História Moon Lovers Scarlet Heart Ryeo : Second life (2 temporada) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo
Personagens Chae-ryung, Choi Ji-mong, General Park Soo-kyung, Go Ha-jin / Hae Soo, Hwangbo Yeon-hwa, Imperatriz Yoo, King Taejo, Lady Hae, Park Soon-deok, Park Young-gyu, Wang Baek-ah, Wang Eun, Wang Jung, Wang Mu, Wang So, Wang Won, Wang Wook, Wang Yo, Woo-hee
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Sosoo
Visualizações 233
Palavras 1.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Segredo sujo


Fanfic / Fanfiction Moon Lovers Scarlet Heart Ryeo : Second life (2 temporada) - Capítulo 8 - Segredo sujo

Quatro dias se passaram desde o encontro de Wook e Wang So na boutique, dias estes o qual o herdeiro mais velho não conseguia parar de pensar em Ha-jin e no ultimo olhar que esta lhe deu, de algum modo a indiferença dela ou o fato dela estar indo aquele jantar com o mais novo o incomodavam além de um ego ferido.

Finalmente chegara a data do jantar e já que teria que ver sua família a noite So se deu o dia livre da empresa; Beak combinara de passar em seu apartamento para irem juntos ao evento, porém olhando a hora talvez fosse melhor ligar, o amigo estava muito diferente nos últimos dias.

—Você esta chegando ? Questionou So ao telefone enquanto terminava de abotoar os botões da camisa social preta.

— Sim, e você me paga por esse jantar. Afirma Beak-ah frustrado por não poder passar sua noite com Woo Hee num programa dois.

—A culpa não é minha que minha madrasta te adora. Ri o chaebol sentando-se no sofá e esticando as pernas.

—Agora que ... a esquece, estou passando ai no apartamento enviar uns relatórios que o secretario Duk deixou pra você conferir as mudanças e assinar, vamos juntos, quero por passar por isso rapidamente. Reclama Beak-ah.

—Ok e ... Antes que pudesse  prosseguir So é interrompido _ Preciso desligar, estão tocando a campainha.

 — Te vejo daqui a pouco. Desliga o amigo.

So se dirige a porta, mas assim que abre da de cara com uma figura inesperada, que adentra o apartamento antes mesmo que seja feito um convite “Quem esse sujeito pensa que é?”  , já bastava ter que aguenta-lo na empresa agora invadir sua residência era demais.

— O que faz na minha casa petulante ?

— Também é bom te ver Wang So. Dispara Wang Jung.

—O que quer ? Questiona o empresário.

—Te procuraram hoje na empresa, porém o grande chefe não apareceu. Jung se senta confortável numa poltrona.

—Do que esta falando ?

 —Você contratou alguém para investigar a morte do seu irmão mais velho. Revela Jung enquanto observa a face do outro em um misto de raiva e surpresa.

—Voc... So não consegue terminar a frase antes de ser interrompido.

 O detetive do caso mandou um mensageiro que foi hoje a empresa, o mensageiro nos confundiu diante o sobrenome. Esclareceu o mais novo.

A campainha tocou, porém a porta apenas encostada é fácil de abrir.

—Beak-ah. Pronuncio So indo ao lado do amigo.

—Atrapalho ? Beak perguntou, e assim que notou bem quer era a outra visita ficou confuso  —Jung você aqui ?

 —O que você  fez foi crime! Acusou só exaltando a voz e apontando o primeiro visitante.

—E como você chama investigar secretamente a morte do seu irmão ? Devolve Jung a acusação.

—Você estava .. ? Perguntou Beak ao melhor amigo.

—Olha eu não estou aqui para uma guerra, mas Wang Mu  era meu amigo, e Eun é um rapaz formidável ao qual tenho muito apresso, então é melhor sentar-se se você quer qualquer informação .Jung disse num tom pacificador, porém So queima raiva, Beak então chamou o amigo e sentaram se no sofá maior.

—Prossiga Jung. Beak disse.

—Esses são o relatório da autópsia e da pericia, porém estes são os originais, não vieram a publico e muito menos foram entregues a sua família.  Ele estende duas pastas na mesa de centro para que são postas abertas contendo além dos relatórios fotos do acidente — Parece que foi encontrada uma alta dosagem de uma toxina usada comumente em remédios como relaxantes muscular, uma dose como esta não deixaria Wang Mu  dirigir com cuidado, a droga meche com sistema nervoso, seria como deixar um bêbado dirigir.

 —Mas  Wang Mu não tinha nenhum problema de saúde, é de conhecimento publico isso. Beak se manifesta.

 —E Hani ? Indagou So com punhos fechados.

—A mesma substancia foi encontrada em sua cunhada.

 —Acalme-se. Disparou Beak quando So se levantou, ódio exalando por cada poro de si.

 — A perícia concluiu também que os freios foram sabotados. Continuou Jung Mesmo que os remédios não estivessem presentes o resultado seria o mesmo.

 —Quer dizer ... Beak não conseguiu concluir a frase, o pensamento parecendo muito cruel para si.

—Os laudos que alegam que havia bebido eram falsos. Falou So num tom baixo, mas cortante.

—Sim, alguém matou .. Beak-ah diz finalmente conseguindo coragem.

—O mais estranho nisso tudo é que tudo foi encoberto, o legista fez do caso dessa sua ultima autopsia e se mudou para Miami  na Florida, o diretor do escritório de pericia ganhou uma promoção e dois auxiliares estão mortos e um num asilo de loucos em Busan. Concluiu Wang Jung.

—Isso parece conspiração de filme americano. Comparou Beak

—Pior que isso Beak-ah , é a minha família. So foi até uma estante e tirou de lá uma garrafa de whisky pegando um copo e servindo-se

—Como assim ? Pronuncia-se Jung.

 —Hani e Wang Mu estavam na festa de gala da minha família, a renovação de votos do meu pai, antes de pegarem o volante.

—Mas todo mundo estava , até mesmo eu compareci a ocasião. Aponta Jung ainda confuso.

— Todo o conselho  é suspeito, entretanto boa parte do conselho é família. Apontou Beak ao sênior.

—Sendo assim todos que estavam na festa, seja os membros da diretoria ou da família são suspeitos pela morte de Wang Mu e Hani e de deixar Eun órfão.

 

 —Ok pode ser amanhã ... Sim, eu te ensino, e lembre-se do que eu disse na cafeteria.Eun sorria ao telefone, não sabia de onde surgiu essa afinidade devastadora com Duk porém estar com ela o acalmava — Preciso desligar . Diz ele ao sentir uma presença atrás si.

—Quem era meu querido ? Indaga Yoo.

—Uma amiga vovó.

—Ela virá hoje ? Questiona a mais velha.

—Por que viria ? Diz o garoto

—Para mim conhecê-la, saber se é boa pra você.

—Vovó estamos no século vinte e um. Ri o jovem.

—Ah Eun, você é igualzinho o seu pai, não me escuta.

—E o que isso quer dizer ? Perguntou curioso enquanto se dirigiam a sala de estar.

—Nada querido. Ela sorriu um sorriso amarelo Vou verificar o jantar.

Yoo era uma mulher fria, olhando para Eun ela se lembra do filho mais velho do marido, fruto do primeiro casamento com Hwangbo, o garoto para ela era como Wang So, uma lembrança constante de que não era única na vida do marido. Ela pode ter gerado Yo e Wook , porém apenas Yo a tratava com única, sendo o filho mais novo parecido com o pai.

Não sabia o motivo de Kim Taejo convocar aquele jantar , no entanto sentia que as noticias não seriam boas.

Os convidados vão chegando primeiro Wang  Won, seguido por Yeon-hwa, Yo chega e vai diretamente a mãe cumprimentar;  Jung , Beak-ah e Wang So chegam juntos causando certa confusão aos demais, que sabiam da clara desavença entre o  sênior e o herdeiro. Os últimos a chegar foram Wook que trouxera Ha-jin em seu braço.

“Esse jantar será intragável” pensou So num ultimo pensamento ao serem chamados a mesa.


Notas Finais


Espero que gostem

Oh god , por que fizeram isso com Wang Mu ?

E quem fez ?

Será que alguém conseguira digerir o jantar ?

Essa e outras noticias, nos próximos capítulos

Beijinhos, amo vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...