História Moon's Rose - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Ciel Phantomhive, Earl Charles Grey, Joker, Personagens Originais
Tags Harém Inverso, Mistério, Romance, Tragedia
Visualizações 13
Palavras 1.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Visual Novel
Avisos: Incesto, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltando novamente com mais um capítulo... Espero que gostem~

Capítulo 3 - Undertaker e Grell


Fanfic / Fanfiction Moon's Rose - Capítulo 3 - Undertaker e Grell

Abro os olhos lentamente. Minha cabeça está muito pesada, vejo na minha frente Sebastian e Ciel, que estava conversando com Lau. Sebastian percebe meu movimento e me ajuda a levantar.

Sebastian: A senhorita está melhor?- Falou, com o braço na minha cintura.

Sakura: Minha cabeça ainda dói um pouco.- Me apoiei na poltrona de Ciel.- Mesmo assim, obrigado.- Apertei um pouco sua mão.

Lau: Acho que só há uma pessoa que pode nos ajudar a resolver esse caso.- Deu um sorriso.

(MUDANÇA DE CENÁRIO) Loja do Undertaker

Sakura: Under...taker?- Falei, entrando com todos no local.

Fiquei olhando alguns caixões, até que um se abriu sozinho e de lá saiu uma pessoa vestida de vermelho e tinha cabelos longos, também de outro caixão saiu um homem de cabelos cinzentos que caiam nos olhos e vestido de preto.

???: Sebby!!!- O de vermelho pulou em cima de Sebastian que desviou e o fez cair no chão.- Você é tão malvado comigo.- Falou, ainda no chão.

Sakura: Você está bem?- Ajudei-o a levantar.- Prazer, Sakura Shiirakin.- Me apresentei.

Grell: Meu nome é Grell e aquele maluco rindo é o Undertaker.- Falou fazendo muitas poses.

Olhei de relance para fora e vi o Visconde de Druitt, ele olha pra mim e sorri. Aproveito que todos estão distraídos e saio da loja ao encontro do Visconde.

Aleister: Finalmente, minha cara dama, posso me desculpar devidamente com você.- Se ajoelhou na minha frente.- Nunca conheci uma dama tão cordial e bela como você.- Segurou minha mão.

Sakura: P-Por favor, levante-se.- Comecei a gaguejar e o puxei pra cima.- Não precisa se desculpar, só não estou acostumada com os costumes daqui, como pôde ver, não sou daqui.- Dei uma volta pra lhe mostrar meu kimono.

Aleister: Tive uma ideia.- Me puxou pelo braço, fazendo com que minha sombrinha caísse da minha mão.

/////////////////////////CIEL ON///////////////////////////////////

 Depois de muita, mas muita conversa, não tivemos uma conclusão, somente uma suspeita. Grell iria conosco pra mansão. Saímos da loja e Grell me puxa pra trás bruscamente.

Grell: Ciel, aquela não é a sombrinha da sua amiguinha.- Corei um pouco, mas ele estava certo.

Sebastian: Ele está certo, Bo-chan.- Pegou a sombrinha.- Realmente é da senhorita Sakura.- Analisou o objeto.

Meu peito ficou apertado com a possibilidade dela estar em perigo.

Ciel: Sebastian! Encontre-a! Isso é uma ordem! - Dei uma ordem.

Sebastian: Yes, My Lord.- Fez reverência e saiu.

Voltei para a mansão com Lau e Mun-Rao. Ficamos no hall de entrada esperando Sebastian. A porta se abre e vejo Sebastian com Sakura. Ela está com um vestido azul e branco, ela....ela está muito bonita.

//////////////////////SAKURA ON////////////////////////////////

Vejo que Ciel está me encarando, acho que ele está com raiva. Sebastian brigou com o Visconde e me tirou de lá. Lá do alto da escada, vejo Soma e Agni correndo na minha direção. Soma me abraça de repente.

Soma: Que bom que você está bem, fiquei preocupado.- Eu retribui o abraço.

Sakura: Desculpa, não queria que ficassem preocupados.- Fiquei cabisbaixa.

Soma: Vamos, não é pra tanto.- Me levantou pelo queixo, depois nós dois coramos.

Depois de uma conversa, resolvo sair para passear pelo jardim, realmente as rosas eram inacreditáveis. Sinto um vento pelas minhas costas, e um homem me segura com força, começo a me debater. O homem pega um pano do bolso e pressiona sobre meu rosto, minha visão começa a falhar e desmaio.

///////////////////ALOIS ON///////////////////////////////////

Jogo um vaso de rosas, raivosamente, contra a parede. Claude apenas observa em pé, seu olhar é frio, como sempre.

Alois: Por quê? Por que será que ela não me dá atenção? – Grito comigo mesmo.- Vou conquista-la de qualquer maneira!!!- Me viro pra Claude.

Claude: Senhor, não acha que sua relação com ela é um pouco...- Para por um momento.- Distante.- Olhou para a janela.

Alois: Distante... Então, irei me aproximar dela, hoje no baile.- Fico feliz, será um baile a fantasias, poderei raptá-la.

/////////////////SOMA ON/////////////////////////////////

Olho surpreso pela janela e corro com Agni para a sala de Ciel. Quando entro, a porta faz um som estrondoso.

Ciel: Não sabe entrar sem fazer barulho.- Falou, friamente.

Soma: Ciel!- Corri na direção de Ciel.- Levaram a Sakura!- Grito, desesperado.

Vejo o espanto no rosto de Ciel, era evidente que aquela garota havia mudado algo nele, teria despertado algo nele. Mas,se for o que eu estou pensando que é, eu também vou lutar para tê-la comigo.

Ciel: Sebastian! Encontre-a, e se livre de qualquer um em seu caminho!- Fala com arrogância, ordenando.

Sebastian: Yes, My Lord. – Abriu um sorriso, que me deixou com medo.

Soma: Espere!- Interrompi a saída do mordomo.- Agni! Vá junto com ele!- Peço a Agni, que reverencia e sai com Sebastian.

////////////////SAKURA ON////////////////////////////

Acordo e abro os olhos lentamente. Percebo que minhas mãos estão amarradas para trás das minhas costas. Começo a puxar pra ver se consigo soltar, mas não consigo.

???: Você realmente acha que uma dama vai conseguir escapar.- Um homem com uma cicatriz no rosto começa a rir.- Dessa vez, achei uma forma de me vingar do Phantomhive de uma vez por todas.- Ele e os capangas começam a rir.

Sakura: Ciel...- Recordo-me do garoto de tapa-olho.- O que você quer com ele?- Fiquei com raiva, e senti uma dor no corpo.- Ugh... Vocês, por acaso, me agrediram?- Senti o gosto do sangue escorrendo na minha boca.

???: Não necessariamente, você caiu quando estávamos te trazendo.- Um capanga falou, com uma arma mirada em mim.- Mas não teria piedade em fazê-lo. – Deu um sorriso que fez meu corpo estremecer.

O homem com a cicatriz se aproximou de mim, e me puxou pelo cabelo, o que fez meu penteado se soltar, fico com os cabelos soltos. Ele se aproxima do meu ouvido.

???: Minha vingança mal começou...- Apertou meu cabelo.- Mas, você é bem bonita.- O chuto com as pernas e ele cai pra trás.- Maldita!-  Fala com a mão no rosto.

Capanga: Senhor, invadiram a ala nove.- Entrou um homem, fazendo um estrondo.- É melhor irmos.- Todos se retiraram da sala, mas um dos capangas colocou uma venda nos meus olhos.

Fiquei olhando o escuro por um tempo, até ouvir um barulho, como se a porta estivesse sendo quebrada, logo sinto mãos tentando tirar minha venda.

Sakura: Agni...- Falei baixo, e a venda foi retirada.- O que faz aqui?!?- Agni arrancou as cordas que me prendiam.

Agni: Sebastian está cuidando dos capangas lá em baixo, eu vou te levar daqui...- De repente, mais guardas chegam com armas.

Eu me levantei rápido, mas logo caí no chão com uma dor insuportável no corpo, deveria ser porque aqueles homens me deixaram cair. Agni olhou surpreso pra trás e agachou na minha frente.

Agni: Agora que eu percebi...- Me carregou no colo.- VOCÊS A MACHUCARAM?- Gritou, o que fez os capangas estremecerem.

Sakura: Agni, cuidado...- Virei seu rosto na direção do meu. Acidentalmente, nossos narizes se tocaram e coramos.

De repente, os capangas caem cuspindo sangue e a figura de Sebastian sorrindo. Ele e Agni saíram comigo.

Já estava de noite quando chegamos á mansão. Mey-rin veio apressada em minha direção.

Mey-rin: V-Vocês tem que se arrumar rápido.- Ficou nervosa e estava correndo aleatoriamente.- O baile vai começar daqui a pouco.- Me puxou para o meu quarto.


Notas Finais


Não sei se ficou muito bom, mas dei meu melhor.
Vejo vocês no próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...