História Mr. Sandman - TAEKOOK - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jungkook, Taehyung
Visualizações 46
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Fluffy, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - 3


Jungkook estava de volta à Busan. E, quando se deu conta de que estava sonhando novamente, foi correndo até a loja de games, na esperança de encontrar Taehyung. 

Entrou na loja eufórico, procurou em todos os cantos, mas não encontrou o garoto. Uma sensação de tristeza atingiu seu corpo, e ele não entendia o porquê sentia aquela necessidade de ver Taehyung novamente. Decidiu sentar e esperar. Muito tempo se passou e o garoto não apareceu. Desapontado, ele sai da loja e caminha até uma sorveteria próxima. Enquanto caminhava ouviu algo vindo da loja de games:

- Hey! - Era Taehyung, acenando para ele enquanto sorria. 

De alguma forma Jungkook se sentia imensamente feliz por encontrar o garoto novamente. 

- Oie, então você ainda tá aqui...Pensei que não te encontraria de novo. 

- Eu sempre estarei por aqui, bom, pelo menos por mais um longo tempo...eu espero.

- Como assim? Ah, eu tava pensando sobre isso...como você sempre tá aqui? Tipo, eu sei que te encontro quando estou dormindo, inclusive acho que você também é real. Então, como é possível você sendo real, estar vivendo no meu sonho? Tendo o mesmo sonho que eu? E como você tá aqui sempre? O que aconteceu com você? - Jungkook não falava muito, mas quando estava nervoso ou inquieto, era igual idêntico à uma criança tagarela. Taehyung sorriu, dessa vez não parecia feliz, mas sim ressentido...aquele sorriso de canto não conseguiu ocultar a tristeza em seu olhos.

- Sim, eu sou real...como você. Não tenho a mínima ideia do porquê estamos no mesmo sonho, nem ao menos me lembro de ter te conhecido na vida real. Mas...sabe... eu já estou aqui há tanto tempo sozinho, que nem me importei em procurar uma resposta pela sua presença...eu apenas....estou grato. E sinceramente, todo esse tempo que eu passei sozinho, me fez ter vontade de dormir pra sempre, mas agora que você apareceu, eu não sei...sinto que algo está mudando. 

- Engraçado... - disse Jungkook enquanto ficava pensativo...- você querendo acordar e eu querendo dormir pra poder te ver de novo. 

Os dois se olharam por um longo tempo. Aquele momento era sincero, eles estavam apenas jogando pra fora tudo o que sentiam em seu mais profundo ser. Então, Taehyung disse:

- Quer saber minha história? O porquê de eu estar sempre por aqui? Ok, vou te contar então.

 

Taehyung é um garoto de 19 anos, vive com sua família. Sua mãe, uma pobre mulher que vive bêbada, caindo pelos cantos, apenas para não sentir mais a dor de ser espancada pelo seu marido. Um ex soldado agressivo, que foi expulso da corporação por aparentar transtornos mentais. Existe uma irmã mais velha, que saiu de casa muito jovem, pois não aguentava mais a família. Nunca mais tiveram noticias dela. Taehyung sempre teve pena de sua mãe, mas não pensou em abandoná-la em um só momento. Decidiu passar por tudo isso ao lado dela. E foi assim, que ele acabou em coma.
Certa noite, seu pai chegou bêbado em casa e começou a bater em sua mãe novamente, ele cansado de ver aquela cena, resolveu se opor entre eles e levou muitos socos e chutes de seu "pai". Ele sentiu suas costelas quebrando, alguns dedos e tentou se levantar, seu pai o empurrou contra a mesa e ele bateu a cabeça na quina. Caiu desacordado no chão. Sua mãe desesperada correu até o quarto e pegou uma arma que seu pai mantinha escondida dentro de um fundo falso da gaveta do armário, foi até seu pai e disparou 3 vezes. Com o pai morto e a mãe presa, ele teve sua guarda passada aos tios, que o mantém sob cuidados em seu quarto, com enfermeira, medicamentos e cama especial. Ele sabe de tudo que aconteceu, mesmo desacordado, ele pode ouvir os tiros, os gritos, o corpo de seu pai caindo sem vida e o pranto de sua mãe. 

- Então foi assim que tudo aconteceu. Não sei quando aconteceu, se foi há uma semana, um ano...perdi a noção do tempo. 

Jungkook olhava para ele com lágrimas nos olhos, sentia uma ligação muito forte com o garoto e agora sabia o porquê: ambos tiveram histórias horríveis de vida. Mas o garoto continuou sorrindo e agindo alegremente, mesmo quando ele tinha tudo para ser um revoltado ou suicida. Agora, mais do que nunca, ele queria esse garoto em sua vida. Não. Ele precisava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...