não tive muita escolha. Desculpa, ok? Não faço mais.

-Promete?- Ele pergunta emburrado tentando segurar o sorriso. Acontece que esse contato deixava sua pele formigando e em êxtase. Ela sorri e se senta ao seu lado no sofá animada.

-Prometo, prometo, prometo, prometo.- Ele sorri e a olha desconfiado- Não vou mesmo, palavra! Juro pela minha sanidade!

-Ok ok.- Ele suspira e se deita em seu colo.- Mas eles não vão transar!

-Tudo bem por mim, já ganhei meu dia.- Ela responde começando a lhe acariciar os cabelos. 


Ambos suspiram e mantêm os olhares fixos um no outro. Ela passa seus dedos pela lateral do rosto de Hoseok e cabelos, sorrindo durante o processo.


É, Seok, também não sei mais o que sinto por você.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...