História Motivos Para Não Odiar Jung Hoseok - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Taeseok, Vhope, Yoonmin
Exibições 33
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prólogo.


    Já era noite e Taehyung esperava Jimin chegar enquanto jogava algum jogo qualquer no celular, haviam marcado de irem junto para a faculdade. — fazia artes cênicas — agora que Jimin havia conseguido carteira de motorista, poderia dar uma carona para Taehyung sempre que precisasse. Mas ele estava demorando um pouco mais do combinado, e Taehyung já estava ficando impaciente com aquilo, aquele joguinho já não estava o entretendo mais.

    A campainha tocou e Taehyung pegou sua mochila e praticamente correu para abrir a porta, encontrando um Jimin sorridente.

    — Por que demorou tanto? — perguntou trancando a casa e em seguida punha-se para andar em direção ao carro.

    — Me desculpa a demora. Eu passei para pegar alguém antes, se importa d’ele vir com a gente todos os dias?

    — Ele quem? — Taehyung o encarou confuso enquanto abria a porta da frente encontrando Hoseok sentado no banco. Era só o que lhe faltava, queria que fosse qualquer pessoa menos ele.

    — Ah...Taehyung, você poderia se sentar atrás hoje? — Jimin disse um pouco nervoso, ele sabia que aqueles dois não se davam bem. O menor confirmou com a cabeça relutante e fez o que foi pedido.

    O carro começou a andar e os dois da frente conversavam animadamente entre si, e Taehyung estava irritado demais para prestar atenção em alguma coisa. Só a presença do outro ali já o deixava extremamente mal-humorado, e sabia que esse sentimento era recíproco. Taehyung achava Hoseok forçado, e este parecia fazer de tudo para irritá-lo, também já tiveram inúmeras discussões para contribuir com aquela intriga que acontecia desde sempre, mas eles precisam se aturar já que tinham basicamente o mesmo ciclo de amizade. Jimin nunca gostou de ver seus melhores amigos brigando, ainda mais porque era usado como um frisbee nessas ocasiões.

    — Porque você está tão emburrado? — Hoseok virou-se para trás encarando Taehyung que estava de braços cruzados e um biquinho nos lábios.

    — Eu não estou emburrado. — rebateu rapidamente.

    — Está sim — inclinou-se um pouco e começou a cutucar a barriga do outro.

    — Para, seu idiota! — Taehyung gritou enquanto se debatia — Eu vou chutar a sua cara!

    — Porra, será que dá para vocês pararem um minuto? — Jimin proferiu impaciente, sem desviar seus olhos para os dois. Hoseok endireitou-se no banco e os mais velhos voltaram a conversar normalmente.

    A cada vez que ouvia aquela risada exagerada e ensurdecedora de Hoseok, Taehyung sentia vontade de abrir aquela porta e jogar-se no meio da pista, mas já era tarde demais para fazer isso pois logo chegaram à frente da faculdade. Mas por outro lado, agradeceu a todos os deuses existentes por Hoseok fazer outro curso — música — e por se livrar-se dele por enquanto, Jimin fazia o mesmo que Hoseok, antes de entrarem, o Park o parou para dizer-lhe algo:

    — Eu posso ficar na sua casa hoje? Eu queria conversar algumas coisas com você…— Taehyung apenas assentiu e cada um foi para uma direção.


 


 

    As horas se passaram rapidamente e logo Taehyung já estava do lado de fora esperando os outros dois saírem, o que não demorou muito pois avistou os dois vindo em sua direção. Entraram todos no carro e Jimin levou Hoseok para a casa do mesmo primeiro, indo em seguida na de Taehyung. Ao chegarem, foram direto para o quarto do mais novo.

    — Você pode se trocar aqui. — disse entregando uma calça de moletom e uma blusa para Jimin e indo ao banheiro, se trocando lá dentro. Quando saiu, seu amigo já estava sentado em sua cama o esperando.

    Desceram na cozinha e Taehyung começou a preparar algo simples para os dois comerem, não botava nada na boca desde as três da tarde e agora já era mais de dez da noite, estava morrendo de fome, e apostava que Jimin estava na mesma situação. Assim que terminou, botou a comida em dois pratos e sentaram-se um de frente para o outro na mesa, trocando algumas palavras enquanto comiam.

    — Sabe, Taehyung... — o outro começou — bem que você poderia parar de ficar implicando com Hoseok-hyung, né? — não entendeu aquilo. Implicar com si? Era Hoseok quem vivia provocando-o e procurando motivos para deixá-lo irritado.

    — De novo essa conversa? — bufou.

    — Por favor, Tae...— Jimin disse manhoso, era praticamente impossível conseguir dizer não para ele. — você não sabe como me magoa ver vocês dois brigando.

    — Então feche os olhos, ora!     

    — Eu estou falando sério! Olha, vocês nem precisam virar melhores amigos ou coisa parecida, só deixe de o odiar tanto, que droga. — fez uma pausa — Se você procurar, vai encontrar um monte de qualidades nele. — o mais novo ficou em silêncio por algum tempo, pensando. — Só faça isso por mim…

    — Certo, eu vou tentar. — e assim continuaram a comer. — Mas você pediu para vir aqui só para me pedir isso? — viu Jimin morder o lábio inferior e desviar o olhar, ele parecia um pouco inquieto.

    — Não, é sobre outra coisa. — levantou-se pegando seu prato já vazio e o levou até a pia, começando a lavá-lo. Taehyung repetiu seu ato. Terminaram rapidamente e logo já estavam sentados um de frente para o outro na cama de Taehyung. Jimin estava abatido, e parecia estar tentando tomar coragem para começar a falar.

    — O que você queria me dizer?

    — Eu queria desabafar com você, sobre Jungkook. —  Jimin disse e Taehyung entendeu na hora. Jungkook era namorado de Jimin há um pouco mais de dois anos. — De uns tempos para cá parece que ele não quer mais estar comigo, ele trata a mim e ao nosso relacionamento com descaso…

    — Não me diga que você está pensando em terminar com ele?

    — Não, claro que não...eu não idiota que nem ele para jogar tudo o que passamos no lixo assim. — ele esfregou uma mão na outra. — mas eu estou saindo com o Yoongi. — disse com um sorriso tímido no rosto e viu os olhos de Taehyung dobrarem de tamanho.

     — V-Você está traindo o Jungkook? Jimin, eu sei que você está confuso mas eu não acho que isso seja uma ideia…

     — Eu sei bem o que eu estou fazendo, Taehyung, não preciso dos seus conselhos, eu só quis te contar porque você é meu melhor amigo e eu estava me sentindo sufocado em guardar isso só para mim. — Jimin suspirou, continuando. — E eu não diria que eu estou o traindo e sim que eu estou só experimentando. O hyung me faz bem, ele me trata como eu mereço, eu não quero terminar com o Jungkook mas eu também preciso de um pouco de carinho.

     — Ainda acho que você deveria conversar com ele. — Taehyung suspirou.

     — E você acha que eu já não fiz isso? Ele me tratou com frieza como todas as vezes. — disse impaciente e o silêncio se instalou. — Vamos dormir, tudo bem? Só guarde esse segredo para mim, eu estou confiando em você. — dito isso, saiu da cama do outro e deitou-se no colchão, cobrindo-se. — Boa noite.

     — Boa noite.

 


Notas Finais


jimin trai o jungkook toda quinta na sala de projeção em cima do auditório


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...