História Morria mas ninguém sabia... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 9
Palavras 1.230
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nada a declarar.

Capítulo 1 - Meu mundo, minha história


  Porque o mundo é assim?
Acho que errei de palavra... O mundo não!
A vida.
  Se for parar pra pensar a vida pra algumas pessoas é perfeita... e pra outras ela é horrível.
  Na verdade um exemplo dessas pessoas que acham a vida horrível, sou eu. Um exemplo vivo, que não tem interesses em morrer.
  Quando era menor meu maior sonho era entrar em depressão... Daquelas em que você não quer comer, ver o sol e etc... Nessa época eu era bem inocente na verdade... Mal eu sabia que existem pessoas que automultilam.
Hoje meus maiores sonhos não são os mesmos... Hoje eu quero conhecer meus youtubers favoritos, morar num internato internacional com pessoas que gostem de mim, e etc.
  Mas os sonhos não foram as únicas coisas que mudaram... O meu sonho se tornou realidade. A um tempo eu andei pensando bastante e decidi pesquisar.
  Então eu meio que descobri que tenho alguns sintomas da depressão, mas não a profunda, por que eu ainda posso sentir pelo menos um pouco de felicidade, mas já é um bom começo.
  Como diz o nome da fanfic, eu estou morrendo aos poucos e obviamente ninguém está ligando/ "sabendo" disso.
  (Vou explicar do começo).
  Primeiramente minha mãe é lesbica, (se você tem preconceito, pau no seu cú) e eu sinto uma espécie de amor muito grande pela namorada da minha mãe.
  Ela se chama ~~~~~~. (kkkkkk trolay não vou falar hsjdjdn... Vou chamar ela de wk)
  Bom, eu já tive algumas daquelas conversas de mãe, onde elas tiram seu celular por estar vendo putaria (desculpa o palavriado)  com 10  anos. (E desculpa por qualquer coisa sobre minha idade)
  Em uma delas, ~nao me lembro a data~ ela me perguntou se eu sentia algum amor diferente por ela (wk), e eu como ainda estava bem confusa com meus sentimentos, disse que não, mesmo sabendo que no fundo minha resposta poderia ser sim, mas ela pareceu se contentar com a resposta.
  Agora, uns 4 ou 5 meses depois eu acabei descobrindo que meu amor pela wk é e sempre foi diferente, mas não significa que eu tenho certeza do que sinto, e que eu possa ter alguma chance de ser lesbica futuramente ou até mesmo bi...
    Enfim, como devem imaginar minha vida está horrível.
  Ultimamente está cada vez mais comum a depressão infantil. O que é bem ruim até, é triste ver pessoas tão pequenas desperdiçando suas vidas marcando seus pulsos ou pernas de um jeito que não seja de canetas vermelhas ou tapinhas.
  Se você um dia pensar em fazer isso lembre-se do que eu irei dizer/escrever agora:
 

Olha, eu obviamente não sei quem está lendo isso, mas um dia se você pensar em se cortar... Não faça isso, ok? Por favor! Eu sei que a sua vida pode estar horrível mas a minha também tá e mesmo assim eu não tô fazendo babaquice! Tá?!  Só quero que saiba que por mais horrorosa que a vida esteja, não pense negativo, a vida pode melhorar. Olhe só, a minha vida tá horrorosa.! Eu tô morrendo cada vez mais rápido e ninguém tá ligando ou percebendo :/ então não faz nada de imprudente.

  Bom mesmo que não pense nisso acho melhor você ler aqui ^^^^^ que é importante.

  Como você já leu, (vai ler pf) to morrendo cada vez mais rápido.
  Em algumas páginas do Facebook, {não é difícil achar} a maioria das pessoas são um pouco mais velhas do que eu, e dizem que quando eram mais novas, com 7 anos mais ou menos, contavam com a ajuda de seus pais, não escondiam nada, mas agora escondem muita coisa.
  Eu basicamente nunca menti em nada pra minha mãe e pra wk, mas isso não quer dizer que eu conto tudo.
  Afinal se você só não contar algumas coisas não é mentir certo?
                                  Certo.
  Eu já tentei cotar pra elas, por isso o título do a fanfic, mas CLARO que elas se importaram.
  A maioria das respostas (que a wk dava, porque eu nunca contei disso pra minha mãe mas ela já deve estar sabendo porque a wk já deve ter contado porque elas não escondem nada uma da outra mas eu não consigo contato pra minha mãe) eram:
-A única que tem as respostas é você.
-Você precisa ver porque dessa vontade chorar do nada. (Mal ela sabe que é por causa dela. Eu me sinto péssima, porque eu sinto um amor de namorada, por ela e ela sente de filha falsificada que foi adotada sem seu consentimento.)
-é, é só. Ela não tem argumentos.
A única pessoa que eu contei atualmente foi a wk e a minha melhor amiga Aline, mas a gente não toca no assunto na frequência que eu queria que trocássemos. Isso basicamente tá entrando na minha vida e tomando o lugar do meu cérebro.
Minha mente atualmente:
-Depressao
-SouUmLixo
-OqueEuFaço
-NinguemMeAma,SoMinhaMae
-FanfisMitw
-Mitw
-GrupoDoFaceDeMitw
-MikeDandoChancesDeMitw
-euns4℅defelicidadeexistenteemmim
   Eu só não me corto ou penso em me suicidar porque apesar de tudo, no fundo eu gosto pelo menos um pouquinho de sofrer piscicológicamente.
  Agora que meus tios se separaram, a minha prima e minha tia meio que tão morando na minha casa, ou seja eu tenho que aturar a chatice delas, só não digo 24 horas por dia porque fico 4 horas e meia na escola, e ainda vou de pirua. Mas esse tempo que fico com elas é suficiente pra deixar eu louca. Mas pra variar um pouco o destino quer que eu fique pelo menos um pouco feliz, então a vó da minha prima paga Netflix pra ela e a gente meio que assiste filme todo dia. A gente meio que tem o mesmo gosto pra filme, que é de colegial. Esses filmes sempre são a mesma coisa, existem populares, os nerds que não pegam ninguém, os mais isolados, os inteligentes meio bregas, e obviamente os personagens principais que normalmente tem um só, que é uma menina que é novata na escola, faz amigos que CLARO que NÃO são os populares porque NINGUÉM é amigo dos populares logo de início, mas depois essa menina faz amizade com a líder da panelinha popular, vira uma das populares, fica mais linda, burra, vazia, safada, pega quem quiser, egoísta, e tudo mais que a líder da panelinha, depois dá tudo errado na vida da novata e acaba a panelinha, ou seja, as populares agora são pessoas normais da escola, porque passaram do colegial e agora estão na faculdade e agora são maduros, e as populares são outras adolescentezinhas infantis que se acham donas do mundo.
  Mas esses filmes fizeram eu me sentir horrível, e mais lixo do que o normal...
Cara as populares sempre são lindas, burras, vazias, egoístas, ricas, loiras de cabelo liso, magras, tem uma casa enorme, tem uma mãe que não liga de ver a filha dela transando com caras qualqueres por aí, tem amigas perfeitas que se você é a líder do grupinho pode humilhar elas, que elas vão continuar babando por você.
  E eu do nada quis ser igualzinha às líderes das panelinhas populares... E a única coisa que eu sou dessas características é a "burra".
  Bom como você pode ver, minha vida é horrível...
  Você também tem uma vida assim? Me diga nos comentários! Não vou saber como ajudar mas pode ser um alívio desabafar isso é eu vou adorar conversar com vocês! Um beijo, Tchau :3



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...