História Mr. Policeman ;Yoonmin, Yoonkook or Jikook; - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Namjin, Vhope, Vkook, Yoonkook, Yoonmin
Visualizações 45
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ai, um cap novinho saido da raba do Jimin.
kkkkkkkkkk
Vai ter um mini *PIIII*...

Capítulo 7 - ; Anywhere ;


Fanfic / Fanfiction Mr. Policeman ;Yoonmin, Yoonkook or Jikook; - Capítulo 7 - ; Anywhere ;

JIMIN terminou seu sanduíche e seu suco, limpando seu rosto com o guardanapo e caminhando até o Yoongi, o único policeman que estava ali por perto.

“ — Quando posso ir embora?”

Perguntou, com uma voz de quem estava forçando a fala e a qualquer momento a voz iria faltar.

“ — Desculpe, terá que ficar sob nossos cuidados…”

“ — Cuidados? Até quando?”

“ — Para sempre.”

“ — O quê?! Impossível, quero sair daqui! Tenho um futuro me esperando!”

O maior ficou calado, como se esperasse Jimin descarregar sua raiva. E isso, de fato aconteceu.

“ — Eu...Eu não falei nada para minha tia, estou no último ano da escola, ia para uma boa faculdade, iria viver minha vida...Meu deus! Eu não visitei a América, nem fiz um intercâmbio, nem ao menos fiz sexo!”

Yoongi escutou tudo, mas estranhou ele não ter falado sobre suas amizades, mas sua mente parou em uma frase.

Nem ao menos fiz sexo!

Como nunca ninguém se interessou pelo Park, ele é fofo, tem uma quantidade perfeita de músculos, sua boca é carnuda e ele tem uma bunda enorme.

“ — A escola você se acostuma ficar sem, é uma droga, e os professores sao piores ainda. Sua tia irá ser avisada assim que os policiais de Seoul acharem suas informações no banco de dados. A faculdade é uma droga também, já que te leva ao trabalho. Iremos visitar muitos mais países, estados e continentes que apenas a América.”

Listou os prós de ficar ali, exatamente onde estava. Mas não falou sobre o intercâmbio, nem sobre o assunto ‘sexo’, o que, Jimin agradeceu.

“ — Vem aqui.”

Chamou, puxando o pulso de Park, caminhando por corredores que o pequeno não conhecia.

Por um momento, Jimin lembrou dos terríveis e desprezíveis corredores de sua escola, onde parecia que ele estava passando por ali sozinho, sem ninguém para parar e perguntar nada.

Eles pararam numa sala, Yoongi abriu a mesma, empurrando abruptamente o corpo de Park para um sofá cor marrom, ele deitou no sofá e Yoongi sentou em cima dele, bem perto de seu pênis.

“ — Sobre o sexo… Em qualquer lugar se é capaz de tê-lo.”

Falou, se aproximando do rosto de Jimin, que o máximo que conseguiu foi fechar, mas o que era para ser um beijo, não veio.

Sentiu finos e gélidos dedos tocarem seu abdômen delicadamente, sentiu uma dorzinha gostosa no pé da barriga. Entreabriu os lábios quando sentiu as mãos grandes de Yoongi subirem por sua barriga. Soltou um suspiro quando sentiu uma respiração no seu pescoço, arfou ao sentir os selares no mesmo e depois uma língua quente.

“ — P-para..”

Juntou sua força e falou uma única palavra, mas não foi ouvido.

Os selares cessaram e Yoongi saiu de cima dele, levantou Jimin e se sentou no sofá puxando o pequeno para ficar em seu colo. Recomeçou os selares e continuou a explorar o tórax, abdômen e costas do menor, enquanto o mesmo arfava, com os olhos fechados e os lábios entreabertos.

“ — Yoongi...Para…”

Ah, isso é tão bom, não para.

Seu corpo queria mais do Min, mas Jimin não sabia se estava pronto. Era da boca pra fora.

Não foi ouvido novamente e a mão de Min parou nas calças com uma certa elevação visível. Jimin, sem querer, gemeu, deixando Min mais necessitado. Jimin sentiu uma coisa dura pressionando em seu ânus, gemeu novamente, rebolando no colo do mais velho.

“ — Quer mesmo que eu pare?”

Perguntou, pronto para parar, se aliviar num banheiro próximo e esquecer o ocorrido.

“ — N-não…”

Jimin levantou uns centímetros e sentou, simulando uma estocada, Yoongi jogou a cabeça para trás e arfou. O rapaz de cabelos cinzas tirou a própria blusa, que já estava usando há três dias e beijou o pescoço do Min, que estava caída para trás.

“ — Achem o Min Yoongi, precisamos falar com ele.”

A voz de Namjoon falou, interrompendo os dois.

“ — Vai...eu vou estar aqui...me recompondo”

Te esperando.

E assim Yoongi saiu da sala.

 

++__++

 

JIMIN estava junto a um policial chamado Choi Wan-ki, estava levando-o para sua cela e o mesmo estava com medo.

“ — Coloque ele na cela 1001.”

Wan-ki falou para o outro, que apenas apontou uma arma para Jimin, que automaticamente elevou as mãos acima da cabeça.

“ — Anda logo, garoto.”

O mesmo andou, caminhando entre celas ocupadas e desocupadas, até chegar a dele, que estava destruída.

O policial o empurrou para dentro das celas, trancou a porta e saiu.

Jimin se imaginou ali, dentro daquela cela, para sempre, saindo apenas junto a algum policial, sendo tratado como um delinquente que matou, furtou ou fez algo parecido. Lembrou-se de sua pelúcia, Mr. Puppy — a única coisa deixada pelos seus pais biológicos desnaturados. —, de sua vizinha e seu cachorro chamado Giant e de sua tia Gwen-han.

Começou a chorar, se imaginando sendo esmagado pelas paredes de vidro aterrorizantes.

“ — Quem está chorando?”

Escutou a voz de Yoongi, pensou em chamá-lo, mas desistiu e continuou a chorar.

“ — O que Jimin está fazendo aqui?”

Sua visão estava turva, desde que chegara, tinha comido apenas um sanduíche e um suco.

Era sua dieta, não havia comido nada além de bebidas e três biscoitos integrais ao dia. E sua dieta durou 2 semanas.

O mundo escureceu.

     

 


Notas Finais


eitttaaaaaa. me matem ou me amem, eu deixo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...