História Moonlight Falls - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anny, Aventura, Bleer, Caçadores, Claire, Drama, Ficção, Herege, Híbrido, Lobisomem, Mago, Ragnar, Raven, Romance, Saga, Sobrenatural, Taylor, Vampiro, Violencia
Visualizações 1
Palavras 1.395
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Depois de bastante tempo, voltei com um capítulo novo para vocês! Espero que gostem :)

Capítulo 13 - Ato 12: Caminhos Importantes.


No dia seguinte...

          Ragnar

          Eu não estava conseguindo dormir direito por causa daquela mensagem que a Anny havia me enviado. Será que o Taylor fez algo de errado enquanto estávamos lanchando ontem a noite? Ou a Bleer perdeu o controle e ele não conseguiu acalmá-la? Eram muitas dúvidas que estavam vindo sobre minha mente. Poderia ser também a Cora ou um novo caçador na cidade que está causando problemas, aliás, pode ser qualquer coisa! Depois de um bom tempo tentando escapar desses pensamentos confusos, tive êxito em umas das tentativas e consegui pegar no sono sem mesmo eu ter percebido. Acordei super assustado por causa do horário e me levantei desesperado da cama. Tomei um banho rápido para não me atrasar mais ainda e coloquei uma roupa qualquer que fosse aceitável para a tal reunião. Assim que terminei de me arrumar, desci até o primeiro andar e caminhei em direção a sala principal da casa. Chegando lá, me encontrei com Raven, Thomas e Scarlett. Fiquei um pouco decepcionado porquê esperava ver o Taylor ali e não Scarlett.

    - Ele ainda não chegou né? - perguntei com rancor.

    - Ragnar, tenta se acalmar... - aconselhou Raven. Antes mesmo dela terminar de falar, saí andando em direção à porta principal da casa. Estando eu ainda decepcionado com as atitudes do Taylor, acabei descontando na Raven e nos garotos, e assim que saí para o lado de fora, não esperei eles para irmos juntos até a reunião.

    - Por que ele se importa tanto assim com o Taylor? - perguntou Thomas meio confuso.

    - Porque o Taylor foi a segunda pessoa que viu algo de bom nele. - respondeu Raven meio triste.

    - O que ele viu nele? - interrogou Scarlett um pouco curiosa.

    - Esperança... - disse Raven determinada e em seguida saiu para o lado de fora com os meninos para tentar alcançar o Ragnar.

        Taylor

         Acordei bem alegre depois daquela noite mais que especial que tive com a Bleer. Enquanto bocejava, me virei de lado para verificar se ela já estava acordada e me deparo com ela expressando um lindo sorriso ao mesmo tempo que me olhava.

    - Bom dia! Dormiu bem? - digo me sentando no lençol que eu havia esticado para nós passarmos a noite enquanto observávamos o mar.

    - Bom Dia! Dormi bem e você? - perguntou ela enquanto colocava uma mecha de cabelo atrás da orelha.

    - Dormi bem também! Melhor impossível... - digo meio pensativo enquanto a observo.

    - Melhor irmos embora... - disse ela sorrindo à medida que se levantava.

    - Também acho. Vamos! - digo sorrindo e logo depois me levanto.

    - Eu queria ficar aqui contigo o dia todo mas preciso que você me ajude a controlar isso! - disse ela mostrando as garras.

    - Olhando pelo lado bom, vamos estar juntos ainda... - digo expressando um sorrindo e começo a dobrar o lençol. Depois, guardei o mesmo na minha mochila.

    - Vamos? - perguntei enquanto colocava a mochila em minhas costas e em seguida, estendi minha mão para ela.

    - Sim... - disse ela segurando minha mão entrelaçando nossos dedos. Segurei firme sua mão e juntos, fomos caminhando em direção a moto que estava perto do farol da praia. Enquanto caminhávamos, fiquei observando a beleza natural daquele lugar ao mesmo tempo que ficava trocando olhares com a Bleer. Eu não conseguia tirar meus olhos por muito tempo dela por causa da sua beleza que me encantava, que na verdade, me encanta todos os dias! Assim que chegamos até a moto, levantei o banco da mesma e guardei a mochila ali por baixo. Desci o banco e subi em cima da moto. Aproveitando que Bleer estava arrumando o cabelo para colocar o capacete, coloquei também o mesmo e em seguida ela subiu.

    - Segure firme... - digo dando uma olhada rápida para ela e logo depois voltei meu olhar para frente. Senti seus braços passando por volta da minha cintura e soltei um sorriso de lado e comecei a dirigir em direção à nossa casa.

         Cora

         Ainda pensativa sobre os planos que meu primo Aaron estava fazendo para que conseguimos tirar o poder que o Ragnar tem sobre os lobisomens. Sentada no sofá a espera dele, finalmente ele chegou na minha casa para podermos conversar sobre tal.

    - E então? Como que estão andando as coisas? - pergunto olhando curiosa para o Aaron.

    - Jackob foi preso pela Claire por matar uma outra pessoa da própria espécie. Ele não está nada satisfeito com a forma que ela lidera os vampiros, aliás, ela nem estava sabendo daquele monstro que está andando por aí! - disse ele se sentando no outro sofá.

    - Mas ele ta preso... como ele pode ser útil para a nossa revolução? - perguntei com um olhar de desilusão.

    - Por enquanto ele está preso! Fiquei sabendo por alguns contatos que Claire marcou reunião com o Ragnar e a Anny, assim à atenção deles vai estar voltada para o monstro que tanto aterroriza a cidade! - disse ele todo confiante.

    - Tá bom! Agora me explica o que vamos poder aproveitar disso? Não percebi nada que nos favorece nessas informações... - digo com um olhar de tédio.

    - Sério que você não percebe? Podemos aproveitar o foco deles em outras coisas para conseguirmos mais pessoas para a nossa rebelião, começando pelo Jackob! - falou ele um pouco bolado comigo.

    - Você acha que eles são burros o suficiente de deixar os locais mais importantes deles desprotegidos? Claro que vai ter vampiros protegendo a prisão! Somos nos dois contra uma sociedade sobrenatural! - digo toda inconformada com ele.

    - Por isso que eu chamei o nosso tio Pierre! - exclamou ele todo alegre.

    - Pierre? Você tá maluco? Ele não vai dividir nada com a gente se derrubarmos o Ragnar. - digo desapontada com ele.

    - É a nossa única chance! - disse ele tentando me convencer.

          Bleer

          Estar perto do Taylor me traz muita segurança. Enquanto estávamos na estrada que fica em direção a nossa casa, fiquei pensando em tudo que ele está fazendo por mim e que está enfrentando para que eu seja aceita pelo Ragnar. Depois de um determinado tempo, chegamos em casa. Eu vendo que a moto já estava parada na calçada, desci dela e tirei o capacete.

    - Pode ir entrando Bleer! Vou guardar a moto na garagem... - disse ele, sério.

          Enquanto ele estava indo para a garagem, entrei em casa e percebi que não havia ninguém. Logo depois fui para o meu quarto e fiquei pensando em tudo que aconteceu. Aproveitei que o Taylor ainda estava lá fora e preparei uma roupa para eu colocar depois de um banho bem quente. Passaram-se alguns minutos e terminei meu banho que por sinal me deixou super asseada! Depois de me secar e vestir, voltei para o meu quarto e me deitei na cama.

         Taylor

          Após guardar a moto, entrei na casa e percebi que só estava eu e a Bleer lá. Sentei no sofá da sala principal e liguei a TV para eu me distrair enquanto a Bleer tomava banho. O tempo foi passando e percebi que ela estava demorando demais. Me levantei, desliguei a TV e subi correndo até o segundo andar, que é onde fica o quarto da Bleer. Chegando no corredor onde fica os quartos, percebi que a porta estava fechada. Me aproximei da mesma e com a minha mão fechada, bati levemente ela contra porta para saber se ela estava ali realmente!

    - Taylor... é você? - perguntou ela serenamente. Logo depois que ela fez essa pergunta, entrei no quarto sem pensar duas vezes.

    - Você está bem? - pergunto olhando para ela sorrindo.

    - Sim, eu só estava pensando um pouco... senta aí! - disse ela com um sorriso cativante.

    - Eu fiquei preocupado de ter acontecido algo com você! - falo me sentando ao seu lado e olhando fixamente para ela.

    - Você me olhando assim... me deixa sem jeito. - disse ela sorrindo um pouco corada.

    - Não consigo ficar sem te olhar... digo sorrindo enquanto faço carinho com minha mão em seu rosto.

         Claire

         Vejo que todos já estavam na mesa redonda com seus respectivos acompanhantes e decido começar a reunião.

    - Primeiramente, sejam bem vindos! Antes de falarmos sobre o motivo da reunião, vamos fazer o juramento inicial!

CONTINUA NO PRÓXIMO ATO...


Notas Finais


Semana que vem tem mais. Um grande abraço, galera.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...