História More than friends? - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack G, Jack J, Magcon, Matt Espinosa, Melhores Amigos, Nash Grier, Romance, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 50
Palavras 1.595
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 10


 Estava jogada na cama pensando na vida, ou que nem diria minha mãe, na morte da bezerra, quando me dei conta que estava morrendo de tédio. Fiquei quase a tarde toda aqui deitada sem fazer nada, apenas me torturando com os problemas, mesmo depois da minha mãe ter dito que eu poderia chamar alguém para não ficar sozinha, eu achei melhor da um tempo, eu precisava disso. Mas depois de algumas horas me dei conta de que não é assim que quero ficar, eu nunca fiz o tipo que se deprime por qualquer coisa ou que chora, mas óbvio que não é uma situação comum, é da felicidade dos meus pais e até da minha que estamos falando, não é algo simples. No entanto não acho que ficar me isolando de todos vai me ajudar a superar essa fase, o que eu preciso mesmo é passar um tempo com a minha amiga, ainda mais agora com esse negócio do Jack rolando, não posso ser egoísta ao ponto de não estar ao lado dela quando ela precisa de mim. Fora também que não tenho estado tanto com ela, normalmente estou com Shawn e sei que Harper anda se sentido de lado.

Então pego o meu celular e mando uma mensagem pedindo para que ela viesse aqui passar o resto da tarde comigo, não demora muito para eu receber sua resposta:

Befefe ❤:  Estou estudando com a Ashley.

Befefe ❤ : Já estamos terminado, não vou demorar pra chegar aí.

Eu: Chama ela também.

Befefe ❤ : Sério?

Eu: Sim! Acho que pode ser legal, tô precisando me destrair um pouco e quanto mais gente melhor.

Befefe ❤ : Shawn está ocupado?

Eu: Não sei ué! Por quê?

Befefe ❤: É que você está me chamando pra ir aí e normalmente só chama ele.

Eu : Eu quero passar um tempo com a minha melhor amiga pra recompensar por tê-la ignorado, mesmo que não fosse a  minha intenção.

Befefe ❤ : Eu sei nenê, você só queria passar um tempo com amor da sua vida.

Eu : Como você é boba!

Befefe ❤ : Já estamos chegando. Xoxo.

Me levantei da cama com muita preguiça e fui até o banheiro tomar um banho e  depois  fui até o meu quarto colocar uma roupa. Optei por um shorts jeans relativamente curto e um moletom do Justin mozão Bieber. 

Fui até a sala e liguei a televisão em canal de documentário sobre o espaço, como as meninas iriam demorar um pouco resolvi assistir isso mesmo, porque afinal eu amo esse tipo de programa.

Quando eu era criança eu queria ser astronauta, meu sonho desde sempre foi sair do planeta terra e viajar toda essa vastidão infinita que é esse universo. Lembro que eu ficava horas vendo as estrelas e me imaginando estar mais perto delas. Acho que é por isso que Doctor Who é a minha série preferida, porque com ela eu posso vivenciar uma realidade onde é possível viajar até outros planetas, realidades alternativas como os mundos paralelos e até mesmo viajar no tempo. Isso sem sombra de dúvidas é a coisa mais sensacional de todas.

Não demorou muito para que elas chegassem fazendo com que eu saísse dos meus devaneios. Me levantei e abri a porta encontrando duas garotas assustadoramente sorridentes.

- Vocês estão bem?- pergunto dando passagem para elas entrarem.

- Melhor impossível.- respondeu Harper.

Ela e Ashley assim como eu nos jogamos no sofá e nos acomodamos alí de forma que ficasse confortável para todas.

- Vão me contar ou eu vou ter que dá uma de mãe Diná e adivinhar? - pergunto curiosa.

- Não foi nada, é só que no caminho para cá encontramos um moço muito bonito, ele estava perdido e nos pediu para lhe dar algumas informações.- Harper começou mas logo foi interrompida por Ashley.

- O que ele queria mesmo era o nosso número.- disse tranquila, como se aquele tipo de situação fosse comum. E talvez isso seja verdade, porque afinal ela é muito linda e sei que quase todos os meninos da nossa escola são loucos para pega-la 

- E vocês deram?- perguntei curiosa.

- Claro que não!- continuou ela.- Mas ele deu.

- Sério?- eu estava um pouco surpresa, por essa eu não esperava.

- Sim! Mas eu não vou ligar.- Harper disse de prontidão.- Esse tipo de coisa é legal pra levantar a alto-estima mas eu não seria louca de sair com um cara desconhecido, por mais que ele seja um Deus grego.

- Imagina se ele for um maníaco que adora abusar de jovens moças indefesas.- Ashley brincou.

- Não iria ser abuso se eu também quisesse.- Harper.

- Aí meu Deus.- Ashley caiu na gargalhada.

- Eu não acredito que você disse isso.- dei risada.- Aí como eu queria que o Jack tivesse ouvido isso.

- Seria a coisa mais engraçada que eu veria hoje.- a loira - Ashley-  falou.

- Por que estamos falando desse indivíduo mesmo?- minha amiga revirou os olhos.

- Ele ainda não te pediu desculpa?- perguntei.

- Jack até que tentou mas não deixei ele nem começar, simplesmente sai e ele ficou lá, falando sozinho.- deu de ombros um tanto desconfortável.

- Qual o lance entre vocês dois?- Ashley perguntou despreocupada.

Harper olhou pra mim como uma forma de perguntar se seria ou não uma boa ideia dizer sobre seus sentimentos em relação a Gilinsky. Eu apenas dei de ombros, porque mesmo se ela não dissesse não iria fazer diferença, era óbvio demais que eles se gostavam.

- Resumindo tudo eu meio que gosto dele, mas acho que não é recíproco.- suspirou pesadamente.

- Sério que acha isso? Colega numa boa, aquele lá é louco por você, só não tem coragem de admitir.- Ashley.

- Mesmo que isso seja verdade, não muda nada já que ele não vai tomar atitude nenhuma.- Harper soltou meio triste.

- E por que você mesma não faz isso?- questionei.

-Não quero parecer desesperada.- ela disse rápido.- Além do mais, não quero dar esse gostinho a ele.

- A única coisa que ia parecer é que você é uma pessoa decidida que sabe o que quer e não que precisa esperar um menino lerdo decidir se quer ficar contigo ou não.- disse calma.

- Harper não tem esse negócio de " dar esse gostinho", se tu gosta dele não pode deixar isso passar por puro orgulho.- Ashley disse toda sábia.

- Falando assim até parece fácil.- ela resmungou.

- É porque é.- revirei os olhos sorrindo.

- Você não tem o direito de falar de mim Emma.- minha amiga disse com o dedo apontado para mim.

- Ué.- não entendi o que ela queria dizer com aquilo.

- Você e o Shawn fica nesse negócio de melhores amigos quando na verdade queriam mesmo era estar se pegando loucamente.- quando ela terminou de dizer eu tive uma crise de risos. Aquilo só podia ser piada.

- Para de falar bobagem.- revirei os olhos.- Shawn e eu somos apenas amigos e nada além disso.

- Tu não tem noção da vontade que eu tenho de dar na sua cara toda vez que fala isso.- Harper.

- A situação deles é diferente da sua Harper.- Ashley falou.- Eles só se vêem como amigos, porque não perceberam o que sentem um pelo outro, mas logo logo a realidade vai bater na porta e eles vão ver o tempo que eles perderam com essa história.

- Até tu Brutus?- questionei indignada.

- Desculpa colega mas eu trabalho com verdades, de longe da pra ver o clima entre vocês.- bufei frustrada.

- Vocês que são miopes e não viram isso ainda.- Harper completou.

- Podemos mudar de assunto?- já estava cansada de todo esse papo.

- Tudo bem, mas antes eu quero te perguntar uma coisa.- revirei os olhos já imaginando o que ela queria.- Você nunca olhou diferente para ele? Tipo por um momento não o visse só como o seu melhor amigo?

- Sinceramente? Não Harper, eu nunca pensei no Shawn em nada além de um amigo.- disse sincera.

- Aí que desperdício, se eu tivesse um amigo gato desse jeito não ia ficar perdendo tempo, já ia direto ao ponto.- Ashley falou sorrindo.


Depois de muito insistir consegui fazer com que elas mudassem de assunto, aquilo realmente estava me irritando e eu nem sei exatamente o porque, já que eu lidei com essas perguntas a minha adolescência toda até agora. Todas as pessoas ao meu redor diziam que Shawn e eu iríamos ser namorados e eu nunca liguei, só achava chato essa situação, porque ao meu ver, amizade entre homem e mulher existe sim sem nenhuma segunda intenção envolvida. E essa era o tipo de amizade que eu tinha com ele, nós falávamos sobre tudo um com outro sem nenhum constrangimento, então sempre que faltavam isso eu apenas ria e ignorava.


Quando o céu se encontrava já escuro foi que as meninas perceberem que  estava ficando tarde e resolverem ir embora. Passar a tarde com elas foi muito bom, era exatamente isso que eu estava precisando para me distrair, eu acho que nunca ri tanto na minha vida. Hoje aproveitei também para conhecer um pouco mais Ashley, ou Ash, como diria Harper que teve a ideia de dar esse apelido para ela. Nunca passou pela minha cabeça que um dia eu iria gostar de estar na companhia da garota que adorava infernizar a vida da minha melhor amiga, quando dizem que o mundo dá voltas eu não pensei que isso fosse acontecer.

Horas depois delas terem ido embora a minha mãe chegou, ela não estava muito bem, um pouco melhor do que mais cedo, mas ainda sim dava para sentir o seu ar deprimido com facilidade. Não falou nada comigo, só me deu um beijo e subiu para o seu quarto e eu fiz o mesmo, sem nenhuma fome só tomei um banho e fui assistir The 100.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...