História Mr. & Mrs. Agreste - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Mr & Mrs Agreste
Exibições 187
Palavras 451
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Melhor forma de morrer


Fanfic / Fanfiction Mr. & Mrs. Agreste - Capítulo 1 - Melhor forma de morrer

TV: Parece que o jogo hoje tá mermo cara.....
Marinett se arranjava e adrian faz um barulho que a assusta falsamente...
-Aí mor você me assustou.
-De desculpa eu esta procurando...... Você vai sair?
-Sabe é que... Que tenho umas coisas para acabar lá na empresa sabe? (Mentindo)
-Uhhhh

Pav Marinette....
O táxi onde eu ia parou e eu saí em frente do Hotel boujuar e coluquei a minha máscara a minha missão estava quase concluida. Entro e suborno o segurança para que ele não diga nada que eu tive lá mas depois o terei que matar na mesma. Entrei no quarto de um cliente pois o meu desfarce era de prestituta, e despi o meu casaco deixando apenas a minha roupa de stripper e ele me fez um sorriso no canto da boca com cara de dizer *Hoje você é minha*

Pav Adrian....
Saí do táxi e coloquei a minha máscara, parou em frente a um bar entrei numa sala e comecei a jogar:
-Passa para cá cem.
-Toma lá noir.
-Oque se passa aqui.- diz o meu alvo.
- O seu tempo aqui acabou Kim obrigada pelos presentes amiguinho.- pocha não sabem fazer frazes como deve ser.
-Você é kim?
-Sou sim.
-Asério?- disse sinico.
-Está procurando trabalho?
-O meu trabalho é você.-dei três tiros serteiros nele e os outros coneçaram a tentar me matar mas upsie.... Matei todos eles ihihihihi.

Pav Marinet.....
Estava atrás dele passando os meus dedos nas suas costas e eles não parava de gemer decidi ir mais longe despi-lhe o robe e comecei a chupar o pau dele e ele gemia ainda mais e eu fazia mais rápido eu sentia que traia adrian mas afinal este ia morrer na mesma então chupei mais rápido e ele segurava os meus cabelos depois ele me penetrou fazendo-me gemer.
-Ahhhh.
-Ainda não viu nada gostosona.
Depois de algum tempo disso eu finjo ir buscar bebidas mas tráguas mas com o meu yo-yo escondido.
-Está aqui gostoso.
Ele bebeu pegou em mim e me penetrou de volta muito mas muito mesmo ele eta bom uma pena o ter que matar.
-Ah vai mais forte.
Ele foi mais forte, era ainda cedo para o matar então continuei a gozar chupei o pau dele até deitar esperma.

Depois de muito isso.....

-Oh é uma pena você vender armas aos homens maus.
-Oquê?
As últimas palavras dele até lhe cortas o pescoço com a arma que nunca falha
-morreu de pau direito ihihih.

Em casa consegui tirar a roupa antes que o adrian chegasse ele e eu estava no quarto:
-Oi mor.
-Oi mor.
-Como foi a sua noite?
-Boa. Bebi um copo. Joquei uns joguinhos.
-E como foi.
-Tive sorte




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...