História Mouth Action - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Fofo, Lemon, Romance, Shonen-ai, Yaoi
Visualizações 35
Palavras 1.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Fortaleza


Quando fecho a porta, eu ouço saindo do banheiro, ele anda até o telefone e começa à discar alguns números.

- Você quer pizza do que?- Fala colocando o telefone no ouvido.

- A gente acabou de comer!

- Não se preocupa, essa pizzaria demora pra entregar.- Ele senta no sofá esperando a minha resposta.- Alô? Eu gostaria de fazer um pedido...

- Napolitana.- Sussurro.

- Uma pizza média, metade napolitana e metade margarita, sim, o endereço é ******, obrigado!- Diz desligando o telefone.- Deve chegar só as nove horas da noite, enquanto isso vamos fazer alguma coisa.

-Tipo o que?

- Se lembra daquela fortaleza que nós fazíamos quando éramos crianças?

- Claro que lembro, quer fazer ela de novo?

- Sim! Podemos fazer ela maior!

- Vai ajustando as cadeiras, eu vou pegar nossos cobertores, lençóis e travesseiros!- Falo correndo em direção ao corredor.

Passo em nossos quartos e no quarto de visitas, pego vários cobertores e lençóis, tem tantos que eu não consegui pegar os travesseiros. Entro na sala sem conseguir enxergar as coisas que estão na minha frente.

- Dani! Me ajuda!

- Meu Deus, quanta coisa!- Ele pega a metade do que estou segurando.

- Ainda faltam os travesseiros, eu vou deixar isso aqui no chão e vou lá buscar, já volto!

Dessa vez eu vou andando calmamente, pego primeiro o meu e vou até o quarto dele, está todo arrumado e com tudo em seu lugar, ando até sua cama e pego a última peça necessária para a nossa fortaleza.

- Peguei!- Digo entrando na sala novamente.

- Ainda falta algumas coisas, vem aqui me ajudar.

- Ela 'tá ficando enorme!

- Claro, nós vamos dormir dentro dela, precisa de bastante espaço.

Nós colocamos oito cadeiras em volta do tapete, colocamos alguns lençóis em cima do tapete, ficou sobrando apenas um, colocamos todos os cobertores nas cadeiras, formando um "teto", colocamos os travesseiros onde íamos dormir e terminamos.

- Vamos entrar?- Sugere.

- Sim!

Engatinhamos e em seguida nos deitamos.

- Eu cansei um pouco.- Confesso.

- Eu também, já faz um tempo que nós não fazíamos isso, fazem mais ou menos seis anos.

- Sim, nós podemos colocar uma lanterna aqui, se alguma hora precisarmos sair, não precisaremos ligar a luz.- Sugere.

- Boa ideia!

- Fica aí, eu vou lá buscar e...- Ele é interrompido pelo interfone.

- Acho que a pizza chegou.

- Que horas são?- Fala para si mesmo, ele desbloqueia a tela do celular e vê o horário.- A gente demorou tanto tempo assim?! Ah! Eu preciso atender!- Disse desesperado.

Eu apenas rio da situação, é engraçado ver ele todo atrapalhado e apressado, chega a ser fofo. Saio da nossa fortaleza quando ele estava quase fechando a porta, mas ele me vê.

- Eu vou buscar a pizza na portaria e já volto!

Aproveito que ele saiu e fico de frente para a janela, nessas horas eu costumo a refletir, pensar e imaginar. Eu fico feliz de nós dois estarmos bem um com o outro, eu pensei que ao morar juntos, nossa casa seria uma bagunça, teríamos desacordos, mas foi tudo ao contrário, nós ficamos mais próximos! Semana que vem nossos pais vão nos visitar para ver se está tudo bem, é a primeira vez que eles veem aqui desde que nos mudamos, quand...

- Eu já cheguei, vamos comer.- Ele fala apoiando a mão no meu ombro.

- Desculpa, eu estava distraído.

- Tudo bem, agora vamos comer dentro da fortaleza.

Entramos novamente, mas desta vez com a pizza, ficamos sentados, comendo e conversando sobre assuntos aleatórios, depois fomos escovas os dentes e vestir os pijamas. Voltamos ao mesmo tempo, pegamos o lençol que sobrou e nos cobrimos, por ele ser de solteiro, tivemos que nos aproximar um pouco mais, ficamos deitados olhando um para o outro.

- Foi tão divertido hoje! Nós ficamos com a nossa amiga, comemos pizza e doce, construímos tudo isso e agora vamos dormir juntos, isso me lembra de quando éramos crianças, sempre que possível fazíamos isso, essa sensação de nostalgia é tão boa!

- Só falta o chocolate quente.- Digo rindo.

- Ahhh... Que saudades do chocolate quente da minha mãe, ele é tão gostoso!- Diz fechando os olhos.

- Com certeza.- Falo olhando para o seu rosto.

Eu me lembro de uma das vezes em que fizemos isso, estávamos na casa da mãe dele, a fortaleza era bem menor, nós dois estávamos fazendo guerra de cosquinhas enquanto a mãe dele fazia algum lanche para nós comermos. Eu estava em cima dele fazendo cosquinhas enquanto ele gargalhava. Ele pedia para eu parar, como eu estava cansado eu parei, mas ele se jogou em cima de mim fazendo cosquinhas em mim. "Revanche" ele repetia enquanto eu ficava me contorcendo tentando fazer ele parar, mas parecia algo impossível.

Só paramos quando a mãe dele chegou, fomos correndo em sua direção para pegar o lanche, bolo com chocolate quente. Comemos tudo e deixamos os pratos e as canecas na pia, esperamos o pai dele terminar de fazer a fortaleza.

- Pai, é muito pequeno e parece uma cabana!- Ele reclamava.

- Então agora é uma cabana, finjam que estão na floresta.

- Pai!

- Aproveitem que a fortaleza ou cabana está pronta e vão dormir... Ou não, vocês que decidem.- Diz a mãe dele.

Os pais dele sempre foram tranquilos, viviam brincando e fazendo nós dois rirmos, meus pais sempre admiraram isso neles, pois mesmo brincando eles trabalhavam muito bem, acho que foi assim que eles viraram amigos.

No final entramos na cabana, nos preparamos para dormir e ficamos aconchegados, eu me lembro que nesse dia estava bastante frio, mas debaixo do cobertor estava muito quentinho. Nessa época eu já tinha sentimentos por ele, mas eu não sabia, comecei a entender isso mais ou menos uns meses depois.

- Boa noite, Peter.- Disse fechando os olhos lentamente.

Engraçado, parece que nada mudou, a cena de antes se parece com a de agora, ele tem razão, a sensação de nostalgia é muito boa!

 


Notas Finais


O próximo capítulo vai demorar um pouco, pois eu não estou com ele pronto!
Bjs! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...