História Mrs. Valdez - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Bianca di Angelo, Calipso, Charles "Charlie" Beckendorf, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Frank Zhang, Grover Underwood, Hazel Levesque, Hefesto, Jason Grace, Leo Valdez, Luke Castellan, Nico di Angelo, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper McLean, Thalia Grace, Travis Stoll
Tags Thaleo, Thalico, Thaluke
Exibições 103
Palavras 1.534
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então, esse capítulo focou bem mais no Nico. E já vou avisar que vai haver incesto. Então, se vc não gosta, não leia. Bjs e aproveitem

(Obg pelos comentários e favoritos, fiquei muiiito feliz... Obg mesmo 😍😍😍)

Capítulo 2 - Leo! LEO, só Leo. Quantas vezes eu vou ter que dizer?


Fanfic / Fanfiction Mrs. Valdez - Capítulo 2 - Leo! LEO, só Leo. Quantas vezes eu vou ter que dizer?

LEIAM AS NOTAS INICIAIS.

         Nico P.O.V

         Abri a porta de casa tentando fazer o menor barulho possível. Eu menti pra Thalia. Bianca não estava em casa, quem estava mesmo era Hazel. Que já devia estar capotada na cama faz tempo. Eu tive que mentir pra Thals, eu não aguentaria explicar o real motivo de Bianca não estar parando mais em casa. Thalia sabia só da metade da história.

         Entrei no apartamento e ignorei minha irmã dormindo no sofá, ela tinha o sono pesado, então eu não precisava fazer silêncio absoluto. Porém, se ela acordasse, eu realmente não queria estar por perto. Hazel quando acorda faz o inferno na terra. Então, andei na ponta dos pés até o corredor.

          Eu já estava sem camisa mesmo, então tirei minha amada e confortável calça de moletom, ficando só de boxer preta. 

          Entrei no quarto da Bia e me tranquei lá dentro. Se eu fosse fazer o que pretendia, não queria que ninguém me atrapalhasse. Me joguei na cama dela e afundei meu nariz nos lençóis. O cheiro de cigarro e de perfume feminino invadiram meu cérebro. Ah, Bianca... Se você soubesse a falta que faz.

           É, tá acontecendo de novo.

         Aquele cheiro me fez lembrar da última noite que passei com ela. Merda, aquele corpo me hipnotizava. Dos pés à cabeça ela era perfeita. Desde aquele par de peitos enormes até aquela bunda empinadinha e coxas grossas, desde seus gemidos até seus gritos, desde os beijos doces até o sexo brutal.

         Meu nome é Nico Di Angelo, e sim, eu estou pensando na minha irmã nua. 

         E antes que você pense merda, eu não estou apaixonado por ela. (Pelo menos eu acho). 

          Eu e Bianca sempre fomos grudados. Não vou negar que sou bem mais próximo dela do que da Hazel. Amo as duas igualmente claro, porém com a Bia as coisas sempre foram diferentes. 

          O tempo foi passando, e fomos "evoluindo" nossa intimidade. Se eu não me engano, tudo começou quando Percy deu um fora nela na frente da escola inteira. Ela era apaixonada por ele, e eu também. Minha irmã e eu éramos apaixonados pelo mesmo cara. É claro que essa paixão só poderia resultar em uma coisa: MERDA. 

         Depois do fora de Percy, Bianca veio correndo pros meus braços atrás de consolo. Detalhe: ela não sabia que eu era apaixonado por Percy, até esse dia. 

         Contei tudo pra ela. Me lembro até hoje da cara que ela fazia enquanto escutava, era uma mistura de surpresa e ódio. Enfim, só sei que naquela noite saímos, bebemos até passar mal, e foi aí que tudo aconteceu.

         Transamos. E depois desse dia ela me evita ao máximo. Sai de casa sempre que pode, e quase sempre dorme fora. E raramente, quando está em casa, fica trancada no quarto sem contato nenhum comigo. 

         Se eu me lembro da transa? Vagamente. Só me lembro de algumas partes pois o Leo me contou grande parte. Já que teríamos transado na mesa de sinuca se não fosse o Valdez  nos mandar pra um quarto. 

         Sim, o Leo me deixou transar com a minha própria irmã. Segundo ele, tentou impedir várias vezes até que desistiu. Bom, eu não posso afirmar nada até porque eu me lembro de muito pouco.

         Mas, esse pouco já é o suficiente pra me deixar no estado que eu estou. Ela é a primeira coisa que eu penso quando acordo, e a última que eu penso quando vou dormir. Sinto vontade de protegê-la, e ao mesmo tempo minha cabeça explode de tesão quando a vejo. E mesmo com ela me evitando, sei que ela sente o mesmo.

          Eu não posso mais conviver com isso, ela tá me deixando louco a cada dia. E a única coisa que fica martelando meus pensamento é a frase:

         "Você não pode se apaixonar pela sua irmã, caralho".

         

          Thalia P.O.V

       - Tá, Jason eu já escutei. Não posso sair de casa sem te avisar, não posso perder a chave de casa, e também não posso dar pro Luke. - Falei revirando meus olhos e tomando um gole do meu café quente. Jason me olhou com raiva e suspirou. E acho que ouvi ele contar até dez baixinho...

         - Thalia, você é minha irmã. E eu te amo. Só quero o melhor pra você, nunca tenha dúvidas disso. - Ele disse como se não tivesse acabado de me dar o maior sermão do mundo.

          - Eu também só quero o melhor pra você. Então eu te dou dez minutos pra você entrar naquele elevador, subir até o apartamento da Piper e transar com ela como se não houvesse amanhã. - Jason arregalou os olhos e me olhou como se eu tivesse acabo de falar que tinha virado nazista.

         - Quantos anos você tem mesmo?

         - 14, quase 15. 

       - Eu nem quero ver você com 18, por Zeus. - Ele falou esfregando os olhos, pude ouvir uma risadinha baixa dele.

      - Falando em Zeus, tem notícias dele? - Disse dando o último gole de meu café.

 

          Zeus, mais conhecido como meu pai, o que nunca para em casa. Ele é dono da maior companhia aérea dos Estados Unidos. Ou seja, está sempre viajando. Deixando quase sempre, eu e Jason sozinhos. 

         Minha mãe? Ah, acho que não vai querer saber o que aconteceu com ela.

         - Ele ligou hoje de manhã, a única coisa que disse foi que, não vai voltar antes das nossas férias acabarem... - Jason pegou seu moletom cinza em cima da cadeira, vestiu e pegou a chaves de casa. HMMM, hoje tem.

         - Vai seguir meu conselho maninho? - Perguntei com um sorriso malicioso, me referindo ao que eu tinha dito sobre ele e piper transarem como se não houvesse amanhã.

         - Vai a merda, Thalia. - Ele riu, e saiu de casa. 

        Legal, agora eu estava sozinha. Apenas eu e meus pensamentos, meus pensamentos e eu.

        Olhei no visor do meu celular, ainda eram 15:37. Nico provavelmente não tinha acordado, piper estava com Jason, os gêmeos estavam viajando, e Annabeth estava... Droga, o interfone tá tocando. 

         - Alô? - Perguntei com voz de sono. Afinal eu tinha praticamente acabado de acordar.

         - Thals? O Jason tá aí? - Ouvi uma voz sapeca que eu conhecia muito bem. Abri um sorriso, e por um minuto, meu tédio foi embora.

         - Oi sumido, eu estou bem sim. E você? Como anda a vida? - Perguntei irônica, já sabendo sua resposta.

      - Com as pernas, quando ela começar a voar eu te aviso. Enfim, o Jason está ou não?

        - Se você for grosso comigo mais uma vez eu te arrebento, Leonardo. - Falei fingindo estar brava.

         - Leo! LEO! Só Leo, não Leonardo. Quantas vezes eu vou ter que dizer? - Eu ri de sua resposta e sussurrei um "te amo tá?'  - O Jason acabou de subir, foi lá no...

        - Apartamento da piper. - Ele me cortou, e pude ouvir ele engolir em seco. De fato, o Leo não apoiava esse namoro. - Ok, então. Beij...

        - Leo, espera, Não desliga. - Pedi. - O Jason não está, mas eu tô sozinha. - Mordi meus lábios desejando do fundo do meu coração que ele aceitasse ficar comigo. 

        - Daqui 5 minutos tô na sua porta. 10 se o elevador demorar. Beijos. - Ele disse desligando na minha cara. Leo tinha essa mania mesmo.

        Leo é o melhor amigo do Jason. Eles não são irmãos, mas já são amigos desde a época das fraldas e das chupetas. E como Leo vivia lá em casa, acabamos virando amigos quando crianças. Ok, não vou negar. Eu tinha uma quedinha por ele. Mas, já superei.

        Olhei o meu estado. Meu cabelo estava todo bagunçado, preso em um rabo de cavalo e eu ainda estava de pijama. Ou seja, uma blusa do Green Day e calcinha. Sim, esse era o meu pijama. 

          Corri pro meu quarto, abri meu guarda-roupa e tirei de lá um short jeans qualquer. O vesti, e soltei meu cabelo. Leo já tinha me visto em estado pior, então eu não tinha problema de ficar assim na frente dele.

          - Tô entrando. - Ouvi aquela mesma voz que eu amava, e só de escutá-la já fiquei feliz. 

      Leo já era de casa, então era normal ele entrar sem bater.

         Corri pra sala e pulei em seus braços. Ele me segurou pelas coxas e começou a me fazer cócegas. Eu comecei a me detaber e gritar por ajuda, se tinha uma coisa que eu odiava eram cócegas.

          -LEONARDO VALDEZ! AAHHH, ME SOLTA, EU VOU CHAMAR A POLÍCIA! - Gritei tentando sair de seus braços, o que foi em vão. Já que ele era muito mais forte que eu.

        - Só paro se você prometer que vai dar um chute nas bolas do Luke. E sim, o Nico me contou tudo. - Ele parou de fazer cócegas em mim, mas continuou me segurando em seu colo. E foi aí que eu parei de rir e mudei de humor completamente. Tudo veio à tona.

        Ele me fez lembrar de tudo que eu mais queria esquecer. Tudo que eu estava evitando lembrar nas últimas horas. Agarrei em seu pescoço e desabei ali mesmo, nos seus braços.


Notas Finais


Bom, eu preciso da opinião de vcs sobre esse cap. Pq realmente eu não sei o que fazer com a situação do Nico. Toda sugestão é bem-vinda
Espero que tenham gostado!💓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...