História More Than Friends - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran
Exibições 11
Palavras 1.425
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaa, voltei

Espero que gostem desse capitulo...

Boa leitura😇😘

Capítulo 14 - Quero matar ela


Fanfic / Fanfiction More Than Friends - Capítulo 14 - Quero matar ela

- antes de responder sua pergunta você vai me perdoar certo? - perguntou ele

- depende do que for dizer - disse segurando a minha vontade de abraça-lo

- está bem, eu... Eu fui para uma outra cidade - disse ele

- hum... - disse eu querendo que ele continuasse com a explicação

- lembra daquele dia em que eu fiquei alguns dias fora de casa? Então, depois que você dormiu no meu colo o telefone tocou, dai eu atendi para ver quem era, e..., era o seu pai, ele disse que queria conversar comigo, então eu fui lá, cheguei na casa dos seus pais e eles disseram para eu ficar longe de você, eu neguei quando disseram isso, mais eles disseram que se eu não ficasse longe de você, eles ligariam para a polícia e caso a policia não resolvesse nada eles mesmo me matariam e depois faria você sofrer por ter vindo morar comigo... Eu fiquei perdido, não queria morrer e muito menos que te machucassem, então eu fiquei aqueles dias na casa de um amigo que eu tinha desde pequeno, conversei com ele e ele disse que seria melhor eu ir pra outro lugar, e depois de alguns meses eu voltar, mais eu fiquei com medo de eu ir e você não me perdoar e fiquei com medo de ficar e te machucar e me machucar também, então eu arrisquei a primeira opção, fui para outra cidade... Eu sei que você talvez não entenda nada mais eu estou falando a verdade, e tudo que eu mais quero agora é o seu perdão, me perdoa? - disse ele olhando em meus olhos

- por que não me contou? Por que escondeu de mim? - disse nervosa

- eu estava confuso, com medo, eu iria enfrentar eles, mais e se te machucassem? Eu nunca iria me perdoar - disse com os olhos cheios de lágrimas

- eu estou confusa, agora mesmo minha mãe me ligou pedindo para que eu fosse lá na casa dela para me contar algo, e você chega assim do nada? - disse andando de um lado pro outro no quarto

- provavelmente ela deve ter me visto da janela quando passei em frente a casa dela vindo pra ca, por favor me perdoe? - disse ele com as mãos no rosto sentado na cama

- ... - não disse nada só fiquei zanzando pelo quarto, pensando em algo

- você não ira me perdoar não é mesmo? - perguntou ele com lágrimas escorrendo em seu rosto

- Ed, olha pra mim, tenta me entender, não é fácil isso, eu estou confusa - disse me ajoelhando em sua frente

- eu sei que deveria ter contado antes, que deveria ficar do seu lado, mais eu não deixaria que ninguém te machucasse - disse chorando

- olha pra mim, eu vou te perdoar sim, mais eu ainda estou confusa com isso tudo - disse e me sentei ao seu lado

- fiquei com tanta saudade de você - disse ele me abraçando, finalmente, já não aguentava mais ter ele do meu lado sem poder sentir seu abraço, seu toque

- também senti muita a sua falta - disse e uma lagrima escorreu pelo meu rosto

- eu nunca mais vou sair de perto de você, nunca - disse me abraçando forte - você ainda vai lá na casa da sua mãe? - perguntou desfazendo o abraço

- obvio que eu vou - disse decidida

- mais e se ela fizer algo com você? - perguntou

- só eu ser mais rápida e fazer com o ela o que ela faria comigo - disse me levantando da cama

- tem certeza disso? Não quero ficar longe de você de novo - disse ele ficando na minha frente

- eu vou lá, vai vir comigo ou não? - perguntei doida pra ir logo

- eu vou com você, só não entra dentro da casa - disse ele me seguindo

Fomos para a casa onde meus pais moravam, bati na porta mais ninguém atendeu, bati pela terceira vez e minha mãe abriu a porta sorridente

- oi filha, pode entrar - disse com um sorrisinho

- oi, mãe, estou bem aqui do lado de fora - disse

- oi, amigo da minha filha - disse como se não conhecesse Ed - tem certeza que não quer entrar filha?

- mãe, já pode parar com o teatrinho né, ta feio - disse dando um sorriso cínico

- que? Do que esta falando? - perguntou se fazendo de desentendida

- por que quer que eu entre? Vai me prender e matar o Ed? Acho que você foi um pouquinho lenta demais, não acha? - disse cinicamente, tava adorando a cara dela

- seu filho da puta eu te mato, disse pra você sumir, vou te caça ate o quinto dos infernos ouviu bem - disse fechando a porta

- ah, mais eu nem terminei - disse empurrando a porta

- quer entrar filha, pode vir - disse ela me olhando com ódio

- é claro mamãe, quero sim - entrei e dei um tapa na cara dela, me virei e sai da casa - agora estou satisfeita

- eu vou te matar sua putinha - disse com a mão onde acertei o tapa

- vai mesmo, cuidado pra eu não te matar antes - disse e derrubei ela no chão dando vários socos na cara dela

- chega Louise para com isso - disse Ed me segurando

- me solta, eu quero matar ela - disse com ódio

- Louise olha pra mim, não vai adiantar nada você fazer isso, vamos embora - disse ele tentando me acalmar

Olhei para ela e me virei indo embora

- nunca vire as costas para seu inimigo querida - disse ela atrás de mim

- LOUISE CUIDADO - disse Ed me empurrando

Me virei e ela estava com um pedaço de madeira na mão, olhei para o chão e vi Ed desacordado, sem pensar duas vezes fui pra cima dela e dei vários socos sem parar, a minha raiva era tanta que estava pronta pra enfiar uma faca em seu peito, mais quando vi ela estava desmaiada e sangrando, me levantei de cima dela e fui onde estava Ed, entrei em desespero peguei o celular para ligar para ambulância

- Louise? - disse alguem atrás de mim

- Jasper me ajuda pelo amor de Deus - disse vendo que era o Jasper, ele estava muito assustado, dava pra ver de longe

- o que aconteceu aqui? Quem é ela? E ele? - perguntou confuso

- eu te explico só me ajuda a fazer alguma coisa - disse desesperada

Jasper me ajudou a colocar Ed no carro e colocar a minha mãe dentro de casa, entrei no carro e fomos pra minha casa, entrei dentro de casa e Jasper me ajudou a colocar Ed no sofá, me sentei no chão perto do Ed e Jasper sentou no outro sofá me olhando

- o que aconteceu e quem são eles? - perguntou confuso

- esse é o Ed e aquela mulher era a minha mãe - disse soluçando

- e o que aconteceu? - perguntou ele

- depois que você me deixou em casa minha mãe me ligou eu atendi e ela disse que queria falar comigo, ela pediu pra eu ir ate a casa dela, dai eu subi pro meu quarto para pegar o fone e ir ate a casa dela, só que o Ed apareceu dai ele me explicou por que tinha sumido sem deixar explicações, descobri que minha mãe tinha o ameaçado de morte se não ficasse longe de mim e que também me machucaria, conversei com ele e eu fui ate lá, falei com ela e dei um tapa na cara dela, ele pediu para que fossemos embora e eu o acompanhei só que ele me empurrou e ela bateu com um pedaço de madeira na cabeça dele, dai ele desmaiou e eu fiquei com tanto ódio que fui pra cima dela, bati e quando vi ela estava desmaiada e sangrando muito, me levantei e fui ver ele dai você chegou - disse com lágrimas escorrendo pelo meu rosto

- pera, esse é o seu tal amigo que sumiu do nada? - perguntou

- é... - disse

Fiquei olhando pro Ed passando a mão em seu cabelo, depois de minutos ele acordou

- o que aconteceu? - perguntou me olhando

- nada, ta tudo bem - disse o abraçando

- por que ta chorando? - perguntou

- fiquei com medo... - disse

- como me trouxe aqui? - disse se sentando

- Jasper me ajudou - disse e ele me olhou confuso

- esse aqui é o Jasper, Jasper Edward, Edward Jasper - disse e eles se olharam estranhamente

- oi - disse Jasper

- oi - respondeu Ed


Notas Finais


Espero que tenham gostado... Desculpem me pelos erros de português se teve algum...

Ate o próximo cap

bjs😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...