História Moon Daughters - Interativa - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Visualizações 31
Palavras 2.584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desejo uma boa leitura a todas e não se esqueçam das notas finais :3

Capítulo 15 - Cpítulo XIII


Fanfic / Fanfiction Moon Daughters - Interativa - Capítulo 15 - Cpítulo XIII

【Day One】

 

Ela já sabia que não havia como fugir e mesmo se houvesse como, ela só conseguiria se estivesse solta e com os cinco sentidos intactos, bem o que não era o caso, afinal a garota estava praticamente dopada com  V-467, se a Kitsune queria problemas ela havia acabado de arrumar o pior deles e tudo por ser apenas uma peça de um jogo muito maior do que ela podia imaginar...

Nesse momento a única coisa na qual a garota, já acordada, precisava se preocupar era com os itens sobre as diversas mesas espalhadas pela sala e com os quatros demônios na frente dela que possuíam olharem diferentes, porém obviamente todos os olhares tinha um objetivo: os dias de tortura na quão eram responsáveis nesse momento.

 

– Me deixa começar Erika...

– Embora seja tentador Haru... Ordens são ordens, garantir que ela seja impaz de fugir, manter o veneno tipo D na corrente sanguínea e tortura-la durante a Super Lua de Sangue, então só aí... Ela será todinha nossa...

– Mal posso esperar!

– Vocês dois falam de mais!

– Quietos gêmeos, Kanade traga os venenos e Haru aplique os mesmos nela e  por final Souta traga a ficha dela, afinal "Lunares" vai gostar de ouvir o que sabemos sobre ela. Os jogos começam amanhã minha querida, tenha bons sonhos...

 

【Day Two】

 

Parecia que a tortura já havia começado já que aquele veneno a deixava parcialmente dopada, sem contar que era agoniante não ter controle sobre seus sentidos, imagine não conseguir sentir seus dedos tocando em algo, imagine sua visão algumas vezes embaçada e outras totalmente nítida, seus ouvidos captando apenas ruídos agoniantes, sua boca seca sem sentir nem mesmo o mover de sua língua e por fim seu olfato trazer cheiros tão específicos que chegam a machucar seu nariz, bem era assim que ela estava, porém a dor e incômodo haviam apenas começado.

Aquele demônio a olhando sadicamente era perturbador, a garota conhecia aquele olhar, afinal ela possuía um vampiro para alimentar fazia alguns meses, mas nunca vira um olhar tão focado em sua presa a ponto de perturbar parte dela, um olhar frio e sedento atrás de algo ou até mesmo alguém.

O silêncio reinava naquela sala que possuía o piso quadriculado formando um piso xadrez preto e branco e com paredes incrivelmente limpas e brancas, aquela sala era de longe um lugar de tortura se você o visse, era tão limpa e bem cuidada, era de fato  assustador.

 

[...]

 

Em questão de segundos o corpo da garota de encontrava totalmente molhado por conta de um forte jato de água que ela havia recebido de um dos demônios, ela não sabia qual deles era o responsável, já que todos estavam quietos e os olhos dela estavam vendados, aquilo com toda a certeza era deverasmente agoniante, ela não podia saber de onde viria a dor e quem seria o responsável.

Após segundos apenas sentindo a água fria escorrer sobre seu corpo ela já não fazia ideia se ao menos havia alguém lá, até sentir uma barra de ferro tocar em seu corpo e logo em seguida fortes correntes elétricas percorrem o mesmo, naquela hora foi impossível não soltar um grito alto de dor.

Assim que a barra era removida podia se ver o estrago na pele e também o cheiro de queimado. A respiração da Kitsune estava ofegante, seus sentidos dopados não a permitiam raciocinar direito e como consequência ela não podia se curar ou nem mesmo se recuperar do choque surpresa.

E assim foi, choque atrás de choque, pequenos intervalos eram dados a garota que já tremia nitidamente, ela já não gritava mais, estava sem voz, também gritar por horas obviamente seria um grande estrago para a garganta e assim terminou o dia, Lunares desmaiada, semi-nua  diversas cicatrizes pelo seu corpo e um dos demônios totalmente contente com o resultado da sua tortura.

 

【Day Three】

 

Um novo dia havia começado a garota ainda tremia, porém agora não era tão visível. Seu corpo e mente já estavam um pouco danificados, mesmo dopada quando estava sozinha ela conseguia pensar, pensar em como suas irmãs estavam, pensar em como os Sakamaki estavam tratando elas, pensar se ao menos conseguiria sair dali para poder ir até a segundo mais velha e dizer: "Me desculpe..."

A dor que sentia por causa das queimaduras não tratas não era tão grande afinal aquele veneno pelo menos diminuía parte da dor. Porém aquela cadeira era fria e desconfortável, as barras de ferro que prendiam tanto as mãos como também os pés dela estavam muito apertados. Pobre garota, nada podia fazer e o pior, ela achava que jamais voltaria a agir como uma garotinha medrosa...

 

[...]

 

A sessão de tortura havia começado novamente, porém dessa vez não eram choques, eram pequenos e finos cortes feitos em várias áreas do corpo da garota, alguns cortes maiores e mais profundos não foram descartados, um perto da costela, outro no braço direito e por último e mais grave fora na perna direita da garota. O sangue escorria pela cadeira, mas quem dera fora apenas cortes, apesar da dor ser demasiada podia se dizer que era suportável, porém não era apenas isso hoje.

Apesar dos seus sentidos estarem confusos ela ouvia o som de algo sendo arrastado, pelo o que dava a perceber parecia algo pesado, mas o que eles estavam arrastando?

 

– Olha essa sujeira! Erika vai nos matar irmão!

– Você nunca soube se controlar, por isso pedi que trouxessem algo para podemos deixar a Kitsune limpa.

– Mas devemos tortura-la!

– Eu sei disso idiota!

 

[...]

 

Mais um dia havia chegado ao fim, a garota estava completamente encharcada de álcool, sim o que estavam arrastando era um tonel de álcool para deixarem ela completamente limpa, porém o sangue ainda escorria junto com as lágrimas de dor da garota.

 

【Day Four】

 

Ela não estava mais sentada naquela cadeira, porém agora estava deitada em uma mesa e óbvio que suas mãos e pés estavam presos e novamente ela se encontrava vendada.

Ela já estava mais sã sobre o que estava acontecendo, o veneno já não tinha tanto efeito graças a Super Lua de Sangue que daqui a dois dia estaria no seu ponto máximo.

[...]

 

– Podem começar...

 

Com um pedaço de tecido sendo segurado sobre a boca e nariz da garota os demônios com a ordem começavam a despejar água sobre ela a fim de simular um afogamento, eles repetiram toda a ação por uma noite inteira até que finalmente a garota desmaiava por causa da água enxerida.

 

【Day Five】

 

– Pelo visto elas cuidaram bem de você nesses últimos quatro dias... Sentiu minha falta? Não? Que pena porque vou passar dois dias com vocês querida! Vamos mais animação!

 

A verdade era que Lunares não possuía força alguma ou nem mesmo ânimo para mais nada, mesmo com a Super Lua ela não conseguia nem mesmo se curar, já havia tanto veneno em seu sangue que mesmo se ela fugisse o veneno iria a matar daqui a alguns dias, porém existia uma única coisa que a fazia ainda lutar e óbvio que eram suas irmãs, mesmo sem sua relíquia ela sentia que estavam atrás dela e se elas não desistiram, ela também não desistiria.

 

– Você é muito bonita... E apenas eu posso ser o centro das atenções aqui... Então acho que vou ter que te deixar feia!

 

[...]

 

A demônia já havia passado pela face da garota, cabelos, tronco, penas e estava finalizando os pés da garota.

Erika havia feito questão de que cada parte que ela ia passando ficasse pior que a última, a garota estava completamente diferente, seus longos cabelos estavam na altura dos seios cortados totalmente aleatoriamente com pedaços mais longos e outros mais curtos, seu rosto cheio de marcas roxas, seu lábio estava ferido e sangrava sem parar, ela possuía duas costelas quebradas sem contar que várias marcas de agressão estava presentes no corpo dela, as pernas idênticas, e os pés? Um deles havia acabado de ser quebrado para ela não fugir. Se tentassem reconhecer Lunares, talvez nem mesmo as irmãs conseguiriam...

 

【Day Sex】

 

– Bom Dia Aghata! Você sabia disso? Seu nome verdadeiro é Aghata igual o da sua mãe! ... Que cara é essa querida? Ah, já entendi tudo! Você é suas irmãs acreditaram mesmo naquela história toda! *Risos* Como vocês são ingênuas! ...  Se eu me chamasse Aghata também ficaria com essa cara. Vamos mudar de assunto Ok? ... Aqui! "Aghata Ou Lunares possui medo de vampiros, também como altura, água, sombras, escuridão e também possui monofobia (medo de ficar sozinha). Todos esses medos surgiram em sua infância exceto o medo de vampiros que surgiu após a morte de Nathaniel." ... O que foi? Está surpresa por sabermos todos os seus medos ou porque sabemos do Nathaniel? ... Não se lembra de ninguém chamado Nathaniel? Então vou te lembrar! "Nathaniel: primeiro e último namorado de Lunares, ambos que conheceram enquanto Lunares fugia de um de seus clientes enquanto estava desaparecida [...] Nathaniel após meses convivendo com ela descobriu sua real natureza, porém não se importou [...] Após um ano desaparecida e namorando Nathaniel, o humano, Lunares decide mostrar a ele seu mundo [...] Nesse dia Nathaniel foi morto por vampiros na frente de Lunares que não pode fazer nada por não conhecer ou saber usar seus poderes, desde então Lunares treina todos os dias seus poderes e acabou se tornando o cão de guarda de suas irmãs." ... Você está chorando por um humano? Tsc, patético.... Vamos conhecer mais sobre você! "Lunares salvou "Naomi" de quase ser sequestrada por uma vampira na qual dava aulas de etiqueta para ambas, a vampira prometia transformar "Naomi" em uma modelo famosa, porém Lunares descobriu através de uma ligação que tudo era um farsa [...] Após conseguir espantar a vampira "Naomi" passou a odiar a irmã, pois acha que Lunares não passava de uma invejosa" ... Está com raiva de mim? Não precisa ter não! Eu podia estar te torturando, mas só estou aqui fazendo você se lembrar que suas irmãs te odeiam e que você matou a pessoa que mais amava... Olha o lado bom temos o dia todo para passarmos juntas!

 

【Day Seven】

 

– Você sabe que eu sou? Não, não você não deve se lembrar... Eu sou o demônio que você quebrou o nariz a sete dias atrás... Acredita que a Erika não me deixou vir um único dia te ver? Ela acha que não posso me controlar... Talvez seja porque ela está certa, eu nunca tive uma Kitsune em minhas mãos... Não vai me responder? O que é você está dopada é isso? Eles já colocaram o tipo B? Vamos raposinha me responda... Você não pode ficar igual a um vegetal agora! Quer saber? Não importa, é não importa sabe por quê? Você pode estar assim, mas no fundo sei que está me ouvindo... Você pode guardar tudo que vai acontecer aqui em segredo? Boa garota!

 

Sem mais nem menos o demônio retirava tudo que prendia a garota e a jogava no chão, talvez por já ter passado por algo semelhante o corpo da garota reagia e tentava afastar o demônio, mas ele também recebia poder da Super Lua de Sangue e uma prova era os dois clones que ele criava para segurar a Kitsune. As peças íntimas que foram as únicas coisas que sobraram da roupa estavam sendo rasgadas nesse momento pelo demônio e dele apenas a calça jeans junto com a boxer eram removidas, o mesmo com os clones.

Da raposa apenas múrmuros de socorro  e lágrimas saíam dela, porém ela não se importava, sua cabeça estava fazia agora, sua vontade era de morrer, suas irmãs nem eram realmente suas irmãs, todos possuíam famílias diferente, então porque? Porque lutar? Ela não possuía nada para dar esperança a ela.

O demônio chupava o peito da garota com agressividade, como se já não bastasse o corpo da garota todos ferido, seus cabelos era puxados por um dos clones enquanto o outro a fazia chupar o membro dele, o verdadeiro estava faminto de desejo, cada parte de si implorava para possuir a garota e assim o vez, sem o menor cuidado ele penetrava a garota com força e violência, suas estocadas eram fortes afim de fazê-la sentir muita dor, outro dos clones era mandado penetrar o outro buraco da jovem e assim o fez, a garota era fodida por três de uma única vez e sem a menos preocupação é tudo aquilo estava bem longe de acabar.

 

[...]

 

Já era por falta de 22:00h e o demônio ainda fodia a garota, ele já havia perdido a noção de quantas vezes havia gozado dentro da garota, enquanto Lunares já estava desperta, talvez por causa da Lua o veneno não a imobilizava tanto.

Quando o demônios gozou mais uma veze ele ouviu barulho do elevador, ele rapidamente desfazia os clones e se vestia e sem mais nem menos saia daquela sala crente que a Kitsune continuava dopada o que não era o caso.

Ela podia em fim fugir mais como com um dos pés quebrados e duas costelas quebradas? Ela não possuía escolha a não ser se transformar e fugir.

 

[...]

 

A parte mais difícil que fora sair da mansão havia passado, mas ela sabia que estavam atrás dela e que ela precisava achar a mansão Sakamaki o mais rápido possível. Ela corria com dificuldade, seu corpo queria apenas desligar, mas não podia não agora tudo dependia da vontade dela de viver é de reencontrar aquelas garotas que por hora ela não sabia se chamaria de irmãs...

 

【Enquanto isso】

 

– COMO ELA FUGIU?! EU QUERO ELA DE VOLTA E O RESPONSÁVEL PELA FUGA DELA MORTO! AGORA!

 

Já havia chegado aos ouvidos do mentor de tudo, era a primeira vez que ele suava frio dessa maneira, seus planos nunca haviam falhados, mas agora ele possuía uma das suas peças livres o que o deixava em risco, assim como no xadrez cada jogada deve ser calculada, porém agora havia uma peça bagunçado a conta por completo.

 

– Chame meu carro, irei fazer uma visita a Mansão Sakamaki e mande todos os demônios atrás dela, se ela aparecer e contar tudo eu irei perder... E eu jamais perco.

 

【Voltando a Lunares】

 

A Kitsune já havia chegado ao colégio, mas nenhum sinal de vida, talvez não houvesse tido aula o que só complicava mais a situação da garota, ela não possuía escolha precisava correr até a Mansão Sakamaki seria um longo caminho sem dúvidas, mas ela precisava chegar lá afinal uma das irmãs Moon poderia ser a próxima vítima e isso ela não poderia permitir.

 

[...]

 

Ela havia chegado em uma mansão, porém estava longe de ser a Mansão Sakamaki. A chuva que havia começado a um tempo não ajudava o faro da garota, que estava no jardim daquela mansão, havia diversas frutas e legumes naquele jardim o a fez lembrar que não comia nada a dias.

Quando se aproximou da plantação de tomates ela não sentiu seus pés e caiu, seu corpo voltou a ficar mole e sua mente estava parando, a Super Lua de Sangue havia acabado, ela não tinha mais seus poderes expandidos e logo iria morrer. Ela voltou a forma humana possuindo apenas uma cauda e as orelhas a mostra ela tentava se levantar daquela terra, mas a única coisa que conseguiu foi rastejar seu olhar até um rapaz que parecia ter a idade dela, ele segurava um caderno e possuía o uniforme da escola, e antes dela poder ver a feição do rapaz ela desmaiava.

E tudo que podemos dizer é... Adeus Lunares...


Notas Finais


Hello anjinhos da escuridão *-*
É eu sei era para ter postado a um tempo já, porém o capítulo ficou bem perturbador quando escrevi e bem achei melhor reescrever para evitar a possível exclusão da fanfic, espero que entendam :3
TALVEZ o próximo capítulo saia amanha, não prometo nada mais como viajar no final do ano pretendo deixar a fanfic adiantada para caso não der para postar ;u;
Queria avisar que logo depois desse capítulo estarei postando outra fanfic minha, porém essa é original, caso tenha interesse o nome é: Obscurum Angelis. Se puderem leiam e se gostarem favoritem essa foi a primeira história que escrevi e agora que reescrevi ela gostaria que vocês lessem <3
Beijos carregados de Tretas e Nutella para vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...