História Moonlight - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Lee Jihun "Woozi", Soonyoung "Hoshi"
Tags Fluffy, Hozi, Seventeen, Soonhoon, Wooshi
Exibições 21
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Segunda one-shot ^^ Essa eu fiz baseada na música Sugar and Me da Raina e SanE e nas habilidades do Jihoon fazendo dalgona que mostraram no OFD <3

*pra quem não sabe, dalgona é um doce coreano feito de caramelo

Capítulo 2 - Somos doces como dalgona


“Não.”

“Por favoooooor?” Soonyoung choraminga, puxando a camisa de Jihoon e pousando mãos quentes no seu abdômen. O mais novo se arrepia.

“São duas da porra da manhã” Jihoon resmunga, virando-se na cama que eles dividiam.

“Mas eu estou com vontade!” Soonyoung faz beicinho “E você é o expert em fazer dalgona.”

Jihoon dá o menor dos sorrisos, covinhas aparecendo ligeiramente, ao título; mas ele não planeja deixar Soonyoung conseguir o que quer tão facilmente. Ele compõe-se de volta à sua cara fechada e foge das mãos de Soonyoung que descansavam por baixo da camisa em sua cintura.

“Não é não.” Jihoon diz, como que dando um ponto final ao assunto.

“Jihoonie” Soonyoung chama, com uma pontinha de aegyo que faz Jihoon se sentir envergonhado “Eu prometo fazer o que você quiser. Só faça um pouco de dalgona.”

“Por que você está tão desesperado?” Jihoon faz uma careta. “Vá dormir logo, nós podemos fazer de manhã.” Jihoon pode praticamente ouvir o beicinho de Soonyoung atrás dele. “Yah, não seja um bebê.”

Soonyoung coloca suas mãos de volta na cintura de Jihoon, os dedos dançando para cima e para baixo. Jihoon sente seu corpo inteiro arrepiar, mas tenta seu melhor não deixar à mostra.

Algo quente e molhado toca o ombro de Jihoon, exposto pela camisa larga que na verdade pertence a Soonyoung. Então ele percebe que o mais velho estava largando beijos abertos em sua pele.

“Jihoonie” Soonyoung diz com a boca no ombro de Jihoon. “Por favorzinho. Não vai levar muito.”

Toda a combinação - os dedos na sua cintura, os lábios no seu ombro, a voz ligeiramente rouca do namorado tão próxima da sua orelha - faz Jihoon jogar tudo para o ar.

“Tá bem.” Ele resmunga, sendo o sorriso de vitória de Soonyoung pressionado contra sua pele.

 

***

 

“Por que tá me encarando desse jeito?”

A única luz em todo o dormitório é a da cozinha. Jihoon está no fogão, cuidadosamente olhando o açúcar esquentar, e Soonyoung está sentado no topo da bancada ao lado dele, sorrindo amavelmente para seu namorado.

“Você parece tão concentrado.” Soonyoung diz honestamente “Não do jeito como quando você está compondo. É mais fofo. Mais doce.”

“Isso é tão inesperado?” Jihoon faz beicinho.

“Bom, a sua imagem por fora é fofa, mas todos sabem que a sua personalidade é como… Como café.”

“Amarga?” Jihoon dá um soco no joelho de Soonyoung.

“Mas todo mundo gosta.” Seu namorado sorri brilhantemente.

“Bem, se eu sou café você é açúcar puro.” Jihoon zomba enquanto mexe o caramelo no fogão habilidosamente. “Até faz mal às vezes.”

O sorriso de Soonyoung aumenta (Jihoon nem sabia que isso era possível) e ele pula da bancada para inclinar-se e selar o lábios de Jihoon com os seus. O mais novo é pego com a guarda baixa, especialmente quando ele olha para cima e vê os lindos olhos 10:10 o encarando docemente.

“É por isso que nós funcionamos tão bem.” Soonyoung diz, acariciando as bochechas de Jihoon.

Jihoon é tão reservado, mas Soonyoung é tão extrovertido. Jihoon odeia skinship, Soonyoung é todo sobre toques. Jihoon é melodia, Soonyoung é movimento. Jihoon é vermelho, Soonyoung é verde. Jihoon é palavras, Soonyoung é ações. Eles são o oposto um do outro, mas também peças que se completam.

Jihoon inclina-se para beijar Soonyoung novamente - doce e macio, apreciando o gosto dos lábios um do outro. Jihoon tem gosto de café, e Soonyoung de açúcar. A combinação é doce e forte.

O cheiro de queimado faz Jihoon abrir um olho e ele quebra o beijo batendo no peito de Soonyoung (e bem dolorosamente, a julgar pelo grunhido do mais velho).

“Seu idiota” Jihoon diz, um certo divertimento em seu tom de voz. “Você me fez queimar seu dalgona.”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...