História Motivos para proteger! - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki
Tags Maconha Doido, Naruhina, Narusaku, Narusaku ''shipp Verdadeiro'', Naruto Loko De Poder, Zoeira Pra Caralho
Visualizações 219
Palavras 1.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse cap foi meio ''méééééh...'' mas é só pra mostrar que o tá todo arrombado.


Ah, e eu ainda farei um especial, contando alguns finais alternativos mostrados por Kurama. ok, espero que gostem =3

Capítulo 41 - Naruto, o cara que se fodeu muito.


Fanfic / Fanfiction Motivos para proteger! - Capítulo 41 - Naruto, o cara que se fodeu muito.

Quanto tempo… Havia ficado ali? Já nem sabia… Ou sei lá, nem se importava. Havia esquecido de tudo depois de mais de dias acordado, olhando para a frente, vendo todo o sofrimento que causará a todos… Não sentia mais nada. Seu coração literalmente tinha explodido dentro do seu peito, não só o coração, o cérebro juntamente… Não conseguia raciocinar e pensar direito fazia tempos.

Kurama tinha ó mantido naquele jutsu por vários dias consecutivos, obrigando o loiro a ver toda a desgraça que causou e que, talvez, causaria, baseando-se em suas escolhas. Olhando agora o rosto do loiro, apenas se via o rinnegan sem tomoe alguma, um olho azul sem nada, sem vida… Olheiras gigantescas e uma boca fechada, como também várias listras marcadas, que desciam de seus olhos até o fim do seu rosto… Os rastros das lágrimas que ele derramou incessantemente durante 20 dias – dentro do jutsu.

… Mas agora já está bom. Ele havia aprendido a lição, e do pior modo possível… Se ele fizesse mais um erro a partir de agora… Não teria piedade em fazê-lo ver e rever tudo que viu novamente… Todavia agora basta. Mexeu os grandes dedos, fazendo a cabeça do loiro ir ao chão, enquanto todo seu corpo perdia suas forças… Ele só se mantinha acordado e olhando para frente pelo controle da raposa.

Kurama – Por enquanto vai ser só isso… Espero de verdade que tenha entendido as suas ações, erros e acertos; caso não, irei te fazer sofrer até que entenda-os, moleque. - falou Kurama, pouco se linchando se ele ouvia ou não… Mas claro que ouvia. - Eu só irei falar isso uma vez; volte para Konoha o mais rápido possível, deixe de lado essa missão louca de ir atrás de Madara por enquanto, procure a Hyuga e a Haruno, depois fale com o Shodaime e, por fim, vá atrás do seu amigo Uchiha… E uma ordem; pense mais nos que estão ao seu lado, não os colocando em suas costas. - falou a grande raposa, logo deitando-se sobre suas patas, fazendo um estalo com a mão.

Ao ritmo do eco que o estalo de dedos de Kurama fez, o loiro simplesmente pisca os olhos cansados, e quando percebeu, estava em pé novamente, no mesmo lugar de antes… Não havia passado um segundo. Mas as consequências do que Kurama fez com o mesmo ficaram; suas olheiras mantinham-se abaixo de seus olhos, juntamente dos rastros deixados pelas lágrimas… Sentia-se totalmente fraco, e com o pensamento em branco total…!! Mas foi aí que teve um tique mental, piscando algumas vezes os olhos.

‘’ – Eu tenho que ir pra vila o mais rápido possível, tenho que corrigir meus erros… Essa missão não vale mais a pena! - pensou para si mesmo, agora esfregando os olhos com os punhos.’’

Deixou sua face com um tom meio sério então, começando a andar lentamente até a Ashura, que ainda dormia em seu colchão de henge… Além das mudanças físicas, o loiro teve algumas mudanças notáveis na aparência. As raízes de seu cabelo se esbranqueceram, mas ficando quase imperceptíveis, pela bandana. Sua pele estava um pouco mais pálida do que morena, e o mais notável era sem dúvidas a descoloração quase que total do azul do olho do , que antes era vivo; agora, morto.

Chegou até Ashura então, começando a balançá-lo, no intuito claro de acordá-lo…!! rapidamente desviou do soco que o mesmo deu, fazendo uma cara de puto.

Ashura – Eu já acordei porra! Para de me balançar! - gritou, com as feições bravas para com o loiro… Mas o mesmo não revidou, ou mudou a expressão, e isso confundiu Ashura… Algo aconteceu com ele; se fosse o  , Ashura teria levado um chute e uma série de xingamentos.

– Vamos para Konoha. A missão perdeu seu sentido, agora. - falou ele com a voz meio rouca, que também intrigou o Ototsuki… Ele estava deveras estranho. Cabelo meio branco escondido, olhos sem vida e pele branca… - Se arrume, eu tenho uma kunai em Teiko… - ao falar o nome do seu filho, o mesmo se cortou… Teiko sofreria muito no futuro, caso continuasse com a palhaçada que viveu nos últimos anos.

Ashura – Você está meio estranho… Aconteceu algo? - perguntou, mas o loiro não respondeu-o… Um silêncio pairou entre os dois do nada, enquanto pegava sua mochila no chão, juntamente da katana e do estilingue… Mas quando olhou para as duas armas em suas mãos, logo as jogou no chão… Não era criança para depender de coisas como essas.

Ashura estranhou ainda mais. O que havia acontecido com esse desgraçado, vei? Mas decidiu por não falar mais nada, já que ele não respondia nenhuma de suas perguntas… Se surpreendeu mais ainda, ao vê-lo jogar fora todo o lámen dentro de sua mochila.

Ashura – O que está fazendo? Tu não gostava de lámen, porra? - perguntou, com a putidão expressa na voz. logo deu um suspiro, respondendo.

– Preciso de comida de verdade, não de macarrão. - falou ele simplório, deixando Ashura cada vez mais puto… Começou então a perguntar, já com suas coisas nas costas… Mas quando ia falar alguma coisa, o loiro desapareceu em um flash dourado.

Ashura – Mas que filho da puta, arrombado desgraçado!! - gritou o mesmo, vendo que o loiro havia o ignorado… Respirou fundo, firmando os punhos logo em seguida… Logo também desapareceu em um flash, só que em vez de junto de Naruto , apareceu no escritório do hokage… Teria que conversar com Hashirama, tanto pelo loiro quanto pela missão.

 

O loiro logo apareceu a frente do berço de Teiko, mantendo seus olhos fechados… Os abriu lentamente, vendo o quarto de madeira todo escuro, com as cortinas fechadas. A única iluminação eram resquícios de fogo da lareira. Mas isso não importava. Conseguia sentir o pequeno bebê dentro daquele berço… O bebê que protegeria com tudo de si para o resto da vida…!! Mas virou-se de repente, ao ouvir a porta do quarto sendo aberta…!! Logo a luz ascendeu, dando a visão da pessoa parada na porta.

Seus olhos se surpreenderam por um segundo, já que não tinha nem usado seu rinnegan, muito menos o modo sennin para identificar as coisas ao redor, apenas se importou com Teiko… Mas tudo que ouviu foram passos largos ecoando pela madeira do chão…!! A pessoa que estava parada na porta agora abraçava fortemente o loiro, que logo retribuiu o abraço da mesma maneira.

– Sakura-chan… Eu senti muitas saudades. - falou o loiro, apertando o abraço com a rosada… Sentiu os braços dela ao seu redor ficarem mais fortes, como se ela apertasse o abraço mais e mais. Tinha passado em torno de 3 meses fora da vila, então é natural que sentisse muitas saudades… E depois do que viu com Kurama… As saudades de Sakura Haruno… Não, futura Sakura Uzumaki… Só aumentaram mais em níveis que não sabia que existiam.

Sakura – Eu também… Naruto-kun. - falou a rosada, apoiando o rosto no ombro do loiro, enquanto apertava deixava mais forte aquele abraço com ele… Sentiu tanta falta dele por perto, e ficou louca quando soube que ele saiu da vila em uma missão extremamente perigosa… Sua inner quase matava-a por dentro, tentando de todas maneiras forçá-la a ir atrás do Uzumaki… Mas não podia ir atrás dele, se tornaria uma renegada; e como ele saiu em missão, simplesmente não podia fazer uma missão de resgate.

…!! Mas o rinnegan do loiro logo detectou uma enorme presença familiar, fazendo-o arregalar os olhos. A presença que tanto amava, a presença de sua melhor amiga… Sentiu que ela subia as escadas de sua casa… Mas agora que percebeu; por que raios Sakura e Hinata estavam em sua casa?!


 


Notas Finais


Ao toque de quatro jás o cap termina
já, já, já, já vai!! Referências :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...