História More than Friends - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Originais
Personagens Harry Styles, Personagens Originais
Tags Amigos, Amizade Colorida, Amor, Colegial, Festa, Harry Styles, One Direction, Originais, Romance
Visualizações 20
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Aquele com a briga depois do show


Fanfic / Fanfiction More than Friends - Capítulo 2 - Aquele com a briga depois do show

“Merda”. É só o que eu consigo pensar quando ele vem pra perto da gente. Raramente ele faz isso quando a Carol não tá perto. Odeio ser branquela, fico vermelha com qualquer coisinha e todo mundo percebe.

- E aí pessoas, tudo bem? – Harry diz puxando uma cadeira pra sentar do nosso lado.

- Oi meu amor, vem sempre aqui? – Nicko já ataca de brincadeira, eles se conhecem há anos porque já estudaram no mesmo colégio outras vezes.

- Hahahaha infelizmente sim, cara. – Todos damos umas risadinhas, mas ninguém mais puxa assunto. Depois de uns segundos de silencio, Harry se manifesta novamente – E aí, Paige, como vai o Mark?

- Ele tá bem... – digo ainda meio constrangida por ter encarado ele agora a pouco. Detesto ser distraída assim, sempre acabo encarando alguém, as vezes até pior: a bunda de alguém!

- Vai sair hoje à noite? Vou tocar no Mendes, aparece lá – ele dá uma engasgada e corrige: – apareçam...

Nicko do jeito que é já me manda um sorrisinho malicioso, mas eu finjo não ver. Harry passa a mão pelos cabelos, parecendo um pouco envergonhado.

- Já marcamos com o pessoal, vamos todos. – Julia responde, livrando minhas bochechas de ficarem vermelhas.

- Maneiro, vejo vocês lá. – Ele responde e sai de nossa sala, voltando aos corredores movimentados.

- Foi impressão minha ou o clima ficou meio embaraçado? – Nicko pergunta com ironia.

- Impressão sua, totalmente – eu respondo virando os olhos.

As aulas voltam e rapidamente já é meio dia. Vou para o portão da escola e meu pai está lá me esperando. Chego em casa, almoço e já começo a pensar na roupa que vou usar mais tarde. Resolve pedir ajuda pra Carol.
    “Oi Carol, tá aí? Não sei qual roupa usar hoje a noite, como você vai?”
    “Oi P! Vou com uma blusa preta, jeans rasgado e coturno. E uns acessórios pra completar. Bem nada, vai ser bem simples”
    “Ah tá, por isso perguntei, tava com medo de ir formal demais e ser a brega de lá kkkkkk. Valeuss”
    “Kkkkkk eh nois, qualquer coisa chama”

Escolhi usar uma blusa listrada com uma calça de cintura alta e aquele adidas modinha, com uns acessórios discretos. Fiz uma maquiagem básica e alisei meu cabelo loiro. Assim que fiquei pronta Mark chegou, assistimos um episódio de Friends juntos e depois saímos pra buscar o pessoal. Entramos no carro prata e fomos ouvindo (e cantando desafinadamente) Red Hot Chili Peppers até chegarmos no Mendes.

Entramos e ouvi Carol nos chamar. Ela realmente conseguiu a melhor mesa! Nos sentamos e ficamos batendo papo e comendo a maravilhosa batata frita com queijo que servem lá. Quando me dou conta, o bar está cheio. Em plena segunda-feira! Nunca ouvi, mas a banda deve ser boa.

Os meninos se posicionam no palco e Harry, os apresentou:

- E AÍ GALERA, nós somos a OneD e essa noite vai ser show! 3, 2, 1

Começaram a tocar um pop rock dançante, ninguém conseguiu ficar sentado, o bar inteiro dançava, OneD arrasa, virei fã! Após algumas músicas um dos meninos avisou que iriam fazer um intervalo e voltamos pra mesa.

- Esses moleques ainda vão fazer sucesso! – Disse Mark, que parecia muito animado.

- Com certeza, eles são muito bons – Adam concordou, mesmo preferindo rock pesado à pop rock.

- Markito, pede mais batata pra gente – pedi

- Minha cocozinho dançou tanto que ficou com fome – respondeu Mark, levantando a mão pro garçom.

- Aff, para de me chamar assim. – falei fazendo cara de criança emburrada.

- Assim como, cocozinho? – ele respondeu, tirando sarro de mim.

- E aí pessoal – diz Harry se aproximando da mesa, depois de cumprimentar todos que estavam no Mendes. – Curtiram o som?

- Sim!

- Vocês arrasaram!

- Foi sensacional, orgulho do meu irmãozinho.

- Que bom que gostaram, vi alguns se acabando de dançar... – todos olharam pra mim, dando risadinhas. Corei na hora. Será que dancei tanto assim? Que vergonha! Eu tava tão relaxada que acho que exagerei... Não consegui responder nada, de tanta vergonha.

- Essa menina é demais hahahahah, me divirto muito com ela – disse Mark, me puxando pra um abracinho. Escondi meu rosto em seus braços por uns segundos até sentir que não estava mais vermelha.

A comida chegou e todos atacaram. Os meninos da banda subiram no palco e chamaram Harry, que parecia distraído com as batatas com queijo. Deu um selinho em sua namorada, que também estava na mesa com a gente, e voltou correndo para o palco. Tocaram músicas não tão dançantes, mas igualmente ótimas, por bem mais tempo dessa vez. Foi ficando cada vez mais tarde, as músicas foram ficando cada vez mais acústicas, e a partir das 23:00 as pessoas começaram a ir embora, afinal ainda era segunda-feira.

Eu, Mark, Ed, Julia, Nicko, Carol, Adam e Sabrina (namorada do Harry) ficamos até a última música, um pouco antes da 1:00 da manhã. Os meninos da banda foram pedir comida antes de ir embora e Harry sentou na mesa com a gente, abraçando Sabrina. Os dois pareciam namorar a muito tempo, se comportavam como um casal maduro e firme. Conversamos por mais uns minutinhos, já exaustos, depois nos despedimos dos que ficariam e deixamos os outros em casa. Mark parou na minha casa e resolveu entrar, exausta subi pro quarto e comecei a me arrumar pra dormir. Prendi o cabelo, comecei a tirar minha maquiagem, e coloquei os materiais da aula de amanha na mochila. Peguei um pijama e uma toalha e fui a caminho do banheiro pra tomar banho. Parei na porta quando percebi que Mark estava me encarando.

- O que foi? – perguntei estranhando

- Nada... Você tá bem?

- Eu to, e você?

- Não foge do assunto, Paige. – ele respondeu grosseiramente, e eu não estou entendendo nada.

- Que? Do que você ta falando, Mark? – respondi mais irritada do que deveria, não foi intencional, eu to morrendo de sono.

- Viu? Você não ta bem. Tá impaciente, sendo grosseira, quase não tem conversado comigo... e quando eu acho que você só está num mal dia, você é super querida com outra pessoa ou começa a dançar alegremente uma música. Qual seu problema comigo? O que eu te fiz?

- Eu realmente não sei do que você está falando. Estou normal, deve ser impressão sua.

- Porra, eu odeio isso. Odeio quando você não me responde. Odeio quando foge do assunto. – ele disse muito irritado, e saiu do meu quarto. Ouvi barulho do carro, olhei pela janela e ele estava indo embora.

Eu até tentaria ligar pra ele se não estivesse tão cansada, mas segui pro meu banho. Quando saí não tinha nenhuma mensagem dele no meu celular. Falo com ele amanhã, melhor dar um tempinho pra ele se acalmar. Vou dormir porque amanha ainda é terça-feira... que saco!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...