História Moorings of a wendding - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg
Exibições 190
Palavras 1.200
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oiee. Eu baixei a faixa etária por um motivo, era para ter um Hentai deles bêbados na versão original... Mas então eu mudei... E vcs devem estar me odiando por isso mas enfim... Espero que gostem.

Capítulo 4 - Eu te procuro... Eu sei que não é apenas isso


- Eu... Te amo...- Ele a abraçou, começaram a dar selinhos que se passaram a ser beijos mais quentes e cheios de desejo. Logo ela o afastou, foi até o banheiro, ele não entendeu. Ela voltou com um semblante meio culpado e então disse com um pouco de dificuldade:

- A menstruação desceu...- Ele não gostou de ouvir aquilo... Mas mesmo assim disse, contrariando todos os seus sentimentos:

- Que bom...- Ela assentiu e começou a ajeitar suas coisas deixando o loiro meio aflito, logo se levantando da cama dando alguma desculpa para que ela ficasse- My... Marinette, tem certeza que não quer ficar? Tipo... Agente ta casado não é...- Ela o cortou dizendo calmamente:

- Não... Não... Já causei bastante aqui... Você vai poder voltar a sua bela rotina e eu sumir da sua vida como se nada tivesse acontecido. Ele assentiu escondendo sua aflição. Ela terminou de se arrumar e já estava saindo, ele perguntou meio receoso:

- Não quer tomar um café antes de ir?- Ela negou com a cabeça e disse:

- Não... Deixa quieto...- Ela saiu já com a gata no colo a rumo de seu apartamento, que não era nem um pouco barato.

Adrien suspirou... Não entendia o por que de estar triste com a ida dela. Mas ele já tinha se apegado a ela, com o jeito fofo ao jeito totalmente irritante. Era sábado, ele, meio deprimido ficou lendo o livro "como eu era antes de você", ouvindo a musica "Mercy" do Shawn Mendes.

Alguém batia em sua porta, estava deixando o loiro de aflito para zangado.

- Entra caralho! Ta aberta...- Plagg entrou e olhou para o loiro que parecia meio acabado.

- Oi... Adrien que qui você tem? Ta meio acabado...Nem fez a barba... E cadê a Marinette?- Adrien encarou o amigo e falou:

- Ela já foi...- Adrien voltou a encarar o livro. Plagg pigarreou e disse já sério:

- Você gosta dela?- Adrien o encarou com aquela cara de "sério?" e Plagg falou- Se gosta dela, vai atrás... Ela deve gostar de você... E... Chega dessa deprê... Você já ta ouvindo Adele mano... Chega, que já deu. Eu pago um milk-shake.

Em uma cafeteria perto da torre Eiffel...

- Plagg... Eu não entendo o por que eu me sinto assim... Por que ela tinha que aparecer na minha vida... Eu estaria ótimo sem ela. Se eu não tivesse a pedido em casamento... Eu nem lembro... Deve ter algum jeito dela voltar... Ela ainda esta casada comigo no cartório né?- Ele foi cortado pela risada de Plagg, Adrien arqueou uma sobrancelha com uma cara de poucos amigos e perguntou:

- Do que você ta rindo seu retardado?- Plagg secou as lágrimas e falou:

- Era falso... Isso nunca aconteceu... Tudo era um plano de Vivian para você parar de dormir com qualquer uma que aparecesse...

- Grrr... Obrigado plagg... Vou ver minha mãe agora se me da licença...

                                                           ~~~~~~####~~~~~~

Adrien pegou sua lamborghini verde e foi até o apartamento luxuoso de sua mãe. Chegou lá, e falou com raiva:

- Mãe, por que fez isso com teu próprio filho?- Vivian apareceu e disse:

- Era para seu próprio bem... Filho... E se você pegasse alguma doença? Ou engravidasse uma menina... Você, uma hora vai enjoar dessa vida... E vai ficar melancolico!

- Tá! Mas a my... Marinette sabe disso? Ela sabe que foi enganada por vocês?- Vivian riu e falou:

- Marinette gostava de você... Ela aceitou fazer isso... Mas ela descobriu que o "Adrien Agreste" não passa de um pegador...

- MÃE! Isso é jeito de falar comigo? A pessoa que saiu de você, literalmente?- Ela fez uma cara séria e falou cruzando os braços:

- Sim... Você é meu filho... Mas eu não te ensinei a fazer isso...- Um silêncio reinou, Adrien abaixou a cabeça e falou:

- Ok...- Ele saiu sem dizer mais nada, entrou no lamborghini e ligou para seu pai:

- Pai... Sobre a Oprah..

                                                            ~~~~~~####~~~~~~

Se passara um mês, Marinette tomava um café enquanto lia uma revista, passou por uma página, e chamou a sua atenção... Era Adrien, com um terno, lindo como sempre. Marinette suspirou, ela queria que tivesse sido verdadeiro, sabia que não iria dar certo, só desistiu desse amor platônico... Mas o que ela não sabia era que o loiro a procurava... Ele sentia algo também... Ela era diferente... Ela era especial.

Ela teria que participar de uma comemoração na empresa Agreste, pois o restaurante fora contratado para fazer o buffet. Seria a noite... Marinette pagou e saiu, voltou para seu apartamento e se arrumou, foi para o local onde seria a tal comemoração e começou a preparar os pratos.

Começou a chegar outros CEO's de outras empresas, modelos, representantes, executivos e até presidentes das marcas. Logo teve a chegada da refeição. Marinette seria uma atendente. Estava com um vestido até o joelho, um avental branco, um coque meio frouxo, uma maquiagem simples. Estava anotando os pedidos, quando foi entregar o champanhe, nem notou que era a mesa de Adrien. Ela falou com voz doce e ele olhou para ela... Ele logo reconheceu...

- Mari?

                                                            ~~~~~~~~~####~~~~~~~~~

Marinette saiu dali e Adrien, meio perdido, pediu licença e foi atrás da azulada. Ele encostou na parede e ela tentou escapar, ele colocou as duas mãos apoiadas na parede para a azulada não pudesse escapar.

- Da pra deixar eu ir? Ou você quer outra aventura? Se quiser, vai num puteiro.- Ele a puxou para fora do prédio onde estava chovendo e falou com calma:

- Marinette, me escuta! Eu sei que... Eu sei que fui um idiota com você nas primeiras semanas que convivi junto a você... E sei que tudo aquilo era um plano da minha mãe... Mas... Será que...- Ela o cortou:

- Que podemos continuar de onde paramos? Desculpa... Mas não! Aquilo foi só uma lição que você tinha que aprender... Você ira achar alguém... Bye gatinho... Marinette pegou seu carro e voltou para seu apartamento... Não poderia voltar lá... Já que estava encharcada pelo temporal. Deixou Adrien ali, o mesmo fechou as mãos em punho, voltou para sua casa, largou a festa lá... O que precisava naquele momento era pensar.

                                                             ~~~~~~####~~~~~~

Adrien chegou em sua casa e se deitou, olhando para o teto, olhou para seu closet, e lá estava todos os contatos das garotas e peças intimas das mesmas, sentiu nojo de si mesmo, pegou tudo aquilo e colocou na lareira, pegou uma vodca e tacou ali, pegou um fósforo e tacou ali, fazendo o negocio pegar fogo. Encarava o fogo sentado de pernas cruzadas. Ouviu a porta ser aberta, devia ser Plagg... Só ele tinha a chave de seu apartamento.

Nem deu muita atenção, arregalou os olhos quando sentiu dois braços abraçarem seu pescoço por trás. Ele pigarreou e olhou para trás.

- Marinette, o que faz aqui? Como entrou aqui?- Ela parou de abraçá-lo e sentou ao seu lado.

- Adrien... comecei a pensar sobre o que você me disse mais cedo... E... Enfim... É verdade? Verdade que me ama? Que não vai me largar? Que quer tentar desde o começo?

- Sim, my lady... Mas eu acho que deveríamos começar de novo... Oi?

- Oi...


Notas Finais


Vou acabar essa fic por aqui... Por que eu irei começar a tão esperada "conversas sadomasoquistas"... E eu preciso de tempo... Espero que tenham gostado e confiram minhas outras fics.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...